AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Voz e violão em live do projeto Quintas Culturais

Voz e violão em live do projeto Quintas Culturais
Convidado é o professor da Universidade Gladir Cabral (Imagem: Divulgação) Mais imagens

O projeto Quintas Culturais promove, nesta quinta-feira (16/7), uma live com o professor doutor da Unesc Gladir Cabral. A partir das 18h30, o produtor cultural da Universidade, Maxwell Sandeer Flor, apresenta um bate papo com o convidado, seguido de apresentação de voz e violão. A transmissão será feita pelo @culturaunesc no Instagram.

A atração trazida pelo Setor Arte e Cultura dá continuidade na iniciativa de transmitir informação e cultura por meio do formato virtual, que vem convidando artistas e produtores locais desde o início do isolamento social. Segundo Maxwell, esta também é uma maneira de manter as atividades culturais da Universidade, auxiliando na contenção do coronavírus. “Também é importante lembrar que um dos objetivos é dar visibilidade aos artistas. Neste momento, muitos estão sem poder difundir seus trabalhos, e o Quintas Culturais se apresenta como um mecanismo para deixar viva sua arte nas redes sociais da Universidade”, destaca.

Conforme pesquisa do COMCCRI (Conselho Municipal de Políticas Culturais de Criciúma), trazida pelo produtor, mais de 90 artistas estão sentindo o impacto econômico da pandemia no setor cultural em Criciúma, com um déficit de R$ 264 mil. “Os projetos culturais da Unesc sempre preveem subsídios aos artistas envolvidos. Temos como exemplo a Exposição Temporária “Criciúma 140 anos de História, Patrimônio e Poéticas Urbanas” que destinará recursos para três projetos aprovados por meio de edital da Universidade”, ressalta a coordenadora do Setor Arte e Cultura, Amalhene Baesso Reddig.

O projeto Quintas Culturais é uma iniciativa do Setor Arte e Cultura, com o objetivo de promover o desenvolvimento cultural, trazendo todas as quintas-feiras apresentações para o campus da Universidade, e agora nesse período de pandemia no instagram @culturaunesc. Para fazer parte desta experiência os interessados podem entrar em contato pelo telefone 3431-2622 ou ainda pelo e-mail cultura@unesc.net


Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de julho de 2020 às 18:01
Compartilhar Comente

Estudantes de Educação Física – Licenciatura da Unesc transformam teoria em prática

Estudantes de Educação Física – Licenciatura da Unesc transformam teoria em prática
Momentos foram propostos no formato virtual, com a presença de egressos do curso (Imagens: ReproduçãoGoogleMeet) Mais imagens

Os estudantes de Educação Física – Licenciatura da Unesc transformaram o conhecimento obtido em sala de aula em prática, na atividade acadêmica Banca de Professores da Educação Básica. A dinâmica, realizada dentro das disciplinas de Estágios Supervisionados Obrigatórios, iniciou na última semana e se estende até quinta-feira (16/7).

Conforme o docente Bruno Dandolini Colombo, o objetivo é possibilitar que o acadêmico se reconheça enquanto professor de Educação Física e mediador do conhecimento, da cultura corporal e do movimento, por meio da inserção teórico-prática do trabalho escolar, considerando a formação científica, cultural, humana e ética desenvolvida ao longo do curso de Licenciatura.

Para a Banca, formada por professores convidados, que são egressos do curso, e da Instituição, os acadêmicos organizaram e apresentaram uma aula voltada à experiência da educação básica. Em conjunto, os professores avaliaram, tecendo considerações e sugestões.

Para o coordenador do curso, professor Joni Márcio de Farias, este momento tem grande significado. “Atividades acadêmicas como essa que aproximam a Universidade e a escola, estabelecendo laços entre acadêmicos e egressos, que hoje são professores consolidados. Essa troca de experiências é fundamental para uma formação sólida de nossos alunos”, frisou

Os materiais foram disponibilizados antecipadamente aos professores convidados. “É importante destacar que essas aulas foram elaboradas a partir de cenas pedagógicas que se embasavam na realidade escolar de estágios anteriores, já que com a pandemia as aulas de educação básica seguem suspensas”, frisou Colombo.

Estiveram como convidados os professores Jhenifer Almeida, Gustavo Amâncio Bonetti Menechel, Sirléia Silvano e Isabela Natal Milak. Ministram as disciplinas de estágio os docentes da Unesc Ana Lúcia Cardoso, Vidalcir Ortigara, Bruno Dandolini Colombo, Vânia Vitório e Samira Casagrande.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de julho de 2020 às 17:53
Compartilhar Comente

Unesc qualifica professores da rede pública de Laguna

Unesc qualifica professores da rede pública de Laguna
Formação também auxilia o município no alinhamento com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) (Fotos: ArquivoUnesc)l Comum Curricular) (Fotos: Divulgação) Mais imagens

A Unesc está qualificando professores da rede pública de Laguna, nos níveis inicial, infantil e fundamental. A Formação Continuada, realizada desde fevereiro, envolve mais de 300 profissionais, em um convênio entre Universidade e Secretaria da Educação do município.

Conforme Rafael Amaral, assessor de Extensão na data de assinatura do acordo, a Formação soma 400 horas, e segue durante todo o ano de 2020. “No desenvolvimento das atividades, 192 horas foram ministradas ainda no mês de fevereiro. A partir de março, sob influência da pandemia, os encontros foram adaptados para a realidade virtual, somando 52 horas de qualificação até o momento”, esclarece.

O propósito do convênio foi, principalmente, a construção de diretrizes e propostas curriculares, resultando no alinhamento do município com a BNCC (Base Nacional Comum Curricular). Também foram trabalhados temas como autoestima, motivação no ambiente de trabalho, comprometimento e conduta profissional. “Como uma Universidade comunitária, a Unesc é muito mais do que uma formadora de conhecimentos, indo muito além disso. A Instituição tem a capacidade de levar toda sua expertise, o que ela tem de melhor nas mais diversas áreas do conhecimento, para os municípios de toda a região, contribuindo para o desenvolvimento regional e em especial da educação”, pontua.

Além dos professores, os gestores de ensino de Laguna também estão envolvidos. As direções escolares e os departamentos pedagógicos participaram de um encontro com apresentação da proposta de Formação, oficina de aprendizagem e encaminhamentos para atualização do projeto político pedagógico.

Avaliação positiva dos professores


Ainda em andamento, a Formação já obteve resultados positivos. Após a segunda etapa, os professores avaliaram os pontos e processos de aprendizado, com uma média superior a 70% como “excelente” e 25% como “bom”.

A terceira etapa da qualificação ainda não tem data marcada. Os setores envolvidos na Formação são a Universidade Corporativa; Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, e a Proplan (Pró-reitoria de Planejamento de Desenvolvimento Institucional).

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de julho de 2020 às 16:14
Compartilhar Comente

Sala de Situação Covid – 19 da Unesc é mais um mecanismo para garantir a segurança na Universidade

Sala de Situação Covid – 19 da Unesc é mais um mecanismo para garantir a segurança na Universidade
Projeto iniciou sua atuação nesta segunda-feira (13/7) (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Os estudantes, professores e funcionários da Unesc já contam com a segurança e credibilidade da Sala de Situação Covid – 19, implantada nesta segunda-feira (13/7). A iniciativa dispõe de espaços físico e virtual, com o propósito de ampliar o acesso à informação no campus de Criciúma, unidades de Araranguá e Rincão e no Iparque (Parque Científico e Tecnológico), entendendo que a informação adequada é essencial para a adoção de medidas de prevenção e, portanto, de segurança.

Situada no Laboratório de Pesquisa do PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva), no bloco S, a Sala de Situação é composta por especialistas dos diversos segmentos da área de Saúde. Conforme a reitora da Unesc e idealizadora do projeto, Luciane Bisognin Ceretta, a equipe de atuação será responsável pelo monitoramento de problemas em potencial e trará soluções assertivas, prevenindo e protegendo.

“A Unesc está muito comprometida com a proteção e segurança dos seus colaboradores e estudantes. Estamos vivendo um momento de incertezas e inseguranças, e a Universidade deve ser o local onde todos se sintam absolutamente protegidos. Para tanto, iniciamos um projeto que vai monitorar o processo de viver, estar, estudar e trabalhar no campus universitário”, enfatiza a reitora. “Temos uma expertise importante que está colocada no cuidado dos que aqui coabitam. A Sala de Situação é o novo ponto de referência para atenção, prevenção e monitoramento da Covid-19”, conclui.


Atuação diária e comprometimento 

No dia a dia da Unesc, todas as atividades, desde o trânsito das pessoas até as medidas de segurança e proteção, serão monitoradas pela Sala. “De segunda a sexta-feira, às 18 horas, todas as informações obtidas serão repassadas em formato de boletim, entregue via WhatsApp para todos os estudantes, professores e funcionários da Instituição. Os dados também estarão disponíveis no site do Comitê de Análise e Gestão Covid – 19”, explica o mestre em Saúde Coletiva, Rafael Amaral.  

Somada a atuação diária, um podcast semanal será veiculado às 18 horas de sexta-feira, com pautas de relevância e vínculo com o coronavírus. A iniciativa envolve o Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Coordenação de Biossegurança Acadêmica, SESMT (Serviço de Segurança do Trabalho) e Programa de Residência Multiprofissional.

Além do monitoramento e compartilhamento de informações, a Universidade receberá sinalizações visuais, como cartazes e cartilhas. Antes de cada aula, a mestre em Biociências e Reabilitação, professora Paula Ioppi Zugno, levará orientações de combate à Covid – 19 aos estudantes e professores, por meio de produções audiovisuais.

Protocolos internos garantem a segurança dos profissionais

Dentro da Sala de Situação, um espaço específico está sendo montado para garantir a segurança dos profissionais. O local será higienizado diariamente com ozônio, e a organização interna dos postos de trabalho e movimentação têm um protocolo de segurança específico. Além disso, sinalizações visuais também serão instaladas na sala.  

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

13 de julho de 2020 às 18:20
Compartilhar Comente

Medicamentos fora do prazo de validade representam risco à saúde

Medicamentos fora do prazo de validade representam risco à saúde
Coordenadora do curso de Farmácia da Unesc chama atenção para importância dos cuidados com os fármacos (Foto: Arquivo Unesc) Mais imagens

Um comprimido para dores de cabeça, aquela pastinha para azia, uma pomada para hematoma, um analgésico, outras pílulas, sal de fruta. Itens comumente guardados em casa. Ao utilizar estes e qualquer outro tipo de medicamento é preciso cautela e responsabilidades que vão desde a avaliação da necessidade de sua utilização, até a dosagem, os horários e períodos de uso e, fatos por vezes deixados de lado, o armazenamento e a atenção ao prazo de validade de tais produtos. O cuidado com essas questões, conforme a coordenadora do curso de Farmácia da Unesc, Silvia Da Bó, são imprescindíveis para que o paciente, ao buscar uma solução, não acabe se expondo a riscos.

As “farmacinhas”, como são costumeiramente chamados os locais em que são guardados os medicamentos, devem receber atenção constante para revisão de condições e prazo de validade dos produtos. De acordo com Silvia, é comum que itens fiquem guardados por algum tempo sem que o paciente se dê conta e ao precisar novamente acabe por negligenciar sua validade. “Isso representa um risco à saúde, pois, ao ingerir um produto vencido existem duas opções: ou se expor ao risco de não ter efeito prometido ou sofrer reações adversas”, destaca.

Para evitar a situação a orientação da professora é de que ao comprar o medicamento e tirar da caixa, o paciente observe se na embalagem primária, vidro ou cartela, por exemplo, também está destacada as datas de fabricação e validade e, se possível, evite tirá-los da cartela original. “Ao verificar a presença das datas nas embalagens o paciente pode colocar uma etiqueta ou fazer outro destaque como preferir para deixar evidente essa informação”, completa.

Ainda, entre as orientações da coordenadora, está a importância de manter os medicamentos em local seco, longe de calor e umidade. “Muitas pessoas guardam essas caixinhas perto do forno elétrico ou micro-ondas na cozinha ou até no banheiro, locais que estão expostos ao calor e umidade excessivos e que não são adequados para esse tipo de armazenamento”, acrescenta.

Armazenamento e avaliação

Para garantir a boa condição do fármaco, de acordo com a profissional, é preciso estar atento ao armazenamento e ao aspecto deste. Isso porque com a presença de calor e umidade, por exemplo, a composição pode sofrer alterações químicas indesejadas.

Ao perceber diferença na coloração, no aspecto da solução ou no odor a orientação é de devolver o produto na farmácia onde foi comprado se a alteração estiver presente desde o ato da compra, ou descartá-lo, se identificar estar fora do prazo de validade ou se armazenado de maneira indevida. “Esse descarte não pode ser feito em pias, vasos sanitários ou lixo comum. O paciente deve levar a unidades de saúde, farmácias ou na nossa Farmácia Solidária na Unesc, locais que darão o destino correta para as substâncias”, explica.

Ainda, a utilização de qualquer medicamento e, principalmente, a combinação de mais substâncias deve ser realizada sob orientação de um profissional de saúde qualificado. A professora ressalta que "quando utilizamos mais de um produto farmacêutico pode ocorrer interações medicamentosas, que muitas vezes são imprevisíveis e podem comprometer a saúde do paciente."

Curso com matrículas abertas

O cuidado com a saúde e a importância dos profissionais da área tem estado cada vez mais em evidência. O profissional farmacêutico conta com importante papel no contato direto com o paciente em diferentes áreas de atuação, além da possibilidade de trabalho na produção e desenvolvimento de medicamentos e cosméticos.

Na Unesc o curso de Farmácia conta com tradição e experiência comprovados com o destaque dos egressos no mercado de trabalho. As matrículas o segundo semestre de 2020 estão abertas com diferentes possibilidades de ingresso facilitado.

Os interessados em conhecer melhor as opções oferecidas pela Unesc e os diferenciais do curso de Farmácia podem entrar em contato pelos telefones (48) 3431-4500 ou (48) 99915-0433 (Whatsapp).

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

14 de julho de 2020 às 08:02
Compartilhar Comente