Reitoria

Unesc na Tribuna Livre da Câmara de Vereadores de Criciúma

Unesc na Tribuna Livre da Câmara de Vereadores de Criciúma
O momento foi de destacar a atuação da extensão nas comunidades (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

A Unesc teve sua voz ouvida mais uma vez na Tribuna Livre da Câmara de Vereadores de Criciúma. A diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, e a assessora acadêmica da Diretoria, Sheila Martignago Saleh, foram ao espaço do legislativo nesta terça-feira (30/4) para destacar a atuação da extensão nas comunidades do Sul de Santa Catarina e convidar os presentes para o Dia da Extensão. “É importante estar aqui, mostrando aos representantes do povo que contribuímos e podemos fazer ainda mais”, ressaltou Fernanda.

Durante os 30 minutos de fala, as representantes da Unesc abordaram as definições da extensão, a Unesc como uma Universidade comunitária e os números da atuação na comunidade. “Receber a Unesc e poder conhecer mais esta atuação é uma honra. O trabalho e a dedicação para a comunidade é algo que orgulha toda a cidade de Criciúma”, afirmou o vereador Edson Paiol.

Atuação positiva

Em mais de 40 município do Sul catarinense e do norte do Rio Grande do Sul, os projetos de extensão da Unesc impactam a vida de 30 mil pessoas por ano, envolvendo mais de mil professores e disponibilizando 298 bolsas de estudos para alunos da graduação.

Para os próximos semestres, com a curricularização da extensão, a prática comunitária estará ainda mais presente na Instituição, com 10% da carga horária na Universidade destinada a ações em contato com a comunidade. “Quando a Unesc chega em um local, ela deixa sua herança. O trabalho realizado, pensado de acordo com a necessidade da região, modifica a realidade e ali perpetua positivamente em educação, saúde, auxílios e desenvolvimento”, destacou a diretora.

A expectativa é que o número de pessoas influenciadas cresça. Entre os dois primeiros meses do semestre, março e abril, já foram desenvolvidas nove ações e duas mil pessoas foram beneficiadas.

O vereador e acadêmico de Direito da Universidade, Marcos Meller, participou da sessão e destacou a importância da Unesc para a região. “O Sul não se imagina sem a Unesc. Quando falamos de extensão, lembramos de um importante assunto e muito fomentado na Instituição: O Artigo 170. Ele é uma luta presente que leva oportunidade de que pessoas da comunidade possam cursar uma graduação”, lembrou.

O Território Paulo Freire

Outro assunto abordado na Tribuna foi o Programa de Extensão Território Paulo Freire, um projeto que possui caráter multidisciplinar e atua dentro do território da Grande Santa Luzia. Segundo Sheila, a iniciativa abre as portas da Universidade para a comunidade e fomenta a criação de projetos pensados para a realidade da região. “Freire é o terceiro estudioso mais citado em todo o mundo e influência na educação de países fortemente desenvolvidos da Europa”, explica.

O assessor da Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Rafael Amaral, também esteve presente.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 30 de abril de 2019 às 20:14
Compartilhar Comente

Diálogos Unesc: Um espaço para falar sobre a Universidade e seu futuro

Diálogos Unesc: Um espaço para falar sobre a Universidade e seu futuro
Iniciativa promove encontros entre reitoria, colaboradores, professores e estudantes (Foto: Arquivo/Assessoria de Imprensa) Mais imagens

O Diálogos Unesc promoverá novos momentos para pensar e debater o futuro da Universidade. Nesta terça-feira (23/4) e quarta-feira (24/4), acadêmicos e a equipe da Reitoria estarão reunidos para os primeiros encontros da ação em 2019, no Auditório Ruy Hülse, das 19h30 às 20h30 e das 9h30 às 11h30, respectivamente. No dia 29, novos eventos serão realizados para conversas com colaboradores e professores.

A iniciativa, proposta pela Reitoria da Universidade, busca estabelecer uma aproximação com quem passa diariamente pela Instituição, ouvir reivindicações e até fomentar ideias em prol do desenvolvimento de cursos e setores.

A reitora, Luciane Bisognin Ceretta, explica que serão realizadas conversas em todos os semestres, possibilitando uma continuidade destas e acompanhamentos das reivindicações. “Aqui estamos dialogando e escrevendo o futuro da Universidade. Avaliar o andamento da Instituição e perceber o olhar do estudante é fundamental, pois estes são os olhares dos que estão em todos os lados da Unesc”, afirma a reitora.

Momento de ideias

Entre os assuntos levantados na última edição, em setembro de 2018, a universitária Vitoria Maria Vito, do curso de Biomedicina, propôs a realização de mais projetos que possam integrar acadêmicos, cursos de graduação da Universidade e experiências práticas. No primeiro semestre de 2019, o Vivercom (Vivências e Experiências na Comunidade), idealizado pela Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, levou estudantes e residentes às cidades do Sul catarinense durante cinco dias para desenvolver impacto social por meio de informações, serviços e cidadania.

Ao fim do último dia, mais de quatro mil pessoas passaram pelas atividades do projeto. Leia mais aqui.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 22 de abril de 2019 às 16:49
Compartilhar Comente

Unesc contribui com reinvindicações pelo desenvolvimento do Sul de Santa Catarina

Unesc contribui com reinvindicações pelo desenvolvimento do Sul de Santa Catarina
Estiveram presentes oito deputados integrantes da bancada do Sul (Fotos: Deize Felisberto) Mais imagens

A Unesc esteve presente em mais um momento de avanços para o desenvolvimento da região. Na tarde desta segunda-feira (15/4), os oito deputados que integram a bancada do Sul catarinense receberam as principais demandas das classes empresarial, social, política e educacional de Criciúma e região. O encontro foi realizado na Acic (Associação Empresarial de Criciúma) e as áreas de infraestrutura, logística, saúde e inovação tiveram destaque.

Resultados positivos e Centro de Inovação como prioridade

Em mais um momento de debates pelo Sul, as instituições e autoridades abordaram a conclusão do Plano de Desenvolvimento Regional e a instalação do Centro de Inovação em Criciúma, como forma de transformar a matriz econômica da região.

“O resultado foi positivo. Foram estabelecidos diálogos de apoio ao Sul catarinense e propostas pautas em comum, que beneficiarão toda a região. Dentro deste momento, identificamos dois pontos de extrema importância. O Plano de Desenvolvimento, que ditará o futuro do Sul, e o Centro de Inovação, que fomentará novas ideias, novos negócios e os novos rumos da economia e da inovação no Sul”, afirma a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta.

O presidente da Acic, Moacir Dagostin, também frisou a necessidade do Plano de Desenvolvimento Regional e do Centro de Inovação de Criciúma. “São de grande importância para que possamos trilhar os caminhos do futuro na região, criando novas possibilidade de crescimento”, destaca.

O prefeito de Criciúma e presidente da Amrec (Associação dos Municípios da Região Carbonífera), Clésio Salvaro, detalhou o momento atual de obras na região e apresentou reivindicações aos oito deputados que integram a bancada do Sul. Ele lembra que os 12 municípios da região representam uma população de mais de 450 mil habitantes e que as obras solicitadas são prioritárias para o desenvolvimento regional.

Também estiveram presentes no encontro a deputada estadual Ada Faraco de Luca; os deputados estaduais Felipe Estevão, Jessé Lopes, José Milton Scheffer, Luiz Fernando Vampiro, Rodrigo Minotto; o presidente da Alesc (Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina), deputado Júlio Garcia; e o deputado federal Ricardo Guidi.

Unesc pela inovação

Durante o encontro, o presidente do Comitê de Implantação do Centro de Inovação de Criciúma, Mario Gaidzinski, entregou um documento à bancada do Sul, reforçando a importância da implantação do Centro de Inovação e sugerindo que o Governo do Estado fomente a conclusão das obras do Complexo Educacional Nereu Guidi, prédio de propriedade da Unesc, que cederá o espaço para a construção do Centro.

A força do Sul

Destacado por Dagostin, em 2018 as principais instituições e personalidades políticas do Sul promoveram uma campanha pelo voto regional, denominada Vote pelo Sul, que cooperou na eleição dos representantes. O resultado foi de oito deputados estaduais e três federais eleitos.

As principais prioridades de Criciúma e região

  • Revitalização da Rodovia Jorge Lacerda;
  • Revitalização da Serra do Rio do Rastro (Recuperação de todo o pavimento, incluindo o asfalto e sistemas de drenagens, iluminação, sinalização e pinturas);
  • A quarta parte do Anel de Contorno Viário De Criciúma (com 2,6km, ligando o viaduto do Bairro Vila Zuleima à Rodovia Luiz Lazzarin, no Distrito do Rio Maina);
  • Pavimentação da Rodovia Jacob Westrup (Total de 12km, faltam 8km);
  • Conclusão da Rodovia SC-442 – que liga Cocal do Sul ao distrito de Estação Cocal em Morro da Fumaça. Com 10,8 km, sendo 7,5 km já pavimentado, e restando a ser pavimentado 800 mt, do lado Cocal do Sul; e 2,5 km, do lado Estação Cocal;
  • Rodovia Olívio Cechinel SC-445 – Necessidade de duas pontes de ligação da ciclovia;
  • Obras Complementares da Via Rápida (Uma alça em viaduto; Urbanização, drenagem, sinalização, iluminação e pinturas; Serviço de manutenção, roçadas);
  • Anel Viário de Cocal Do Sul (16,5 km de rodovia duplicada, do Centro de Urussanga ao Anel Viário de Criciúma);
  • Urussanga / Lauro Müller – SC 440, via comunidade de Santana (10 km a serem pavimentados);
  • Rodovia “Leste / Oeste” (Criciúma-Içara-BR101: São 9,6 Km ligando Esplanada, em Içara; à BR 101 e à Via Rápida no Bairro N. Senhora da Salete em Criciúma);
  • Desenvolvimento Regional (Pautar as ações para um desenvolvimento econômico e social de forma equilibrada e sustentável);
  • Concessão à iniciativa privada do trecho Sul, com distância entre as praças de pedágio e valores das taxas equivalentes aos da concessão do trecho Norte;
  • Anel de Contorno Viário de Biguaçu-São José-Palhoça.
  • Conclusão da Serra da Rocinha;
  • Conclusão da Serra do Faxinal;
  • Centro de Inovação de Criciúma;
  • Saúde: Fortalecimento e ampliação dos procedimentos de Média e Alta Complexidade-MAC, com mais leitos de UTIs, cirurgias, exames, transplantes, diminuindo o serviço de ambulancioterapia.

Aeroporto Regional de Jaguaruna

  • Infraestrutura de operação e de segurança;
  • Terminal de carga;
  • Novos voos.

Porto de Imbituba

  • Atração de novas rotas
  • Integração dos modais de transporte

Com informações de Deize Felisberto - Assessoria de Imprensa da Acic e Antonio Rozeng - Assessoria de Imprensa da Amrec

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 16 de abril de 2019 às 15:38
Compartilhar Comente

Projeto Tigrinhos chega a Passo de Torres

Projeto Tigrinhos chega a Passo de Torres
Unesc, Criciúma Esporte Clube e a Prefeitura assinaram convênio nesta segunda-feira (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Uma parceria entre a Unesc, o Criciúma Esporte Clube e a Prefeitura de Passo de Torres levará esporte, educação e cidadania às crianças do município Sul Catarinense. A assinatura do convênio “Projeto Tigrinhos: aqui nasce um sonho” foi realizada em encontro na tarde desta segunda-feira (1º/4), na Universidade.

A diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, representou a Unesc durante o encontro e destacou o impacto do projeto nas comunidades. “É uma bela iniciativa, com foco no esporte, na disciplina e na educação. Percebemos o avanço e as conquistas positivas na vida dos participantes”, destacou.

O prefeito de Passo de Torres, Jonas Gomes de Souza, avaliou a parceria como uma conquista para o município e ressaltou os trabalhos da Universidade no Sul Catarinense. “Para nossa realidade, o Projeto contribuirá de forma positiva. A imagem da Unesc e do Criciúma trarão um novo estímulo aos nosso profissionais e cidadãos. Será uma oportunidade de grande importância para a promoção da cidadania”, frisou.

Avanços importantes

Em 2018, o Tigrinhos passou por mudanças. Segundo o coordenador do Projeto na Unesc, Bruno Colombo, os novos municípios participantes já poderão perceber o foco na qualidade e na estrutura da iniciativa. “As mudanças possibilitam parcerias estratégicas para avançarmos com o projeto. O esporte faz parte do nosso cotidiano e vamos continuar utilizando-o como ferramenta de formação social”, explicou.

Também estiveram presentes o coordenador do curso de Educação Física da Universidade, Joel Modesto Casagrande, e o secretário de esportes de Passo de Torres, Alan Constante.

A parceria

O convênio, assinado por lideranças das instituições participantes, garante a disponibilidade de monitores, estrutura e transporte por parte do município. A Unesc contribuiu com professores, organização de centros de treinamentos e as metodologias de treinos. O Criciúma será responsável por disponibilizar o material para treinos, jogos, supervisionar o Projeto e organizar eventos.

O Tigrinhos já atende 17 municípios. Em Passo de Torres, a iniciativa já é aguardada por 80 crianças de 10 a 14 anos.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 01 de abril de 2019 às 17:24
Compartilhar Comente

Unesc participa de evento internacional que discute inovação curricular e a Educação 4.0

Unesc participa de evento internacional que discute inovação curricular e a Educação 4.0
Universidade está presente no Congresso Brasileiro de Gestão Educacional (Foto: Divulgação) Mais imagens

Na busca por introduzir a tecnologia como ferramenta de qualificação e inovação no ensino superior, a Unesc está presente no Geduc (Congresso Brasileiro de Gestão Educacional) - Educação 4.0, em São Paulo. A Universidade está sendo representada, de quarta a sexta-feira (27 a 29/3), pelo diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, e pela assessora pedagógica da Instituição, Daniela Arns Silveira.

Com o tema “A revolução nas instituições de ensino”, o evento está utilizando as tecnologias digitais e seus usos nas instituições para provocar reflexões sobre o futuro da educação. “O Geduc certamente agregará valor ao movimento de Inovação Curricular e Pedagógica da Universidade, eixo de grande investimento acadêmico para os anos de 2019 e 2020. A participação da Unesc em eventos desta natureza vai somar-se aos esforços internos e resultarão como qualificação aos professores e cursos de graduação”, avalia Feldhaus.

Inovação na Unesc


O Programa de Inovação Curricular e Pedagógica, desenvolvido no Colégio Unesc e na graduação, tem o objetivo de propor, discutir e implantar as novas ferramentas ao ensino da Universidade. “O intuito é de acompanhar as mudanças no contexto político, social, econômico e cultural do qual fazemos parte, buscando novas arquiteturas curriculares e percursos formativos”, explica o diretor. 

Em abril de 2019, a Universidade iniciará discussões com as quatro áreas do conhecimento, na busca de identificar práticas docentes inovadoras, fortalecê-las, criar redes colaborativas entre os cursos, utilizar os avanços para elevar os currículos e, quando necessário, propor novos modelos curriculares. “Queremos implantar arquiteturas curriculares que dialoguem com as questões atuais e preocupem-se com uma formação interdisciplinar. As questões inerentes à curricularizacão, da extensão, da internacionalização e da pesquisa integrada à graduação e valorização dos professores também devem se fazer presentes”, afirma Feldhaus.

O diretor de ensino ressalta ainda que a expectativa é de que o Programa de Inovação Curricular e Pedagógica se estruture como um movimento de engajamento coletivo e que resulte em mudanças dentro e fora da Universidade.  

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 27 de março de 2019 às 14:13
Compartilhar Comente