Geografia

Acadêmicas debates sobre o papel da Supervisão Escolar

Na última segunda feira, dia 14.11.22, a 7a fase do curso de Pedagogia, sob a orientação da professora Zélia Medeiros Silveira, realizou um importante debate sobre o papel da Supervisão Escolar nas escolas. A mesa foi composta por três gestoras de escolas de Educação Básica de Criciúma/SC. O evento teve como objetivo refletir sobre a profissão do supervisor escolar, seus desafios e perspectivas, articulando as teorias estudadas durante o semestre com a prática pedagógica materializada no cenário educativo. 24 de novembro de 2022 às 21:33
Compartilhar Comente

Projetos de Extensão são socializados em Fóruns na Unesc

Projetos de Extensão são socializados em Fóruns na Unesc
Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, apresenta nesta quinzena de novembro, suas atividades realizadas por professores e acadêmicos Mais imagens

A diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias (Dirext) da Unesc realiza nesta quinzena do mês de novembro o Fórum “Socializar as atividades desenvolvidas pelos projetos de extensão”. O objetivo é divulgar as ações que estão sendo realizadas pela Universidade, e servem para avaliar os programas extensionistas realizados no período, bem como, analisar as propostas sugeridas, para o futuro planejamento e fortalecimento da Extensão na nossa Universidade Comunitária. Os encontros ocorrem em seis etapas e são divididos por área de conhecimento e os do Território Paulo Freire I e II.

Nesta quarta-feira (16/11), no auditório Edson Rodrigues, foram apresentadas, por meio de pitches, as atividades da área de Ciências Sociais Aplicadas (CSA). No período noturno foi a vez das ações desenvolvidas nas Ciências, Engenharias e Tecnologias (CET). Na manhã de quinta-feira (17/11), foram apresentados os programas da área das Ciências da Saúde e no vespertino os trabalhos de Humanidades, Ciências e Educação.

Na próxima segunda-feira (21/11), à tarde, no Bloco O, serão demonstrados os resultados dos Territórios Paulo Freire I e II. O encerramento dos Fóruns ocorre no período vespertino, no Bloco R, com a presença de todos os extensionistas, onde serão apresentadas as propostas dos envolvidos, e que norteará o Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI) e os editais para o próximo biênio. As sugestões serão compiladas dos questionários que professores e alunos estarão respondendo neste período.

Aumento das atividades

Os professores ainda mencionaram que, em comparação com os editais de projetos internos da Unesc neste último biênio (2021/2022) com o biênio anterior (2019/2020), ocorreu um aumento de 25% no número de atividades. Atualmente, a diretoria desenvolve cerca de 80 projetos executados por meio dos editais 358, 359 e 360 e com a participação de 217 docentes e cerca de 160 alunos.

Números que impressionam

Os números das atividades extensionistas são gigantes e marca a presença da Unesc como uma Universidade Comunitária que se faz presente nos mais diversos segmentos da sociedade do Extremo Sul Catarinense. São mais de 221 projetos e programas realizados em mais de 45 municípios da Amrec, Amesc e Amurel, e no Rio Grande do Sul, com o engajamento em ações e projetos de extensão de 729 acadêmicos bolsistas e 82 voluntários, dentro  dos editais internos, externos, setores e realizados pelos cursos.

ODS

Os projetos e programas atendem aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Neste ano foram 52 ações comunitárias realizadas que beneficiaram cerca de 4 mil pessoas.

Graduação Multi

A partir de 2023 todos os cursos da Graduação Multi terão atividades curriculares de extensão, computando o mínimo de 10% do total da carga horária do curso em extensão ligadas a comunidade externa da instituição.

Universidade premiada

A nossa Universidade Comunitária, participante da Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe), por anos consecutivos vem sendo reconhecida com o Prêmio de Responsabilidade Social conferido pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), e pelo Top Of Mind, como a marca mais lembrada do estado, e por ser a Universidade mais empreendedora de Santa Catarina.

Para a diretora da Dirext, Fernanda Sonego, todas essas iniciativas é para a prezar pela indissociabilidade do ensino, pesquisa e extensão, atrelando a inovação e a cultura como transversais ao processo de aprendizagem. "Também valorizamos a experiência como o grande diferencial na formação de nossos acadêmicos. Motivos pelos quais temos contribuído significativamente para o desenvolvimento social, econômico, cultural, político de toda nossa região”, afirmou.

Mesmo estando em Aracajú(SE), representando a Universidade em um encontro de Educação Superior, a pró-reitora de Pós-graduação, Pesquisa, Inovação e Extensão Comunitária (Propiex), Gisele Coelho Lopes, transmitiu sua mensagem via Google-Meet aos participantes nas duas oportunidades do dia.

“Nosso intuito é entender o que fizemos, mas também refletir quais são as oportunidades que nós temos para poder aprimorar aquilo que estamos fazendo. Vivemos um momento diferente dos últimos anos, em que a Extensão se coloca, cada vez mais, como lugar estratégico na nossa instituição. Ela possibilita também, aos nossos estudantes, uma experiência formativa, não somente  pela perspectiva do Edital, mas também na curricularização da Extensão, colocando o acadêmico no centro deste conhecimento", destacou Gisele.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

21 de novembro de 2022 às 15:48
Compartilhar Comente

Aprendizado fora da sala de aula: acadêmicos dos cursos de Pedagogia e Geografia saem a campo

Aprendizado fora da sala de aula: acadêmicos dos cursos de Pedagogia e Geografia saem a campo
Atividade foi desenvolvida na cidade de Treviso Mais imagens

Os acadêmicos dos cursos de Pedagogia e Geografia foram estimulados a muitas descobertas no domingo (23/10) durante saída de estudos para o município de Treviso. A atividade está relacionada ao cumprimento da curricularização da extensão dos estudantes, que depois de estudos teóricos e experimentos em sala de aula, visualizaram isso na prática.

No roteiro de atividades esteve a visita ao espaço do Instituto Alouatta, que é uma entidade que atua principalmente no estado de Santa Catarina, desde 2005 e tem como objetivo principal a fomentação do ecoturismo, com base econômica sustentável, aliada à educação e a conservação ambiental.

A coordenadora adjunta do curso de Geografia, Andréa Rabelo Marcelino, salientou que foram momentos de muita aprendizagem, pois os participantes conseguiram usar " lentes" de interdisciplinaridade no espaço natural e que tudo está conectado.

“Na atividade de campo foi possível ter aula na "sala passarinho", ou seja, uma sala de aula em meio a vegetação, ao ar livre”, comentou Andréa.

A atividade foi conduzida por dois estudantes da oitava fase do curso de Geografia que fizeram o planejamento, a organização e o acompanhamento durante a atividade, que faz parte da pesquisa de trabalho de final de curso.

Após esses estudos de campo, os estudantes devem planejar uma aula atrelada com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), apresentando materiais pedagógicos para serem trabalhados em sala de aula e, no final do semestre letivo, uma apresentação em seminário. 

Professores de diferentes áreas do conhecimento estiveram envolvidos na ação: Andréa Rabelo Marcelino (Processos Pedagógicos Geografia), Yasmine de Moura da Cunha (Geologia, PCC VIII e Recursos Hídricos e Zenaide Topanotti (Processos Pedagógicos de Ciências), e Ricardo Luiz de Bittencourt (Didática I).

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

25 de outubro de 2022 às 09:38
Compartilhar Comente

Unesc está com inscrições abertas para o Pibid e Residência Pedagógica

Unesc está com inscrições abertas para o Pibid e Residência Pedagógica
Mais imagens

Acadêmicos de Licenciatura da Unesc e professores das redes públicas estadual e municipal de ensino tem mais uma grande oportunidade de ampliarem conhecimentos. A Unesc está com inscrições abertas para o processo seletivo de bolsistas para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e o Programa Institucional de Residência Pedagógica. Interessados podem se inscrever até segunda-feira (03/10) nos dois programas do governo federal.

Os projetos acolhem acadêmicos que tenham cursado o mínimo de 50% do curso ou estejam frequentando a partir do 5º período e professores com dois anos de experiência no magistério na Educação Básica. 

Além de garantirem diferenciais para seus currículos, os selecionados receberão uma bolsa de estudos como auxílio financeiro mensal e pagamento de acordo com o cronograma da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O resultado preliminar será divulgado dia 5 de outubro pelo site da Unesc.

“É uma ótima oportunidade de ampliar os conhecimentos na escola. Tanto o Pibid quanto a Residência Pedagógica visam proporcionar aos acadêmicos uma aproximação prática com o cotidiano das escolas públicas de educação básica e com o contexto em que estão inseridos”, comenta Schlickmann. 

Sobre os programas:

O Pibid oferece bolsas de iniciação à docência a estudantes de cursos de licenciatura que desenvolvam atividades pedagógicas em escolas da rede pública de educação básica; a coordenadores institucionais que articulem e implementem o programa em universidades ou institutos federais de educação, ciência e tecnologia; a coordenadores de área envolvidos na orientação aos bolsistas e, ainda, a professores de escolas públicas responsáveis pela supervisão dos licenciandos.

O Programa de Residência Pedagógica, da Capes, tem a finalidade de contribuir para o aperfeiçoamento da formação inicial de professores da educação básica nos cursos de licenciatura. O objetivo é induzir o aperfeiçoamento da formação prática nos cursos de licenciatura, promovendo a imersão de licenciandos na escola de educação básica, a partir da segunda metade de seu curso.

Regras, editais e inscrições

São 180 bolsas disponíveis entre os cursos de Arte, Ensino Religioso e História, Educação Física Licenciatura, Matemática, Geografia, Química, Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Pedagogia e 25 bolsas para os professores das redes públicas estadual e municipal.

As regras completas para participação e a documentação necessária para concorrer às vagas podem ser encontradas nos editais já publicados no site da Unesc.

Pibid

Professor supervisor

Edital: https://www.unesc.net/portal/capa/index/231/0/0/componente/processo/ver/1/142/2022/2

Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSd12Noa_J3TtJnbfpYz6keIFDxY3R81wSgQEBlmpDvE-JtDWg/viewform

Aluno bolsista

Edital: https://www.unesc.net/portal/capa/index/231/0/0/componente/processo/ver/1/141/2022/2

Inscrições:

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfrgP8QDfPfA545NVjsJgjbOhdIY0cc7-PmEV-JjthKZRCkvg/viewform

Residência Pedagógica

Professor preceptor 

Edital: 

https://www.unesc.net/portal/capa/index/231/0/0/componente/processo/ver/1/219/2022/2

Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScVYgWTESJQAk1lnM6lADidszSOUnVIBbICJTxeK_We6vz6KA/viewform

Aluno bolsista 

Edital: https://www.unesc.net/portal/capa/index/231/0/0/componente/processo/ver/1/218/2022/2

Inscrições: 

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfrgP8QDfPfA545NVjsJgjbOhdIY0cc7-PmEV-JjthKZRCkvg/viewform


 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

30 de setembro de 2022 às 13:10
Compartilhar Comente (1)

Acadêmicos do curso de geografia realizam atividade em Treviso

Acadêmicos do curso de geografia realizam atividade em Treviso
Trilha serviu para conhecer e analisar os aspectos físicos e turísticos da região (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Conhecer e analisar os aspectos físicos e turísticos da região. Esse foi o objetivo da saída de campo dos acadêmicos do curso de Geografia da Unesc, no domingo (25/09).

Acompanhados da professora de Estágio VI, Andréa Rabelo Marcelino, os alunos realizaram a trilha dos "Dois Dedos de Deus" localizada no parque Bela Vista no município de Treviso.

Para a professora, foi um momento de muito aprendizado, e claro, desafios. “Foi um dia enriquecedor com muitos desafios, risos, superação, parceria, atenção e observação para todos os lados, além de muita aprendizagem no espaço natural onde a harmonia do som dos pássaros, da água, brisa do vento e o cheiro da mata prevaleceu”, contou.

Segundo ela, a metodologia dinâmica, por meio da saída de campo desperta a curiosidade dos acadêmicos, permitindo o aprendizado e estimulando-os a participarem de forma prazerosa. “A aula de campo contribui no ensino da geografia e é uma ferramenta indispensável para o aprendizado”, finalizou.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

27 de setembro de 2022 às 09:57
Compartilhar Comente