Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais

Defesa Pública de Dissertação Mestrando JOSÉ ORION BONOTTO

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais convida a comunidade acadêmica para a Defesa Pública de Dissertação abaixo relacionada:

Mestrando: JOSÉ ORION BONOTTO

“Metodologias participativas e educação para o ecodesenvolvimento no contexto de uma região objeto de ações de recuperação de áreas degradadas: estudo de caso em uma escola da rede pública do município de Criciúma, Santa Catarina”.

Data: 19/12/2018           Horário: 9h              Local: Bloco P – Sala 16

COMISSÃO EXAMINADORA

Membros Titulares:

Prof. Dr. Carlyle Torres Bezerra de Menezes (Presidente e Orientador)

Prof. Dr. Geraldo Milioli (Membro – UNESC)

Profa. Dra. Carla de Abreu D’Aquino (Membro Externo – UFSC/SC)

Membro Suplente:

Prof. Dr. Robson dos Santos (Membro – UNESC)

Resumo: A Educação Ambiental nas escolas da rede pública e nos meios acadêmicos é amplamente discutida, mas continua apresentando carência sobre conceitos e vivências socioambientais e culturais, pois, por muito tempo, foi trabalhada de forma superficial. Diante desta problemática socioambiental é que surge o interesse em analisar como as escolas estão trabalhando a Educação Ambiental, uma vez que este assunto vem sendo debatido e estudado há décadas. No entanto, efetivamente houve pouco avanço na transformação dos problemas ambientais e sociais. Desse modo, esse estudo tem por objetivo analisar as atividades de Educação Ambiental desenvolvidas na Escola Municipal Pascoal Meller da cidade de Criciúma – SC, correlacionando os conteúdos abordados em sala de aula com as vivências e as percepções dos problemas socioecológicos da comunidade escolar e do bairro, acerca de suas práticas ambientais na perspectiva da educação para o Ecodesenvolvimento. Os impactos ambientais da mineração de carvão, os espaços de discussão sobre procedimentos para recuperação de áreas degradadas não tem sido objeto de apropriação por parte da comunidade residente no entorno destas áreas. Neste sentido, foram desenvolvidas oficinas com os professores da instituição e os resultados apontaram uma maior necessidade de conhecimento quanto à temática abordada. No entanto, a realização das oficinas suscitou um novo sentimento nos participantes, trazendo-os para o debate sobre as questões ambientais, decorrentes da apropriação inadequada do ambiente natural que faz parte daquela comunidade.

Palavras-chave: Educação Ambiental; Ecodesenvolvimento; Recuperação de áreas degradadas; Metodologias Participativas.

10 de dezembro de 2018 às 13:32
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito