Reitoria

Formação Continuada: Professores trocam experiências com especialista em aulas criativas

Formação Continuada: Professores trocam experiências com especialista em aulas criativas
Emilly Fidelix comanda atividades nesta sexta-feira (14/2) nos períodos matutino e vespertino no último dia da Formação Continuada de Docentes da Unesc (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

O último dia de Formação Continuada de Docentes da Unesc está rendendo intenso aprendizado aos professores participantes. Nesta sexta-feira (14/2) a Universidade recebe a doutoranda em História Cultural e criadora do projeto @SeLigaProf, Emilly Fidelix. Especialista em aulas criativas, Emilly está dividindo com os colegas professores ensinamentos e provocações sobre o novo formato necessário para a educação dos tempos atuais. As atividades da Formação Continuada de Docentes seguem até a noite desta sexta-feira, quando serão encerradas com encontro por áreas, recebendo profissionais das Ciências Sociais Aplicadas no Miniauditório do Bloco S.

Para Emilly o feedback recebido já no início das atividades demonstra o real interesse do corpo docente da Unesc em evoluir e tornar o conteúdo cada vez mais atrativo. “Hoje os alunos não querem mais só aquela aula expositiva. Eles querem participar e ser protagonistas desse processo. Para que esse processo seja cada vez mais assertivo é necessário repensar algumas questões e estar atualizado, assim como estamos fazendo hoje”, acrescenta.

Ainda nos períodos matutino e vespertino estão sendo realizadas também as sessões da atividade “Biblioteca: um espaço de aprendizagem”, ministradas pela coordenadora da Biblioteca Professor Eurico Back, Elisangela Just Steiner.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de fevereiro de 2020 às 12:10
Compartilhar Comente

Presidente do Conselho Nacional de Educação leva reflexões à Formação Continuada da Unesc

Presidente do Conselho Nacional de Educação leva reflexões à Formação Continuada da Unesc
Corpo docente da Universidade lotou o auditório Ruy Hülse para palestra de Luiz Roberto Curi (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

O cenário nacional no que diz respeito à educação sob os mais variados aspectos foi assunto, na noite desta terça-feira (11/2), no evento que abriu oficialmente as atividades de Formação Continuada da Unesc. O tema foi abordado pelo Presidente do Conselho Nacional de Educação, Luiz Roberto Curi, palestrante da noite, diante do auditório Ruy Hülse lotado pelo corpo docente da Universidade. A ação oficializou o início de uma série de atividades a serem realizadas ao longo da semana com foco na formação dos professores.

Ao levantar dados e comparações sobre diferentes temáticas, Curi salientou a necessidade da mudança não só no ensino, mas também nas suas formas de avaliação. “É fundamental que os indicadores regulatórios sejam completamente transformados em indicadores avaliativos de estímulo institucional. É imprescindível que a política regulatória dê margem à política institucional e que esta coloque como fator essencial em seu processo a transformação da sociedade a inclusão do cidadão e a geração de emprego”, salientou o presidente.

A oportunidade de estar entre uma plateia de professores e poder conhecer de perto a Unesc, conforme Curi, lhe oportunizou uma visão ainda mais positiva da Instituição. “Nós já conhecíamos a boa reputação da Universidade e pude vivenciar essa reputação hoje, conhecer melhor e qualificar a expressão ‘comunitária’. De fato, a Unesc tem um exemplo muito grande a dar para a região Sul e para o país. Vocês devem sentir orgulho de integrar uma Instituição como essa”, pontuou ainda.

Motivação e compromisso

Convocando o corpo docente da Universidade a encarar com todo o ânimo e dedicação mais um ano de grandes desafios, a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, fez questão de destacar o papel especial da Universidade por seu caráter comunitário, evidenciado pelo palestrante. “Vocês estão convidados a seguir conosco nesse processo de iniciar, no dia 26 de fevereiro, todos os nossos cursos operando na sua melhor capacidade. A nós, muito mais do que apenas ensinar, cabe a responsabilidade de formar, transformar e contribuir com o desenvolvimento socioeconômico, cultural e ambiental da nossa região”, enfatizou Luciane.

A mensagem deixada pelo diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, foi de que o corpo docente participe cada vez mais ativamente do processo de formação continuada, inclusive sugerindo temáticas dos encontros que acontecem ao longo de todo o ano. “A formação permanente é elemento crucial para que possamos repensar as práticas, os currículos, transformá-los, a medida que escolhemos as mudanças que faremos, e efetivá-los. Peço que, sobretudo, as suas salas de aula sejam transformadoras para os alunos que vem até aqui em busca de concretizar seus projetos de vida”, destacou.

O encontro, para a pró-reitora Acadêmica, Indianara Reynaud Toreti, marcou oficialmente o início de um ano de muitos desafios, entre os o de “desacomodar”. “É o momento de olharmos para a prática e pensar, juntos, de que forma é possível fazer com que a Instituição Comunitária seja cada vez mais e melhor. Fica o nosso pedido de que cada um de nós, enquanto professores, estejamos preocupados com a qualidade da aplicação da atividade profissional. Que possamos ter clareza do projeto pedagógico do curso no qual estamos inseridos, de como esse projeto conversa com o Plano de Desenvolvimento Institucional e com a missão da Universidade, além de como o nosso próprio fazer docente se relaciona com todo esse cenário”, apontou.

A mesa de autoridades do evento contou ainda com a presença do vice-reitor Daniel Ribeiro Preve, da pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Gisele Coelho Lopes, e da gerente regional de Educação, Ronisi Cristina Agostinho Silva Guimarães.

Programação

As atividades do Programa de Formação Continuada da Unesc seguem até sexta-feira abordando assuntos como universidade saudável, curricularização da extensão, comunicação corporativa, uso de tecnologia em sala de aula para aprendizagem efetiva, interação e mediação docente nas disciplinas a distância, aprendizagem baseada em problemas e baseada em projetos, entre outros. Confira aqui a programação completa. 

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

11 de fevereiro de 2020 às 23:39
Compartilhar Comente

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc
Mais imagens

Com ênfase na liderança de processos produtivos resoluções de conflitos, a Unesc irá receber nos dias 13 e 14 de agosto a palestra “A Sabedoria na Liderança dos Negócios: As emergências das experiências chinesas do Dr.Chan Kei Thong”, ministrada pelo próprio Thong. Aberta a comunidade externa e a forma de acesso é por meio de 1 kg de alimento não perecível.

Entre as pautas abordadas estão “A sabedoria da Liderança” e “O negócio como missão”. A palestra do dia 13 o público alvo são os Gestores de Empresas e Entidades e Gestores  e professores da Unesc. Além disso, Thong também palestrará para a gestores de escolas e secretários de educação, no dia 14 de agosto. Professores e gestores da Universidade estarão participando de todas as etapas que compõem o evento. Este é um passo à frente no processo de envolvimento de Professores e Gestores da Unesc neste novo ciclo de Inovação tecnológica de processos, produtos na universidade.

Conheça o palestrante

Dr. Thong é membro da equipe da Singapore Cru há 40 anos e co-fundador e CEO da LDi (Leadership Development International). Sob sua liderança na LDi, o empreendimento se tornou um dos sistemas mais influentes na educação internacional, com escolas espalhadas pela China e no Oriente Médio. O orçamento anual da empresa chega aos 35 milhões de dólares, empregando mais de 800 funcionários.

O palestrante possui Diploma Técnico da Singapore Polytechnic, Bacharel em Ciências em Administra pela Universidade de Nova York, Mestrado em Artes em Estudos Bíblicos pela Escola Internacional de Teologia, Mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual da Califórnia e doutorado honorário da Trinity Western University. Atualmente ele ministra cursos on-line de liderança, por meio do programa de Mestrado em Artes em Liderança da Trinity Western University, além de orientar líderes da China e do Oriente Médio.

Veja a programação completa

13 de agosto - Para gestores de empresas e entidades e gestores e professores da Unesc

- 15 às 18 horas – A sabedoria da Liderança

- 19h30 às 21h30 – O negócio como missão

14 de agosto - Para gestores de escolas e secretários de educação, gestores e professores da Unesc

- 9 às 12 horas – A liderança nos processos educativos e a resolução de conflitos

- 14 às 17 horas – Princípios de liderança para a construção de comunidades

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 09 de agosto de 2019 às 09:04
Compartilhar Comente

Formação Continuada para Docentes lança site Institucional

A Unesc iniciou mais um projeto de formação continuada para professores e coordenadores de cursos. O evento de abertura da formação para o segundo semestre de 2018, realizado na noite de segunda-feira, 23/7, teve o lançamento do site Institucional do Programa de Formação Continuada de Docentes da Unesc, www.formacaocontinuada.net. O evento também teve a palestra do pró-reitor Acadêmico da Ulbra (Universidade Luterana do Brasil), Pedro Antônio González Hernández.

O site do programa foi desenvolvido com o objetivo de formalizar e registrar as atividades realizadas na Universidade de acordo com os princípios da Formação Continuada. “Para pensar a Formação, visitamos as experiências que a Instituição tem e as perspectivas que o corpo docente nos passou, de acordo com as atividades que temos realizado e, dessa forma, conseguimos reunir e disponibilizar para os docentes os estudos que temos feito”, explica o diretor de Ensino de Graduação da Unesc, Marcelo Feldhaus. A página disponibiliza várias informações para os docentes e gestores dos cursos, como os Trajetos Possíveis que a Formação Continuada pode tomar, o passo a passo Ano a Ano que o programa pode ter até 2021, incluindo a agenda institucional e todo material de apoio do programa. 

O principal objetivo do programa é promover um espaço de conhecimento para o corpo docente, fortalecendo a indissociabilidade entre as atividades acadêmicas de ensino, pesquisa e extensão e norteando as ações de formação de professores para o exercício da docência na educação superior. A formação continuada acontece dias 23 e 24 de julho com palestras, rodas de conversas e diretrizes de aprendizagem. Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, a prática da docência deve se alinhar com o atual cenário que a educação está inserida. “Devemos iniciar e continuar uma reflexão da docência, dialogar com as mudanças e caminhar para o novo cenário. Por isso, temos que refletir o sobre o espaço que ocupamos enquanto docentes que somos e o que queremos transmitir para nossos alunos”, enfatiza.

A Formação Continuada é movida a partir de quatro conceitos. A formação, que se funda o processo de ensinar, a pedagogia universitária, sendo ela o espaço de resistência no qual a cultura de trabalho e de compartilhamento das ações deve-se apropriar, da docência universitária, que se resume no qual atividade que articula os processos de ensino e de aprendizagem no ensino superior e por fim cartografia, que se resume no acompanhamento e registro dos processos realizados.

Curricularização da Extensão

Após o lançamento da plataforma, a pró-reitora Acadêmica, Indianra Reynaud Toreti, e a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, explanaram sobre as atividades que foram realizadas pelo setor de Extensão na Universidade.

Desde 2014, as diretrizes do Plano Nacional de Educação preveem que 10% da carga horária devem ser empregadas através da extensão. “A partir disso, temos que ver como tratar o processo de curricularização na nossa Universidade com as nossas possibilidades e o cenário que estamos inseridos”, explana Indianara.

O evento ainda contou com uma palestra do pró-reitor Acadêmico da Ulbra (Universidade Luterana do Brasil), Pedro Antônio González Hernández, que abordou a curricularização dos programas de Extensão dentro das Universidades. “Devemos também pensar onde está a extensão dentro da Universidade, se ela está no mesmo patamar do Ensino e da Pesquisa, ou se ela está em convergência com as demais áreas”, pondera.

De acordo com ele, não há uma receita para ser seguida quando se fala de Extensão. “Deve-se tentar fazer uma similaridade entre a Extensão Comunitária com a Extensão Curricular, pois este é o diálogo que a Universidade tem com a comunidade”, explica.

A Extensão Comunitária se aplica nas atividades realizadas pelas Universidades para a comunidade e a Curricular nas atividades realizadas dentro da sala de aula. “Às vezes na sala de aula nós ensinamos técnicas para os alunos que não se aplicam efetivamente na comunidade que está posta para nós. Na odontologia, que é a área que eu trabalho, muitas vezes o profissional indica um remédio para o paciente que ele não tem condições de pagar, então realmente não se aplica o que ensinamos, então devemos observar o cenário que temos e assim ensinar”, comenta.

Segundo Hernández, a extensão deve relacionar-se na sociedade na qual a Instituição está inserida e uma das possibilidades pode ser através do Reconstrucionismo Social. “As diretrizes curriculares de uma Universidade devem caminhar junto com a comunidade. O currículo deveria ajudar aos alunos a transformar a sociedade, equipando os alunos com competências necessárias para conceber novas metas e efetuar mudanças”, acrescenta.

O evento contou com a participação de coordenadores, professores e gestores da Unesc. Hernández é natural de Cuba e ingressou na Ulbra em 1998, como professor do curso de Odontologia. Graduado em Estomatologia pelo Instituto Superior de Ciencias Médicas de La Habana, mestre em Cirurgia e TraumatologiaBuco-maxilo-faciais, pela Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Pelotas e doutor em Dentística Restauradora pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, atualmente ocupa o cargo de pró-reitor na Ulbra.

Texto e fotos Vitor Netto - Assessoria de Imprensa Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 24 de julho de 2018 às 08:00
Compartilhar Comente

Novo portal do programa de Formação Continuada Docente será lançado segunda-feira

Novo portal do programa de Formação Continuada Docente será lançado segunda-feira
Evento ocorre dentro de encontro de professores da Universidade (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Os professores da Unesc vão receber segunda-feira (23/7) uma ferramenta repaginada para auxiliar no o constante aperfeiçoamento dos professores. Às 19 horas, no Auditório Ruy Hülse, será lançado o novo portal do programa de Formação Continuada Docente, que apresentará as diretrizes formativas para o quadriênio de 2017-2021. O lançamento ocorre durante o primeiro dia da Formação Continuada para o segundo semestre de 2018.

Ela ocorre nesta segunda e terça-feira (23 e 24/7) e tem o intuito de consolidar um projeto acadêmico de excelência por meio do fortalecimento da indissociabilidade entre as atividades acadêmicas de ensino, pesquisa e extensão. Os professores interessados em participar, podem se inscrever no site do evento.

Curricularização da extensão, reflexões sobre a docência no ensino à distância, desafios e perspectivas da gestão universitária, entre outros assuntos, serão temas de debates e palestras durante o encontro.

Segundo o diretor de Ensino de Graduação da Unesc, Marcelo Feldhaus, a Formação Continuada de professores não é algo estático ou simples de se engendrar. “Muitos fatores são implicados nessa formação, o que, a partir da definição observada, torna substancial ressaltar o movimento realizado entre teoria e prática, ação e reflexão, a práxis que buscamos materializar no programa de Formação Continuada Docente. Esta maneira de ver a formação deve perpassar todo o próprio processo, permitindo interferências no ensino, na pesquisa, na extensão, enfim, no currículo, na organização da instituição, visando à qualidade da educação dos estudantes. Tais concepções devem ser analisadas, discutidas e refletidas para que a formação traga contribuições fundantes e transformações nas práticas dos docentes. Essas questões desdobram-se em pensar de que modo essa docência é vivida e se é possível pensá-la de outros modos”, afirma.

Programação e inscrições

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 20 de julho de 2018 às 13:38
Compartilhar Comente