Iparque

Universidade recebe presidente da Fapesc para encontro sobre Plataforma de Inovação das Instituições Comunitárias

Universidade recebe presidente da Fapesc para encontro sobre Plataforma de Inovação das Instituições Comunitárias
Reitora da Unesc debateu com representantes da Fapesc e da Acafe a implantação de um projeto envolvendo 16 IES (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

O Parque Científico e Tecnológico da Unesc (Iparque), foi palco de uma importante reunião na manhã desta quinta-feira (17/9), com a presença da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc) e da Associação Catarinense das Fundações Educacionais (Acafe). A reitora Luciane Bisognin Ceretta e membros da equipe de gestão da Universidade conheceram o projeto da Plataforma de Inovação das Instituições Comunitárias do Estado de Santa Catarina, dialogaram e deram sugestões para contribuir com a iniciativa.

“Este projeto irá apoiar a tomada de decisão tanto de gestores públicos, do setor produtivo e da própria Fapesc no direcionamento das políticas públicas a partir das informações sobre a inovação. A Unesc participa desse movimento de modo muito ativo, protagonizando esse trabalho na Amrec e na Amesc”, salienta a reitora da Unesc, que afirma que este movimento é essencial para que o que Santa Catarina tenha concentradas em um único local, todas as iniciativas de inovação, tanto de processos quanto de produtos.

O presidente da Fapesc, Fábio Zabot Holthausen, reiterou o apoio da Fundação à iniciativa, e enfatizou a importância de um projeto integrativo para o fortalecimento do sistema e o crescimento das próprias instituições. “A plataforma será um avanço tanto para as instituições e irá colaborar para decisões mais assertivas tanto na geração quanto na execução de políticas públicas na área de ciência e inovação no Estado”.

A pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da Unesc, Gisele Coelho Lopes, reforça à Fapesc e o seu presidente como grandes parceiros das instituições comunitárias catarinenses e a importância do projeto para o desenvolvimento da ciência e da inovação em Santa Catarina. “Para nós é uma satisfação ter o presidente da Fapesc apoiando a pesquisa e a inovação instituições comunitárias que têm feito muito para o desenvolvimento das diversas regiões catarinenses”.

O assessor de Relações Institucionais da Acafe, Adriano Rodrigues, apresentou o projeto, que conta com o apoio da Fapesc. Segundo ele, a ideia é criar uma plataforma com dados e informações sobre todos os projetos desenvolvidos em pesquisa e inovação pelas 16 Instituições de Ensino Superior (IES) do Sistema Acafe. “O projeto é mais que uma plataforma de dados. Ele vai integrar tudo o que é produzido pelas IES e permitirá que seja os setores público e privado conheçam a potencialidade das nossas instituições nestas áreas. Queremos mostrar o tamanho que tem a Acafe”.

A pró-reitora pontuou ainda algumas sugestões para contribuir com o projeto. Segundo ela, o sistema poderia ser trabalhado em quatro eixos: Mapeamento (cadastro dos Grupos de Pesquisa (GPs), projetos e pesquisadores e dos laboratórios, suas competências e seus entregáveis); Integração (análise integrada dos projetos/GPs e laboratórios; mapeamento de projetos colaborativos e desenho e viabilização da sinergia entre IES e os pesquisadores envolvidos; Apoio (identificação de linhas de fomento aos projetos; mapeamento de oportunidades de transferência de tecnologia com o setor produtivo e público; mapeamento de oportunidades de prestação de serviços e integração e viabilização de projetos colaborativos na IES e entre as IES); Monitoramento (acompanhamento da execução dos projetos na IES e entre IES).

Neste momento, a Acafe e a Fapesc estão realizando visitas aos gestores das IES do Sistema Acafe para apresentar o projeto e dialogar sobre ideias e contribuições. O próximo passo será o encaminhamento de um questionário para que cada universidade ou centro universitário colete informações com o setor público e privado de sua região. A partir das respostas, será feito um diagnóstico, que deve ser apresentado às IES ainda em 2020. A intenção é que o desenho da plataforma esteja pronto até março de 2021.

Milena Nandi – Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

17 de setembro de 2020 às 21:15
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito