Ir Direto ao conteúdo?

Unesc - Universidade do Extremo Sul Catarinense.


Contato

E-mail:
cipa@unesc.net
Local:
Bloco P, Sala 05
Horário:
De segunda a sexta-feira, períodos matutino, vespertino e noturno.

Entorses, Contusões e Luxações

O que são traumatismos músculo-esqueléticos?

São exemplos de traumatismos músculo-esqueléticos entorse, contusão, luxação, fratura e fratura na coluna vertebral.

 

O que significa entorse?

É uma lesão que ocorre quando se ultrapassa o limite normal de movimento de uma articulação. Normalmente, ocasiona distensão dos ligamentos e da cápsula articular e, conseqüentemente, dor intensa ao redor da articulação, dificuldade de movimentação em graus variáveis e, às vezes, sangramentos internos.

 

O que deve ser feito após um entorse?

Deve-se aplicar frio intenso no local, com bolsa de gelo, toalhas frias etc. Massagens ou aplicações quentes devem ser feitas somente 24 horas após o incidente. É preciso, também, imobilizar a articulação atingida e não movimentá-la e, após, procurar um serviço de saúde para avaliação e tratamento adequados.

 

O caracteriza uma contusão?

Contusão é o resultado de um forte impacto na superfície do corpo. Pode causar uma lesão nos tecidos moles da superfície, nos músculos ou em cápsulas ou ligamentos articulares. Algumas vezes, a lesão é profunda, ficando, então, difícil determinar a sua extensão.

 

Quais os sintomas da contusão? Como tratá-la?

Quando há contusão, a pele fica roxa, ocasionando hematoma e há dor na área de contato. Deve-se aplicar gelo no local da contusão imediatamente. Massagens ou aplicação de calor no local só podem ser realizadas após 24 horas do incidente. É preciso procurar um serviço de saúde para avaliação e tratamento adequado.

 

O que é luxação?

Luxação é o deslocamento de um osso da articulação, geralmente acompanhado de uma grave lesão de ligamentos articulares. Isso resulta no posicionamento anormal dos dois ossos da articulação. A luxação pode ser total ou parcial – os dois ossos da articulação ainda permanecem em contato.

 

Quais são os sinais de que há luxação?

Uma luxação provoca deformidade e movimento anormal da articulação; cavidade entre as superfícies articulares; dor intensa e sangramento intenso.

 

Quais são os primeiros socorros nesses casos?

Cuidadosamente, deve-se colocar os dois ossos numa posição de conforto, que permita a imobilização e o transporte com o mínimo de dor. A articulação só deve ser recolocada no lugar por profissionais da área. Não pode ser realizadas massagem ou aplicação de calor. O serviço de saúde deve ser imediatamente acionado para avaliação e tratamento adequados.

 

O que caracteriza uma fratura?

Entende-se por fratura o rompimento total ou parcial de qualquer osso. A fratura é classificada quanto à relação do osso como o meio externo.

 

Quais os tipos de fraturas existentes?

  • Fratura fechada – é assim chamada quando a pele não é rompida pelo osso quebrado.
  • Fratura aberta ou exposta – ocorre quando o osso atravessa a pele e fica exposto. A possibilidade de infecção neste tipo de fratura é muito grande e, portanto, deve ser observada com atenção.
  • Fratura completa – abrange toda a espessura do osso.
  • Fratura incompleta – engloba parte da espessura do osso.

 

Quais são os sintomas de fratura?

Quando há fratura, são registrados:

  • dor intensa no local, que aumenta ao menor movimento;
  • inchaço;
  • crepitação ao movimentar – o som é parecido com o amassar de um papel;
  • hematoma – rompimento de vaso, com acúmulo de sangue no local;
  • paralisia por lesão de nervos.

 

O que deve ser feito após uma fratura?

É importante não tentar colocar o osso no lugar. Deve-se colocar os ossos numa posição mais próxima do natural, lentamente, junto ao corpo e só movimentar o segmento do corpo fraturado após sua imobilização. Esta pode ser feita com um pedaço de madeira, cabo de vassoura, guarda-chuva, jornal enrolado ou outro material estável. Deve-se imobilizar as articulações acima e abaixo do local fraturado e evitar a limpeza de qualquer ferida. Movimentos desnecessários podem causar complicações. É necessário aplicar gelo para reduzir a inflamação e procurar um serviço de saúde para avaliação e tratamento adequados. IMPORTANTE: se há dúvida quanto ao osso estar ou não quebrado, deve-se agir como se realmente houvesse fratura e, então, imobilizá-lo.

 

O que é fratura na coluna vertebral?

A coluna vertebral é composta por vários ossos pequenos, as vértebras, que são empilhadas umas sobre as outras. Num canal interno, passam os nervos (medulas) que levam e trazem mensagens do cérebro para o restante do organismo, a fim de que se realizem todas as atividades do corpo humano como respiração e movimentação. Uma fratura da coluna vertebral pode causar lesões na medula, gerando danos irreversíveis ou não à saúde da pessoa.

 

Como identificar fraturas da coluna vertebral?

Quando a coluna está fraturada, há dor nas costas ou no pescoço; formigamento de parte do corpo, geralmente nas pernas; dificuldade ou impossibilidade de movimento; dificuldade de sentir alguma parte do corpo (geralmente as pernas).

 

Como agir diante de uma fratura vertebral?

A vítima fraturada na coluna não pode se movimentar, nem ser deve ser removida do local do acidente sem ajuda. Deve, também, ser levada a um serviço de saúde, sem movimentos bruscos. É totalmente indevido o movimento da coluna ou da cabeça.

 

Universidade do Extremo Sul Catarinense.