Educação Física - Licenciatura

FME e GEPPS da Unesc estabelecem parceria para mapeamento de praças esportivas e de lazer em Criciúma

FME e GEPPS da Unesc estabelecem parceria para mapeamento de praças esportivas e de lazer em Criciúma
Estudo busca alavancar áreas a serem inseridos novos espaços desses segmentos, com a implantação de projetos sociais (Foto: Divulgação) Mais imagens

A Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma e o Grupo de Estudos e Pesquisa em Promoção da Saúde (GEPPS), por meio do curso de Educação Física da Unesc, estabeleceram uma parceria para a realização do mapeamento de praças esportivas e de lazer no município. O estudo tem por objetivo analisar os espaços públicos de esporte e lazer e as condições para uso, relacionar as condições dos espaços para que as pessoas sejam fisicamente ativas, para apontar a necessidade de melhorias, bem como quais os locais que tem necessidade de novos espaços e projetos sociais de lazer e atividade física.

Para fazer o mapeamento dos espaços serão utilizados software e visitas presenciais. Com essas informações é possível analisar as regiões da cidade que a população não tem acesso próximo de praças e quais regiões mais necessitam da implantação de novos espaços. “Com base nessa pontuação que o sistema irá gerar, vamos ter com clareza as principais áreas da cidade a serem implantadas mais ações. Não temos dúvida de que essa parceria facilitará e agilizará muito nosso trabalho”, destaca o presidente da FME, Marco Antônio Cimolin.

O projeto ainda ganha mais consistência por ser um trabalho de mestrado da Geiziane Laurindo de Moraes, do mestrado em Saúde Coletiva da Unesc, a entrevista censitária sobre o perfil das pessoas já está pronta. “São aproximadamente 800 pessoas da cidade entrevistadas nesse trabalho e colocando os dados obtidos no sistema nós teremos ainda mais precisão nas ações a serem tomadas”, frisa Joni Márcio de Farias, coordenador do curso de Educação Física da Unesc, pesquisador do GEPPS, e professor do Mestrado em Saúde Coletiva (PPGSCol)

A segunda etapa do projeto será realizada nos três principais parques de Criciúma (Imigrantes, Nações e Prefeito Altair Guidi). “Vamos identificar e conhecer melhor os usuários destes parques, e de base a todas estas informações a destinação de recursos públicos será ainda mais responsável e assertiva, indo ao encontro que a sociedade espera e deseja”, finaliza Cimolin.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

09 de dezembro de 2020 às 13:28
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito