Setor de Apoio à Captação de Recursos

Newsletter Newsletter RSS RSS

Fundo SC vai começar sua fase de investimento

Voltado para desenvolver empresas catarinenses nascentes nas áreas de tecnologia da informação, bioengenharia e nanotecnologia, o Fundo SC vai começar sua fase de investimento. Após a assinatura do acordo de comprometimento por parte dos investidores, serão disponibilizados R$ 12 milhões, com participação de 49% da FINEP, o que corresponde a R$ 5,8 milhões. Esta é uma das ações do Inovar Semente, programa lançado pela Financiadora em 2006.
 
O seed capital ou capital semente apoia os chamados start ups - empreendimentos promissores que estão em fase inicial de implementação e organização de operações, alguns ainda em incubadoras de empresas. Nesse estágio, esta modalidade de investimento pode ajudar na capacitação financeira do negócio.
 
Gerido pela FIR Capital e pela BZPlan, empresa sediada em Florianópolis, o Fundo SC apresenta os seguintes investidores: FINEP, CELOS (Fundo de Pensão), SC Parcerias, Intelbras, WEG Participações e Pedra Branca Empreendimentos Imobiliários. A participação será sempre minoritária nas empresas investidas, cujo faturamento máximo não pode ultrapassar R$ 2,4 milhões por ano.
 
“Com o fundo, a FINEP quer alavancar o desenvolvimento de empresas de pequeno porte, de forma que possam produzir tecnologia de ponta e inovação”, diz Patrícia Freitas, superintendente da Área de Investimentos da FINEP.
 
Em quatro anos, o Inovar Semente já aprovou a criação de seis fundos voltados para micro e pequenas empresas de base tecnológica. Ao todo, foram comprometidos quase R$ 110 milhões no Programa.
 

FONTE: FINEP

15 de março de 2010 às 10:55
Compartilhar