Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Alunos de Escolas da região podem aprender sobre arqueologia e cultura indígena na Unesc

Alunos de Escolas da região podem aprender sobre arqueologia e cultura indígena na Unesc
Escolas podem agendar encontros na Unesc (Fotos: Arquivo) Mais imagens

Com o intuito de trazer um pouco mais sobre ocupação indígena na nossa região e o dia a dia do arqueólogo, a Unesc desenvolve no mês de abril o projeto “Arqueologia entre Rios: Do Urussanga ao Mampituba - Registros Arqueológicos no Extremo Sul Catarinense: Educação e Memória Indígena”. O objetivo é trazer os estudantes do Ensino Básico e Fundamental de Criciúma e região para dentro da Universidade, para que eles possam conhecer, de maneira lúdica, as pesquisas arqueológicas desenvolvidas pelos pesquisadores do Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz).

Estas atividades são desenvolvidas nos espaços escolares e no Laboratório, contextualizando os diferentes grupos humanos, seguindo por atividades e discussão.  O projeto alinha o conhecimento teórico e prático, por meio de atividades pedagógicas, como oficina de escavação arqueológica, pintura rupestre e produção de vasilhames cerâmicos. Elas são desenvolvidas de acordo com cada faixa etária dos estudantes.

Traga a sua escola

A equipe de Educação Patrimonial do Laboratório e o PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais) da Unesc atende as instituições de ensino que solicitarem atividades de educação. As escolas com interessem em participar podem agendar visitas de março a dezembro, pelo telefone (48) 3444-3761 ou pelo e-mail lapis@unesc.net.

Saiba mais

A ação iniciou com uma educação patrimonial realizada nas escolas dos municípios de Sombrio, Balneário Rincão, Araranguá e Criciúma.  As atividades estão sendo conduzidas pelos bolsistas pesquisadores do Lapis, Giovana Cadorin, estudante do curso de Biologia e André Martins, aluno do curso de História.

Mais informações na página do laboratório (clique aqui)

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayra Antonio De Lima 18 de abril de 2018 às 15:36
Compartilhar Comente

Semana Indígena movimenta Universidade com atividades diversas

Semana Indígena movimenta Universidade com atividades diversas
Encontro debateu a educação escolar indígena (Fotos: Mayra Lima) Mais imagens

“Crise da Educação Escolar e Educação Indígena”. Esse foi o tema debatido durante esta quarta e quinta-feira (12 e 13/4) na Unesc, durante a quarta edição da Semana Indígena. Rodas de conversa, debates e palestras marcaram o encontro que contou com a participação de estudantes, professores da Unesc, além da aldeia indígena Tekohá Marangatue de Imaruí , da Terra Indígena Massiambu de Palhoça e da coordenadora do curso de Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica da UFSC, Maria Dorothea Post Darella.

Segundo o coordenador do curso de História, Tiago Coelho, a discussão é de sumária importância para além dos marcos legais, objetivando exercícios de alteridade e abertura com uma das matrizes culturais brasileiras. A palestra da professora Maria, por exemplo, contou um pouco sobre a experiência do curso da UFSC, que promove uma intercultural idade entre os estudantes, que passam seis meses na Universidade e seis meses na aldeia, conhecendo seus costumes e tradições.

O encontro também contou com a mostra de um curta-metragem de uma produtora de Criciúma, chamada Domingos Bugreiro, que será veiculada também em outros momentos na Universidade.

Saiba mais

O evento foi criado em 2012, e vem discutindo desde então a história e cultura dos povos indígenas enfatizando os povos localizados no território catarinense Guarani, Xokleng e Kaingang. A ação é uma iniciativa do curso de Histporia da Unesc, do Cedoc (Centro de Documentação), do NEAB (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e de Minorias ), do LAPIS (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), do PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais), do PPGE (Programa de Pós-Graduação em Educação), e do CAHEL (Centro Acadêmico de História Edson Luís).

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayra Antonio De Lima 12 de abril de 2018 às 19:59
Compartilhar Comente

Professora representa Universidade em Simpósio de Pesquisa e Política sobre Plantas

Professora representa Universidade em Simpósio de Pesquisa e Política sobre Plantas
Coordenadora do PPGCA participou do evento na última semana (Foto: Divulgação) Mais imagens

A Unesc esteve presente no 1º Simpósio de Pesquisa e Política sobre Plantas e Substâncias de Uso: O Estado da Arte em Santa Catarina, que ocorreu no Centro de Filosofia e Ciências Humanas da UFSC, em Florianópolis. A coordenadora do PPGCA (Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais), Patrícia de Aguiar Amaral, participou de uma das mesas.

O evento ocorreu de quarta a sexta-feira (21 a 23/2) e teve o objetivo de reunir trabalhos científicos, atividades, experiências profissionais e populares e iniciativas de repercussão política, legal, econômica, social e cultural relacionadas ao tema, pensadas de forma ampla de modo a considerar todos os enfoques que se dedicam a pensar e investigar as relações que os seres humanos estabelecem com as plantas e substâncias.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Milena Spilere Nandi 26 de fevereiro de 2018 às 11:04
Compartilhar Comente

Professora participa de lançamento de doutorado no Chile

Professora participa de lançamento de doutorado no Chile
Teresinha Maria Gonçalves representou o Brasil no evento (Foto: divulgação) Mais imagens


A professora doutora do PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais) da Unesc Teresinha Maria Gonçalves, representou o Brasil no lançamento do Doutorado Interdisciplinar em Território, Sociedade e Natureza da Universidade do Chile. Além de Terezinha, a instituição convidou um pesquisador da Colômbia, um do Chile e um a França para participar da solenidade no dia 16 de novembro.

A professora da Unesc foi convida devido a sua experiência em trabalhos interdisciplinares sobre o tema do doutorado e ser docente do PPGCA. A conferência de abertura do evento foi feita pelo pesquisador da Universidade de Carolina do Norte, nos Estados Unidos, Arturo Escobar.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

23 de novembro de 2017 às 17:34
Compartilhar Comente

Ciclo de Conferências em Arqueologia traz debate sobre povos pré-históricos

Mais um encontro do Ciclo de Conferências em Arqueologia da Unesc vai reunir professores e alunos nesta segunda-feira (28/8). O zooarqueólogo Diego Dias Pavei vai ministrar uma palestra sobre “Manejo ambiental de povos pré-históricos e comunidades tradicionais: subsistência e cosmologia”. Pavel é aluno pós-graduando da Universidade Federal de Pelotas e é pesquisador colaborador do LAPIS (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), da Unesc.

O encontro ocorre às 19h15, na sala 26 do Bloco S. O 3º Ciclo de Conferências em Arqueologia da Unesc tem apoio dos cursos de Ciências Biológicas, História, Geografia, do PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais)  e da Propex (Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão).

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Mayra Antonio De Lima 25 de agosto de 2017 às 18:43
Compartilhar Comente