imagem do site

As inscrições para a segunda chamada já estão abertas! Venha até a Unesc, procure a Centac, e inscreva-se no curso dos seus sonhos.

  • Bolsa da Prefeitura Municipal de Criciúma (PMC)
    • O que é a Bolsa PMC?

      A Bolsa PMC é um recurso financeiro oferecido em forma de Bolsa de Estudo pela Prefeitura Municipal de Criciúma. As bolsas são concedidas nos termos da Lei Complementar Municipal nº 096 de 14 de fevereiro de 2013, que regulamenta o artigo 129 da Lei Orgânica Municipal de Criciúma e da Lei Complementar nº 162, de 8 de outubro de 2015.

    • Quais os critérios para concorrer a Bolsa PMC?

      • Residir no município de Criciúma há mais de 5 anos;
      • Estar matriculado em um dos cursos do Ensino Superior da Unesc;
      • Ter uma renda per capita familiar de até 03 salários mínimos;
      • Não ser portador de diploma de graduação, exceto o de licenciatura curta;
      • Pessoas com deficiência não precisam comprovar renda, apenas comprovar a deficiência e a residência há mais de 5 anos no município de Criciúma;
      • Entregar os documentos solicitados no período definido em Edital.

    • Como se dá o resultado da Bolsa?

      A divulgação dos classificados no processo seletivo da Bolsa PMC será publicada no site da Prefeitura Municipal de Criciúma (www.criciuma.sc.gov.br) e no site da Unesc (www.unesc.net), na data prevista em Edital.

    • Qual o percentual da Bolsa?

      As pessoas financeiramente carentes são contempladas com bolsas de 50%, já as pessoas com deficiência são contempladas com bolsas de 100%.

  • Artigo 170
    • O que é a bolsa do Artigo 170?

      É uma bolsa de estudos do Governo do Estado de Santa Catarina de acordo com as Leis Complementares nº 281/2005, nº 296/2005 e nº 420/08.

    • A quem é concedida a bolsa?

      O recurso da bolsa do Artigo 170 é concedido para:

      • Alunos economicamente carentes e a alunos com deficiência e economicamente carentes.
      • Inscritos no UNIEDU e no Artigo 170;
      • Alunos que cursam a primeira graduação, exceto licenciatura curta;

      O governo repassa os valores para as universidades não públicas, ficando sob responsabilidade destas a organização, divulgação e critérios do Edital do Artigo 170.

    • Como e quem pode participar?

      • Para participar é necessário fazer a inscrição no site da Unesc no Link do Artigo 170 e no site do UNIEDU (nos prazos estabelecidos em Edital);
      • Podem participar os alunos regularmente matriculados em um dos cursos de graduação da Unesc no semestre vigente, inscritos e que entregarem toda a documentação conforme edital

    • Como se dá a seleção dos candidatos à bolsa?

      O candidato é selecionado pelo seu Índice de Carência (IC) através das informações prestadas no formulário de inscrição e comprovadas com as documentações entregues solicitadas em edital.

    • Quanto da mensalidade a Bolsa do Artigo 170 cobre?

      Os recursos provenientes do Artigo 170 cobrem até 40% da mensalidade de alunos financeiramente carentes e 100% da mensalidade de pessoas com deficiência e financeiramente carentes, no semestre vigente.

    • Quais são as obrigações do aluno?

      • Assinar o recibo de prestação de contas do Artigo 170.
      • Participar de projetos com atividades sócioeducativas (20h por semestre), conforme Edital.

    • Como age a Comissão de Fiscalização? Por quem é composta a Comissão?

      A Comissão de Fiscalização tem como atribuição a fiscalização do cumprimento dos critérios para a concessão, obtenção e manutenção de bolsas de estudo e de bolsas de pesquisa. A Comissão é constituída, conforme a Lei Complementar nº 281/05 e por Portaria da Reitoria, por representantes da:

      Unesc:
      Edison Uggioni
      Carmem Furlanetto

      Diretório Central dos Estudantes:
      Franciel Tupan da Rosa
      Sofia Serrano Scheibler
      Lucas Garcia Quaglioto

      Entidades Organizados da Sociedade Civil de Criciúma:
      João Batista da Silva (Sindicatos dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Criciúma e Região)
      João da Silva (União das Associações de Bairros de Criciúma)

      Secretaria de Desenvolvimento Regional:
      Valdeci Mariana

    • Quem faz parte da Comissão Técnica do Artigo 170?

      Representantes da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação:
      Janaína Damasio Vitorio - Coordenadora CPAE
      Marlete Borges Cechella - Assistente Educacional
      Janimara Ló - Assistente Social
      Maria Luiza Candido Rossa - Assistente Social

      Representantes do Diretório Central dos Estudantes:
      Franciel Tupan da Rosa
      Lucene Cândido Magnus

  • Programa Nossa Bolsa Licenciatura
  • Programa Universidade para Todos (ProUni)
    • O que é a bolsa de estudo Prouni?

      A bolsa Prouni é um programa criado pelo MEC pela Lei Federal 11.096/2005 que tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo parciais e integrais em cursos de graduação em Universidades Privadas de Educação Superior. A Unesc faz parte deste programa ofertando bolsas de estudo para candidatos ingressantes e para candidatos já matriculados na instituição.

    • Quais os requisitos para concorrer à Bolsa?

      • Ter cursado o Ensino Médio completo em escola da rede pública;
      • Ter cursado o Ensino Médio completo em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição;
      • Ter cursado todo o Ensino Médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral na instituição privada;
      • Ser pessoa com deficiência;
      • Ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica e integrando o quadro de pessoal permanente de instituição pública e que estejam concorrendo a bolsas nos cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Nesses casos não é considerado o critério de renda.

    • Qual a renda por pessoa para pode participar do Prouni?

      • Para Bolsa integral a renda por pessoa deve ser de até um salário mínimo e meio.
      • Para Bolsa parcial a renda por pessoa deve ser de até três salários mínimos.

    • Quem pode se inscrever no processo seletivo?

      Podem se inscrever no processo seletivo do Prouni candidatos não portadores de diploma de curso superior que tenham realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano anterior e alcançado no mínimo 450 pontos na média das cinco notas (Ciências da Natureza e suas tecnologias; Ciências Humanas e suas tecnologias; Linguagens, Códigos e suas tecnologias; Matemática e suas tecnologias e redação), e que não tenham zerado a redação.

    • Como devem proceder os candidatos pré-selecionados no ProUni?

      Após a divulgação dos candidatos pré-selecionados no ProUni (Portal ProUni), os candidatos devem entrar em contato com a Coordenadoria de Políticas de Atenção ao Estudante da Unesc (CPAE) e agendar sua entrevista para a comprovação das informações declaradas, para comprovação das informações declaradas, pelo telefone (48) 3431.2686.

    • Quais são os documentos necessários no ato da entrevista?

      O candidato deverá apresentar os documentos que são solicitados no site da Unesc no link Bolsa Prouni:

      Comprovantes de identificação:
      • CPF e RG de todo o grupo familiar; (cópia)
      • No caso dos menores de idade, apresentar certidão de nascimento;
      • Certidão de Casamento (cópia) ou Declaração de União Estável
      • Comprovante de separação/divórcio e/ou declaração que comprove que o membro do grupo familiar se encontra separado e/ou solteiro caso não seja casado e também não tenha união estável se for o caso/
      • Certificado de conclusão do Ensino Médio e comprovante de recebimento de bolsa de estudos integral durante o período cursado em instituição privada, quando for o caso, emitido pela respectiva instituição;
      • Comprovante de conclusão do Ensino Médio em escola pública, histórico escolar e diploma.

      Comprovante de residência dos membros do grupo familiar
      • Cópia do comprovante de residência (água, energia elétrica ou telefone)

      Comprovante de rendimentos do candidato e dos integrantes de seu grupo familiar
      No caso de Assalariados:
      • Três últimos contracheques, no caso de renda fixa e/ou os Seis últimos contracheques, quando houver pagamento de comissão ou hora extra.
      • Declaração de Imposto de Renda de Pessoa Física acompanhada do recibo de entrega à Receita Federal do Brasil e da respectiva notificação de restituição.
      • No caso de Atividade Rural: apresentar declaração de atividade rural devendo obrigatoriamente ser preenchido pelo sindicado ao qual a produção está vinculada ou declaração própria do Sindicato Rural: na impossibilidade absoluta de apresentar os documentos solicitados apresentar as notas fiscais de vendas dos últimos seis meses, juntamente com a cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) acompanhada da original. Cópia página da foto, identificação do último contrato assinado e a folha seguinte em branco. Caso não possua carteira de trabalho e/ou tenha perdido, apresentar declaração que não possui;
      • No caso de Aposentados e Pensionistas: apresentar extrato de pagamento do último mês emitido exclusivamente pela internet no endereço eletrônico http://www.mpas.gov.br ou diretamente na agência do INSS da sua cidade. Obs: não serão aceitos extratos emitidos via Caixa Eletrônico. Apresentar juntamente a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) registrada e atualizada: cópia pagina da foto e identificação, último contrato assinado e a folha seguinte em branco. Caso não possua carteira de trabalho e/ou tenha perdido, apresentar declaração que não possui;
      • No caso de Autônomos: apresentar Decore (para os profissionais liberais) e para os trabalhadores informais (ex: bicos), apresentar Declaração de Rendimentos, juntamente com a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) registrada e atualizada: cópia da pagina da foto e identificação, último contrato assinado e a folha seguinte em branco. Caso não possua carteira de trabalho e/ou tenha perdido, apresentar declaração que não possui;
      No caso de Proprietários, Sócios e Dirigentes de Empresas: apresentar os três últimos pró-labores de remuneração mensal, juntamente com IRPF, IRPJ e RAIS;
      • No caso de Rendimentos de Aluguel ou Arrendamento de Bens Móveis e Imóveis: apresentar contrato de locação ou arrendamento devidamente registrado em cartório acompanhado dos três últimos comprovantes de recebimentos.
      • No caso de desemprego deverá apresentar: Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) registrada e atualizada: cópia da foto e identificação, último contrato assinado e a folha seguinte em branco. Caso não possua carteira e/ou tenha perdido, apresentar declaração que não possui;
      Declaração de Patrimônio;
      • Cópia Documento de veículo automotor
      Divisão de aluguel se for o caso;
      Declaração de Casa Cedida se for o caso;
      Comprovante de Pensão Alimentícia caso receba ou Comprovante que não recebe Pensão Alimentícia;
      • No caso de algum membro do grupo familiar ser solteiro(a) e/ou separado sem ter oficializado seu matrimônio ou sua separação, apresentar uma declaração;
      Termo de Compromisso.

      Obs: a cada semestre, o MEC disponibiliza em sua página eletrônica, Portaria que regulamenta os processos seletivos do Prouni, onde nos anexos (II, III, IV e V) é possível verificar na integra, todos os documentos que poderão ser apresentados na instituição no momento da entrevista, caso o candidato tenha dificuldades em apresentar alguns dos documentos solicitados acima.

      A comissão de Avaliação poderá a qualquer tempo solicitar outros documentos que julgar necessário.

    • Quem faz parte da Comissão Local de Acompanhamento e Controle Social do Programa Universidade para Todos?

      Composição da Comissão Local nos termos do art. 3º Portaria nº 1.132, 2 de dezembro de 2009:

      I - 1 (um) representante do corpo discente das instituições privadas de ensino superior, que deve ser bolsista do Prouni:
      Titular: Nathali Stone Peres
      Suplente: Samuel Érico Cardoso

      II - 1 (um) representante do corpo docente das instituições privadas de ensino superior, que deve ser professor em regime de dedicação mínima de 20 (vinte) horas semanais:
      Titular:Leonel Luiz Pereira
      Suplente: Leopoldo Pedro Guimarães Filho

      III- 1 (um) representante da direção das instituições privadas de ensino superior, que deve ser o coordenador ou um dos representantes do Prouni na IES:
      Titular: Janaína Damásio Vitório
      Suplente: Lutiele da Silva Ghelere

      IV- 1 (um) representante da sociedade civil:
      Titular: Fábio Matos

  • FIES - Fundo de Financiamento Estudantil
    • O que é o FIES?

      É um programa do Ministério da Educação, que financia cursos superiores presenciais não gratuitos e com avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

      O FIES é uma forma de processo seletivo de ingresso e permanência na IES observando os critérios de seleção do financiamento. Para os ingressantes a vaga na IES fica condicionada a formalização do contrato junto ao banco.

    • Quais são os critérios para a contratação do FIES?

      • Ter renda familiar mensal bruta, per capita, de até 3 (três) salários mínimo.
      • Ter participado de alguma das edições do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir de 2010, obtido nota mínima de 450 pontos na média das provas, e não ter zerado na redação.

      O percentual de financiamento é definido pelo FIES, de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante.

    • Quais são as taxas de juros

      6,5% ao ano para o estudante que contratou o FIES a partir do 2º semestre de 2015

    • Preciso de fiador? Quais as formas de fiança?

      Convencional: nesta modalidade o estudante deverá, no momento da conclusão da inscrição, informar um ou até dois fiadores, cuja renda total seja igual ao dobro do valor da mensalidade do estudante.

      Solidária: o estudante que optar por esta forma de fiança, terá que formar um grupo de 3 a 5 estudantes que deverão obrigatoriamente ser da mesma IES e do mesmo local de oferta do curso, neste caso os estudantes serão fiadores entre si.

      Os estudantes bolsistas parciais do ProUni, matriculados em cursos de licenciatura e os estudantes que tenham renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio, ficam dispensados de fiadores podendo optar pelo FGEDUC (Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo).

    • Como ocorre o processo seletivo para contratação do FIES?

      • Em datas estabelecidas pelo FIES, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico: http://fiesselecao.mec.gov.br para realizar a inscrição. Os candidatos pré-selecionados, deverão concluir a inscrição no endereço eletrônico: sisfiesportal.mec.gov.br.

      • Depois de concluída a inscrição, o candidato deverá entrar em contato com a CPAE - Coordenadoria de Políticas de Atenção ao Estudante pelo telefone: (48) 3431-2686, para agendamento de entrevista com entrega da documentação, validação das informações e emissão do DRI (Documento de Regularidade de Inscrição).

      • Para formalização do contrato, o estudante terá que comparecer na agência bancária com o DRI e demais documentos solicitados pelo banco.

    • Como ocorre o aditamento da renovação?

      • No início de cada semestre é solicitado o Aditamento pela UNESC;

      • O estudante receberá um comunicado do FIES para confirmar o aditamento, ele deverá conferir as informações e estando de acordo, confirmar, não estando, deverá procurar a CPAE para ajustes;

      • O estudante que não realizar o Aditamento de Renovação semestral dentro dos prazos estabelecidos pelo MEC, terá o FIES suspenso ou encerrado.

    • Quais são os tipos de aditamento?

      Simplificado: ocorre quando não há alteração no contrato, neste caso o estudante não necessita ir ao banco;

      Não Simplificado: o estudante precisa ir ao banco após ter confirmado o aditamento em data estabelecida pelo FIES. Nesse caso, o estudante deverá solicitar imediatamente para a CPAE o DRM (Documento de Regularidade de Matrícula), para apresentar no banco juntamente com os demais documentos.

    • E se eu trancar a matrícula, o que faço com o FIES?

      O estudante deverá solicitar a suspensão temporária do financiamento no SisFies e entrar em contato com a CPAE para validação e assinatura do DRM de suspensão.

    • E se eu não concluir o curso no tempo de utilização do FIES?

      Poderá solicitar Dilatação de prazo no SisFies, e procurar a CPAE para validação e solicitação do Aditamento de Renovação