AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Semana de Ciência e Tecnologia da Unesc é lançada com disruptiva fala sobre Inteligência Artificial

Semana de Ciência e Tecnologia da Unesc é lançada com disruptiva fala sobre Inteligência Artificial
Temática abordada por especialista foi desmistificada e aprofundada de forma acessível, antecipando assunto que norteará evento oficial em outubro (Fotos: Reprodução) Mais imagens

O webinar de abertura da 11ª Semana de Ciência e Tecnologia (SCT) da Unesc já deu o tom do que espera a comunidade acadêmica entre os dias 26 a 30 de outubro. Isso porque o evento virtual realizado na noite desta quinta-feira (6/8) abordou a temática “Inteligência Artificial (IA) muito além do hype” de forma profunda e disruptiva, mostrando de forma clara o crescimento e as possibilidades oferecidas pela ferramenta. O convidado para ministrar palestra sobre o assunto foi o Media and Entertainment Industry da IBM, Luiz Carlos Faray de Aquino.

Prestigiada e elogiada pelos espectadores, a palestra antecipou, de forma geral, a temática da STC 2020 que será “Inteligência Artificial: A nova fronteira da ciência brasileira”. O evento, que representa a maior ação de cunho científico da Universidade, terá como desafio reformular seu formato na promoção de uma edição completa e, desta vez, 100% virtual.  

A programação da SCT contará ainda com o 20º Seminário de Iniciação Científica; o 12º Salão de Extensão; o 10º Salão de Ensino; o 6º Salão de Pós-Graduação; a 7ª Feira de Inovação; o 7º Talento Cultural; a 6ª Feira de Ciências; o 5º Unesc Innovation Bootcamp; o 5º Workshop de Arqueologia; o 3º Ciclo de Palestras do Museu de Zoologia e a Jornada Empreendedora.

A Semana de Ciência e Tecnologia é promovida pela Unesc com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Estímulo à ciência

Agradecendo, de antemão, a todo o empenho da equipe da Universidade para a preparação de mais uma SCT com novos e grandes desafios, a reitora da Universidade, Luciane Bisognin Ceretta, salientou ainda a complexidade de falar em Ciência e Tecnologia em um momento, conforme ela, tão complexo quanto o que a humanidade vive.

“Ao mesmo tempo que dependemos das respostas da ciência e nos tornamos dependentes da tecnologia, percebemos o quanto o Brasil ainda precisa avançar, sobretudo nos aspectos de financiamento e valorização destas temáticas. Para enfrentar o que vivemos hoje é preciso mudar o pensamento de que ciência, tecnologia e inovação são coisas secundárias. Entendemos que são dimensões essenciais e que nossas universidades têm cumprido papel fundamental diante desses cenários, buscando todas as alternativas que a academia oferece em prol das pessoas, dos seres humanos”, salientou.

O sucesso do evento de lançamento da 11ª edição da SCT, para a reitora, sinaliza o que está por vir em outubro. “Tenho a certeza de que mais uma vez nos reinventaremos e apresentaremos uma edição ainda melhor que as anteriores, sempre em busca da evolução e de oferecer à região o que há de melhor no ensino, na pesquisa, na extensão e na inovação”, completou.

Para a coordenadora geral do evento, Merisandra Cortes de Matos Garcia, a SCT é uma grande oportunidade para estimular a iniciação cientifica e tecnológica como forma de aplicar os conhecimentos adquiridos nos mais diferentes espaços. A temática escolhida, de acordo com Merisandra, vem de encontro à reflexão sobre “como o desenvolvimento da IA e a sua aplicação nos mais diferentes cenários impactam tanto a natureza do trabalho quanto as nossas práticas profissionais”.

Tratar sobre a Inteligência Artificial, para a pró-reitora Acadêmica, Indianara Reynaud Toreti, foi mais uma grande sacada, pois trata-se de assunto mundialmente em debate, em especial por seu comportamento em tempos de pandemia. “Recentemente em Fórum Econômico Mundial a IA foi considerada impactante na vida das pessoas assim como foi a do fogo e da eletricidade. Temos aí um desafio posto e cabe a nós decidirmos sobre como vamos nos posicionar e o que vamos construir diante dessa realidade”, salientou.

Tendências atuais

No conteúdo apresentado no webinar, Luiz Carlos Faray de Aquino apontou a hiper-personalização como um dos focos principais no que diz respeito ao avanço da tecnologia para o futuro próximo. Conforme Luiz, não há motivos para que a IA seja avaliada ou encarada como concorrente, pois ela é, na prática, aliada das características do ser humano.

“As habilidades puramente humanas não são habilidades que a IA consiga fazer. O sonhar e toda a nossa criatividade, por exemplo, são humanos. O que precisamos é identificar aquilo que não conseguimos fazer tão bem e incorporar com o que a máquina pode colaborar conforme programada. É nessa combinação em que a IBM acredita”, destacou.

A noite desta quinta-feira (6/8) marcou ainda a abertura do processo de submissão de trabalhos de pesquisa, ações de extensão, relatos de ensino ou experiência de maneira oral ou em pôsteres a serem apresentadas ao longo da semana de evento. O site para informações completas e acesso direto ao espaço de submissões é o sct2020.unesc.net/.

 Confira abaixo, na íntegra, o evento completo transmitido pela Unesc TV:

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

06 de agosto de 2020 às 22:15
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito