AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Projeto Unesc Funcional com inscrições abertas

Projeto Unesc Funcional com inscrições abertas
Treinamentos gratuitos iniciam nesta quarta-feira (Foto: Divulgação) Mais imagens

O projeto Unesc Funcional está com inscrições abertas para novas turmas. Com o objetivo de fornecer treinamento funcional para a comunidade interna e externa que deseja melhorar o condicionamento físico e/ou emagrecer, o projeto oferece aulas gratuitas e orientadas. Os interessados em participar devem ficar atentos: o primeiro encontro ocorre já nesta quarta-feira (14/8), na Universidade.

As inscrições podem ser feitas até esta semana diretamente com as acadêmicas do curso de Educação Física – Bacharelado, Janaina Bet (48) 99829-2641 ou Fernanda (48) 99931-4114, responsáveis pelo acompanhamento dos alunos do Unesc Funcional. O projeto disponibiliza 25 vagas para adultos.

Os treinamentos irão ocorrer às quartas e sextas-feiras e os alunos serão divididos em duas turmas: uma realizará as atividades das 13h30 às 14h40 e outra, das 14h30 às 15h30. As aulas ocorrerão no Complexo Esportivo da Unesc, localizado no Bloco T.

Segundo a coordenadora do Unesc Funcional, Ana Maria Volpato, o projeto existe desde 2016 e nesta edição, realizará as atividades de agosto até o fim de novembro. Os participantes serão acompanhados de perto pelas acadêmicas, sob a orientação da coordenadora do projeto, e passarão por avaliações. Os dados levantados serão utilizados em pesquisas na Universidade.   

“Diversos estudos já foram feitos com o público do Unesc Funcional e os dados indicam que a prática orientada promoveu benefícios em relação a diminuição do peso e gordura corporal, redução do risco de doença cardiovascular, aumento da massa muscular, redução da ansiedade, melhoria das defesas antioxidantes e melhoria da eficiência nas atividades da vida diária”, revela Ana Maria.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 12 de agosto de 2019 às 16:55
Compartilhar Comente

Unesc promove ação comunitária em Araranguá

Unesc promove ação comunitária em Araranguá
Cursos da área de saúde se uniram para atender e orientar população (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Acadêmicos e professores dos cursos de Fisioterapia, Odontologia, Farmácia e Enfermagem estiveram presentes em uma ação comunitária promovida pela Universidade no último sábado (3/8) em Araranguá. Quem passou pelo calçadão no centro da cidade pela manhã, pode receber orientações sobre saúde bucal, o uso racional de medicamentos, além de fazer aferição da pressão arterial, auriculoterapia e terapia manual.

No local também foram passadas informações sobre o atendimento das clínicas de Odontologia da Unesc, atuação profissional do farmacêutico e orientações gerais sobre saúde, totalizando 202 pessoas beneficiadas na ação.

Emanuela Justino – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 06 de agosto de 2019 às 14:52
Compartilhar Comente

Projeto Viver SUS: dia de embarcar em uma grande experiência

Projeto Viver SUS: dia de embarcar em uma grande experiência
Estudantes da área da saúde e residentes estarão em sete municípios até sexta-feira (19/7) (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

O campus da Unesc foi tomado pelo desejo de fazer a diferença e os 70 participantes do Viver SUS (Projeto Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde) embarcaram em mais uma jornada. A segunda-feira (15/7) amanheceu fria e chuvosa, mas logo foi aquecida pelos estudantes da área da saúde e residentes do Programa de Residência Multiprofissional da Universidade. Eles estarão em sete municípios do Sul catarinenses até sexta-feira (19/7), para aprender e colaborar com os processos voltados ao SUS. Nesta edição, o evento será marcado pelo aniversário de 25 anos da Estratégia Saúde da Família. 

A animação dos participantes é resultado do novo formato do Projeto Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde, com foco na prática e na inserção comunitária. “A ideia é aproximar os integrantes e a comunidade, em uma forma mais atuante de atendimento. Este novo olhar proporcionará momentos de observação das demandas em saúde e de construção para atende-las. Nos dias finais de experiências, o que foi pensado resultará em ações práticas que farão diferença na realidade local”, conta o assessor de Ações Comunitárias e atual coordenador do projeto, Rafael Amaral.

A residente Nayara Moraes está participando pela primeira vez. Ela viu no Viver Sus a possibilidade de colaborar. “Estou muito entusiasmada com a experiência de vivenciar a realidade e poder auxiliar nos assuntos de necessidade local. É uma oportunidade única e espero contribuir com melhorias para as problemáticas do município”, afirma.

Já Taira de Oliveira, também residente, está participando pela terceira vez. Para ela, o Viver Sus vai além de um projeto de extensão. “É um paradigma na vida profissional de quem participa. Quando participei em 2016, a primeira vez, não imaginava os efeitos que causaria em minha trajetória. Hoje sou psicóloga. Minha profissão é voltada, em grande maioria, para um público particular. Assim o Viver SUS me fez ver além do consultório, e me mostrou uma rede de atenção que funciona, e pode proporcionar qualidade de vida aos usuários”, destaca.

Para a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, histórias como as Taira e Nayara se completam e dão vida ao Projeto. “A troca de conhecimentos resulta em contribuições para o município, para a trajetória profissional dos participantes e para a integração dos colegas e das áreas de conhecimento. É um novo olhar, que transforma realidades e relações ao aproximar a Universidade da comunidade”, afirma.

Nesta edição, os representantes da Unesc estarão presentes em Criciúma, Nova Veneza, Sangão, Jaguaruna, Turvo, Sombrio e Balneário Gaivota, comtemplando as regiões da AMREC (Associação dos Municípios da Região Carbonífera), AMUREL (Associação dos Municípios da Região de Laguna) e AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense).

Estão presentes no Projeto acadêmicos dos cursos de Biomedicina, Enfermagem, Educação Física - Bacharelado, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Psicologia e Odontologia da Universidade, e os residentes do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica, Saúde da Família e Saúde Mental. Antes de os municípios receberem os visitantes, os integrantes participaram de uma capacitação.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 15 de julho de 2019 às 10:40
Compartilhar Comente

Viver SUS realiza debates com profissionais e lideranças da área da saúde

Viver SUS realiza debates com profissionais e lideranças da área da saúde
Encontro vai reunir professores e acadêmicos (Foto: Arquivo) Mais imagens

Antes dos estudantes da área da saúde da Unesc iniciarem as atividades do projeto Viver SUS (Vivências e Experiências na Realidade do SUS), o grupo passará por uma capacitação nesta sexta-feira (12/7), com profissionais e lideranças da área da saúde. O encontro iniciará às 14 horas, e contará com palestra, roda de conversa, apresentação do projeto e divisão dos grupos que irão desenvolver atividades em sete municípios da Amurel, Amrec e Amesc de 15 e 19 de julho. Esta edição do evento comemora os 25 anos do programa Estratégia Saúde da Família.

A capacitação ocorrerá no Auditório Edson Rodrigues a partir das 14 horas, com a palestra “O exercício profissional na área de saúde e o cultivo de valores humanos”, com a médica endocrinologista Zita Momm Paganelli. Em seguida, haverá a roda de conversa “Estratégia Saúde da Família 25 anos”, com a presença do secretário de Saúde de Criciúma, Acélio Casagrande, da reitora e professora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta e dos professores da Instituição, Ioná Vieira Bez Birolo e Aníbal Dario.

O projeto conta com alunos dos cursos de Biomedicina, Enfermagem, Educação Física (Bacharelado), Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Psicologia e Odontologia da Unesc e os profissionais participantes do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica/Saúde da Família/Saúde Mental da Unesc.

Milena Nandi - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 11 de julho de 2019 às 16:09
Compartilhar Comente

Acadêmicos participam do Projeto Rondon no Oeste catarinense

Acadêmicos participam do Projeto Rondon no Oeste catarinense
Grupo vai desenvolver atividades até o dia 20 de julho (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

A Unesc está presente em mais uma edição do Projeto Rondon, realizado em parceria com a Udesc em municípios catarinenses. Na manhã desta quarta-feira (10/7), o grupo formado por 11 acadêmicos e mestrandos da Universidade iniciou a viagem para o Oeste catarinense, onde vão desenvolver atividades até 20 de julho. O Projeto Rondon “Operação Gilmar Gomes” desenvolve projetos comprometidos com a inclusão social, com a produção e a disseminação do conhecimento para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e para a formação do profissional cidadão.

Os estudantes da Unesc irão se unir a acadêmicos de outras IES (Instituições de Ensino Superior) de Santa Catarina para formar equipes que irão desenvolver atividades e oficinas com moradores de diversos municípios do Oeste. A Unesc é a única instituição não-estatal a participar do Projeto Rondon “Operação Gilmar Gomes”.

As iniciativas vão abordar as áreas de Comunicação, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Cultura, Saúde, Trabalho e Meio Ambiente. Entre as oficinas ministradas para a comunidade estarão: “Coleta de lixo e Conscientização sobre a Separação do Lixo”; “Trabalho Humanização do Atendimento”; “Culinária”; “Formação e Capacitação de Lideranças e Gestores Comunitários”; “Alimentação Saudável”; “Associativismo e Cooperativismo”; “Atividades Físicas para a Terceira Idade e População Especial”; “Ética e Profissionalismo”; “Tipos de Violência”; “Artes e Musicalidade”; “Sexualidade e Diversidade Sexual”; “Direitos Humanos” e “Mídias Sociais”. Os acadêmicos, em parceria com o poder público e a comunidade, irão ainda revitalizar uma praça local, com o fim de deixar um “marco” para a cidade.

A aluna da sétima fase do curso de Nutrição da Unesc, Mainara Telles Alexandre, é envolvida com a extensão como bolsista e como voluntária e conta que participar do Rondon era um desejo antigo. “Este ano consegui sincronizar as férias da Universidade com as do trabalho e me inscrevi para a seleção do Rondon. O trabalho multidisciplinar agrega muito na área da saúde. Faz pensar no indivíduo como um todo. Tenho certeza de que vou aprender com os colegas de outros cursos e instituições e com a comunidade. Mais que repassar para os moradores o que sabemos, vamos aprender com eles”, afirma a acadêmica.

Para a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Universidade, Fernanda Sônego, o Projeto Rondon, desenvolvido em parceria com a Udesc, vem ao encontro do que a Instituição preconiza, promovendo uma formação acadêmica e cidadã aos seus alunos, tendo a comunidade como uma aliada no processo. “Nossos estudantes estarão imersos nos municípios e poderão conhecer realidades e culturas diferentes e trocar conhecimento com demais universitários do Estado e moradores destas cidades. Com certeza esta será uma experiência transformadora na vida de cada um”, ressalta Fernanda.

Milena Nandi – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 10 de julho de 2019 às 13:49
Compartilhar Comente