Farmácia

Há 20 anos nascia o curso de Farmácia da Unesc

Há 20 anos nascia o curso de Farmácia da Unesc
Proposta teve origem a partir de uma demanda regional (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Com uma trajetória marcada pela entrega social e a transformação de vidas, o curso de Farmácia da Unesc completa 20 anos em 2020. Sua criação foi motivada por este olhar comunitário que tem a instituição. O objetivo era atender as demandas regionais, e contribuir para a qualidade de vida local por meio de profissionais capacitados e atuantes de forma humana.

A concretização desse e de muitos outros objetivos foi celebrada nesta semana, na Semana Acadêmica do Curso de Farmácia, com edição especial comemorativa pela passagem do aniversário de 20 anos. Na noite desta sexta-feira (25/9) uma cerimônia virtual encerrou a programação da Semana e marcou as festividades pelas duas décadas de história.

O evento foi transmitido pela Unesc TV no YouTube e contou com a presença de autoridades da Instituição, assim como personagens que marcaram a história e a consolidação do curso. Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, o momento de celebração é uma forma de honrar o trabalho construído a tantas mãos e que ao longo de todo esse tempo vem se refletindo na formação de mais de 800 excelentes profissionais dispostos a fazer a diferença no cenário em que atuam.

“Há 20 anos vivenciávamos a virada do milênio, o advento de novas perspectivas e com elas as novas possibilidades formativas para a nossa Unesc. A Década de 2000 trouxe os cursos da área da saúde, demarcando um momento histórico desta Instituição, dentre eles o de Farmácia, que nos é tão importante e nos abriu tantas portas”, pontuou

A celebração desta noite, para Luciane, marca uma trajetória cheia de significados que vão muito além das salas de aula. “Ao comemorar essas duas décadas também comemoramos as superações, os desafios, as conquistas e as vitórias da educação superior em um país em que precisa melhorar e olhar mais ampliadamente para as iniciativas transformadoras como as que ocorrem nas nossas universidades genuinamente comunitárias”, avaliou ainda.

História construída em conjunto

Professora desde 2002 a coordenadora do curso, Juliana Lora, lembra das transformações ao longo do tempo, dos momentos marcantes e das mais de 880 histórias que por ali passaram como estudantes. “O curso originalmente foi oferecido com três anos e meio para a formação em farmácia e um ano e meio para a formação em indústria, mas antes da conclusão da primeira turma, o MEC (Ministério da Educação) alterou a matriz curricular dos cursos em nível nacional para a formação generalista, onde os cursos deveriam ser organizados em cinco anos de integralização, abordando as três grandes áreas de atuação além do medicamento”, contou.

Foi necessário um ano de empenho para a implantação da matriz, e depois de um exaustivo trabalho em equipe o desafio de contemplar análises clínicas, alimentos e indústria à formação foi superado. “No início foi difícil pois haviam incertezas. O que percebemos com o passar do tempo é que os novos profissionais formados pela matriz generalista passaram a ocupar mais espaços no mercado de trabalho com um serviço qualificado, pois os conteúdos se somam na formação acadêmica.

Até 2020 foram 33 turmas formadas, com saberes científicos e habilidades para atuar na promoção e aplicação de políticas de saúde, avanço da ciência e tecnologia e em equipes multidisciplinares em todos os níveis de atenção à saúde.

Foi este universo de oportunidades que a egressa e hoje professora pesquisadora do curso, Marilia Schutz, encontrou ao entrar na graduação. Vinda de Três Cachoeiras, no primeiro semestre de 2008, logo se apaixonou. “Quando ingressei vivi uma das melhores épocas da vida. Conheci um mundo que até então não conhecia, que me encantou cada detalhe”. Ela foi bolsista, participou de projetos de extensão e encontrou o mundo da pesquisa. Entre estudos e atividades extracurriculares viveu grandes momentos e conheceu pessoas que vai levar para a vida. “Tínhamos um grupo muito unido e professores próximos da gente”, contou.

Com a formatura se aproximando, Marilia foi entendendo que queria continuar na Unesc. Quando o fim do segundo semestre de 2013 chegou, o último na Universidade, tomou a decisão de continuar por aqui. “Quando me formei eu estava triste. Queria ficar em Criciúma e perto da Unesc. Fui trabalhar, fiquei seis meses fora e sentia muita falta da Universidade. Não demorou para procurar o mestrado e voltar para esse lugar. O curso de farmácia é meu segundo lar. Estou envolvida em várias frentes na graduação, nas clínicas Integradas, na pesquisa e em outras diversas áreas”, explicou.

Hoje a professora está no doutorado, e entre a vida pessoal e profissional encontra tempo para contribuir ainda mais. Ela está atuando junto a coordenação para uma nova fórmula do curso. Ao olhar para trás, ela comemora os 12 anos de desafios, conquistas, amizades, emoções e todos os ingredientes que tornam a Universidade um lugar único.

A história da Marília é especial, e compartilhada por tantos outros que estiveram no curso de Farmácia da Unesc nestes 20 anos. Desde a formatura da primeira turma, em 2003, a inovação e a humanidade são presenças constantes na matriz curricular.

Este algo a mais fica explícito também nas ações do curso. No dia 31 de agosto de 2006 a Farmácia Solidária foi concretizada na Universidade, uma iniciativa que desde seu lançamento já arrecadou mais de R$ 10,5 milhões em medicamentos, doou R$ 8 milhões, realizou 90 mil atendimentos e encaminhou para o descarte correto cerca de 8 toneladas de remédios.

Para ir além, em 15 de setembro de 2009 a Farmácia Escola foi aberta. Em atuação similar a Farmácia Solidária, o local disponibiliza atendimentos aos pacientes com processo administrativo vigente no CEAF (Componente Especializado de Assistência Farmacêutica) . “Os processos de ensino e serviços realizados neste espaço eram realizados desde 2005 no espaço que veio a se transformar em Farmácia Solidária, que ainda nos dias de hoje é referência nacional como exemplo para outras instituições de ensino e prefeituras. Em âmbito acadêmico, a história do curso ficou ainda mais completa com a Inauguração do Laboratório de Ensino em Análises Clínicas em 2011, potencializando o ensino farmacêutico e entregando ainda mais excelência à sociedade. Em 2020, 314 alunos matriculados usufruem desta estrutura”, destaca Juliana.

Em 2013 outro momento importante do curso de Farmácia: a graduação no período noturno oportunizou contemplar um maior número de pessoas interessados no curso, proporcionando acessibilidade daqueles que antes não poderiam cursá-lo.

Área de atuação e o futuro do curso de Farmácia

Os resultados da formação são vistos logo após a conclusão. O profissional possui conhecimento para atuar em mais 135 especialidades farmacêuticas, oportunizando diversidade de áreas de atuação ao profissional. “Nossos acadêmicos normalmente estão bem posicionados no mercado de trabalho e a grande parcela já tem propostas de emprego antes mesmo da colação de grau. Isso ocorre porque os nossos locais de estágio são campos profissionais. Em vários casos, o local de estágio acaba se tornando o local do primeiro emprego no nosso farmacêutico, como responsável técnico. Temos convênios com inúmeras empresas e prestadores de serviços, que são campos de trabalho para o graduado em farmácia”, evidencia a coordenadora adjunta do curso, Silvia Dal Bó.

Há três anos, em 2017, um novo processo formativo se apresentou ao curso. As novas  Diretrizes Curriculares Nacionais possibilitaram a formação por competências, uma mudança descrita por Silvia como de extrema importância. As alterações ainda estão em processo de implantação, mas já significam muito. “Elas preveem um indivíduo que desenvolve habilidades, atitudes e valores que extrapolam a formação técnica. Em um primeiro olhar, essa mudança pode parecer simplista, mas ela é bastante transformadora, ao passo que estimula o acadêmico a desenvolver um olhar crítico e multidisciplinar, relacionando assuntos que permitem a análise do indivíduo como um todo. Nos últimos anos já estamos trabalhando nessa lógica de formação, mas a mudança virá com ainda mais força com a implementação da nova matriz curricular, hoje em construção. Esperamos que em 2021 a matriz já esteja em execução”, conta.

A nova matriz curricular vai ao encontro dos avanços da profissão nos últimos anos. Com a ampliação das áreas de atuação e a legitimidade de outras já concretizadas na vida do profissional. Segmentos como Farmácia Clínica, Farmácia Estética e as Práticas Integrativas expandiram os horizontes. “Atualmente estamos sempre em busca de atender as necessidades da sociedade inserindo em nossa formação as mais diversas áreas de atuação do farmacêutico, que vai além das grandes áreas, podendo citar: acupuntura, farmácia forense, estética, pesquisa, entre outras. Podemos dizer que o curso de farmácia da Unesc procura proporcionar um ensino de qualidade tendo como propósito maior contribuir para a melhoria da qualidade de vida de nossa sociedade”, enaltece a coordenadora adjunta.

Ainda, a área das ciências farmacêuticas se tornou mais evidente nesse ano de 2020 com a pandemia de SARS-COV-2. O farmacêutico foi convocado a participar ativamente na linha de frente no combate ao coronavírus. “Nossa área não foi afetada pela pandemia e ainda teve um franco desenvolvimento, além de ter evidenciado o papel do farmacêutico na pesquisa científica para diagnóstico e tratamento da doença e seus complicadores. Esperamos um impacto ainda mais importante para a profissão nos próximos anos”, completa Silvia.

Confira o evento completo desta sexta-feira com homenagens e recordações especiais sobre os 20 anos do curso de Farmácia:

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

25 de setembro de 2020 às 22:58
Compartilhar Comente

Ex-ministro Nelson Teich dialoga sobre a saúde no Brasil em evento da Unesc

Ex-ministro Nelson Teich dialoga sobre a saúde no Brasil em evento da Unesc
Teich participou de atividade virtual em comemoração aos 20 anos do curso de Farmácia (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

A experiência e o conhecimento do ex-ministro da Saúde Nelson Teich foram o foco das atenções, na noite desta quinta-feira (24/9), em mais uma atividade da Jornada Acadêmica do curso de Farmácia da Unesc, em edição que celebra os 20 anos do curso. O evento, que foi transmitido ao vivo pelo YouTube no canal Unesc TV, contou com a participação de acadêmicos e professores da Universidade, além da comunidade externa, que pôde interagir e deixar questionamentos ao ex-ministro.

Uma das mais aguardadas dentro da programação especial da Jornada Acadêmica, a fala de Teich se voltou especialmente ao momento vivido no país e no mundo no enfrentamento a pandemia, com avaliações da abordagem realizada e do trabalho feito à frente do Ministério, desde as decisões de ingressar e, posteriormente, de deixar a função, até seu posicionamento sobre a polêmica do uso da hidroxicloroquina.

A visão de Nelson sobre a saúde coletiva, para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, se encaixa com aquilo que os estudos na Universidade apontam. “É uma fala que me representa muito e os estudos que fazemos. Nós pesquisamos muito toda essa lógica da gestão dos serviços e a fala de Nelson nesse sentido é muito significativa”, destacou Luciane, que fez questão de agradecer grandemente a presença e o aceite do ex-ministro em participar da atividade da Universidade.

Sobre uma das principais expectativas da comunidade, a chegada da vacina que imunize as pessoas contra a Covid-19, Nelson foi claro ao pedir cautela. “A gente ainda tem muita incerteza, muito o que aprender e a expectativa da vacina precisa ser muito trabalhada. Não podemos assumir que a vacina irá com certeza sair e essa coisa de tentar acertar o futuro não é o caminho. Temos que ser esperançosos, otimistas, mas não trabalhar a vacina como sendo a solução para tudo”, destacou.

O equilíbrio entre o “fazer política” e “fazer saúde”, conforme o ex-ministro é tênue, mas muito necessário, em especial em um momento de tamanho impacto como o atual. “A política e os gestores são fundamentais. Isso é importante também para discutirmos sobre a diferença entre o coletivo e o individual. A gestão ideal é aquela em que você dá ao máximo para o indivíduo sem sacrificar o todo. Isso é muito fácil de falar e difícil de fazer”, destacou.

Para Nelson, a oportunidade de discutir educação e saúde e compartilhar seus conhecimentos é sempre uma honra. “Tudo o que eu faço hoje é em busca de levar informação”, completou.

00Na avaliação da coordenadora-adjunta do curso de Farmácia, Silvia Dal Bó, a noite de troca de conhecimento foi motivo de grande orgulho. “Foi uma honra receber o ex-ministro para abrilhantar ainda mais a nossa Jornada. Celebrar o curso de Farmácia é lembrar que essa é uma história construída por professores sempre muito engajados junto da equipe completa da Universidade que trabalha com afinco na formação de profissionais que fazem tão bonito lá fora. Só temos a agradecer por mais uma celebração especial”, salientou.

O bate papo com Nelson Teich foi mediado pela presidente do Centro Acadêmico do Curso, Gabrielly Ricken da Silva e todo o conteúdo segue disponível no YouTube para quem quiser conferir a fala completa do ex-ministro.

​Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

24 de setembro de 2020 às 21:54
Compartilhar Comente

Jornada de Farmácia da Unesc comemora 20 anos do curso

Jornada de Farmácia da Unesc comemora 20 anos do curso
Evento iniciou nesta quarta-feira com a participação de profissionais e estudantes (Foto: Milena Nandi) Mais imagens

As comemorações dos 20 anos do curso de Farmácia da Unesc iniciaram nesta quarta-feira (23/9), com uma programação especial. A Jornada Acadêmica do curso vai celebrar as duas décadas de construção do conhecimento na área e de formação de profissionais e pesquisadores em um evento totalmente virtual e com a participação de professores, estudantes, egressos e profissionais renomados no mercado. A Jornada segue até esta sexta-feira (25/9) e terá a participação de nomes como o ex-ministro da Saúde Nelson Teich, na noite de quinta-feira (24/9). As atividades realizadas ao longo de todos os períodos serão transmitidas ao vivo pelo canal da Unesc TV no YouTube e ministradas por profissionais convidados.

As temáticas escolhidas para a semana são variadas e abrangem grande parte das áreas ligadas à Farmácia. Entre os assuntos abordados estão plantas medicinais, empreendedorismo, alimentos, técnicas específicas da área, transformação digital e cosméticos.

A palestra de abertura do evento abordou “Os serviços farmacêuticos e sua linha do tempo: Da aferição de pressão ao espaço de atendimento clínico”, com a participação do acadêmico do curso e sócio proprietário da Drogaria CrisFarma, Crispim Inácio; da farmacêutica, especialista em Farmacologia e em Saúde Coletiva e professora da Unesc, Bruna Wessler e do farmacêutico e especialista em Farmacologia e em Neurociências do Desenvolvimento e Excelência Humano, Filipe Chagas. A acadêmica da terceira fase do curso, Thifanny Fernandes, foi a mediadora da palestra virtual.

A manhã ainda teve debates com os temas “A atuação do farmacêutico como perito bioquímico” e “O que faz o farmacêutico analista clínico?”.

Formação de qualidade

Ao longo dos seus 20 anos, o curso da Unesc já graduou 887 profissionais farmacêuticos, que atuam em diversas áreas na região, de laboratórios, farmácias até indústrias. Vários dos egressos da Unesc se destacam como docentes e pesquisadores, inclusive nacionalmente.

A pró-reitora Acadêmica da Unesc, Indianara Reynaud Toreti ressalta a importância da formação de profissionais de qualidade para atuarem e contribuírem com a assistência farmacêutica. “O curso de Farmácia da Unesc se manteve inovador e vem se desenvolvendo não apenas em infraestrutura, mas em pessoal, o que é de extrema importância, afinal, são as pessoas que constroem cotidianamente o curso de Farmácia e a Universidade, que crescem porque cada um deixa a sua contribuição”.

A coordenadora do curso, Juliana Lora, reforça as características de transformação e renovação que o curso possui. “Hoje temos curso que aborda várias áreas de atuação do profissional e a Jornada está trazendo justamente isso. Para nós é uma alegria saber que construímos uma trajetória tão grandiosa e ela só se fez possível porque temos um time incrível de professores e acadêmicos. Esta Jornada virtual e com tantas presenças brilhantes é a prova de que somos capazes de nos reinventarmos”.

A coordenadora do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso de Farmácia, Angela Rossato, lembra que o curso é articulado com as demandas da sociedade e da profissão. “O resultado é reflexo do todo: acadêmicos apaixonados, professores dedicados, coordenação empenhada, apoio da Instituição e um lindo trabalho que nossos egressos fazem não só na região, mas em nível nacional e mundial”.  

A presidente do Centro Acadêmico de Farmácia, Gabrielly Ricken Silva, também deu as boas-vindas aos participantes do evento e salientou a importância da união para a realização da Jornada. “ A Jornada foi pensada com muito carinho para celebrar esses 20 anos de história do curso que impacta positivamente a vida de muitas pessoas”.

A programação da Jornada pode ser conferida de forma detalha no site Even3, mesmo endereço no qual devem ser realizadas as inscrições.

Milena Nandi – Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

23 de setembro de 2020 às 15:21
Compartilhar Comente

Comemoração dos 20 anos do curso de Farmácia da Unesc conta com palestra de Nelson Teich

Comemoração dos 20 anos do curso de Farmácia da Unesc conta com palestra de Nelson Teich
Ex-ministro da saúde participará de evento virtual na noite de quinta-feira (24/9) (Foto: Divulgação) Mais imagens

A Unesc comemora, de 23 a 25 de setembro, os 20 anos do curso de Farmácia. As duas décadas de sucesso serão celebradas, como não poderia deixar de ser, com o compartilhamento de conhecimento de excelência entre acadêmicos e profissionais da área em evento virtual. Entre os destaques da extensa programação preparada para a data está a participação do ex-ministro Nelson Teich, na noite de quinta-feira (24/9).

A 20ª Jornada Acadêmica do Curso de Farmácia iniciará na manhã desta quarta-feira (23/9) com cerimônia oficial de abertura às 8h30min. As atividades realizadas ao longo de todos os períodos serão transmitidas ao vivo pelo canal da Unesc TV no YouTube e ministradas por profissionais convidados.

As temáticas escolhidas para a semana, de acordo com a presidente do Centro Acadêmico do curso de Farmácia, Gabrielly Ricken da Silva, são diversas e abrangem grande parte das áreas ligadas à Farmácia. Os assuntos abordados irão desde plantas medicinais, empreendedorismo, alimentos, técnicas específicas da área, transformação digital, cosméticos, entre muitos outros temas atuais e de relevância.

Conforme a presidente, o evento será aberto ao público, porém os interessados em garantir certificado de participação devem fazer a inscrição com valor simbólico de R$ 10 para acadêmicos da Unesc, R$ 15 para estudantes de outras instituições e R$ 20 para profissionais da área da saúde. “Para assistir não é necessário estar inscrito. A inscrição deve ser feita para garantir o certificado e comprovar a participação. O valor arrecadado será revertido ao custeio do evento e à reforma do espaço do CA”, destaca Gabrielly.

A programação da Jornada pode ser conferida de forma detalha no site Even3, mesmo endereço no qual devem ser realizadas as inscrições.

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

21 de setembro de 2020 às 18:04
Compartilhar Comente

Medicamentos fora do prazo de validade representam risco à saúde

Medicamentos fora do prazo de validade representam risco à saúde
Coordenadora do curso de Farmácia da Unesc chama atenção para importância dos cuidados com os fármacos (Foto: Arquivo Unesc) Mais imagens

Um comprimido para dores de cabeça, aquela pastinha para azia, uma pomada para hematoma, um analgésico, outras pílulas, sal de fruta. Itens comumente guardados em casa. Ao utilizar estes e qualquer outro tipo de medicamento é preciso cautela e responsabilidades que vão desde a avaliação da necessidade de sua utilização, até a dosagem, os horários e períodos de uso e, fatos por vezes deixados de lado, o armazenamento e a atenção ao prazo de validade de tais produtos. O cuidado com essas questões, conforme a coordenadora do curso de Farmácia da Unesc, Silvia Da Bó, são imprescindíveis para que o paciente, ao buscar uma solução, não acabe se expondo a riscos.

As “farmacinhas”, como são costumeiramente chamados os locais em que são guardados os medicamentos, devem receber atenção constante para revisão de condições e prazo de validade dos produtos. De acordo com Silvia, é comum que itens fiquem guardados por algum tempo sem que o paciente se dê conta e ao precisar novamente acabe por negligenciar sua validade. “Isso representa um risco à saúde, pois, ao ingerir um produto vencido existem duas opções: ou se expor ao risco de não ter efeito prometido ou sofrer reações adversas”, destaca.

Para evitar a situação a orientação da professora é de que ao comprar o medicamento e tirar da caixa, o paciente observe se na embalagem primária, vidro ou cartela, por exemplo, também está destacada as datas de fabricação e validade e, se possível, evite tirá-los da cartela original. “Ao verificar a presença das datas nas embalagens o paciente pode colocar uma etiqueta ou fazer outro destaque como preferir para deixar evidente essa informação”, completa.

Ainda, entre as orientações da coordenadora, está a importância de manter os medicamentos em local seco, longe de calor e umidade. “Muitas pessoas guardam essas caixinhas perto do forno elétrico ou micro-ondas na cozinha ou até no banheiro, locais que estão expostos ao calor e umidade excessivos e que não são adequados para esse tipo de armazenamento”, acrescenta.

Armazenamento e avaliação

Para garantir a boa condição do fármaco, de acordo com a profissional, é preciso estar atento ao armazenamento e ao aspecto deste. Isso porque com a presença de calor e umidade, por exemplo, a composição pode sofrer alterações químicas indesejadas.

Ao perceber diferença na coloração, no aspecto da solução ou no odor a orientação é de devolver o produto na farmácia onde foi comprado se a alteração estiver presente desde o ato da compra, ou descartá-lo, se identificar estar fora do prazo de validade ou se armazenado de maneira indevida. “Esse descarte não pode ser feito em pias, vasos sanitários ou lixo comum. O paciente deve levar a unidades de saúde, farmácias ou na nossa Farmácia Solidária na Unesc, locais que darão o destino correta para as substâncias”, explica.

Ainda, a utilização de qualquer medicamento e, principalmente, a combinação de mais substâncias deve ser realizada sob orientação de um profissional de saúde qualificado. A professora ressalta que "quando utilizamos mais de um produto farmacêutico pode ocorrer interações medicamentosas, que muitas vezes são imprevisíveis e podem comprometer a saúde do paciente."

Curso com matrículas abertas

O cuidado com a saúde e a importância dos profissionais da área tem estado cada vez mais em evidência. O profissional farmacêutico conta com importante papel no contato direto com o paciente em diferentes áreas de atuação, além da possibilidade de trabalho na produção e desenvolvimento de medicamentos e cosméticos.

Na Unesc o curso de Farmácia conta com tradição e experiência comprovados com o destaque dos egressos no mercado de trabalho. As matrículas o segundo semestre de 2020 estão abertas com diferentes possibilidades de ingresso facilitado.

Os interessados em conhecer melhor as opções oferecidas pela Unesc e os diferenciais do curso de Farmácia podem entrar em contato pelos telefones (48) 3431-4500 ou (48) 99915-0433 (Whatsapp).

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de julho de 2020 às 08:02
Compartilhar Comente