Diretoria de Extensão

Unesc marca presença na Rua da Gente e proporciona cuidados à comunidade

Unesc marca presença na Rua da Gente e proporciona cuidados à comunidade
Evento teve o objetivo de abordar temas alusivos ao Novembro Azul (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

A Unesc é uma Instituição comunitária, compromissada com a qualidade no ambiente de vida de sua região. Neste sábado (30/11) não foi diferente e uma equipe da Universidade, formada por mais de 30 estudantes das mais diversas áreas do conhecimento, se colocou à disposição da comunidade na Rua da Gente. O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde, teve o objetivo de conscientizar a população sobre temas alusivos ao Novembro Azul.

O morador de Criciúma Salezio da Silva, de 60 anos, foi o primeiro a chegar no espaço da Unesc. Sempre atento à saúde, ele conta que não perderia a oportunidade. “Sou cardíaco e sempre estou cauteloso. Estava concluindo a corrida, aqui no parque ao lado, e ouvi algumas pessoas falando sobre a tenda da Universidade. Foi então que me planejei para concluir o exercício e ao fim aproveitar os cuidados oferecidos”, afirma.

Durante toda a manhã, quem passou pelo local pode aproveitar atrações para crianças e o conhecimento compartilhado por acadêmicos dos cursos de Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Nutrição, Medicina e Psicologia.

Foram disponibilizadas ações voltadas à aferição de pressão; orientações sobre uso racional de medicamentos; auriculoterapia; terapia Manual; teste de IMC (Índice de Massa Corporal); orientações sobre Nutrição; conscientização e prevenção ao AVC (Acidente Vascular Cerebral); qualidade de vida, e depressão.

A participação da Instituição em eventos deste gênero é organizada pela Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias.

A importância do Novembro Azul

Segundo dados registrados pelo Vigilantos-Módulo Câncer, da Dive-SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, o município de Criciúma registrou em 2019 1.096 novos casos de câncer no sexo masculino, destes, 120 são de câncer de próstata.

O secretário de Saúde, Acélio Casagrande, esteve presente no espaço da Unesc e frisou que é preciso conscientizar a população masculina de que o diagnóstico precoce aumenta as chances de um tratamento eficaz. “A adoção de hábitos saudáveis, a prática de atividade física regular, a alimentação balanceada e o uso moderado de bebidas alcoólicas são fundamentais para diminuir os riscos à saúde. Também é preciso fazer exames com frequência para ter controle sobre a saúde”, enfatiza.

A maior incidência está na faixa etária de 40 a 50 anos, caso possua sintomas frequentes como dificuldade para urinar, jato urinário fraco ou sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, é necessário procurar o médico imediatamente.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

30 de novembro de 2019 às 11:39
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito