Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão

Projeto Viver SUS: dia de embarcar em uma grande experiência

Projeto Viver SUS: dia de embarcar em uma grande experiência
Estudantes da área da saúde e residentes estarão em sete municípios até sexta-feira (19/7) (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

O campus da Unesc foi tomado pelo desejo de fazer a diferença e os 70 participantes do Viver SUS (Projeto Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde) embarcaram em mais uma jornada. A segunda-feira (15/7) amanheceu fria e chuvosa, mas logo foi aquecida pelos estudantes da área da saúde e residentes do Programa de Residência Multiprofissional da Universidade. Eles estarão em sete municípios do Sul catarinenses até sexta-feira (19/7), para aprender e colaborar com os processos voltados ao SUS. Nesta edição, o evento será marcado pelo aniversário de 25 anos da Estratégia Saúde da Família. 

A animação dos participantes é resultado do novo formato do Projeto Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde, com foco na prática e na inserção comunitária. “A ideia é aproximar os integrantes e a comunidade, em uma forma mais atuante de atendimento. Este novo olhar proporcionará momentos de observação das demandas em saúde e de construção para atende-las. Nos dias finais de experiências, o que foi pensado resultará em ações práticas que farão diferença na realidade local”, conta o assessor de Ações Comunitárias e atual coordenador do projeto, Rafael Amaral.

A residente Nayara Moraes está participando pela primeira vez. Ela viu no Viver Sus a possibilidade de colaborar. “Estou muito entusiasmada com a experiência de vivenciar a realidade e poder auxiliar nos assuntos de necessidade local. É uma oportunidade única e espero contribuir com melhorias para as problemáticas do município”, afirma.

Já Taira de Oliveira, também residente, está participando pela terceira vez. Para ela, o Viver Sus vai além de um projeto de extensão. “É um paradigma na vida profissional de quem participa. Quando participei em 2016, a primeira vez, não imaginava os efeitos que causaria em minha trajetória. Hoje sou psicóloga. Minha profissão é voltada, em grande maioria, para um público particular. Assim o Viver SUS me fez ver além do consultório, e me mostrou uma rede de atenção que funciona, e pode proporcionar qualidade de vida aos usuários”, destaca.

Para a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, histórias como as Taira e Nayara se completam e dão vida ao Projeto. “A troca de conhecimentos resulta em contribuições para o município, para a trajetória profissional dos participantes e para a integração dos colegas e das áreas de conhecimento. É um novo olhar, que transforma realidades e relações ao aproximar a Universidade da comunidade”, afirma.

Nesta edição, os representantes da Unesc estarão presentes em Criciúma, Nova Veneza, Sangão, Jaguaruna, Turvo, Sombrio e Balneário Gaivota, comtemplando as regiões da AMREC (Associação dos Municípios da Região Carbonífera), AMUREL (Associação dos Municípios da Região de Laguna) e AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense).

Estão presentes no Projeto acadêmicos dos cursos de Biomedicina, Enfermagem, Educação Física - Bacharelado, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Psicologia e Odontologia da Universidade, e os residentes do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica, Saúde da Família e Saúde Mental. Antes de os municípios receberem os visitantes, os integrantes participaram de uma capacitação.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 15 de julho de 2019 às 10:40
Compartilhar Comente

Unesc participa de evento internacional que discute inovação curricular e a Educação 4.0

Unesc participa de evento internacional que discute inovação curricular e a Educação 4.0
Universidade está presente no Congresso Brasileiro de Gestão Educacional (Foto: Divulgação) Mais imagens

Na busca por introduzir a tecnologia como ferramenta de qualificação e inovação no ensino superior, a Unesc está presente no Geduc (Congresso Brasileiro de Gestão Educacional) - Educação 4.0, em São Paulo. A Universidade está sendo representada, de quarta a sexta-feira (27 a 29/3), pelo diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, e pela assessora pedagógica da Instituição, Daniela Arns Silveira.

Com o tema “A revolução nas instituições de ensino”, o evento está utilizando as tecnologias digitais e seus usos nas instituições para provocar reflexões sobre o futuro da educação. “O Geduc certamente agregará valor ao movimento de Inovação Curricular e Pedagógica da Universidade, eixo de grande investimento acadêmico para os anos de 2019 e 2020. A participação da Unesc em eventos desta natureza vai somar-se aos esforços internos e resultarão como qualificação aos professores e cursos de graduação”, avalia Feldhaus.

Inovação na Unesc


O Programa de Inovação Curricular e Pedagógica, desenvolvido no Colégio Unesc e na graduação, tem o objetivo de propor, discutir e implantar as novas ferramentas ao ensino da Universidade. “O intuito é de acompanhar as mudanças no contexto político, social, econômico e cultural do qual fazemos parte, buscando novas arquiteturas curriculares e percursos formativos”, explica o diretor. 

Em abril de 2019, a Universidade iniciará discussões com as quatro áreas do conhecimento, na busca de identificar práticas docentes inovadoras, fortalecê-las, criar redes colaborativas entre os cursos, utilizar os avanços para elevar os currículos e, quando necessário, propor novos modelos curriculares. “Queremos implantar arquiteturas curriculares que dialoguem com as questões atuais e preocupem-se com uma formação interdisciplinar. As questões inerentes à curricularizacão, da extensão, da internacionalização e da pesquisa integrada à graduação e valorização dos professores também devem se fazer presentes”, afirma Feldhaus.

O diretor de ensino ressalta ainda que a expectativa é de que o Programa de Inovação Curricular e Pedagógica se estruture como um movimento de engajamento coletivo e que resulte em mudanças dentro e fora da Universidade.  

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 27 de março de 2019 às 14:13
Compartilhar Comente

Evento discute educação, ciência e inserção social a partir da literatura

Evento discute educação, ciência e inserção social a partir da literatura
Encontro foi ministrado pelos professores doutores André Cechinel e Gladir Cabral Mais imagens

A Propex (Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão), em parceria com as Unidades Acadêmicas e com os PPGs (Programas de Pós-Graduação stricto sensu), lançou nesta segunda-feira (25/7) o programa Diálogos com as Ciências, para pesquisadores dos PPGs e professores doutores da Universidade. A primeira edição do programa trouxe discussões sobre Educação, Ciência e Inserção Social a partir da Literatura. O Diálogo com as Ciências, ministrado pelos professores doutores André Cechinel e Gladir da Silva Cabral, ocorreu na tarde desta segunda-feira (25/7), na sala 14 do Bloco R2.

As discussões iniciaram com uma introdução a literatura, colocando-a no contexto do tema proposto. “Diferente de um texto comum, o texto literário nos traz a possibilidade de discutir sobre diversas opiniões, a partir de diferentes pontos de vista”, afirmou o professor Gladir. Complementando, André destacou que esses textos trazem pensamentos e entendimentos mais próximos da realidade em que vivemos.

Além de discorrer sobre a literatura e promover uma conversa informal sobre o tema proposto, foram abordadas reflexões sobre o conto literário Famigerado, do autor Guimarães Rosa. Ele conta a história da aparição do cavaleiro Damázio dos Serqueiras, de aparência suspeita e perigosa, e das tiradas do narrador (personagem principal) para escapar da morte.

Diálogos com as Ciências

A pró-reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Luciane Ceretta, comentou que o programa Diálogos com as Ciências tem a finalidade de promover discussões sobre a ciência produzida pelos diferentes programas de pós-graduação, bem como propiciar a integração entre pesquisadores e professores doutores.

Para o reitor Gildo Volpato, estes são momentos fundamentais aos programas de pós-graduação, pois permitem com que os pesquisadores conheçam o objeto de estudo dos demais e possam dialogar cientificamente com os mesmos.

Inserção social da pós-graduação é a temática que perpassará o primeiro ciclo dos encontros. Os encontros ocorrerão mensalmente, sempre mediados por pesquisadores de um dos programas da Unesc. O próximo encontro ocorre no dia 29 de agosto e será mediado pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

25 de julho de 2016 às 16:50
Compartilhar Comente

Professores participam de Fórum de Extensão na Universidade

Professores participam de Fórum de Extensão na Universidade
Encontro ocorreu na tarde desta quarta-feira (Fotos: Luana Mello) Mais imagens

Os professores que participam de projetos de extensão da Unesc estiveram reunidos nesta quarta-feira (11/11), no Fórum de Extensão. Durante o encontro, os participantes apresentaram e debateram sobre a “Norma Administrativa de Extensão” para os editais das Unidades Acadêmicas e do Território Paulo Freire. A Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Luciane Ceretta, e o assessor acadêmico de Extensão, Reginaldo de Souza Vieira participaram da ação.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

11 de novembro de 2015 às 17:23
Compartilhar Comente

Feira da Inovação Unesc abre portas para boas ideais da comunidade

Feira da Inovação Unesc abre portas para boas ideais da comunidade
Inventores poderão apresentar suas soluções durante a Semana de Ciência e Tecnologia Mais imagens

Inventores e projetistas de tecnologias inovadoras já podem inscrever suas ideias na 2ª Feira da Inovação Unesc, que ocorre durante a 6ª Semana de Ciência e Tecnologia, entre os dias 19 e 23 de outubro. Promovida pela Unesc, a feira apresentará projetos com foco no campo da ciência e da tecnologia e, neste ano, as soluções criativas que beneficiam a comunidade serão expostas em todo campus.

Na última edição, 51 projetos foram inscritos com diferentes propostas, como o carregador USB portátil para tablets e celulares e lojas virtuais diferenciadas. Entre as ideias vencedoras, primeiro lugar na categoria “Empresa”, esteve o garrafão de água com alça lateral, que facilita o carregamento. O criador Ramon Sandrini comenta que a participação na Feira ajudou a divulgar o seu produto. “O maior obstáculo na criação de algo inovador está no entendimento das pessoas quanto à proposta. A Unesc, como uma forte Instituição da região, ajudou a disseminar o conceito do nosso produto, fazendo com que muitos interessados viessem nos procurar”, comenta.

Conforme a assessora da Propex (Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão da Unesc), Gisele Coelho Lopes, este é, justamente, o objetivo da Feira da Inovação: incentivar o desenvolvimento de ideias e valorizar o trabalho de seus criadores. “As soluções podem ser das mais diferentes modalidades, como produtos, processos e técnicas, trabalhos por meio digital, entre outros. O principal é o projeto priorizar recursos que facilitem o dia a dia das pessoas”, enfatiza. “O sucesso da feira na primeira edição revela que nossa região é dotada de grandes inovadores e berço de importantes ideias”, complementa.

Os trabalhos são divididos em quatro categorias e podem ser inscritos por acadêmicos, professores, alunos de escolas, empresas e a comunidade em geral. Em cada categoria serão premiadas as propostas classificadas em primeiro, segundo e terceiro lugar. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas por meio do site até o dia 19 de setembro.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Milena Spilere Nandi 10 de setembro de 2015 às 17:18
Compartilhar Comente