AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Colégio Unesc retoma aulas presenciais seguindo protocolos de biossegurança

Colégio Unesc retoma aulas presenciais seguindo protocolos de biossegurança
Alunos como Patrícia Pereira Pagani afirmam se sentir seguros com a retomada das atividades no colégio (Fotos: Paula Darós) Mais imagens

Após meses encontrando professores e colegas de maneira remota, em virtude da matriz de risco da pandemia de Covid-19, os estudantes do Colégio Unesc tiveram a primeira aula presencial nesta quinta-feira (18/2). A escola iniciou oficialmente o ano letivo de 2021 com uma recepção aos estudantes do Ensino Fundamental e do Ensino Médio e um diálogo sobre todas as normas para a garantia do retorno seguro de alunos, professores e funcionários às atividades presenciais. 

Para os alunos da terceira série do Ensino Médio, a quinta-feira foi também para receber a camiseta que marca a passagem de cada aluno pelo último ano no Colégio Unesc e a preparação para o início da jornada no Ensino Superior. Desde a primeira série do Ensino Médio no Colégio Unesc, Patrícia Pereira Pagani, iniciou nesta quinta-feira o Terceirão e só pensa em aproveitar o retorno das aulas presenciais e se preparar para decidir o curso de graduação que vai fazer. “Achei muito bom poder voltar às aulas depois de um período longe fisicamente dos colegas, amigos e professores. Estamos aqui estudando com distanciamento e todas as normas de biossegurança. Por isso me sinto segura e feliz em estar aqui no Colégio Unesc podendo fazer o terceirão de maneira presencial”. 

Biossegurança e planejamento pedagógico em primeiro lugar 

A diretora do Colégio Unesc, Giselle dos Passos Vieira, afirma que a preparação para receber os alunos contou com o apoio da Sala de Situação para os protocolos de biossegurança, e da Assessoria Pedagógica para a realização das aulas híbridas. “Nossa expectativa é conseguir manter as aulas presenciais e híbridas com excelência, conforme a escolha dos alunos e dos pais. Para 2021, o Colégio Unesc têm várias novidades. Estamos implantando o novo Ensino Médio e todos os estudantes desta fase estarão com uma carga horária maior, passando de 800 horas para 1.000 anuais. Estamos também ampliando o atendimento pedagógico, para sanar as dúvidas e dar um suporte ainda maior aos nossos estudantes. Voltamos também as atividades 100% presenciais do Integral com Imersão Bilíngue, oferecido aos alunos e alunas do primeiro ao quinto ano. A procura pela escola cresceu muito e já temos várias turmas sem vagas”, afirma. 

A preparação para receber os estudantes de maneira híbrida (presencial e remotamente), também se deu por meio da Formação Continuada, que ocorreu nos dias 11 e 12 de fevereiro e abordou temas como a volta às aulas, a segurança de alunos e professores, as metodologias de avaliação, a organização dos espaços de aprendizagem, ensino híbrido, educação inclusiva e o planejamento das atividades.

Durante o evento, Giselle apresentou o resultado da pesquisa realizada com pais e responsáveis e estudantes do Colégio Unesc no fim de 2020. Mais de 95% dos participantes da pesquisa consideraram de bom a excelente a organização das atividades no período da pandemia, a comunicação do colégio com os pais e alunos e a qualidade das atividades desenvolvidas pelos professores ao longo do ano. 
 

Milena Nandi – Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

18 de fevereiro de 2021 às 16:03
Compartilhar Comente

Estratégias e oportunidades no Twitter em destaque no EcoCria Talks

Estratégias e oportunidades no Twitter em destaque no EcoCria Talks
Conversa foi conduzida pelo estrategista de marcas do Twitter Next, Vinícius Magalhães (Foto: Leonardo Ferreira) Mais imagens

O universo da rede social Twitter, com a presença de 16,6 milhões de brasileiros entre os usuários, esteve em pauta na segunda edição do EcoCria Talks (Escola de Comunicação Criativa) em 2021, conduzido pelo estrategista de marcas do Twitter Next, Vinícius Magalhães. Virtual, transmitido ao vivo pela Unesc TV, ocorreu na noite da última quinta-feira (11/2).

A EcoCria Talks vem se consolidando como um evento tradicional da Escola de Comunicação da Unesc, e o começo de um novo ano não poderia ser diferente ao trazer um relevante tema: “Twitter: Estratégias de marca e cases de sucesso”. “Além de histórias inspiradoras, é um encontro que apresenta novidades de mercado, tendências da comunicação e cases de sucesso”, destacou a coordenadora da ECoCria, Caroline Bortot. 

A ideia da noite, segundo Magalhães, foi abordar oTwitter para construção de marca, estabelecendo relacionamentos e conexões. “As pessoas não vão para se conectar com os familiares ou amigos. O que aproxima são os interesses compartilhados. Acredito que esta rede social nunca foi tão relevante. Tem muita coisa acontecendo o tempo todo, e naturalmente todas as coisas acabam parando no Twitter”, explica.

A rede social também é uma propulsora do olhar ampliado, dando espaço para campanhas sociais e movimentos, misturando também os pontos de vista. Outro destaque na plataforma, conforme o profissional, é o engajamento relacionado à construção de conhecimento mais direto no dia a dia. Entretenimento e esporte também ganham relevância. “O BBB é um live action do Twitter. Tudo que acontece lá é pautado na rede social. É ali que são decididos quem vai sair, quem está bem ou não e outros aspectos”, enfatizou.

É neste universo que  Magalhães aponta grandes oportunidades para a construção de marcas e de empreendimentos, posicionando-se, criando identidade e mostrando o que a marca faz pela sociedade. Após o diálogo, o público teve a oportunidade de conversar diretamente com o convidado, sanando dúvidas e propondo pontos de debate. 

Vinícius Magalhães e Twitter Next

O profissional que inspirou os espectadores no ECoCria Talks é formado e pós-graduado em Publicidade. Ele trabalhou por mais de dez anos em Brasília, onde adquiriu experiência em comunicação pública. Nesse período, fez o planejamento e o gerenciamento de campanhas de marcas da esfera federal, tais como Secom (Presidência da República), Ministério da Saúde e Banco do Brasil.

Em 2016, ao entrar no Twitter, assumiu o cargo de estrategista de marcas para o vertical de Governo até meados de 2018, quando mudou para São Paulo para trabalhar com anunciantes da iniciativa privada. Atualmente busca oportunidades de conectar os propósitos das marcas às pessoas por meio de conversas no Twitter e acredita que isso pode gerar impacto positivo na vida delas.

A atuação do convidado no Twitter Next se mostra um case atual, já que esta é uma área lançada pela rede em setembro de 2019. De lá para cá o setor de estratégia de marca tem ganhado espaço com o trabalho que inclui serviços como desenvolvimento de campanhas e conteúdo, definição de voz da marca e um laboratório exclusivo de tecnólogos, gerentes de programa e designers.


Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

12 de fevereiro de 2021 às 17:16
Compartilhar Comente

Empreendedores do Extremo Sul compartilham suas experiências no encerramento do Plano de 60 Dias

Empreendedores do Extremo Sul compartilham suas experiências no encerramento do Plano de 60 Dias
Inscrições já estão abertas para as consultorias em 2021 (Fotos: Reprodução Google Meet) Mais imagens

Um percurso de dedicação, resiliência e busca pelo conhecimento inovador marcou o 2020 dos participantes do Plano de 60 Dias na Unesc, encerrado nesta terça-feira (21/12). No último encontro, após trabalhos para potencializar seus empreendimentos de pequeno porte e individuais, os alunos da orientação tiveram uma noite para compartilhar seus olhares construídos até aqui.

Apesar de um momento mais leve e dinâmico, com dois minutos para cada apresentação, os resultados do desenvolvimento ao longo do ano Plano de 60 Dias logo apareceram: desenvoltura e habilidade para socializar e vender as conquistas de cada iniciativa.  “Foi um ano extenuante, desafiador e com muitas perdas. Ele nos ensinou muitas coisas: a valorizar as pessoas, o tempo, saber tomar decisões mais assertivas, a refletir sobre a vida e as nossas prioridades. Fazer gestão requer coragem, disciplina, engajamento, visão ampliada e cada dia que passa aprendemos mais” frisou a pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional e professora doutora da Unesc, Gisele Coelho Lopes.

Fabio Feltrin da Silveira, um dos orientados do Plano neste ano, trabalha com tecnologia, com foco no desenvolvimento de sistemas para a indústria. Inserido numa área em constante evolução, sentiu a necessidade de ingressar na consultoria para desenvolver novas aptidões, como de planejamento e administração. “Eu tive a oportunidade de me aprofundar bastante nestas questões, utilizando meios e métodos dos quais percebemos resultados gratificantes. Clareou bastante o que eu precisava para o ano que vem, já que minha empresa está passando por um processo de crescimento. Essa consultoria foi essencial”, evidenciou 

Ao todo, representantes de 14 empresas concluíram os 60 dias de consultorias. Para 2021, aqueles que não concluíram podem optar por seguir no Plano, desenvolvendo suas iniciativas. “A consultoria é feita de provocações, trocas e desafios até a concretização do projeto. Este é o fim de uma consultoria, mas é o início de uma longa trajetória”, destacou o coordenador do NE no município de Araranguá, Diogo Morais.

Inscrições abertas para 2021

Contribuir para o desenvolvimento socioeconômico da região é um dos pilares da Universidade. Um dos agentes na busca por este objetivo é o Plano de 60 Dias, iniciativa vinculada ao NE (Núcleo de Empreendedorismo) e com inscrições já abertas para 2021.

A dinâmica, estruturada para usufruir de toda a expertise da Universidade, promove encontros semanais. São profissionais de diversas áreas do conhecimento trabalhando juntos, engajados para ofertar o mais completo suporte a quem deseja fazer sua ideia de negócio dar certo. Para participar, o interessado pode acessar a página do Núcleo de Empreendedorismo, clicando aqui.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

22 de dezembro de 2020 às 14:23
Compartilhar Comente

Alunos da Escola de Comunicação Criativa da Unesc desenvolvem planejamento estratégico de comunicação para instituições sociais

Alunos da Escola de Comunicação Criativa da Unesc desenvolvem planejamento estratégico de comunicação para instituições sociais
Amigo Bicho, Amovi (Associação Amor a Vida) e Lar de Auxílio ao Idoso Feistauer acolheram os estudantes da Universidade (Fotos: Divulgação) Mais imagens

O conhecimento construído na Unesc vai para além dos muros do campus e impacta positivamente a sociedade. Essa é a essência de uma Universidade comunitária, que relaciona o mundo real à vivência acadêmica dos estudantes logo nas primeiras fases. Um bom exemplo desta conexão entre produção científica e engajamento da informação em favor da sociedade foi experienciado pelos alunos da primeira fase dos cursos da EcoCria (Escola de Comunicação Criativa). A proposta, que tomou forma completa nesta segunda e terça-feira (15 e 16/12), foi desenvolver o planejamento de comunicação de instituições de cunho social, com a identificação de potencialidades e visão para curto, médio e longo prazo.

O desafio foi posto na disciplina “Planejamento em Comunicação e Marketing”, ministrada pela professora doutora Roberta Manica para as turmas de Comunicação Digital, Jornalismo e Publicidade e Propaganda. Além das aulas teóricas, para a condução de todas as fases do planejamento, os alunos escolheram uma instituição social para executar o projeto prático e trabalhar durante todo o semestre.

Divididos em três equipes interdisciplinares, foram escolhidas a ONG (Organização Não Governamental) Amigo Bicho, Amovi (Associação Amor à Vida) e o Lar de Auxílio ao Idoso Feistauer. “A intenção não era apenas solucionar questões estratégicas organizacionais, mas iluminar e dar visibilidade à missão de cada uma. Mais do que pesquisas e leitura de cenário, os alunos se superaram no trabalho em equipe, resiliência diante das circunstâncias pandêmicas, pró-atividade e empatia. Como adiantei a eles no primeiro dia de aula, não é uma disciplina, é uma experiência de encontro com o outro que levarão para sempre nas suas trajetórias de vida”, enfatizou a professora.

O comprometimento das equipes foi tamanho que alguns estudantes seguirão auxiliando as instituições. Foi o caso da equipe responsável pela ONG Amigo Bicho. Emerson Fernandes e seus colegas pensaram, a curto prazo, na confecção de calendários para a comercialização e algumas outras ações pontuais. Mas eles querem ir além, e a partir do fim deste semestre passam a fazer parte da organização. “Essa primeira experiência como estudante da Unesc foi incrível. Saímos um pouco da zona de conforto e trabalhamos pela questão social, sem a visão do lucro e ajudando uma instituição que tanto necessitava”, destacou Fernandes.

Segundo o aluno, a construção do plano se desenvolveu de forma harmônica, usufruindo das qualidades de cada integrante da equipe. “As experiências com os colegas e com a professora vão ficar marcadas nas nossas vidas. Tanto para mim, quanto para os meus colegas, foi algo que vai acrescentar muito a nossas vidas. A Amigo Bicho vai ficar para sempre com a gente. A confecção destes calendários era um sonho deles, e quando chegamos com essa proposta nos abraçaram de uma forma especial, o que fez com que tivéssemos mais vontade ainda de contribuir”, afirmou o estudante.

Os resultados positivos desta conexão logo foram percebidos, como relata a vice-presidente da Amigo Bicho, Kariny Piovesan Teixeira. O sonho de confeccionar um calendário sempre esbarrou nas questões financeiras, mas agora é realidade e teve custo zero. O saldo arrecadado até o momento será utilizado para sanar as contas. “Com bastante dívidas em clínica veterinária, e sem estrutura, ficava praticamente impossível tirarmos as fotos, de criarmos uma arte legal, e de produzirmos os mesmos. Quando eles vieram com essa iniciativa nós, voluntários, adoramos e tentamos ajudar de todas as formas possíveis”, comemorou.

Mais do que o resultado financeiro, o projeto também trouxe novos ares. Em março de 2021 a ONG Amigo Bicho completa 10 anos de fundação e inicia uma nova década com esperança e propósito. “Veio em uma ótima hora. É muito importante a ajuda das pessoas nessa causa que ainda é tão desvalorizada. Quanto mais união em prol de ajudar os animais, mais conseguiremos salvar vidinhas indefesas. Ficamos muito felizes com a ajuda, em nome da nossa entidade, da Sophia, nossa mascote especial, e de todos os animais que serão salvos por meio desse projeto”, completou Kariny.



Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

17 de dezembro de 2020 às 16:24
Compartilhar Comente

Bolsistas do Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional evidenciam suas contribuições para o novo Ensino Médio

Bolsistas do Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional evidenciam suas contribuições para o novo Ensino Médio
Proposta engajou mais de 250 estudantes da Unesc e da Unibave ao longo do ano 2020 (Fotos: Reprodução Google Meet) Mais imagens

Ideias originais, inovadoras e referenciadas socialmente marcaram o 10º Seminário Regional do Proesd (Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional). Este foi o último encontro de 2020, e os mais de 250 bolsistas da Unesc e da Unibave compartilharam, de forma online, seus projetos com o tema “Planejamento Integrado das Áreas de Conhecimento para o Novo Ensino Médio”. 

Em um ano repleto de desafios, diante da pandemia, os acadêmicos das duas instituições avançaram na formação universitária, também construindo soluções para qualificar o ensino de base. O Programa concede bolsas para estudantes matriculados em cursos de Licenciatura. Como retorno, os bolsistas se dedicam a qualificar ou solucionar uma demanda social, enquanto cumprem as horas obrigatórias e tem contato com a iniciação científica.

Para a coordenadora do Proesd na Unesc, Bruna Carolini de Bona, os alunos evidenciaram a qualidade humana e pedagógica do Programa. “Num conjunto de experiências, os acadêmicos puderam partilhar o acúmulo de estudos e reflexões desenvolvidos no ano de 2020 a partir de três grandes áreas de conhecimento: Ciências Humanas e Sociais aplicadas, Linguagens e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. Qualidade acadêmica e pedagógica marcaram as apresentações. ”, destacou.

A socialização dos trabalhos foi transmitida pela Unesc TV, com participação de representantes das CREs (Coordenadorias Regionais de Educação) de Araranguá e Criciúma, professores e gestores da rede pública de ensino, além de coordenadores e docentes dos cursos de Licenciatura da Unesc e Unibave. 

Além de Bruna, durante o semestre os bolsistas foram orientados pela professora do Programa na Unesc, Eloir Fátima Mondardo Cardoso, e pela coordenadora da iniciativa na Unibave, Luiza Liene Bressan.

Tradicionalmente, há um evento estadual para a socialização dos projetos no início do ano. Por conta da pandemia, a expectativa é que o Seminário venha a ser realizado online em fevereiro. “Agradecemos imensamente o apoio e recursos da Secretaria do Estado de Educação de Santa Catarina. Torcemos para que possamos dar continuidade nesse importante Programa no ano de 2021. Estendemos a nossa gratidão àqueles que contribuem significativamente para que o Proesde se mantenha vivo e se fortaleça a cada novo ano”, completou a coordenadora.


Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

12 de dezembro de 2020 às 19:31
Compartilhar Comente