Colégio Unesc

Oficina de extração de pigmentos vegetais e pintura em tela -7º ano/EF

As turmas de 7° ano, orientados pela Profª Mariane Trichês Pezente, desenvolveram nas aulas de Ciências uma oficina de extração de pigmentos vegetais e pintura em tela. Os alunos utilizaram diversos materiais como: folhas, flores, beterraba, colorau, páprica, carvão e terra. Os materiais foram macerados com álcool. O líquido extraído foi utilizado para pintar as telas.

Por: Daiani Colombo Ferreira 14 de agosto de 2018 às 14:17
Compartilhar Comente

Colégio Unesc participa da Festa Agostina no Parque das Nações

O Colégio Unesc marcou presença na Festa Agostina, que aconteceu no final de semana no Parque das Nações. A festa foi promovida pela prefeitura de Criciúma. O Colégio esteve ao lado de diversas entidades que montaram suas barraquinhas com quitutes típicos, música e atrações culturais no Parque. A barraca do Colégio Unesc foi liderada pelos alunos do terceirão, com venda de brigadeiros.

No sábado à tarde, 05/08, os alunos do quinto ano do Colégio Unesc realizaram uma coreografia de dança inspirada em Cândido Portinari. A apresentação foi montada para a Festa de Inverno, realizada no dia 20 de julho, e mais uma vez encantou o público. Pipas ao vento, roupas colorias, música suave, brincadeiras de bola e a bela ciranda lembraram o universo infantil pintado por Cândido Portinari em suas telas. A coreógrafa da apresentação, Bruna Caroline de Bona, explica que, assim como Portinari, outras pessoas incríveis foram tema das danças estudadas e apresentadas na Festa da Inverno do Colégio Unesc. 

Milhares de pessoas passaram pela Festa Agostina, que teve também barracas com cachorro quente, pinhão, pipoca, algodão doce e outras comidas típicas e espaço para brincadeiras e parque inflável.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 05 de agosto de 2018 às 18:25
Compartilhar Comente

Projeto da Unesc promove valorização do patrimônio cultural da região

Projeto da Unesc promove valorização do patrimônio cultural da região
Objetivo é possibilitar que os jovens percebam a riqueza povos indígenas (Foto: Divulgação) Mais imagens

O passado pode ser divertido, misterioso e cheio de conhecimentos. Os alunos do Colégio Unesc estão descobrindo sobre os povos que viveram no Extremo Sul Catarinense e aprendendo a valorizar o patrimônio cultural da região com o projeto “Aprendendo com os Povos Indígenas”. O primeiro encontro ocorreu nesta quarta-feira (8/8).

O coordenador do Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), Juliano Bitencourt Campos, conta que as crianças do primeiro ano do Ensino Fundamental puderam interagir, se surpreender durante as apresentações e se familiarizar com a cultura pré-histórica, com a história dos que habitavam a região e com o trabalho do arqueólogo em campo.

Campos também explica que o objetivo da atividade é possibilitar que os jovens percebam a riqueza cultural dos povos indígenas. “Por meio de atividades lúdicas e interativas, buscamos incentivar as crianças a desenvolver o interesse pelo patrimônio cultural e sua preservação. Também tentamos ensinar os meios de inserir a cultura indígena nas práticas do cotidiano”, afirma.

Sorrisos e aprendizados

Durante as atividades os pequenos também participaram de uma oficina de confecção de cerâmica arqueológica, onde entraram em contato com a argila e aprenderam a moldar vasilhames cerâmicos. Eles também conheceram mais sobre arte rupestre e como os antepassados utilizavam os recursos existentes na natureza para confeccionar instrumentos e pigmentos de pinturas de rochas e de corpo. Por fim, as crianças participaram de uma escavação arqueológica simulada, na qual puderam ter contato, de forma prática e lúdica, com o dia a dia de pesquisas arqueológicas em campo.

O projeto será desenvolvido até o fim de setembro e vai promover encontros com a presença de crianças indígenas, para uma troca cultural, um teatro de fantoches e uma exposição organizada no Nações Shopping, com a montagem de materiais produzidos pelas crianças somados a “Exposição 4000 anos de pré-história no Extremo Sul Catarinense”.

O projeto está sendo desenvolvido pelo Colegio Unesc, com orientação da professora Ana Karen Rosado, em parceria com o Lapis, ligado ao PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais).

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 09 de agosto de 2018 às 18:05
Compartilhar Comente

Aluno do Colégio Unesc é campeão mundial de slackline na Alemanha

Aluno do Colégio Unesc é campeão mundial de slackline na Alemanha
Alexandre foi ouro na categoria profissional do World Slackline Master (Fotos: Divulgação) Mais imagens

O aluno do Colégio Unesc Alexandre Macarini conquistou a Alemanha e o mundo do slackline. O atleta de 17 anos e seu parceiro no esporte, Alisson Ferreira, de Ribeirão das Neves, Minas Gerais, foram até Munich e subiram ao lugar mais alto do pódio no World Slackline Master, na categoria profissional. A competição foi realizada em julho.

A treinadora do campeão mundial, Jeanine Paris Miranda, explica que o campeonato é de grande importância no cenário internacional e equivale a Copa do Mundo de futebol no esporte. “É onde estão todos os melhores competidores do mundo. Há algumas semanas perdemos no mundial de futebol, mas o melhor do mundo no slackline é do Brasil”, destacou Jeanine.

Preparação é o segredo

“Foi muito gratificante. O sentimento é de realização de um sonho. Conhecer os atletas, fazer amigos e vivenciar este mundo já seria o suficiente, mas veio ainda mais do que esperávamos, veio um título mundial”, comemora Macarini.

Este foi o segundo ano consecutivo que o aluno do Colégio Unesc marcou presença em uma competição na Europa. Ele já representou o Brasil no Outdoor European Slackline Masters, em Friedrichshafen, também na Alemanha, onde conquistou o terceiro lugar.

Com uma rotina de quatro treinos por semana, o objetivo do atleta é manter o Brasil em primeiro lugar e vivenciar novas experiências no esporte. “Chegar ao topo é fácil comparado ao que é se manter lá. Agora vou continuar treinando, vivendo, conhecendo novos lugares e conquistando ainda mais”, afirma o campeão mundial.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 26 de julho de 2018 às 15:35
Compartilhar Comente

Personalidades são homenageadas na Festa de Inverno do Colégio Unesc

Personalidades são homenageadas na Festa de Inverno do Colégio Unesc
Evento movimentou alunos, pais, professores e funcionários do Colégio Unesc (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Danças, emoções e sorrisos marcaram a Festa de Inverno do Colégio Unesc. O evento, que é tradição todos os anos, ocorreu na noite desta sexta-feira (20/7) e contou com uma série de homenagens a personalidades e pessoas que marcaram e ainda marcam a história dos alunos do Colégio Unesc.

Nesta edição, o evento teve como tema “Pessoas incríveis que o mundo precisa conhecer”, os alunos de cada turma do Ensino Fundamental I, II e Ensino Médio, escolheram as personalidades que foram homenageadas no evento.

A dinâmica faz parte do Projeto Pedagógico Interdisciplinar da escola, em que os estudantes realizaram desde o começo do semestre, atividades com a história dos homenageados, o que resultou na escolha. “As personalidades foram consideradas importantes pelos próprios alunos, ou seja, são pessoas que são transformadoras para a vida deles”, explica a coordenadora geral do Colégio Unesc, Marlene Pires.

A pró-reitora Acadêmica, Indinara Reynaud Toreti, foi aluna do Colégio Unesc e de acordo com ela, a festa representa um momento de confraternização. “A escola desempenha um papel muito importante para a Unesc. Ela fortalece e forma alunos e melhores cidadãos, que futuramente podem fazer parte da nossa Universidade”, enfatiza.

Para o diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, a festa também é um momento de agradecer. “O Colégio Unesc foi onde eu iniciei a minha docência, então ele tem um grande papel na minha vida. Ver essa escola cheia para uma festa como esta, é emocionante”, comenta.

Homenagens

Ao todo, 13 danças compuseram o evento, diversificando as personalidades homenageadas. A turma do 3º ano do Ensino Médio dedicou a sua homenagem aos professores da Instituição, e em especial a João Monteiro, que faleceu no início deste ano. De acordo com a estudante, Cláudia Ribeiro, a iniciativa representa a importância que o profissional tinha para os alunos. “Ele não era só um professor, ele era um educador e um amigo que juntava a arte nas aulas, sempre com o seu violão. Ele era muito importante para a gente”, explica.

Além das apresentações das turmas, o evento também contou com uma apresentação dos acadêmicos do curso de Teatro da Unesc; brinquedos infláveis; Espelho Fotográfico; brinque e ganhe e um cardápio organizado pelos funcionários e APP (Associação de Pais e Professores) do colégio.

As personalidades homenageadas por cada turma foram:

- Ensino Fundamental I

1° ano EFI: Homenagem à Zilda Arns;

2° ano EFI:  Homenagem ao Maurício de Sousa;

3° ano EFI:  Homenagem ao Gustavo Kuerten;

4° ano EFI: Homenagem aos Médicos de Alma;

5° ano EFI: Homenagem ao Cândido Portinari;

- Ensino Fundamental II

6° ano EFII:  Homenagem ao Roberto Gómez Bolaños (Chaves);

7° ano EFII: Homenagem à Malala;

7° ano II-EFII: Homenagem ao Nelson Mandela;

8° ano EFII:  Homenagem aos Irmãos Grimm;

9° ano EFII: Homenagem aos Professores;

- Ensino Médio

1° Série EM:  Homenagem ao Charlie Chaplin;

2° série EM: Homenagem à Maria da Penha;

3° série EM: Homenagem ao professor João Monteiro e aos professores do Ensino Médio.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 21 de julho de 2018 às 09:58
Compartilhar Comente