AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Curso de Ciências Contábeis abre 3º Salão de Iniciação Científica

Curso de Ciências Contábeis abre 3º Salão de Iniciação Científica
Evento envolve acadêmicos da primeira fase no primeiro contato com a pesquisa acadêmica (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Os alunos da primeira fase do curso de Ciências Contábeis tiveram uma grande experiência na noite desta terça-feira (25/6). Eles participaram do 3º Salão de Iniciação Científica do curso, evento que promove a apresentação de pôsteres de trabalhos científicos realizados pelos acadêmicos em duplas ou trios. Esse é o primeiro contato da turma com a pesquisa científica e visa introduzir o universo da pesquisa de forma prática para aproximá-la dos acadêmicos já no início da graduação. O evento é coordenado pela professora Ana Paula Silva dos Santos e contou com a participação de egressos do curso e uma colega doutoranda visitante para realizar a avaliação dos trabalhos.

Ver a concretização da terceira edição do Salão de Iniciação Científica, para a coordenadora do curso, Milla Lucia Ferreira Guimarães, é um grande orgulho. Conforme Milla, o evento marca uma nova diretriz que o curso vem tomando. “É um novo olhar no sentido de ir além das pesquisas. Esse projeto envolve ensino, pesquisa e extensão que lhes dá uma grande experiência, que levarão por toda a graduação. Além de todo o aprendizado teórico, vocês foram para as empresas, estudaram, conheceram pessoas e isso já é mais um ponto positivo, pois é um grande networking”, destacou.

Líder do Necon (Núcleo de Estudos Contábeis) e representando também o Negeo (Núcleo de Estudos em Gestão Organizacional), a professora Andréia Cittadin aproveitou a oportunidade de participar da abertura do evento para destacar a importância da introdução na área acadêmica. “Esse contato inicial já pode despertar o interesse para que vocês escolham essa área de atuação. A pesquisa é mais uma forma de atuar na profissão. Ela é muito importante porque contribui com o que já existe na teoria, mas também tem relevância prática para trazer novos mecanismos, novas formas de controle que se possa aplicar lá no dia a dia”, salientou aos acadêmicos.

Estar diante de trabalhos tão ricos, para a professora e assessora pedagógica Andreia Rabelo Marcelino, que representou a reitoria da Unesc, foi uma grata surpresa. “Desde o momento que cheguei fiquei olhando os trabalhos e me deliciando com aquilo que encontrei. Pesquisas interessantes. E apenas depois a professora Ana Paula me disse que são de primeira fase. Isso é muito valioso. Um professor disponibilizar a sua aula para incentivar aos alunos no ensino, na pesquisa e na extensão, é formidável. Os acadêmicos nem imaginam a grande oportunidade que receberam com essa abertura”, completou.

Idealizadora da ação, Ana Paula parabenizou a dedicação de todos os alunos ao trabalho e garantiu que o significado de todo o esforço será melhor entendido ao longo do curso. “Vocês ainda não têm a ideia do que estão fazendo, mas quando chegarem nas últimas fases verão que o que fizeram aqui foi, sim, algo muito bom e grande. Nosso objetivo principal foi desmistificar aquele medo do que é a ciência, mostrando que é simples, mas precisa de dedicação e isso vocês tiveram”, pontuou a professora.

Após a abertura oficial, os grupos fizeram as apresentações dos banners aos avaliadores e aos demais visitantes.

Mayara Cardoso -  Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 25 de junho de 2019 às 21:48
Compartilhar Comente

Residentes participam de palestra sobre o “Uso de Drogas e Políticas Públicas”

Residentes participam de palestra sobre o “Uso de Drogas e Políticas Públicas”
Mirian Darós Ducioni abordou o tema encontro alusivo a Semana de Combate às Drogas na Unesc (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

A Sala 1 do Bloco O da Unesc foi o palco, na noite desta terça-feira (25/6), de evento alusivo a Semana de Combate às Drogas. Ministrado pela Psicóloga e mestranda em Saúde Coletiva, Mirian Daros Ducioni, o encontro teve como tema “O uso de Drogas e Políticas Públicas no contexto atual”. Participaram da discussão do assunto mestrandos em Saúde Coletiva; Saúde Mental e Atenção Psicossocial; e Residência Multiprofissional em Atenção Básica/Saúde da Família.

Em forma de roda de conversa para que pudessem discutir o tema ao longo da apresentação, os participantes trataram desde o conceito de droga até questões técnicas envolvendo o tema. Conforme as informações levantadas pela ministrante do encontro, ao contrário do que é dito popularmente, o álcool é certamente a principal porta de entrada para outros vícios. “Muitos nos dizem que seria o crack o início da dependência, mas o álcool é o início de tudo, não tem jeito. Ele é visto de forma diferente, como algo mais aceitável na sociedade, mas por que? Certamente as questões sociais desde a infância influenciam e muito no incentivo ao início da experimentação e do vício”, destacou Mirian.

De acordo com a mestranda, inúmeros são os relatos de pacientes que hoje são dependentes e tiveram contato com o álcool ainda na infância. “É comum escutarmos pacientes relatando que iam constantemente ao bar comprar bebida para o pai e no caminho acabavam experimentando ou até eram incentivados a fazer isso”, salientou.

Ainda no encontro, a mestranda convidou os participantes a realizarem a Dinâmica dos Prazeres. Ao questioná-los sobre as atividades que mais gostam de fazer, Mirian fez a reflexão em conjunto com o grupo sobre os reflexos positivos e negativos de hábitos simples, comparando-os com a relação com as drogas.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 25 de junho de 2019 às 21:04
Compartilhar Comente

Serviço Aeromédico caminha para a sua implantação na região

Serviço Aeromédico caminha para a sua implantação na região
Reunião ocorreu na Unesc nesta terça-feira (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Os responsáveis pela implantação do Serviço Aeromédico no Sul de Santa Catarina se reuniram mais uma vez na Unesc para estudar e implantar o projeto na região. Na tarde desta terça-feira (25/6), os integrantes da comissão planejaram a realização de uma simulação realística de um acidente com o atendimento do SAER (Serviço Aeropolicial).

A ação acontecerá no dia 7 de julho no Parque das Nações Cincinato Naspolini, em Criciúma, e envolverá a simulação de um acidente com múltiplas vítimas. O objetivo do trabalho é de conscientizar a população e os entes governamentais sobre a necessidade da implantação do Serviço na região. “Será uma ação bem realística, em que vamos verificar o tempo resposta para os atendimentos entre o transporte do serviço aéreo e o serviço terrestre para os hospitais, além de estudar outros pontos para a implantação”, comenta a secretária da comissão e coordenadora do CER (Centro Especializado em Reabilitação) II da Unesc, Mágada Tessmann.

Conforme o coordenador da comissão e vereador de Criciúma, Tita Beloli, o serviço a simulação visa a conscientização para a iniciativa do Serviço Aeromédico. “Com essa simulação nós buscamos mostrar para a população a importância desse serviço, o quanto ele beneficiará a região, atingindo quase um milhão de pessoas”, coloca.

A ação contará com o apoio de acadêmicos e professores da Unesc, do Saer, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Hospitais da cidade e UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Estudos para a implantação

A reunião na Unesc contou com representantes de todas as entidades que compõem a comissão que estuda a implantação do Serviço na região. Atualmente, o grupo realiza estudos de custos, meios de implantação e modelos de atuação e gestão. Caso seja implantado, o serviço atuará desde Passo de Torres até Imbituba, correspondendo a 50 municípios da Amesc (Associação de Municípios do Extremo Sul Catarinense), Amrec (Associação de Municípios da Região Carbonífera) e Amurel (Associação de Municípios da Região de Laguna).

A comissão é formada por membros da Unesc, Câmara de Vereadores de Criciúma, Corpo de Bombeiros, Saer, Amrec, Amesc, Amurel, Acic, Samu e Prefeitura de Criciúma.

O Saer é um serviço da Polícia Civil que chegou ao Sul catarinense em novembro de 2016 e atua em questões plenas de segurança e situações emergenciais de saúde.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 25 de junho de 2019 às 18:57
Compartilhar Comente

Projeto Tigrinhos comemora a integração do vigésimo município

Projeto Tigrinhos comemora a integração do vigésimo município
Iniciativa atende mais de 1.500 meninos e meninas (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

A tarde desta terça-feira (25/6) ficará marcada na história de parcerias entre Unesc e Criciúma Esporte Clube. Com concretização do convênio entre as instituições e a prefeitura Maracajá, o Projeto Tigrinhos chega ao seu vigésimo município, atendendo 1.500 meninos e meninas com o engajamento de mais de 20 professores.

“É um marco especial para este projeto que temos tanto carinho. O Tigrinhos é muito mais que apenas um projeto de futebol. A cada novo núcleo participante, temos a certeza de que mais crianças estão sendo atendidas com qualidade, aprendendo sobre princípios e valores e recebendo a oportunidade de seguir um sonho”, destaca a Diretora de Extensão da Unesc, Fernanda Sônego.

O papel social do projeto também foi destacado pelo coordenador de base do Criciúma, Serginho Lopes. Para o profissional, a iniciativa é desempenhar um papel importante na vida de jovens de toda a região Sul catarinense. “O Projeto faz parte da educação, estimula o respeito e forma novos cidadãos. Além de ser um dos pilares em nossa região, é uma forma de valorizar nossos talentos. As portas do clube estarão sempre abertas para parcerias como estas”, afirma o coordenador.

Portas abertas para o ensino

O coordenador do Tigrinhos na Unesc, Bruno Colombo, conta que o Projeto também contribuiu para a qualidade do ensino na Universidade. Segundo ele, novas possibilidades surgiram por meio da iniciativa. “Um exemplo desta boa relação é entrada do estudante no Centro de Treinamento do Clube. Lá, o acadêmico tem a possibilidade de aprender na prática e acompanhar o trabalho de quem vivencia a área diariamente”, explica Colombo.

Para o prefeito de Maracajá e Vice-presidente do Clube, Arlindo Rocha, a boa relação reflete em qualidade de vida na sociedade. “É um papel importante que proporciona qualificação profissional. Desta experiência, é a comunidade que colherá os frutos de profissionais qualificados e de ações desenvolvidas para zelar pelas pessoas”, frisa Rocha.

Também participaram da assinatura a Pró-Reitora Acadêmica, Indianara Reynaud Toreti; o professor do Projeto, Felipe da Silva, e o chefe de Gabinete de Marcajá, Gilvan França.

O Projeto Tigrinhos

Em atividade desde 2011, no ano de 2018 o Tigrinhos passou por mudanças para elevar a qualidade da iniciativa. Com o esporte como ferramenta, o objetivo é promover integração, saúde, educação e, sobretudo, qualidade de vida. As parcerias, assinadas entre Unesc, Criciúma Esporte Clube e municípios, possibilitam a disponibilidade de monitores, de estrutura e transporte por parte do município. A Unesc contribui com professores, organização de centros de treinamentos e as metodologias de treinos, e o Criciúma é responsável por disponibilizar o material para treinos, jogos, supervisionar o Projeto e organizar eventos.

Leonardo Ferreira – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 25 de junho de 2019 às 18:44
Compartilhar Comente

Gestão dos Processos Jurídicos pauta tarde de Aperfeiçoamento e Capacitação dos Gestores

Gestão dos Processos Jurídicos pauta tarde de Aperfeiçoamento e Capacitação dos Gestores
Encontrou contou com a participação de professores e colaboradores da Unesc (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Colaboradores da Unesc se reuniram, nesta terça-feira (25/6), no Auditório Edson Rodrigues, para o 3º módulo do Programa de Aperfeiçoamento e Capacitação de Gestores de 2019. Esta edição do evento teve como temática Gestão dos Processos Jurídicos, com a mediação do procurador jurídico da Unesc, João Carlos Medeiros Rodrigues Júnior.

De acordo com a coordenadora da Egest (Escola de Gestores), Maria Aparecida Mello, as temáticas abordadas no programa buscam analisar o cotidiano da Universidade. “Aqui os participantes são oportunizados a obter aprendizados significativos com os assuntos da Unesc, que nos rodeiam todos os dias”, comentou.

Conforme Júnior, o Programa tratou sobre as competências da Unesc. “Neste encontro abordamos os documentos, estatutos, normas básicas, Administração Superior e Básica da Universidade e outras tantas normas gerais dos órgãos de colegiados, que envolvem os participantes e a Universidade”, colocou.

A capacitação abordou ainda temas como Noções Gerais do Estatuto e Regimento; As Instâncias Organizacionais; Competências da Coordenação de Curso e do Colegiado de Curso; Funcionamento de Órgão Colegiado; Noções Jurídicas; Assédio nas Relações de Trabalho; e Insubordinação.

O Programa é organizado pela Egest (Escola de Gestores).

Cronograma dos próximos encontros da capacitação

16/7 – Módulo 4 – Gestão de Pessoas;

14/8 – Módulo 5 – Gestão da Avaliação Institucional;

9/9 – Módulo 6 – Planejamento Estratégico;

23/9 – Módulo 7 – Gestão de Comunicação e Marketing;

29/10 – Módulo 8 – Gestão da Educação Inclusiva;

19/11 – Módulo 9 – Projeto (Há) Gente da Cultura de Paz.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 25 de junho de 2019 às 18:20
Compartilhar Comente