Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT)

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Diálogos Unesc: Acadêmicos e Reitoria discutem sobre necessidades, anseios e reivindicações

Diálogos Unesc: Acadêmicos e Reitoria discutem sobre necessidades, anseios e reivindicações
Momento foi produtivo com a grande participação dos alunos (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Acadêmicos e equipe da Reitoria estiveram reunidos na noite desta segunda-feira (13/8) para o primeiro momento da ação Diálogos Unesc, no Auditório Ruy Hülse. A proposta, levantada pela Reitoria, foi de proporcionar uma noite especial com a equipe a postos para ouvir comentários, anseios, reivindicações e até apontamentos de ações que tenham bom resultado dentro de cada curso ou setor. Conforme a Reitora Luciane Ceretta, o objetivo é realizar a ação a cada semestre, proporcionando também o momento aos professores, gestores e coordenadores de curso da instituição como forma de dar respaldo e continuidade a proposta, já levantada ao longo da campanha realizada em 2017, de estar próximos da comunidade acadêmica.

O primeiro contato foi de apresentação da própria Reitoria e a equipe que a compõe, salientando a forma com que cada setor se relaciona com os acadêmicos. Após as apresentações os estudantes puderam ficar à vontade para realizarem seus questionamentos, o que rendeu uma conversa de mais de duas horas e meia e uma grande lista de reivindicações e sugestões montada para ser aprofundada posteriormente. “Viemos ouvir muito mais do que apresentar números ou explicações. A Unesc é uma universidade comunitária e esse é um espaço do qual não abrimos mão. Esse contato não tem preço e a lista que montamos hoje será muito importante”, declarou a reitora.

Para o vice-reitor, Daniel Preve, o debate com os alunos é um dos compromissos da chapa, que levantou a campanha "A Unesc que a gente quer" e agora trabalha todos os dias para melhorar cada vez mais os serviços oferecidos. "Todas as decisões que tomamos são analisadas com extremo cuidado pelo compromisso que temos de manter e ampliar a excelência acadêmica da Universidade. Esse contato vem a somar com os nossos objetivos", afirmou.

Grande participação

Entre os assuntos levantados ao longo do diálogo esteve a possibilidade de realização de mais projetos que possam integrar acadêmicos dos mais variados cursos. A universitária Vitoria Maria Vito, do Curso de Biomedicina, foi quem levantou a questão, afirmando que gostaria de poder conviver mais com colegas que, no mercado de trabalho, poderão de alguma forma ter contato com sua função.

“Muitas vezes o aluno não entende o que o seu curso pode ter a ver com o outro, mas tem sim muita coisa. Nós somos todos colegas e acho importante que ações promovam mais envolvimento até para incentivar um maior respeito com relação a outras profissões por meio do entendimento do valor que o colega também vai ter também na sociedade”, comentou. Vitoria aproveitou ainda para agradecer pela possibilidade de poder falar abertamente sobre tantos assuntos pessoalmente com a equipe da Reitoria e levar anseios diretamente para as lideranças da Universidade.

Ainda entre os temas levantados estiveram a possibilidade de criação de uma Pós-Graduação na área de computação dentro da Universidade; a maior utilização da ampla estrutura do Iparque; o incentivo para que mais projetos de extensão possam ser realizadas nas cidades da região; a possibilidade da volta do projeto de Feira das Profissões e as atuais ações realizadas dentro do campus com a intenção de atrair alunos do Ensino Médio para a Unesc; a valorização dos cursos de Licenciatura por meio de ações voltadas ao incentivo para que os adolescentes conheçam mais as possibilidades da formação; uma conversa franca sobre as ações tomadas pela atual gestão para uma contenção de gastos necessária para as finanças da Universidade e os resultados disso nos números atuais; a possibilidade de criar novos critérios para escolha de acadêmicos para os projetos de extensão; entre outras pautas.

O diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Oscar Montedo, a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, e a gestora da Gerência de Atendimento ao Estudante, Mira Dagostin, também participaram do encontro. Conforme a Reitora, todas as situações levantadas serão discutidas com a equipe com a intenção de avaliar novas possibilidades e de tornar realidade o máximo de reivindicações possível. 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 13 de agosto de 2018 às 22:32
Compartilhar Comente

Unesc e Sebrae dão pontapé inicial ao projeto Jornada Empreendedora

Unesc e Sebrae dão pontapé inicial ao projeto Jornada Empreendedora
Ação foi lançada de forma oficial na noite desta segunda-feira (6/8) no Auditório Ruy Hülse (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Diante do Auditório Ruy Hülse completamente lotado por um público cheio de boas expectativas, foi iniciado de forma oficial na noite desta segunda-feira (6/8) o projeto Jornada Empreendedora, uma parceria entre a Unesc e o Sebrae Santa Catarina. A ação promete revolucionar tudo o que diz respeito a empreendedorismo dentro do campus através de ações especiais pensadas para professores, gestores e alunos com a intenção de criar ou inflamar a visão e o comportamento empreendedor em cada um dentro da sua realidade.

Na primeira atividade da ação estiveram presentes autoridades da universidade e do Sebrae, em âmbito regional, estadual e nacional, para assinatura do contrato inicial de 18 meses de parceria. Além do cerimonial, o evento contou ainda com uma palestra do Diretor Técnico do Sebrae SC, Anacleto Angelo Ortigara, dando início de forma imediata ao compartilhamento de conhecimento sobre o assunto proposto pela ação.

Conforme a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, o incentivo e conhecimento voltado ao empreendedorismo foi um dos principais eixos apontados em seu Plano de Gestão e a noite desta segunda-feira marcou uma conquista muito significativa e de grande expectativa. “A universidade tem também esse papel de abrir caminhos para que todos possam empreender não só abrindo negócios, mas também em suas carreiras e vidas pessoais. Essa parceria grandiosa nos dará a oportunidade de fazer isso com um modo de trabalho inovador, dinâmico e proativo em diferentes áreas”, comentou.

Para Ortigara, a Unesc neste momento se coloca mais um passo à frente. “A universidade está em posição destacada ao apresentar de forma inédita no país essa alternativa de alto valor aos seus professores, colaboradores e estudantes. Para conseguir basta querer e a demonstração deste querer já está sendo dada hoje. Esse é um gesto grandioso que permitirá o acesso a conhecimentos valiosos e que certamente irão gerar muitos frutos para toda a região”, afirmou.

 

Transformação do sistema

A responsável por explicar a dinâmica das 29 ações que serão realizadas ao longo dos meses de projeto foi a consultora nacional do Sebrae, Luciana Matos Santos Lima. Conforme a profissional, o trabalho para implantação da Jornada Empreendedora iniciou em agosto de 2017 e chega em um momento histórico. “Para nós do Sebrae é um dia de muita emoção. Construímos esse projeto para que possa efetivamente contribuir para formação de todos vocês e temos convicção de que isso irá se tornar realidade”, comentou.

De acordo com Luciana, a ação vai muito além da simples inclusão de conteúdos sobre empreendedorismo “Só isso não basta. A gente precisa transformar o sistema. Agir nos professores, gestoras e em vocês, alunos. Vamos imbuir esses conhecimentos no DNA da universidade”, completou.

Entre as etapas citadas pela liderança estão trabalhos com os temas: Estímulo ao empreendedorismo; Fortalecimento do ecossistema empreendedor; Aproximação com o mercado e Redes de construção de conhecimento, sendo assuntos aplicados para todas as áreas do conhecimento.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 06 de agosto de 2018 às 22:11
Compartilhar Comente

Brigada de Emergência da Unesc realiza simulado no campus

Brigada de Emergência da Unesc realiza simulado no campus
Brigadistas vivenciaram experiências de evacuação de área e resgate (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

A última semana de férias na Universidade teve um movimento diferente. Nesta quarta-feira (25/7), os participantes da primeira Brigada de Emergência da Unesc fizeram simulados de emergência pela manhã, nos blocos da Reitoria e Administrativo e à tarde, no Iparque (Parque Científico e Tecnológico). Os locais foram evacuados e resgates de “vitimas” realizados, tudo para que os brigadistas tivessem uma vivência mais próxima possível da realidade.

A simulação marcou o encerramento da etapa de formação da Brigada de Emergência, que foi constituída por encontros teóricos e práticos. A partir deste semestre ocorrerão simulados no campus e no Iparque, para o aprimoramento dos trabalhos dos brigadistas. As atividades desta quarta-feira foram acompanhadas por profissionais da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e por agentes de trânsito.

“Do acionamento do alarme de incêndio até o início da fala dos profissionais do Corpo de Bombeiros na Unesc, se passaram 12 minutos. Isso significa que eles se deslocaram em aproximadamente sete minutos. Isso em uma situação real pode ser reduzida ainda mais”, comentou o especialista da empresa Innovarun, Reginaldo da Silva, orientador do simulado.

Para a professora Cláudia Peluso, a experiência foi muito importante. “Nós prezamos pela Universidade e pelos nossos colegas de trabalho e por isso decidimos participar para colaborar com a segurança. Além disso, participar da Brigada nos faz ter contato e conhecer os colaboradores da Instituição”

O coordenador do Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), Edson Luiz da Silva, considerou o primeiro treinamento positivo e agradeceu pela disponibilidade dos cerca de 50 colaboradores em fazer parte da Brigada. “Os participantes da primeira Brigada de Emergência da Unesc estão sendo preparados para identificar e agir em momentos de emergência e urgência. Foram quatro dias de treinamentos teóricos e práticos que vão colaborar com a segurança de visitantes, colaboradores e alunos da Instituição”.

O sargento Laércio Pedroso, do Corpo de Bombeiros de Criciúma, parabenizou pelo trabalho realizado na Universidade e falou da importância da Brigada de Emergência e convidou os colaboradores da Unesc a participarem da capacitação e serem bombeiros voluntários.

Ao final do simulado, os brigadistas se reuniram para debater os pontos positivos e negativos da ação, no intuito de refletir sobre o que pode ser feito diferente nas próximas simulações e em casos reais. Além dos agendados, a intenção é realizar simulados surpresa também. “Aproveitem o conhecimento adquirido e fiquem sempre atentos, não só no ambiente de trabalho, mas na casa, no prédio que vocês moram, na vizinhança. A atuação de vocês pode fazer a diferença”, afirma Silva.

A Brigada é  formada por funcionários do Iparque, de setores dos blocos Administrativo, do Estudante e da Reitoria, da Biblioteca Central Professor Eurico Back, do Museu de Zoologia Morgana Cirimbelli Gaidzinski, das Clínicas Integradas e de representantes da Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 25 de julho de 2018 às 14:21
Compartilhar Comente

Unesc realiza simulado de emergência nesta quarta-feira

Unesc realiza simulado de emergência nesta quarta-feira
Ação marcará o encerramento do curso para a Brigada de Incêndio (Foto: Arquivo) Mais imagens

A Unesc está formando a sua primeira Brigada de Emergência, e nesta quarta-feira (25/7), os participantes colocarão em prática o que aprenderam ao longo dos encontros. Durante a manhã e à tarde, será realizado um simulado de emergência em pontos determinados previamente. Os locais serão evacuados e haverá uma pessoa no papel de vítima, tudo para que os brigadistas tenham uma vivência mais próxima possível da realidade.

O simulado ocorre das 9 às 11 horas em dois pontos do campus e das 14 às 16 horas em locais do Iparque (Parque Científico e Tecnológico da Unesc). A Polícia Militar irá acompanhar o simulado, que poderá ter ainda a presença do Corpo de Bombeiros. Instituições de ensino próximas à Universidade, bem como a Diretoria de Trânsito e Transporte de Criciúma também foram comunicadas da simulação.

Segundo o coordenador do Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), Edson Luiz da Silva, os brigadistas irão colocar em prática o que aprenderam em questões como primeiros socorros e combate ao incêndio. “A primeira Brigada de Emergência da Unesc será formada por quase 50 colaboradores da Instituição. Os participantes estão sendo preparados para identificar e agir em momentos de emergência e urgência. Foram quatro dias de treinamentos teóricos e práticos que vão colaborar com a segurança de visitantes, colaboradores e alunos da Instituição”.

A Brigada será formada por funcionários do Iparque, de setores dos blocos Administrativo, do Estudante e da Reitoria, da Biblioteca Central Professor Eurico Back, do Museu de Zoologia Morgana Cirimbelli Gaidzinski, das Clínicas Integradas e de representantes da Cipa (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes).

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 23 de julho de 2018 às 17:03
Compartilhar Comente

Funcionários da Unesc realizam treinamento para trabalho em altura

Funcionários da Unesc realizam treinamento para trabalho em altura
Capacitação ocorreu em dois dias e foi dividida em teoria e prática (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

Colaboradores da Unesc que desenvolvem atividades que requerem trabalho em altura passaram por um treinamento específico sobre a NR 35 (Norma Regulamentadora) nesta segunda e terça-feira (17 e 18/7) no campus. A capacitação teve duração de oito horas, foi dividida em aula teórica e parte prática (quando os participantes puderam manusear os equipamentos de proteção individual, subir a cinco metros de altura e simular um resgate) e envolveu 25 funcionários de diversos setores da Instituição.

A NR 35 estabelece os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade.

A legislação considera trabalho em altura toda atividade executada acima de 2 metros do nível inferior, onde haja risco de queda. O treinamento na NR 35 ocorre a cada dois anos na Universidade e é realizado tanto com profissionais que estão fazendo uma “reciclagem” de conhecimentos quanto aqueles que não tinham a capacitação.

“A queda é uma das principais causas de morte e de deficiência física por acidente de trabalho. Todos são responsáveis pela segurança, incluindo a pessoa que executa o trabalho. Por isso as capacitações ocorrem. A preocupação é com o trabalhador, terceirizado ou funcionário, e com a sua segurança dentro da Instituição e durante o desenvolvimento de suas atividades”, afirma o coordenador do Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), Edson Luiz da Silva.

O treinamento foi realizado com funcionários do Horto Florestal, Departamento de Planejamento e Infraestrutura, Manutenção, Departamento de Tecnologia da Informação, Laboratório Atmosférico e Laboratório de Águas do Iparque (Parque Científico e Tecnológico), Setor de Eventos, Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski e SOS.

O treinamento é uma realização do Sesmt (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho) da Unesc, que está sendo conduzido pelo especialista da empresa Innovarun, Reginaldo da Silva.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 18 de julho de 2018 às 11:42
Compartilhar Comente