Artes Visuais - Bacharelado

Professores de artes visitam aldeia Tekoa Maragatú

Professores de artes visitam aldeia Tekoa Maragatú
Contato com a cultura indígena foi promovido por meio do projeto Arte na Escola Polo Unesc (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Professores de artes de Criciúma e região tiveram a oportunidade de viver uma experiência única neste final de semana. No sábado (23/11) integrantes do projeto Arte na Escola Polo Unesc visitaram a aldeia Tekoa Maragatú, em Imariú.

A viagem de estudos foi promovida por meio do projeto, que visa a formação continuada dos profissionais, sendo a cultura indígena um dos temas abordados ao longo dos encontros. Conforme a coordenadora Geral do Arte na Escola Polo Unesc, Silemar Maria de Medeiros da Silva, o objetivo da visita foi ampliar os olhares sobre a cultura indígena, conhecendo sua realidade. “A partir da lei n. 11.645/2008, que estabelece a obrigatoriedade do ensino da história e cultura indígena no ensino básico, precisamos rever de que maneira o índio está sendo abordado em sala de aula. Considerar a riqueza e a contribuição da diversidade indígena para entendermos melhor nossa própria história, faz-se ainda um desafio”, explicou.

Por meio do contato com o professor João Batanoli, parceiro da comunidade, o grupo foi apresentado ao novo cacique da aldeia, que os recebeu como porta voz do povo.  “São 54 famílias indígenas que se organizam a partir das orientações de Maria, uma senhora indígena que assume a casa de reza para as orientações sobre seus hábitos e costumes. Maragatú significa lugar para se viver em harmonia, algo que o homem branco vem buscando aprender constantemente”, relembra Silemar.

Para o professor Batanoli, a visita proporcionou um encontro de saberes. “Esses encontros se fazem como um grande fenômeno pedagógico. Vivenciamos a troca de saberes e uma comunicação enriquecedora, pois temos muito que aprender com eles e eles conosco”, afirmou.

Participaram dessa visita professores de artes do Polo Unesc, as coordenadoras Silemar Silva e Isabel Duarte, o professor João Batanoli e as professoras do curso de Artes Juliana Guimarães e Daniela Zacarão.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

25 de novembro de 2019 às 19:37
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito