Escritório de Relações Internacionais

Pós-graduandos da Angola se despedem da Unesc com experiências positivas na bagagem

Pós-graduandos da Angola se despedem da Unesc com experiências positivas na bagagem
Estudantes foram acolhidos na reitoria da Universidade em um diálogo de despedida (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Uma parceria entre Unesc e Instituto Superior Politécnico da Caála está contribuindo para a saúde pública na Angola. A experiência de intercâmbio de 11 estudantes de pós-graduação, vindos de Bié e Huambo, chegou ao fim nesta segunda-feira (28/10). Promovida por meio do Programa de Residência Multiprofissional e do Mestrado em Saúde Coletiva, resultados positivos marcaram o encontro de despedida do grupo, realizado na reitoria da Instituição.

Para o angolano José Cambuta, os 24 dias no Brasil foram de uma rica vivência e possibilitará boas práticas em seu país. “Levaremos aprendizados que permitirão impulsionar nossa atuação lá. Vale destacar uma mudança de perspectiva sobre a atuação de alguns profissionais, como o agente de saúde, que aqui tem papel fundamental na estratégia e contato com a comunidade. Pontos como este certamente estarão em nossas conversas para a melhora da saúde pública da Angola”, destacou.

Os pós-graduandos chegaram no dia 5 de outubro e passaram a acompanhar o trabalho dos residentes da Universidade, nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e nas Clínicas Integradas da Universidade. Momentos pontuais, como seminários e oficinas, onde dialogaram sobre suas experiências e aprenderam sobre a saúde pública no Brasil, também foram realizados. “Foi uma experiência positiva e que agregou aos dois lados, como relatado por muitos integrantes da Residência Multiprofissional e do Mestrado em Saúde Coletiva. Para o futuro, novas atividades em parceria ocorrerão com muitos frutos a prospectar”, afirmou a coordenadora do Núcleo de Saúde Coletiva e do Colegiado das Residências Multiprofissionais, Lisiane Tuon.

O grupo também visitou a Prefeitura, a Secretaria de Saúde de Criciúma e o CER (Centro Especializado em Reabilitação). O diretor de Pesquisa e Pós-graduação, Oscar Montedo, parabenizou a vinda dos estudantes e enalteceu a escolha pela Unesc. “Saber que escolheram a nossa Universidade para completar a graduação é de grande alegria. Temos, há muitos anos, uma importante relação com a Angola, de onde mais de 500 intercambistas já nos visitaram”, frisa.

O intercâmbio foi mediado pelo Escritório de Relações Internacionais e tem a parceria do PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva). O coordenador do Escritório de Internacionalização, Emilio Streck, também esteve presente no encontro.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

28 de outubro de 2019 às 16:55
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito