AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Unesc promove minicurso sobre sabedoria indígena e cultura da paz

Unesc promove minicurso sobre sabedoria indígena e cultura da paz
Também será apresentado um panorama de contato com povos tradicionais (Foto: Arquivo) Mais imagens

Um dia para conhecer e aprender com a cultura indígena na Unesc. O minicurso “Indigenismo: mediação de conflitos e cultura de paz” está com inscrições abertas. Ministrado pelo ex-coordenador da Funai (Fundação Nacional do Índio), Nuno Nunes, o encontro ocorrerá no sábado (25/5), das 8 às 17 horas, na sala 5 do Bloco N.

O coordenador do Programa Ânima, João Batanolli, responsável pela vinda do minicurso, conta que o objetivo é esclarecer dúvidas e aproximar a Universidade dos povos Indígenas. Ele explica que durante a troca de informações serão abordados temas voltados às técnicas culturais dos povos indígenas, com o objetivo de diminuir conflitos e construir uma cultura de paz.

“Será um contato sem preconceitos e sem interesses fúteis. O evento proporcionará momentos para reconhecer e aprender, reforçando as políticas de diversidade fomentadas na Instituição. A identidade da Unesc preza por reconhecer e valorizar a diversidade presente em nossas raízes”, afirma Batanolli.

Também será apresentado um panorama sobre normas e meios de contato com povos e comunidades tradicionais. As inscrições podem ser feitas no e-mail Lapis@unesc.net.

Cultura indígena presente na Universidade


Para seguir aprendendo com a cultura indígena, o Ânima estabeleceu ações continuadas com os povos. Segundo Batanolli, a área desperta interesse em diversos segmentos dentro da Universidade. “Encontramos contextos valiosos de autoconhecimento e de cultura de paz que agregam em espaços de estudos da Instituição, como a área ambiental, de diversidades e direitos”, explica.

O evento também é uma realização do Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), Neab (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas), Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Secretaria de Diversidades e Políticas de Ações Afirmativas, PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais), Comavh (Comissão de Meio Ambiente e Valores Humanos) e Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

21 de maio de 2019 às 17:08
Compartilhar Comente (1)

1 comentário

MARIA PANKARARU

26 de maio de 2019 às 21:42

Por que não fazem um debate com os próprios indígenas? Seria bem mais interessante dar voz aos povos indígenas.

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito