Corona Vírus

Unesc trabalha na produção de respiradores mecânicos para auxiliar serviços de saúde

Unesc trabalha na produção de respiradores mecânicos para auxiliar serviços de saúde
Este é o sétimo projeto da Instituição em benefício da comunidade desde o início da pandemia Mais imagens

Com o objetivo de auxiliar a atuação dos serviços de saúde diante da pandemia de coronavírus, a Unesc está desenvolvendo protótipos de respiradores mecânicos. Este é o sétimo projeto da Instituição em benefício da população desde de que a pandemia chegou ao Sul de Santa Catarina. A iniciativa está sendo elaborada em conjunto pelo curso de Engenharia Mecânica, reitoria da Universidade e Mestrado em Saúde Coletiva. A expectativa é que os itens possam ser entregues em 15 dias, em conformidade com a disponibilidade de peças.

O professor da Unesc Adriano Bernardin lidera a implementação do projeto. Ele explica que o foco é prestar apoio diante do maior problema causado pelo vírus: a falência dos pulmões. “O protótipo terá baixo custo, será confiável e atenderá às necessidades das equipes de UTI que enfrentam a pandemia do coronavírus. Para auxiliar no tratamento são necessários respiradores, que, dependendo do número de vítimas que os necessitem, não serão suficientes nas unidades de tratamento intensivo da região. Frente à urgência, o curso vislumbrou duas alternativas. Em ambas ideias, a consideração principal é a saúde e necessidades fisiológicas do paciente, sendo que cada sistema tem suas vantagens sobre o outro”, esclarece.

Em etapa de aprimoramento, um dos modelo foi proposto em projeto aberto pelo MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) e o outro pensado pelo grupo da Instituição. “Estamos verificando as necessidades de operação do equipamento com uma equipe médica, que usa um exemplar similar e propõe ajustes para os detalhes, seguindo os padrões de normalização e segurança do equipamento”, explica o coordenador de execução, professor Fábio Souza.

“Nos dois casos, podemos dizer que estamos verificando qual a tecnologia mais adequada em função do que uma equipe médica necessita, pois sistemas muito simples tem enfrentado problemas de operação”, completa Souza.

Também colabora com o projeto o professores Adilson Souza, com consultoria do professor pesquisador e presidente da Comissão Temporária de Acompanhamento e Prevenção da Unesc, doutor Felipe Dal Pizzol, que é médico e atua em Unidades de Terapia Intensiva. 


Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

30 de março de 2020 às 20:55
Compartilhar Comente

Em formato virtual, Diálogos Unesc tira dúvidas de estudantes durante a quarentena

Em formato virtual, Diálogos Unesc tira dúvidas de estudantes durante a quarentena
Por teleconferência, rodada de reuniões reunirá alunos por áreas do conhecimento: Saúde; Ciências Sociais Aplicadas; Humanidades, Ciências e Educação; Ciências, Engenharias e Tecnologias Mais imagens

Graças à tecnologia, a comunidade acadêmica da Unesc tem mantido contato frequente durante a pandemia de coronavírus. Em formato virtual, teve início na tarde desta segunda-feira (30/3) mais uma edição do Diálogos Unesc, iniciativa da atual gestão para aproximar alunos, docentes e reitoria.

A primeira teleconferência reuniu quase 150 participantes dos cursos da Saúde, entre estudantes, professores, coordenadores e reitoria. Foram mais de duas horas de diálogo, com perguntas e respostas, além de elogios, sugestões e reivindicações dos alunos.

“A pandemia de Covid-19 alterou a rotina de pessoas no mundo inteiro, na Unesc não foi diferente. Para sanar as dúvidas crescentes de nossos estudantes, optamos pela realização do Diálogos Unesc em formato virtual. Além de bem sucedida, foi uma experiência prazerosa, pois conseguimos "matar a saudade" de nossos estudantes neste período de distanciamento”, comentou a reitora Luciane Bisognin Ceretta.

O próximo encontro ocorre nesta segunda-feira à noite, às 19h30min, com estudantes e docentes dos cursos da área de Ciências Sociais e Aplicadas. Nesta terça-feira (31) é a vez dos cursos das áreas de Humanidades, Ciências e Educação, às 15 horas, e das Ciências, Engenharias e Tecnologias, às 19h30min.

Paula Darós Darolt - Agência de Comunicação

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

30 de março de 2020 às 18:47
Compartilhar Comente

Últimos ajustes para o início das aulas mediadas por tecnologias na Unesc

Últimos ajustes para o início das aulas mediadas por tecnologias na Unesc
Reitoria e coordenadores de cursos estiveram em teleconferência na manhã desta segunda-feira (30/3) Mais imagens

Após 13 dias de aulas suspensas por conta da quarentena em prevenção ao coronavírus, a Unesc se prepara para iniciar as aulas mediadas por tecnologias digitais nesta quarta-feira (1º/3). Na manhã desta segunda-feira (30/3) reitoria e coordenadores de cursos estiveram reunidos em teleconferência para o ajuste dos últimos detalhes.

Para garantir a excelência do ensino ofertado pela instituição, que é reconhecida com conceito máximo do MEC (Ministério da Educação), a Unesc ampliou os investimentos em tecnologias digitais, bem como em assessoria pedagógica para apoio e suporte aos estudantes neste período de distanciamento.

As aulas em ambiente virtual serão síncronas e assíncronas. Síncrona é quando a atividade acontece online e em tempo real, com professores e estudantes conectados simultaneamente. Já assíncrona significa que pode ser realizada em qualquer tempo e em qualquer lugar.

“O Ambiente de AVA (Aprendizagem Virtual) está preparado para receber nossos alunos. Nele os professores vão disponibilizar planos de estudo, com conteúdos; materiais de leitura; vídeos; atividades semanais; bem como links e orientações para o acesso às aulas ao vivo”, explica a Pró-reitora Acadêmica, Indianara Reynaud Toreti.

Coordenadores e professores estão preparados para tirar todas as dúvidas dos estudantes, que poderão contar ainda com uma ampla equipe de suporte pelo email: suporteonline@unesc.net e WhatsApp 99644-1887.

“A tecnologia e a inovação estão presentes em todas as áreas do conhecimento. Esta é uma grande oportunidade para nossos docentes e alunos vivenciarem uma nova experiência formativa. Peço aos alunos resiliência, pois, juntos, iremos transpor as dificuldades impostas pela pandemia”, motiva a reitora Luciane Bisognin Ceretta.

Canal de comunicação exclusivo para alunos

Para reforçar a comunicação entre gestão e estudantes neste período de pandemia, a Unesc lança um novo canal informativo. Na página unesc.net/covid19estudantes serão concentradas todas as informações relevantes direcionadas aos alunos. Além de textos e fotos, vídeos e seção de perguntas e respostas estarão disponíveis.

Reposição de aulas

Vale lembrar que as aulas do período de suspensão das atividades, entre 17 e 31 de março, serão repostas entre 13 e 27 de julho. Por conta disso, o recesso previsto para o mês será reduzido para adequação do calendário acadêmico.

Paula Darós Darolt - Agência de Comunicação

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

30 de março de 2020 às 15:42
Compartilhar Comente

Comunidade mais protegida: Unesc doa mais de dois mil litros de álcool 70%

Comunidade mais protegida: Unesc doa mais de dois mil litros de álcool 70%
Produção está sendo feita sob comando do curso de Farmácia (Fotos: Divulgação) Mais imagens

A semana já iniciou com muito mais famílias preparadas para se protegerem contra o coronavírus. Isso porque a Unesc entregou, na manhã desta segunda-feira (30/3) novos frascos de álcool gel 70% para a comunidade. Foram doados, só nesta segunda-feira, mais de mil unidades, divididas em 200 frascos destinados aos moradores do Residencial Carmel, 100 frascos ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, de Urussanga, 300 para comunidades carentes de Siderópolis e 500 para a Central Única de Favelas. No total, a ação realizada pelo curso de Farmácia, já entregou mais de dois mil litros do álcool utilizado na prevenção à Covid-19.

A expectativa é de que a produção seja continuada para que a Universidade consiga disponibilizar o produto para ainda mais famílias. Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, essa é mais uma ação que utiliza as possibilidades da Instituição, mesmo em meio à situação de crise em todas as esferas no mundo todo, em prol da comunidade. “Nosso papel é trabalhar pelo bem das pessoas. Utilizamos, para isso, o ensino, a pesquisa, a extensão, a inovação e toda a nossa dedicação, como neste caso em que não estamos medindo esforços para encontrar as mais diversas soluções com as nossas equipes”, salienta.

Professores e técnicos administrativos da Universidade trabalham ao longo dos últimos dias em regime de home office, porém com ainda mais afinco nas resoluções necessárias para a continuidade das atividades do semestre letivo e, mais que isso, no apoio à sociedade de toda a região.

Conte com o SOS Unesc – Covid -19

À disposição da comunidade desde a última semana, o serviço SOS Unesc Covid-19 tem sido um dos diferenciais oferecidos pela Universidade. Ele funciona como teletriagem atendendo pacientes por meio da plataforma Whatsapp e pode ser procurado em caso de dúvidas sobre a melhor forma de proceder diante da situação ou questionamentos sobre sintomas e qual serviço procurar.

A ação é uma iniciativa da Unesc com apoio do curso de Medicina e do Programa de Residências Médicas e Multiprofissional em Saúde da Instituição. No total são 72 residentes da área da saúde, 14 professores da área da saúde e 24 professores médicos à disposição do programa.

Para acessar o serviço basta adicionar o contato (48) 9 9183-8663 no celular e iniciar uma conversa no aplicativo Whatsapp. O serviço está disponível de segunda à sexta-feira, das 8h às 20h.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

30 de março de 2020 às 14:18
Compartilhar Comente

Unesc cria plano de contingência para auxiliar estudantes frente aos impactos financeiros do coronavírus

Unesc cria plano de contingência para auxiliar estudantes frente aos impactos financeiros do coronavírus
Medidas preveem a flexibilização de mensalidades durante o período de quarentena e outras ações para assegurar a permanência dos alunos (Foto: Arquivo) Mais imagens

Ciente de seu papel e responsabilidades como comunitária, a Unesc vem tomando frente com diversas ações desde a chegada da pandemia de Covid-19 no Brasil, sobretudo na região Sul. Entre trabalhos como informações diárias, confecção de máscaras para agentes de saúde, produção de álcool em gel para a comunidade, apoio psicológico e o sistema de teletriagem referenciada, a Unesc, neste domingo (29/3), veio a público comunicar-se com a comunidade acadêmica a respeito dos impactos financeiros projetados. Em vídeo, a reitora Luciane Bisognin Ceretta direcionou o pronunciamento aos mais de 13 mil alunos. 



De casa, a gestora da Instituição reitera a importância de ouvir a aqueles de expertise sobre a pandemia que é enfrentada e afirma que a Universidade seguirá, de forma segura, zelando pela qualidade de vida das pessoas diante destes desafios. “Vivemos tempos difíceis, e que não estavam planejados por ninguém. Por isso, peço a vocês, nossos estudantes, sabedoria, equilíbrio e resiliência, para que juntos possamos conduzir com responsabilidades nossas ações e decisões. Não mediremos esforços para encontrar soluções que atendam a aqueles que são nosso maior patrimônio: nossos estudantes”, enaltece. 

Diariamente, a Unesc impacta de forma direta a vida de 15 mil pessoas em seu campus. Para além de seus muros, por meio do ensino, pesquisa, extensão e serviços oferecidos à comunidade em parcerias de apoio a prefeituras, quase um milhão de pessoas da Amrec (Associação dos Municípios da Região Carbonífera), Amesc (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense) e Amurel (Associação dos Municípios da Região) tem suas vidas tocadas pela Universidade.

Criada pelo município de Criciúma, a Universidade não é pública. Sua existência e suas ações são subsidiadas em 98% pelas mensalidades. De seus 13 mil estudantes, 85% são auxiliados com algum tipo de bolsa de estudos, sendo que 55% são subsidiados com recursos da própria universidade. A Instituição também mantém o Restaurante Universitário, importante critério de permanência para o estudante.”A Universidade é grande e sólida, é verdade, mas também sente o impacto do momento vivido. Estamos todos do mesmo lado. Por isso, devemos ser confiantes e abertos ao diálogo. A equipe de gestão está focada e comprometida na elaboração do um plano de contingência, com o objetivo de minimizar os impactos causados pela pandemia. Buscaremos a sustentabilidade de nossa Instituição, para proteger todos que nela depositam sua confiança”, afirma Luciane.

A proposta, ainda em elaboração, deverá flexibilizar o que for possível das mensalidades de abril, maio e junho. Para o mês de março, com pagamento previsto para abril, não será estipulado juros para casos em atraso decorrentes do impacto do abalo econômico, desde que justificados. Nenhuma penalidade por débitos com a Universidade será executada, garantindo a continuidade dos estudos nos próximos meses e semestre, desde que justificados por conta do impacto econômico. “Aproveitamos o momento para solicitar apoio às nossas ações, junto aos órgãos públicos nas esferas estaduais e federais. Defenderemos a atitude de adiantamento dos recursos do Uniedu (Programa de Bolsas Universitárias de Santa Catarina) e o pensamento de um novo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil), explica a reitora.

A Universidade estudará cada caso apresentado pelos estudantes. Para isso, criou um comitê financeiro que receberá as solicitações dos estudantes e analisará, de acordo com a especificidade de cada um. 

Tecnologia proporcionará a continuidade das aulas

Um dos mais importantes eixos do desenvolvimento da região é a educação. Medidas, por meio da tecnologia, já estão concretizadas e em fase de implementação para as aulas seguirem.  “Há 52 anos a Unesc oferece ensino de excelência. Pedimos que sigam confiando em nossa expertise. A tecnologia e a inovação estão presentes em nosso DNA e refletidas em todas as áreas do conhecimento. Transformaremos este desafio em uma grande oportunidade de vivenciarmos uma experiência única, segura e que manterá a qualidade atestada pelo MEC (Ministério da Educação) com nota máxima”, destaca Luciane. 

Os dias de aula suspensos serão retomados, sem prejuízo ao calendário acadêmico, no mês de julho. A previsão de retorno é o dia 20 de abril. A decisão é assegurada em acordo entre Universidade e estudante e regulamentada pelo MEC, que prevê um plano pedagógico com até 20% de carga horária de forma semipresencial ou por meio do AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), prevista também no contrato dos serviços educacionais dos estudantes.

“Finalizo reafirmando que a Universidade está aberta ao diálogo, das mais diferentes formas. Agradecemos o respeito, a consideração e o carinho que estamos recebendo diariamente de nossos estudantes. É isso que confere sentido ao desafio de estar à frente de uma grande Universidade como é a Unesc, sobretudo em tempos tão difíceis. Reitero nosso compromisso e solidariedade a todos, não faltarão esforços para sairmos deste momento fortalecidos”, finaliza a reitora.

Acadêmicos reconhecem suporte 

O aluno de Odontologia e vice-presidente do DCE (Diretório Central dos Estudantes), Guilherme Strelow, reconhece o período de dificuldades que se apresenta e reafirma a confiança na gestão. “O período é difícil, além de atenção à saúde terá impactos negativos na economia. Sabendo disso, o estudante precisará de todo o apoio necessário. Temos a consciência de que este suporte será dado e que a gestão não medirá esforços para a permanência estudantil. Quem estuda na Unesc sabe da preocupação e responsabilidade desta Instituição para com seus acadêmicos”, afirma

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

30 de março de 2020 às 12:32
Compartilhar Comente