AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Unesc participa de Audiência Pública em Lauro Müller sobre o Plano Diretor do Município

Unesc participa de Audiência Pública em Lauro Müller sobre o Plano Diretor do Município
Vice-reitor Daniel Ribeiro Preve comandou a audiência que discutiu de elaboração e revisão do Plano Diretor da Cidade e atualização de demais legislações (Fotos: Reprodução) Mais imagens

Os moradores de Lauro Müller participaram, na noite desta terça-feira (14/7) da primeira Audiência Pública realizada de forma virtual. Promovida em parceria com a Unesc, a Audiência teve foco no fornecimento de informações, na resposta de dúvidas e recebimento de opiniões da população do município sobre a proposta técnica de revisão da delimitação do Perímetro Urbano da cidade para o período de 2020 – 2030.

Transmitido ao vivo pelo YouTube e pelo Facebook, o encontro oficial foi conduzido pelo vice-reitor da Universidade, Daniel Ribeiro Preve, acompanhado ainda da arquiteta e urbanista do Iparque, Renata Moretto Urbano, responsável por detalhar as fases do projeto até a data da Audiência.

Entre as autoridades presentes que compuseram a mesa de honra do evento estiveram ainda o prefeito de Lauro Müller, Valdir Fontanella; o representante da Câmara de Vereadores da cidade; vereador José Antonio De Bettio; o presidente do Conselho do município, Marcelo Salvador; a procuradora Quezia Regia de Oliveira; o engenheiro Carlos Francisco de Oliveira Souza e o supervisor Ricardo Fontanella.

Detalhes apresentados

Em uma apresentação minuciosa, a arquiteta e urbanista que acompanha de perto o projeto realizado pelo Parque Científico e Tecnológico (Iparque) da Unesc, destacou cada um dos encontros realizados em 2019 e ainda em 2020 entre a equipe técnica com as comunidades de Lauro Müller, destacando as votações em cada um deles.

Em uma apresentação minuciosa, a arquiteta e urbanista que acompanha de perto o projeto realizado pelo Parque Científico e Tecnológico (Iparque) da Unesc, destacou cada um dos encontros realizados em 2019 e ainda em 2020 entre a equipe técnica com as comunidades de Lauro Müller, destacando as votações em cada um deles.

Após ouvirem a explanação completa das fases os munícipes que acompanharam o evento online puderam contribuir com perguntas, respondidas pelas autoridades dos setores dos quais se referiam. 

Para o prefeito da cidade, a avaliação do encontro foi positiva por ter contado com a participação da comunidade no envio de questionamentos e nas respostas oferecidas pela Universidade. “Só temos a agradecer por mais esse passo dado. Toda a equipe do Município não mediu esforços para que esse evento fosse possível. Da mesma forma, a Universidade respondeu a contento todos os questionamentos e, assim, chegamos ao nosso objetivo de informar e ouvir a população em prol do melhor para todos”, completou.

O vídeo completo da transmissão da Audiência Pública está disponível no canal da prefeitura de Lauro Müller no YouTube.

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de julho de 2020 às 21:45
Compartilhar Comente

Voz e violão em live do projeto Quintas Culturais

Voz e violão em live do projeto Quintas Culturais
Convidado é o professor da Universidade Gladir Cabral (Imagem: Divulgação) Mais imagens

O projeto Quintas Culturais promove, nesta quinta-feira (16/7), uma live com o professor doutor da Unesc Gladir Cabral. A partir das 18h30, o produtor cultural da Universidade, Maxwell Sandeer Flor, apresenta um bate papo com o convidado, seguido de apresentação de voz e violão. A transmissão será feita pelo @culturaunesc no Instagram.

A atração trazida pelo Setor Arte e Cultura dá continuidade na iniciativa de transmitir informação e cultura por meio do formato virtual, que vem convidando artistas e produtores locais desde o início do isolamento social. Segundo Maxwell, esta também é uma maneira de manter as atividades culturais da Universidade, auxiliando na contenção do coronavírus. “Também é importante lembrar que um dos objetivos é dar visibilidade aos artistas. Neste momento, muitos estão sem poder difundir seus trabalhos, e o Quintas Culturais se apresenta como um mecanismo para deixar viva sua arte nas redes sociais da Universidade”, destaca.

Conforme pesquisa do COMCCRI (Conselho Municipal de Políticas Culturais de Criciúma), trazida pelo produtor, mais de 90 artistas estão sentindo o impacto econômico da pandemia no setor cultural em Criciúma, com um déficit de R$ 264 mil. “Os projetos culturais da Unesc sempre preveem subsídios aos artistas envolvidos. Temos como exemplo a Exposição Temporária “Criciúma 140 anos de História, Patrimônio e Poéticas Urbanas” que destinará recursos para três projetos aprovados por meio de edital da Universidade”, ressalta a coordenadora do Setor Arte e Cultura, Amalhene Baesso Reddig.

O projeto Quintas Culturais é uma iniciativa do Setor Arte e Cultura, com o objetivo de promover o desenvolvimento cultural, trazendo todas as quintas-feiras apresentações para o campus da Universidade, e agora nesse período de pandemia no instagram @culturaunesc. Para fazer parte desta experiência os interessados podem entrar em contato pelo telefone 3431-2622 ou ainda pelo e-mail cultura@unesc.net


Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de julho de 2020 às 18:01
Compartilhar Comente

Estudantes de Educação Física – Licenciatura da Unesc transformam teoria em prática

Estudantes de Educação Física – Licenciatura da Unesc transformam teoria em prática
Momentos foram propostos no formato virtual, com a presença de egressos do curso (Imagens: ReproduçãoGoogleMeet) Mais imagens

Os estudantes de Educação Física – Licenciatura da Unesc transformaram o conhecimento obtido em sala de aula em prática, na atividade acadêmica Banca de Professores da Educação Básica. A dinâmica, realizada dentro das disciplinas de Estágios Supervisionados Obrigatórios, iniciou na última semana e se estende até quinta-feira (16/7).

Conforme o docente Bruno Dandolini Colombo, o objetivo é possibilitar que o acadêmico se reconheça enquanto professor de Educação Física e mediador do conhecimento, da cultura corporal e do movimento, por meio da inserção teórico-prática do trabalho escolar, considerando a formação científica, cultural, humana e ética desenvolvida ao longo do curso de Licenciatura.

Para a Banca, formada por professores convidados, que são egressos do curso, e da Instituição, os acadêmicos organizaram e apresentaram uma aula voltada à experiência da educação básica. Em conjunto, os professores avaliaram, tecendo considerações e sugestões.

Para o coordenador do curso, professor Joni Márcio de Farias, este momento tem grande significado. “Atividades acadêmicas como essa que aproximam a Universidade e a escola, estabelecendo laços entre acadêmicos e egressos, que hoje são professores consolidados. Essa troca de experiências é fundamental para uma formação sólida de nossos alunos”, frisou

Os materiais foram disponibilizados antecipadamente aos professores convidados. “É importante destacar que essas aulas foram elaboradas a partir de cenas pedagógicas que se embasavam na realidade escolar de estágios anteriores, já que com a pandemia as aulas de educação básica seguem suspensas”, frisou Colombo.

Estiveram como convidados os professores Jhenifer Almeida, Gustavo Amâncio Bonetti Menechel, Sirléia Silvano e Isabela Natal Milak. Ministram as disciplinas de estágio os docentes da Unesc Ana Lúcia Cardoso, Vidalcir Ortigara, Bruno Dandolini Colombo, Vânia Vitório e Samira Casagrande.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de julho de 2020 às 17:53
Compartilhar Comente

Unesc qualifica professores da rede pública de Laguna

Unesc qualifica professores da rede pública de Laguna
Formação também auxilia o município no alinhamento com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) (Fotos: ArquivoUnesc)l Comum Curricular) (Fotos: Divulgação) Mais imagens

A Unesc está qualificando professores da rede pública de Laguna, nos níveis inicial, infantil e fundamental. A Formação Continuada, realizada desde fevereiro, envolve mais de 300 profissionais, em um convênio entre Universidade e Secretaria da Educação do município.

Conforme Rafael Amaral, assessor de Extensão na data de assinatura do acordo, a Formação soma 400 horas, e segue durante todo o ano de 2020. “No desenvolvimento das atividades, 192 horas foram ministradas ainda no mês de fevereiro. A partir de março, sob influência da pandemia, os encontros foram adaptados para a realidade virtual, somando 52 horas de qualificação até o momento”, esclarece.

O propósito do convênio foi, principalmente, a construção de diretrizes e propostas curriculares, resultando no alinhamento do município com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Também foram trabalhados temas como autoestima, motivação no ambiente de trabalho, comprometimento e conduta profissional. “Como uma Universidade comunitária, a Unesc é muito mais do que uma formadora de conhecimentos, indo muito além disso. A Instituição tem a capacidade de levar toda sua expertise, o que ela tem de melhor nas mais diversas áreas do conhecimento, para os municípios de toda a região, contribuindo para o desenvolvimento regional e em especial da educação”, pontua.

Além dos professores, os gestores de ensino de Laguna também estão envolvidos. As direções escolares e os departamentos pedagógicos participaram de um encontro com apresentação da proposta de Formação, oficina de aprendizagem e encaminhamentos para atualização do projeto político pedagógico.

Avaliação positiva dos professores


Ainda em andamento, a Formação já obteve resultados positivos. Após a segunda etapa, os professores avaliaram os pontos e processos de aprendizado, com uma média superior a 70% como “excelente” e 25% como “bom”.

A terceira etapa da qualificação ainda não tem data marcada. Os setores envolvidos na Formação são a Universidade Corporativa; Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, e a Proplan (Pró-reitoria de Planejamento de Desenvolvimento Institucional).

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de julho de 2020 às 16:14
Compartilhar Comente

Sala de Situação Covid – 19 da Unesc é mais um mecanismo para garantir a segurança na Universidade

Sala de Situação Covid – 19 da Unesc é mais um mecanismo para garantir a segurança na Universidade
Projeto iniciou sua atuação nesta segunda-feira (13/7) (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Os estudantes, professores e funcionários da Unesc já contam com a segurança e credibilidade da Sala de Situação Covid – 19, implantada nesta segunda-feira (13/7). A iniciativa dispõe de espaços físico e virtual, com o propósito de ampliar o acesso à informação no campus de Criciúma, unidades de Araranguá e Rincão e no Iparque (Parque Científico e Tecnológico), entendendo que a informação adequada é essencial para a adoção de medidas de prevenção e, portanto, de segurança.

Situada no Laboratório de Pesquisa do PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva), no bloco S, a Sala de Situação é composta por especialistas dos diversos segmentos da área de Saúde. Conforme a reitora da Unesc e idealizadora do projeto, Luciane Bisognin Ceretta, a equipe de atuação será responsável pelo monitoramento de problemas em potencial e trará soluções assertivas, prevenindo e protegendo.

“A Unesc está muito comprometida com a proteção e segurança dos seus colaboradores e estudantes. Estamos vivendo um momento de incertezas e inseguranças, e a Universidade deve ser o local onde todos se sintam absolutamente protegidos. Para tanto, iniciamos um projeto que vai monitorar o processo de viver, estar, estudar e trabalhar no campus universitário”, enfatiza a reitora. “Temos uma expertise importante que está colocada no cuidado dos que aqui coabitam. A Sala de Situação é o novo ponto de referência para atenção, prevenção e monitoramento da Covid-19”, conclui.


Atuação diária e comprometimento 

No dia a dia da Unesc, todas as atividades, desde o trânsito das pessoas até as medidas de segurança e proteção, serão monitoradas pela Sala. “De segunda a sexta-feira, às 18 horas, todas as informações obtidas serão repassadas em formato de boletim, entregue via WhatsApp para todos os estudantes, professores e funcionários da Instituição. Os dados também estarão disponíveis no site do Comitê de Análise e Gestão Covid – 19”, explica o mestre em Saúde Coletiva, Rafael Amaral.  

Somada a atuação diária, um podcast semanal será veiculado às 18 horas de sexta-feira, com pautas de relevância e vínculo com o coronavírus. A iniciativa envolve o Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Coordenação de Biossegurança Acadêmica, SESMT (Serviço de Segurança do Trabalho) e Programa de Residência Multiprofissional.

Além do monitoramento e compartilhamento de informações, a Universidade receberá sinalizações visuais, como cartazes e cartilhas. Antes de cada aula, a mestre em Biociências e Reabilitação, professora Paula Ioppi Zugno, levará orientações de combate à Covid – 19 aos estudantes e professores, por meio de produções audiovisuais.

Protocolos internos garantem a segurança dos profissionais

Dentro da Sala de Situação, um espaço específico está sendo montado para garantir a segurança dos profissionais. O local será higienizado diariamente com ozônio, e a organização interna dos postos de trabalho e movimentação têm um protocolo de segurança específico. Além disso, sinalizações visuais também serão instaladas na sala.  

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

13 de julho de 2020 às 18:20
Compartilhar Comente