imagem do site

Histórico

O Museu da Infância foi criado em 2005 com a ideia de formar um acervo de objetos para crianças, principalmente brinquedos mas também desenhos, pinturas, livros e filmes que tem as crianças como protagonistas. Desde o ano de abertura, o Museu da Infância vem realizando diversas exposições com temáticas variadas sempre relacionadas ao universo da infância. Em 2006, ampliou suas possibilidades, criando o Museu Virtual da Infância e iniciou suas atividades de oficinas com as crianças, formação de educadores e seminários abertos à comunidade. A partir de 2009, o Museu amplia ainda mais sua atuação propondo projetos de extensão a ele vinculados, envolvendo ainda mais a participação de crianças e professores das escolas públicas e privadas da região de Criciúma – SC. Ao longo de sua trajetória na universidade, o Museu da Infância contou com contribuições fundamentais – desde sua idealização até os dias de hoje – dos professores Celdon Fritzen, Gladir Cabral e Maria Isabel Leite e de muitos outros colaboradores que assumiram as diversas funções necessárias à continuidade do trabalho como Ana Maria Cambruzzi, Marcelo Feldhaus e Edite Volpato Fernandes. Além desses, outros professores, acadêmicos e bolsistas fizeram e fazem parte do Museu da Infância, construindo-o gradativamente, como um espaço para as crianças, que fale sobre elas e que mostre suas potencialidades como produtoras de cultura.