AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Companhia de Dança Unesc é premiada em Mostra de Dança em Sombrio

Companhia de Dança Unesc é premiada em Mostra de Dança em Sombrio
O bailarino Marcos Rosso Alves recebeu o prêmio de Melhor Bailarino na 3° Mostra de Dança do Sombrio Moda Shopping (Foto: Divulgação) Mais imagens

O bailarino Marcos Rosso Alves, integrante da Companhia de Dança Unesc, recebeu no último domingo (11/12) o prêmio de Melhor Bailarino da categoria sênior da 3° Mostra de Dança do Sombrio Moda Shopping, na cidade de Sombrio. Egresso do Curso de Ciências Biológicas da Unesc, o artista apresentou-se com a coreografia Bho Shambho, de dança indiana. 

A Companhia de Dança Unesc ainda se apresentou com outras três coreografias na categoria sênior: variação masculina, com “Carnaval em Veneza” (ballet clássico de repertório), grupo, com “Saudade Sem Fim“ (Jazz) e performance, com “Danças Urbanas”.

Marcos, emocionado, afirmou que participar do evento foi uma experiência muito gratificante. “Estar na presença de bailarinos formidáveis é sempre uma emoção muito grande,e poder levar aquilo que acredito e me dedico todos os dias aos palcos e compartilhar isso com o público é um momento único”, comentou o bailarino, que mostrou-se honrado por receber o prêmio. 

“Ter esse reconhecimento faz você conseguir enxergar o caminho que te fez chegar até aquele momento e ter a certeza que de está no caminho certo. É simplesmente incrível”, afirmou. “Agradeço muito aos jurados pela avaliação e reconhecimento e à minha mestra, Krishna Sharana, como também a Instituição e a Companhia de Dança Unesc pela oportunidade de subir, mais uma vez, aos palcos e mostrar o temos de melhor, que é a nossa arte”, concluiu.

Paula Gregório Gonçalves, coreógrafa da Companhia, avaliou como positiva a participação do grupo no festival. "Somos ainda um grupo em desenvolvimento, e nesse sentido, nosso desempenho foi incrível”, destacou. “Com o tempo, os bailarinos irão adquirir experiência e conhecimento em cena, e apostamos que em 2023 será um ano de grandes resultados para a Cia de Dança Unesc”, conclui.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de dezembro de 2022 às 18:11
Compartilhar Comente

Acadêmico de Artes Visuais da Unesc é finalista de prêmio catarinense de arte contemporânea

Acadêmico de Artes Visuais da Unesc é finalista de prêmio catarinense de arte contemporânea
Lucas Pereira Elias foi indicado para premiação promovida pela Aliança Francesa, o principal da categoria no estado (Foto: Divulgação) Mais imagens

O acadêmico do curso de Artes Visuais da Unesc, Lucas Pereira Elias, é um dos finalistas do Prêmio de Arte Contemporânea 2022 da Aliança Francesa, principal prêmio de artes visuais do estado de Santa Catarina. O estudante da 6ª fase, residente de Sombrio, está concorrendo com os artistas Bill Or, de Itajaí, e Maurício Igor, de Florianópolis, e o grande vencedor receberá como prêmio uma residência artística de três meses na Cité Internationale des Arts, em Paris.

No trabalho, Lucas elabora narrativas poéticas e políticas a partir da observação de objetos cotidianos, principalmente em aquarela sobre papel, bordado e acrílica sobre lona. Alia a pesquisa sobre temática ambiental que parte de uma relação afetiva e familiar, principalmente com sua avó, uma pescadora que nasceu às margens do Rio Araranguá, propondo o debate sobre a questão ambiental a partir do viés da tradição e da memória.

Embora ainda jovem, o artista já passou por mostras importantes como a 30º Mostra de Arte da Juventude no Sesc Ribeirão Preto, em 2021 e o 17º Salão Ubatuba de Artes Visuais de 2021, além de ter recebido o prêmio Perspectiva Futura no 19° Território da Arte de Araraquara em 2022.

O grande vencedor do Prêmio de Arte Contemporânea 2022 da Aliança Francesa será anunciado na abertura da exposição, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis, no dia 30/11 às 19h.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

25 de novembro de 2022 às 15:15
Compartilhar Comente

Exposição “Vida, Encantos e Cores” será inaugurada no Espaço Cultural “Toque de Arte”

Exposição “Vida, Encantos e Cores” será inaugurada no Espaço Cultural “Toque de Arte”
Fotografias da observadora de aves Isabel Coradi Gomes serão expostas até o dia 23 de dezembro (Foto: Divulgação) Mais imagens

A exposição “Vida, Encantos e Cores”, da fotógrafa gaúcha Isabel Coradi Gomes, será inaugurada na próxima terça-feira, dia 18 de outubro, às 20h, no Espaço Cultural Unesc “Toque de Arte”. A exposição, que estará disponível para visitação até o dia 23 de dezembro, conta com fotografias das mais diversas espécies de aves que habitam o Sul catarinense, especialmente na região turística Encantos do Sul. 

A exposição ocorre por meio da Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias e do Setor de Arte e Cultura da Universidade, e o responsável pela curadoria é Paulo Renato Leites, coordenador de projetos do Instituto Alouatta.

A coordenadora do Setor Arte e Cultura da Unesc, Amalhene Baesso Reddig, celebra a vinda da exposição para a Universidade. “Há tempos vínhamos aguardando a oportunidade de reunir aqui no Espaço Cultural Unesc “Toque de Arte” o Clube de Observadores de Aves/SC, e esse momento finalmente chegou”, afirma Amalhene. “É uma oportunidade de conhecermos o olhar da artista para a natureza, para as aves, para o colorido, e estamos felizes com esse momento de celebrar a vida e a aproximação do ser humano com o meio ambiente”, completa.

Isabel Coradi Gomes nasceu em 1969 na cidade de Osório-RS e atualmente reside em Criciúma. Observadora de aves e fotógrafa, ela também é sócia fundadora do OBA – Clube de Observadores de Aves/SC, organização que busca incentivar e fomentar a prática da observação de aves no estado de Santa Catarina.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

11 de outubro de 2022 às 15:46
Compartilhar Comente

Curso de Artes Visuais promove exibição de documentário "Panorama"

Curso de Artes Visuais promove exibição de documentário
Diretores Daniel Leão e Djuly Gava estiveram no evento, ocorrido na noite da última quarta-feira (05/10) (Foto: Divulgação) Mais imagens

O Curso de Artes Visuais recebeu na noite de quarta-feira (05/10), os diretores do documentário Panorama, Daniel Leão e Djuly Gava, para uma exibição do curta-metragem seguido de uma conversa. O material audiovisual é um documentário de arquivo feito com as imagens dos moradores do Conjunto Habitacional Panorama, o maior condomínio popular de Florianópolis, composto por 800 apartamentos distribuídos em 41 blocos e  onde vivem cerca de cinco mil pessoas. 

Contemplado no Prêmio Catarinense de Cinema de 2020, o filme foi editado ao longo dos últimos dois anos, com imagens coletadas no início de 2019, quando seis pesquisadores fizeram, por duas vezes, um porta-a-porta em todos os apartamentos do imóvel. Mais de 40 famílias participaram do projeto que coletou mais de cinco mil imagens.

Os estudantes da disciplina “Linguagem de Vídeo” do curso de Artes Visuais, que estão elaborando roteiros para a produção de um curta metragem, conheceram melhor o processo de produção de um projeto audiovisual desta escala a partir da conversa com os diretores, que teve mediação da professora Silemar Silva.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

06 de outubro de 2022 às 17:29
Compartilhar Comente

Unesc realiza Mediações Culturais em exposição “Enlaces Afetivos”

A exposição “Enlaces Afetivos”, da artista plástica Silvana Búrigo, está disponível para visitação até o próximo dia 17 de setembro no Espaço “Toque de Arte”, na Unesc. Nesta reta final, escolas e instituições que desejam trazer seus alunos para uma mediação cultural, realizada pela equipe do Setor de Arte e Cultura, podem preencher o formulário de inscrição neste link

Dentro de cada obra de “Enlaces Afetivos”, a artista, como hábil bordadeira, conta a sua história de vida. Em suas composições ela resgata as memórias de infância em Criciúma, Balneário Rincão e Cocal do Sul, além de suas lembranças da juventude em frequentes passagens pela capital Florianópolis, que também são traduzidas por meio das agulhas, panos, linhas coloridas e nós.

A exposição, que tem a curadoria de Anna Moraes, demonstra todo o carinho da artesã com as pessoas que compartilharam com ela as cenas das diversas fases da vida. Os trabalhos são ricos em detalhes e apresentam situações vivenciadas e imaginárias da autora.

Conforme a artista Silvana Burigo, o bordado é uma tradição aprendida em casa. “Eu aprendi com a minha mãe a bordar, a fazer tricô, crochê, todas essas habilidades manuais. Já com a minha avó materna eu aprendi o lúdico, a criatividade”, explicou. Todos os trabalhos de Silvana são acompanhados de textos curatoriais e individuais, que também são disponibilizados em braile.

A exibição artística é uma realização da Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, através do Setor Arte e Cultura, e foi contemplada pelo Edital de Exposição Temporária da Unesc, n° 293/2019.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

08 de setembro de 2022 às 14:54
Compartilhar Comente