Sala dos Municípios

Unesc participa da assinatura do dossiê do Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul

Unesc participa da assinatura do dossiê do Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul
Coordenadora da Sala dos Municípios representou a Instituição (Foto: Divulgação) Mais imagens

A Universidade esteve presente na assinatura do dossiê do projeto Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul, que ocorreu na última sexta-feira (29/11), em Praia Grande, com a presença de participação de autoridades, técnicos envolvidos com o projeto e a comunidade da região.

A Unesc foi representada pela coordenadora da Sala dos Municípios, Izabel de Souza. Segundo ela a Universidade está à disposição da iniciativa, podendo dar apoio às atividades do projeto. Em outras oportunidades, representantes do Consórcio Intermunicipal Caminhos dos Cânions do Sul já estiveram reunidos com representantes do Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz) e do LabPGT (Laboratório de Planejamento e Gestão Territorial), ambos vinculados ao PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais) e da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

A iniciativa Geoparque Cânions do Sul integra sete municípios do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Cambará do Sul, Jacinto Machado, Mampituba, Morro Grande, Praia Grande, Torres e Timbé do Sul formam um território de sítios geológicos com potencial de exploração para estudos, iniciativas sustentáveis, educação e turismo.

O objetivo do projeto é impulsionar o desenvolvimento sociocultural, econômico e ambiental na região, tornando o local um Geoparque Mundial da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). No mundo, segundo a Unesco, há 127 geoparques, sendo apenas um deles no Brasil, o Geoparque Araripe, no Ceará.

O dossiê contém uma série de informações detalhadas sobre a geologia da região, a estrutura de gestão e os trabalhos que vêm sendo desenvolvidos nas áreas de educação e promoção do turismo sustentável. Os documentos foram formalmente enviados no dia da assinatura à sede da Unesco, em Paris, através do Ministério das Relações Exteriores.

A entrega do dossiê é considerada uma das principais etapas no processo de avaliação para verificar se o território pode ser realmente ser considerado um Geoparque conforme os critérios do programa de Geoparques da Unesco que valoriza territórios formados por sítios e paisagens de reconhecida relevância para a compreensão sobre a história geológica da Terra.

*Com colaboração da Assessoria de Comunicação do Consórcio Intermunicipal Caminhos dos Cânions do Sul

Milena Nandi – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

05 de dezembro de 2019 às 16:54
Compartilhar Comente

Deixe um comentário

Ouça o que está escrito