AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Professora Márcia Piazza assume Procuradoria Jurídica e coordenação do curso de Direito

Professora Márcia Piazza assume Procuradoria Jurídica e coordenação do curso de Direito
Colaboradora inicia oficialmente nas novas funções nesta sexta-feira (16/4) (Foto: Paula Darós Darolt) Mais imagens

A Unesc conta, a partir desta sexta-feira, com novo comando na Procuradoria Jurídica e na coordenação do curso de Direito. Márcia Andréia Schutz Lírio Piazza, ex-coordenadora adjunta passa a assumir as funções então ocupadas por João Carlos Medeiros Rodrigues Júnior, vítima da Covid-19 no último mês.

A responsabilidade confiada à professora, para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, é feita com toda a segurança por todo o respeito e compromisso assumido por Márcia com a Universidade. “Márcia sempre foi uma fiel parceira do nosso professor João no curso e nossa, enquanto gestão. Estamos enfrentando um momento difícil, temos a confiança de que ela nos auxiliará e, assim como ele fez, não medirá esforços em suas funções”, destaca.

Assumir os postos na Unesc, conforma a nova procuradora, é uma grande honra e responsabilidade. “A coordenação é uma continuidade do projeto e trabalho que já vinha sendo desenvolvido com o querido colega e amigo professor João. A tarefa envolve uma multiplicidade de atividades, com a finalidade de manter a excelência do ensino, pesquisa e extensão no curso. Na Procuradoria, tendo claro os desafios da área jurídica, o compromisso é atuar como orientadora e facilitadora nos trâmites institucionais, colaborando com o desenvolvimento da nossa Universidade”, pontua.

A equipe da Procuradoria da Universidade é composta pelas assessoras jurídicas Suelen Rosa Biz, Morgana Bada Caldas e Liziane Guolart Taufemback.

A coordenação-adjunta do curso de Direito foi assumida, neste semestre, pela equipe formada pelos professores Alfredo Engellmann, Rosângela Del Moro e Mônica Ovinski de Camargo.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

16 de abril de 2021 às 17:31
Compartilhar Comente

Alunos de Arquitetura e Urbanismo dialogam com a egressa Bruna Eufrásio

Alunos de Arquitetura e Urbanismo dialogam com a egressa Bruna Eufrásio
Convidada falou sobre os desafios do recém-formado e a importância da formação continuada para a profissão (Foto: Divulgação) Mais imagens

Um bate-papo sobre experiências, carreira e vida enriqueceu a aula dos estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Unesc. Nesta sexta-feira (16/4), os estudantes da sétima fase dialogaram com a egressa Bruna Eufrásio.

A iniciativa, conforme a professora Aline Eyng Savi, é fundamental para o futuro profissional. “Há necessidade de tornar escritórios e arquitetos mais eficientes e eficazes na busca do progresso contínuo e sustentável no mercado”, frisou.

A dinâmica ocorreu na disciplina “Arquitetura de Interiores”. Bruna falou sobre os desafios do recém-formado e a importância da formação continuada para a profissão. As discussões centraram-se na relevância do empreendedorismo na Arquitetura, alinhando o tema com discussões atuais dos órgãos da classe.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

16 de abril de 2021 às 13:48
Compartilhar Comente

Curso de Fisioterapia da Unesc atua no tratamento e prevenção de lesões do futebol feminino no Criciúma Esporte Clube

Curso de Fisioterapia da Unesc atua no tratamento e prevenção de lesões do futebol feminino no Criciúma Esporte Clube
Estudantes e professores realizam os atendimentos duas vezes por semana (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

O desenvolvimento do estágio é um importante elemento da graduação. Colocar em prática tudo que o estudante aprendeu na Universidade, em um ambiente de alta performance, enriquece ainda mais esta experiência. Há pouco mais de um mês, estudantes do curso de Fisioterapia da Unesc estão atuando com o futebol feminino do Criciúma Esporte Clube. Em atendimentos no Estádio Heriberto Hulse, os acadêmicos desenvolvem competências e contribuem no tratamento e prevenção de lesões.

São nestes momentos que as aptidões são lapidadas e até descobertas, como no caso da Letícia Monteiro Betiol, aluna da nova fase. Ela sempre se encantou com as áreas da saúde coletiva e neurologia, mas a vivência no Criciúma trouxe novos interesses. “Estamos tendo mais do que uma experiência. É uma oportunidade incrível disponibilizada pela Universidade, curso de Fisioterapia e Criciúma Esporte Clube. Temos o estudo sobre esporte, mas trabalhar diretamente com atletas é ainda mais enriquecedor”, destacou.

Professor do curso e supervisor dos estágios, Diego Gerber explica que o ambiente permite o contato com diferentes patologias, muitas não encontradas nas práticas convencionais. “É algo novo e muito importante. Por ser voltado ao esporte, com ênfase no futebol, é possível encontrar situações vistas apenas na teoria. Quando há essa aplicação teórica e prática de forma mais incisiva, permite que o estudante tenha novos olhares sobre sua atuação”, afirmou.

Além da Fisioterapia, outros cursos da área de saúde estão sendo envolvidos no trabalho em conjunto com o Criciúma. Ao todo, mais de 50 alunos estão colocando em prática o que aprenderam em sala de aula, com ações no Clube e na Universidade. “Nas terças e sextas pela manhã temos os estudantes de Fisioterapia atuando aqui no Criciúma. São desenvolvidas atividades de pré-operatório, reabilitação, tratamento e prevenção de lesões. Nestes serviços, também estamos ofertando a auriculoterapia”, explicou a coordenadora dos estágios, Évelin Vicente.

O convênio entre o Criciúma e a Unesc foi oficializado em fevereiro. A Universidade já estampa a camisa tricolor e colocou à disposição do Clube 26 bolsas de estudos, além de toda sua expertise e estruturas voltadas ao esporte e à saúde. Também estão envolvidos neste projeto os cursos Educação Física, Farmácia, Biomedicina, Direito e Ciências da Computação. “Na construção dos 23 anos de história do curso, este é o primeiro momento que estamos dentro de um clube, que é uma marca da nossa cidade. É um projeto que traz muito crescimento para nossos estudantes, Universidade e para o futuro da Fisioterapia”, enalteceu a coordenadora do curso de Fisioterapia, Ariete Inês Minetto.

Atuação terá resultado científico 

Em paralelo às atividades desenvolvidas pelos estagiários, os professores Paulo Silveira e Lisiane Tuon, em conjunto com o médico do Criciúma, Marcelo Beirão, estão levando a atuação no clube a um novo nível, por meio da pesquisa científica. “Nosso objetivo é poder antecipar as lesões musculares dos atletas da Categoria de Base. Serão executadas avaliações e os resultados serão associados aos marcadores bioquímicos de laboratório”, explicou Silveira.

Conforme o docente, times de referência no Brasil já desenvolvem este trabalho, mas no Criciúma a iniciativa terá base em um número maior de evidências científicas. Os pesquisadores da Unesc atuam no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (PPGCS) e no Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva (PPGCSCol).


Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

16 de abril de 2021 às 13:23
Compartilhar Comente

Unesc implanta Centro Simulação Realística em parceria com a American Heart Association

Unesc implanta Centro Simulação Realística em parceria com a American Heart Association
Formação dos instrutores está sendo ministrada pelo médico do Hospital Israelita Albert Einstein, Hélio Penna Guimarães (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

A Unesc será referência estadual em formação de urgência e emergência. Em parceria com a American Heart Association (Associação Americana do Coração), organização de renome mundial, a Universidade está implantando o Centro de Simulação Realística em seu campus. A formação dos profissionais instrutores contou com etapas teórica e prática. O fim da capacitação, ministrada pelo médico do Departamento de Pacientes Graves do Hospital Israelita Albert Einstein, Hélio Penna Guimarães, ocorreu no domingo (18/4).

A partir da conclusão, a Unesc está pronta para ser credenciada pela Associação Americana, e a previsão para receber as primeiras turmas será em agosto. “É um marco para nossa Universidade e para a região Sul de Santa Catarina. A Unesc não se coloca apenas como referência na formação destes profissionais, e sim eleva a qualidade da prestação de serviços em saúde no nosso Estado”, evidenciou a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta. 

O momento também é destacado pelo professor do curso de Medicina da Unesc, médico e coordenador do Centro, Rafael Ostermann. Ele explica que a Unesc passará a ministrar estes cursos para outras universidades e organizações de saúde do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. “O objetivo é  que nossos profissionais, após capacitados, possam estar ministrando cursos de imersão na área de urgências e emergências, em Suporte Básico de Vida, Suporte Cardiovascular Avançado e Suporte Avançado em Pediatria para profissionais de saúde de toda região sul do país inicialmente”, contou. 

O impacto regional da conquista será potencializado com a inserção dos egressos dos cursos de saúde da Unesc, como os de Medicina, curso que já é parceiro do Centro. O médico Alexandre Ribeiro da Costa formou-se na Universidade há oito anos e será um dos instrutores. Quando deixou a graduação, precisou ir para Porto Alegre e São Paulo em busca da formação.

Para o profissional, que hoje é professor da Unesc, o Centro trará importantes ganhos. “É uma certificadora em nível internacional e de excelência. O profissional credenciado aqui terá exatamente as mesmas qualificações de outro atuante na Europa, Estados Unidos e países que são referência. Para nossos estudantes, será uma grande qualificação. Quem ganha com isso são as pessoas da nossa comunidade que vão ser atendidas por profissionais altamente capacitados”, frisou Costa.

Ambiente de formação moderno e de alta realidade 

O ambiente construído para a formação dos instrutores, e posteriormente para a execução dos cursos, também está dentro dos padrões da American Heart Association. Manequins de simulação de alta sensibilidade, equipamentos e móveis hospitalares modernos e espaços específicos para cada necessidade de aprendizagem foram montados com o que há de excelência no Brasil e no exterior. 

Cláudia Belluzzo Martins, coordenadora dos Laboratórios de Saúde da Unesc, explica que parte da estrutura técnica já havia na Universidade. Para complementar a elaboração, os envolvidos em nome da Universidade passaram por uma capacitação que garantiu a assertividade e a qualidade dos espaços. “Nestes ambientes ocorrem simulações da realidade, portanto há um grande esforço e até envolvimento do DTI (Departamento de Tecnologia da Informação) da Universidade”, afirmou Cláudia.


Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

16 de abril de 2021 às 11:51
Compartilhar Comente

Unesc promove live para debate sobre a cultura dos povos indígenas

Unesc promove live para debate sobre a cultura dos povos indígenas
Temática “Cultura Guarani Mbyá: Identidade e Ancestralidade na Arte” será abordada nesta segunda-feira (19/4) (Fotos: Vitor Netto/ Arquivo Unesc 2018) Mais imagens

O dia 19 de abril, data em que é celebrado o Dia do índio, não é apenas um dia para recordar as tradições dos povos nativos do país. Diante da temática a Unesc promoverá nesta data um evento virtual com a temática “Cultura Guarani Mbyá: Identidade e Ancestralidade na Arte”. O encontro, transmitido ao vivo a partir das 19h pelo canal da Unesc TV no YouTube, terá participação de representantes da Aldeia Tekoá Marangatu, de Imaruí, e de estudiosos da Universidade em torno do assunto e faz parte das atividades do projeto “Abril Indígena”, registrado no calendário institucional.

A ação é de iniciativa do Núcleo de Estudos Étnico-raciais, Afro-brasileiros, Indígenas e de Minorias (NEABI), com a parceria do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCA), Programa de Relações Colaborativas e Valorização Humana (Âmago), e Comissão do Meio Ambiente e Valores Humanos (Comavh) da Universidade.

A ideia, conforme o professor Juliano Bitencourt Campos, integrante do Neab e do PPGCA é trazer conhecimento, mostrar valorização e resistência aos constantes ataques sofridos pelos povos indígenas ao longo das décadas. “Eles lutam bravamente contra a ignorância e a ganância. Lutam historicamente contra a desconstrução da sua forma de vida e identidade. Lutam agora contra o desmonte sistemático do seu habitat natural, contra o discurso do progresso que procura destruir a sua existência. Por tudo isso, é muito importante lembrar e refletir no Dia do Índio, sendo importante juntar-se à causa social e militante do evento”, explica.

Para o professor, abraçar a causa é mais que importante, é essencial. “Se adotando uma atitude crítica já está muito difícil, imagine se nos calarmos, acovardarmos e nos intimidarmos. A luta precisa continuar, pois a vida vale a pena ser vivida avançando em busca dos plenos direitos civis de todos os povos indígenas do Brasil”, acrescenta.

Os participantes do debate promovido pela Universidade serão os integrantes da Aldeia Tekoá Marangatu, Fabiano Alves, conhecido como Karai, mestrando do PPGCA Unesc; e Daiana da Silva, Ixapy, educadora indígena na aldeia, além de Nuno Nunes, doutorando em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental no PPGPlan/UDESC, pesquisador associado ao Neab/Udesc, indigenista e membro do Observatório Indigenista.

Como mediador participará, ao lado de Juliano, o professor João Alberto Ramos Batanolli, integrante do Neab e coordenador do projeto Âmago. O encontro é aberto a toda a comunidade.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

15 de abril de 2021 às 21:15
Compartilhar Comente