Ir Direto ao conteúdo?

Unesc - Universidade do Extremo Sul Catarinense.


Arqueologia Pública e Patrimônio

Livros

Ao longo da última década, por todo o mundo, a Arqueologia vem sendo objeto de acalorados debates sobre o seu papel na tomada de decisão para proteção e valorização dos bens culturais.
No Brasil, especificamente nos últimos dois anos, audiências públicas e encontros realizados por sociedades de classe, academia e comunidades tradicionais conclamam uma abertura maior dos órgãos gestores no processo de avaliação dos bens culturais materiais e imateriais.
A participação ampla, inclusiva e democrática coloca-se como uma meta viável, que deve ser buscada pelos diversos profissionais cientistas e agentes públicos tanto no âmbito federal, como estadual e municipal. Por sua vez, nesse contexto de ampliação de vozes, a diversidade das ciências que podem contribuir nos estudos passa a ser valorizada. Ao lado do arqueólogo, antropólogos, historiadores, educadores, arquitetos, entre outros também podem e devem participar das investigações sobre o patrimônio cultural arqueológico.
Nesse sentido, a presente publicação reúne artigos de diferentes profissionais arqueólogos brasileiros e estrangeiros, que expõem de maneira clara os mais recentes debates em torno do Patrimônio Arqueológico, seja analisando técnicas de trabalho, seja historicizando o processo de construção conceitual e prático do próprio campo.
Reconhecer os principais debates e reflexões neste primeiro quarto de século e, a partir disso, oferecer uma ferramenta para o engajamento consciente dos cientistas que lidam com o patrimônio cultural é o principal papel desta publicação.

Tobias Vilhena de Moraes
Pós-doutorando NEPAM - LAP/UNICAMP (Bolsista FAPESP)
Arqueólogo do IPHAN-RS

Organizadores: Pedro Paulo Abreu Funari, Juliano Bitencourt Campos e Marian Helen da Silva Gomes Rodrigues
Ano de publicação: 2015
Valor: R$ 55,00
ISBN: 978-85-8410-036-1

Comprar

Universidade do Extremo Sul Catarinense.