Nutrição

E-book “Análise de vida e saúde” é lançado na Unesc

E-book “Análise de vida e saúde” é lançado na Unesc
Construção envolveu estudantes de Pós-Graduação e acadêmicos da graduação (Fotos: Ana Sofia Schuster) Mais imagens

A atuação acadêmica e a inserção social na comunidade deram origem ao e-book “Análise de vida e saúde”. O trabalho, desenvolvido em uma proposta de integração, analisou a qualidade de vida e de saúde no bairro Santa Bárbara, de Criciúma. A obra foi construída por estudantes do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, por meio do Mestrado Profissional, e acadêmicos dos cursos de graduação em Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Medicina, Odontologia e Psicologia. O trabalho foi lançado na noite desta quinta-feira (19/12), na Reitoria da Universidade.

O professor da Instituição e coordenador do Programa de Residência Multiprofissional, Jacks Soratto, explica que a atividade envolveu ensino, pesquisa e extensão. O objetivo foi aproximar os estudantes da realidade em territórios onde a Universidade está inserida e às realidades onde os usuários do SUS (Sistema Único de Saúde) estabelecem suas relações de vida. A proposta também buscou uma compreensão ampliada de saúde de todos os atores envolvidos.

“A iniciativa estrutura-se na disciplina de Interação Comunitária, dividindo sua atuação entre teoria e prática. Foi realizado um reconhecimento no território, quando os estudantes estiveram presencialmente na comunidade. Eles aplicaram uma entrevista, com a população deste território, e realizaram uma análise deste material. Em seguida os participantes construíram uma síntese dos principais achados durante o semestre e que é foram materializados como conteúdo informativo devolvido à população”, explica.

O resultado final, em 2019, foi entregue e especialmente nesta edição acompanhado com o lançamento do e-book. A análise de vida e saúde levou em consideração dados relacionados a determinantes sociais de saúde: sociodemográfico, educação, trabalho e gestão pública, segurança, habitação, lazer, transporte, saneamento, meio ambiente, infraestrutura e outros aspectos da saúde.

Durante a apresentação do e-book, a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, agradeceu a participação de toda a equipe do projeto, incluindo o presidente da Associação dos Moradores do Bairro Santa Bárbara, Ricardo Gaspar. Ela foi uma das autoras da obra. "O resultado que trazemos hoje é muito maior do que a materialização do e-book. Ela é a representação coletiva, de uma luta histórica em prol de objetivos de aprendizagem e formação do profissional da área da saúde, diante daquilo que as diretrizes curriculares nacionais de fato se propõem em todos os cursos de graduação", salienta reitora.

Leia o trabalho clicando aqui.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Comunicação, Imprensa e Marketing 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

22 de dezembro de 2019 às 22:23
Compartilhar Comente

Curso de Nutrição da Unesc comemora 15 anos com programação especial e Jornada Acadêmica

Curso de Nutrição da Unesc comemora 15 anos com programação especial e Jornada Acadêmica
Proposta é pensar no dia a dia da profissão e projetar os próximos anos do profissional (Foto: divulgação) Mais imagens

Pensar no futuro da profissão e resgatar a história do curso. É assim que o curso de Nutrição está preparando sua 13ª Jornada Acadêmica. A proposta é reunir nomes que marcaram a trajetória da graduação, comemorar os 80 anos da Nutrição no Brasil e os 15 anos do curso na Universidade. A programação inicia nesta segunda-feira (26/8) e contará com a presença da professora doutora Maria Terezinha Antunes, uma das pessoas responsáveis pela implantação do curso na Instituição.

Segundo a coordenadora, Rita Suselaine Vieira Ribeiro, a proposta do evento vai engajar estudantes e profissionais para pensar no dia a dia da profissão e projetar os próximos cem anos. “Qual o nutricionista que queremos formar? Quais desafios encontramos no cenário atual? Como inovar? Vamos explorar os assuntos indo além do mundo acadêmico, promovendo diálogos sobre as diversas áreas de atuação do nutricionista até o SUS (Sistema Único de Saúde)”, explica.

A programação do evento conta com minicursos, palestras, discussões temáticas, concurso de receita e um jantar de confraternização na sexta-feira (30/8), dia de encerramento do evento.

Inscrições

O evento será aberto ao público, direcionado a estudantes e profissionais da área. A inscrição pode ser feita até a abertura do evento diretamente na coordenação do curso, localizada na sala 101 do Bloco S. Mais informações no telefone (48) 9 3431-2560.

Confira a programação completa clicando aqui.

Nutrição Unesc

Enquanto a expectativa de vida do ser humano aumenta, a corrida é para proporcionar saúde e tranquilidade a serem desfrutados ao longo dos anos. Em tempos de dietas infinitas e a famosa “moda fitness”, é possível perceber a preocupação da população com relação à alimentação, no entanto, nem sempre os caminhos escolhidos são os ideais.

Neste momento, a atuação do profissional Nutricionista é ainda mais importante, já que este tem o papel de trazer à tona a verdadeira busca pela promoção da saúde, o que tem total influência dos hábitos alimentares de cada cidadão. No curso de Nutrição da Unesc, o profissional sai bem preparado e com a capacidade de proporcionar as pessoas um plano completo e personalizado, preservando as necessidades e os desejos de cada um.

Conforme a professora e coordenadora do curso de Nutrição, Rita Suselaine Vieira Ribeiro, o profissional formado na Unesc é apto a resolver questões sobre a alimentação e a nutrição humana em todas as dimensões. “Seja na promoção, proteção e recuperação da saúde, bem como de doenças de indivíduos ou grupos populacionais. A área de atuação, portanto, cresce a cada dia e é muito mais ampla do que apenas o consultório. As oportunidades vão desde a atuação em escolas, hospitais, indústrias, quanto nos mais variados estabelecimentos de alimentação coletiva”, comenta.

Para a profissional, com o passar do tempo e a ascensão dos alimentos industrializados, o papel do nutricionista se tornou ainda mais importante para a população em geral. “Isso porque a maioria dos óbitos ainda é causado por cardiopatias ou diabetes, por exemplo. Tudo tem a ver com a nutrição, e precisamos perceber isso. Hoje se vive mais, mas temos que oportunizar a vida com qualidade”, completa.

Como meios para acessar tanto conhecimento e encontrar os caminhos para a promoção da saúde, a estrutura do curso de Nutrição da Unesc oferece todo o diferencial com laboratórios de técnica dietética e tecnologia dos alimentos, avaliação nutricional, bromatologia, anatomia, fisiologia, microbiologia e parasitologia, além do Ambulatório de Nutrição, na Clínica Integrada da Unesc.

Trabalho dentro de cada realidade

Além de estar bem preparado com técnicas e conhecimentos atuais, o nutricionista formado na Unesc recebe a capacitação e realiza práticas importantes para saber adaptar as orientações necessárias à realidade de determinado público. “Dentro do Sistema Único de Saúde, o profissional pode atuar com uma equipe multiprofissional cuidando das orientações de hábitos alimentares dentro da disponibilidade de ingredientes que a família vai ter acesso, por exemplo. Ele vai pensar desde a lista do supermercado dessa família até a forma de preparo. É uma grande responsabilidade”, destaca a coordenadora do curso.

Ainda entre os princípios abordados nas disciplinas, de acordo com Rita, está inclusive a forma de cultivo dos alimentos. “Fazemos questão de que eles reflitam sobre todo o processo, que saibam a importância da forma de plantar e das pessoas que fazem isso, buscando sempre os melhores produtores e aqueles que evitam a utilização de agrotóxicos. É importante que eles dominem também essa escolha”, salienta.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing
Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 23 de agosto de 2019 às 17:02
Compartilhar Comente

Projeto Viver SUS: dia de embarcar em uma grande experiência

Projeto Viver SUS: dia de embarcar em uma grande experiência
Estudantes da área da saúde e residentes estarão em sete municípios até sexta-feira (19/7) (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

O campus da Unesc foi tomado pelo desejo de fazer a diferença e os 70 participantes do Viver SUS (Projeto Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde) embarcaram em mais uma jornada. A segunda-feira (15/7) amanheceu fria e chuvosa, mas logo foi aquecida pelos estudantes da área da saúde e residentes do Programa de Residência Multiprofissional da Universidade. Eles estarão em sete municípios do Sul catarinenses até sexta-feira (19/7), para aprender e colaborar com os processos voltados ao SUS. Nesta edição, o evento será marcado pelo aniversário de 25 anos da Estratégia Saúde da Família. 

A animação dos participantes é resultado do novo formato do Projeto Vivências e Estágios na Realidade do Sistema Único de Saúde, com foco na prática e na inserção comunitária. “A ideia é aproximar os integrantes e a comunidade, em uma forma mais atuante de atendimento. Este novo olhar proporcionará momentos de observação das demandas em saúde e de construção para atende-las. Nos dias finais de experiências, o que foi pensado resultará em ações práticas que farão diferença na realidade local”, conta o assessor de Ações Comunitárias e atual coordenador do projeto, Rafael Amaral.

A residente Nayara Moraes está participando pela primeira vez. Ela viu no Viver Sus a possibilidade de colaborar. “Estou muito entusiasmada com a experiência de vivenciar a realidade e poder auxiliar nos assuntos de necessidade local. É uma oportunidade única e espero contribuir com melhorias para as problemáticas do município”, afirma.

Já Taira de Oliveira, também residente, está participando pela terceira vez. Para ela, o Viver Sus vai além de um projeto de extensão. “É um paradigma na vida profissional de quem participa. Quando participei em 2016, a primeira vez, não imaginava os efeitos que causaria em minha trajetória. Hoje sou psicóloga. Minha profissão é voltada, em grande maioria, para um público particular. Assim o Viver SUS me fez ver além do consultório, e me mostrou uma rede de atenção que funciona, e pode proporcionar qualidade de vida aos usuários”, destaca.

Para a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, histórias como as Taira e Nayara se completam e dão vida ao Projeto. “A troca de conhecimentos resulta em contribuições para o município, para a trajetória profissional dos participantes e para a integração dos colegas e das áreas de conhecimento. É um novo olhar, que transforma realidades e relações ao aproximar a Universidade da comunidade”, afirma.

Nesta edição, os representantes da Unesc estarão presentes em Criciúma, Nova Veneza, Sangão, Jaguaruna, Turvo, Sombrio e Balneário Gaivota, comtemplando as regiões da AMREC (Associação dos Municípios da Região Carbonífera), AMUREL (Associação dos Municípios da Região de Laguna) e AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense).

Estão presentes no Projeto acadêmicos dos cursos de Biomedicina, Enfermagem, Educação Física - Bacharelado, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Psicologia e Odontologia da Universidade, e os residentes do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Básica, Saúde da Família e Saúde Mental. Antes de os municípios receberem os visitantes, os integrantes participaram de uma capacitação.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 15 de julho de 2019 às 10:40
Compartilhar Comente

Mobilidade Acadêmica: Estudantes da Unesc podem estudar fora do Brasil

Mobilidade Acadêmica: Estudantes da Unesc podem estudar fora do Brasil
Oportunidade oferece 19 vagas até o dia 5 de outubro (Foto: Divulgação) Mais imagens

França, Espanha, México, Portugal, Uruguai e Perú. Os destinos são muitos e os estudantes da Unesc podem aproveitar o programa de Mobilidade Acadêmica para estudar fora do Brasil. As inscrições podem ser feitas no Escritório de Relações Internacionais até 5 de outubro, de segunda a quinta-feira, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas, e na sexta-feira das 8 às 12 horas. O espaço fica localizado na sala 1 do Bloco do Estudante e atende pelo telefone (48) 3431-2660.

A oportunidade oferece 19 vagas para os cursos: Arquitetura e Urbanismo, Administração, Comércio Exterior, Engenharia Ambiental e Sanitária, Ciências Contábeis, Direito, Biomedicina, Farmácia, Odontologia, Ciências Econômicas, Fisioterapia, Letras, Artes Visuais, Enfermagem, Geografia, História, Nutrição, Ciências Biológicas, Psicologia e Matemática.

Os estudantes selecionados iniciam os estudos no primeiro semestre de 2019. Confira os destinos e normas de participação clicando aqui.

Seleção

Para realizar a inscrição, o candidato deve ter em mãos uma cópia do RG e do CPF, o histórico escolar original emitido pela Centac e preencher o cadastro no Escritório de Relações Internacionais.

O processo seletivo é realizado pela análise da média geral do histórico escolar do acadêmico. Os estudantes selecionados são submetidos a um novo processo seletivo na Universidade de destino. O resultado final será divulgado em edital no portal Unesc, no dia 9 de outubro.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 21 de setembro de 2018 às 18:32
Compartilhar Comente

Projeto da Unesc leva oportunidades a jovens do Bairro Cristo Redentor

Projeto da Unesc leva oportunidades a jovens do Bairro Cristo Redentor
Cerimônia de entrega dos certificados ocorreu na tarde desta quinta-feira (Foto: Divulgação) Mais imagens

Na culinária, nova oportunidade para ingressar no mercado de trabalho e reescrever uma história de vida. O projeto extensão da Unesc “Curso de Culinária Profissional e Segurança Alimentar” promoveu qualificação profissional a 26 pessoas, entre mulheres e adolescentes de comunidades próximas ao Bairro Cristo Redentor. A cerimônia de entrega dos certificados ocorreu na tarde desta quinta-feira (7/12) na Associação Abadeus, que cedeu espaços e apoio profissional para a realização das aulas.

A professora da Unesc Fabiane Fabris é uma das coordenadoras do projeto e explica que o objetivo vai além de ensinar a cozinhar. “É mais um meio de enfrentar a exclusão social e reeditar o caminho, por meio da qualificação profissional, que é um dos nossos principais objetivos. Nesta edição participaram as mães dos alunos, com baixa escolaridade, mas que também podem crescer profissionalmente”, comenta.

Fabiane ressalta ainda que o mercado também ganha com a capacitação dos trabalhadores. “Quem dá uma oportunidade de trabalho sabe que está contratando mulheres e jovens tecnicamente preparados para atuar, como cozinheiros ou manipulares de alimentos”.

A oportunidade foi oferecida a alunos do programa Jovem Aprendiz, da Abadeus, como Daniela de Souza Goulart, que participou do curso e conta que é uma porta que se abre para o futuro. “Aprendemos muito e trocamos bastante experiência. O que vimos aqui vai agregar ao nosso currículo e até influenciar positivamente no lado pessoal, em uma alimentação mais saudável”, destaca.

Ao todo foram realizados 12 encontros, de março a novembro de 2017. As aulas foram ministradas pela professora Fabiane, bolsistas e voluntários, que desenvolveram conhecimentos nas partes teóricas e práticas, com a elaboração de 28 receitas.

O próprio negócio

Além de buscar possibilidades no mercado, o curso também fomenta o espírito empreendedor. “Eles podem aproveitar os conhecimentos para montar seu próprio negócio ou vender os produtos produzidos de forma autônoma em suas comunidades. Nada garante mais a dignidade do ser humano do que ter um trabalho e se auto sustentar”, comenta a professora da Unesc e participante do  projeto Janete Triches.

A capacitação é vinculada a Propex (Pró-Reitoria de Pós-graduação, Pesquisa e Extensão) em parceria com os cursos de Nutrição e Direito. Integram o projeto as acadêmicas do curso de Nutrição Karoline Duminelli, Kelly Gaspar da Silva e Heidy Mara Andrade da Luz.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

07 de dezembro de 2017 às 17:32
Compartilhar Comente