Newsletter Newsletter RSS RSS

Necessidades e desafios para a Universidade são debatidos por acadêmicos e Reitoria no Diálogos Unesc

Necessidades e desafios para a Universidade são debatidos por acadêmicos e Reitoria no Diálogos Unesc
Acadêmicos apresentaram as reivindicações dos estudantes para a reitoria (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Avaliar e debater as realizações da Universidade. Esses eram alguns dos objetivos do segundo encontro do Diálogos Unesc. O segundo momento da ação ocorreu na tarde desta terça-feira (14/8) no auditório Ruy Hülse e contou com a participação de alunos e gestores da Unesc.

De acordo com a reitora da Universidade, Luciane Ceretta, o objetivo do encontro é de ampliar a relação entre a gestão e os acadêmicos. "Aqui estamos dialogando e escrevendo a Universidade. Avaliar o andamento da Instituição e o olhar do estudante é fundamental, pois estes são os olhares dos que estão em todos os lados da Unesc", enfatiza.

Segundo o vice-reitor, Daniel Preve, um dos objetivos da gestão é o relacionamento próximo com os alunos. "A partir de momentos como esse, poderemos construir com várias mãos uma grande Universidade, apontando as necessidades e desafios dos estudantes", ressalta.

Espaço de fala

O Diálogos Unesc tem por temática principal abrir o espaço de fala entre os acadêmicos e a gestão. Segundo a reitora, a proposta é realizar até dois debates como este durante o ano com os acadêmicos, além de encontros com colaboradores e docentes da Instituição. "Queremos abrir o debate para entendermos como está a Universidade e assim melhorá-la", comenta.

Entre os temas debatidos estiveram a evasão e a permanência dos alunos dentro da Universidade, as ações e participações da Unesc para com os cursos de Licenciatura, os desafios da graduação Ead (Ensino à Distância), o atendimento ofertado nas cantinas e no restaurante universitário e os programas e as bolsas de estudo oferecidas para os acadêmicos.

Para o vice-presidente do DCE (Diretório Central dos Estudantes), Luccas Gonçalves, o encontro representa um momento rico para os acadêmicos. "Aqui podemos expor o que pensamos e o que esperamos da Universidade", comenta.

Além da reitora e do vice-reitor, a pró-reitora acadêmica, Indianara Reynaud Toreti, o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Thiago Fabris, o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Oscar Montedo, o diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, o gerente do Escritório de Negócios, Henrique Vargas, o gerente do Escritório de Inovação, Evânio Nicoleit, a gestora da Gerência de Atendimento ao Estudante, Mira Dagostin, e a chefe de Gabinete da reitoria, Gisele Coelho Lopes, também participaram do encontro.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 14 de agosto de 2018 às 18:52
Compartilhar Comente

Diálogos Unesc: Acadêmicos e Reitoria discutem sobre necessidades, anseios e reivindicações

Diálogos Unesc: Acadêmicos e Reitoria discutem sobre necessidades, anseios e reivindicações
Momento foi produtivo com a grande participação dos alunos (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Acadêmicos e equipe da Reitoria estiveram reunidos na noite desta segunda-feira (13/8) para o primeiro momento da ação Diálogos Unesc, no Auditório Ruy Hülse. A proposta, levantada pela Reitoria, foi de proporcionar uma noite especial com a equipe a postos para ouvir comentários, anseios, reivindicações e até apontamentos de ações que tenham bom resultado dentro de cada curso ou setor. Conforme a Reitora Luciane Ceretta, o objetivo é realizar a ação a cada semestre, proporcionando também o momento aos professores, gestores e coordenadores de curso da instituição como forma de dar respaldo e continuidade a proposta, já levantada ao longo da campanha realizada em 2017, de estar próximos da comunidade acadêmica.

O primeiro contato foi de apresentação da própria Reitoria e a equipe que a compõe, salientando a forma com que cada setor se relaciona com os acadêmicos. Após as apresentações os estudantes puderam ficar à vontade para realizarem seus questionamentos, o que rendeu uma conversa de mais de duas horas e meia e uma grande lista de reivindicações e sugestões montada para ser aprofundada posteriormente. “Viemos ouvir muito mais do que apresentar números ou explicações. A Unesc é uma universidade comunitária e esse é um espaço do qual não abrimos mão. Esse contato não tem preço e a lista que montamos hoje será muito importante”, declarou a reitora.

Para o vice-reitor, Daniel Preve, o debate com os alunos é um dos compromissos da chapa, que levantou a campanha "A Unesc que a gente quer" e agora trabalha todos os dias para melhorar cada vez mais os serviços oferecidos. "Todas as decisões que tomamos são analisadas com extremo cuidado pelo compromisso que temos de manter e ampliar a excelência acadêmica da Universidade. Esse contato vem a somar com os nossos objetivos", afirmou.

Grande participação

Entre os assuntos levantados ao longo do diálogo esteve a possibilidade de realização de mais projetos que possam integrar acadêmicos dos mais variados cursos. A universitária Vitoria Maria Vito, do Curso de Biomedicina, foi quem levantou a questão, afirmando que gostaria de poder conviver mais com colegas que, no mercado de trabalho, poderão de alguma forma ter contato com sua função.

“Muitas vezes o aluno não entende o que o seu curso pode ter a ver com o outro, mas tem sim muita coisa. Nós somos todos colegas e acho importante que ações promovam mais envolvimento até para incentivar um maior respeito com relação a outras profissões por meio do entendimento do valor que o colega também vai ter também na sociedade”, comentou. Vitoria aproveitou ainda para agradecer pela possibilidade de poder falar abertamente sobre tantos assuntos pessoalmente com a equipe da Reitoria e levar anseios diretamente para as lideranças da Universidade.

Ainda entre os temas levantados estiveram a possibilidade de criação de uma Pós-Graduação na área de computação dentro da Universidade; a maior utilização da ampla estrutura do Iparque; o incentivo para que mais projetos de extensão possam ser realizadas nas cidades da região; a possibilidade da volta do projeto de Feira das Profissões e as atuais ações realizadas dentro do campus com a intenção de atrair alunos do Ensino Médio para a Unesc; a valorização dos cursos de Licenciatura por meio de ações voltadas ao incentivo para que os adolescentes conheçam mais as possibilidades da formação; uma conversa franca sobre as ações tomadas pela atual gestão para uma contenção de gastos necessária para as finanças da Universidade e os resultados disso nos números atuais; a possibilidade de criar novos critérios para escolha de acadêmicos para os projetos de extensão; entre outras pautas.

O diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Oscar Montedo, a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, e a gestora da Gerência de Atendimento ao Estudante, Mira Dagostin, também participaram do encontro. Conforme a Reitora, todas as situações levantadas serão discutidas com a equipe com a intenção de avaliar novas possibilidades e de tornar realidade o máximo de reivindicações possível. 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 13 de agosto de 2018 às 22:32
Compartilhar Comente

Unesc e Sebrae dão pontapé inicial ao projeto Jornada Empreendedora

Unesc e Sebrae dão pontapé inicial ao projeto Jornada Empreendedora
Ação foi lançada de forma oficial na noite desta segunda-feira (6/8) no Auditório Ruy Hülse (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Diante do Auditório Ruy Hülse completamente lotado por um público cheio de boas expectativas, foi iniciado de forma oficial na noite desta segunda-feira (6/8) o projeto Jornada Empreendedora, uma parceria entre a Unesc e o Sebrae Santa Catarina. A ação promete revolucionar tudo o que diz respeito a empreendedorismo dentro do campus através de ações especiais pensadas para professores, gestores e alunos com a intenção de criar ou inflamar a visão e o comportamento empreendedor em cada um dentro da sua realidade.

Na primeira atividade da ação estiveram presentes autoridades da universidade e do Sebrae, em âmbito regional, estadual e nacional, para assinatura do contrato inicial de 18 meses de parceria. Além do cerimonial, o evento contou ainda com uma palestra do Diretor Técnico do Sebrae SC, Anacleto Angelo Ortigara, dando início de forma imediata ao compartilhamento de conhecimento sobre o assunto proposto pela ação.

Conforme a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, o incentivo e conhecimento voltado ao empreendedorismo foi um dos principais eixos apontados em seu Plano de Gestão e a noite desta segunda-feira marcou uma conquista muito significativa e de grande expectativa. “A universidade tem também esse papel de abrir caminhos para que todos possam empreender não só abrindo negócios, mas também em suas carreiras e vidas pessoais. Essa parceria grandiosa nos dará a oportunidade de fazer isso com um modo de trabalho inovador, dinâmico e proativo em diferentes áreas”, comentou.

Para Ortigara, a Unesc neste momento se coloca mais um passo à frente. “A universidade está em posição destacada ao apresentar de forma inédita no país essa alternativa de alto valor aos seus professores, colaboradores e estudantes. Para conseguir basta querer e a demonstração deste querer já está sendo dada hoje. Esse é um gesto grandioso que permitirá o acesso a conhecimentos valiosos e que certamente irão gerar muitos frutos para toda a região”, afirmou.

 

Transformação do sistema

A responsável por explicar a dinâmica das 29 ações que serão realizadas ao longo dos meses de projeto foi a consultora nacional do Sebrae, Luciana Matos Santos Lima. Conforme a profissional, o trabalho para implantação da Jornada Empreendedora iniciou em agosto de 2017 e chega em um momento histórico. “Para nós do Sebrae é um dia de muita emoção. Construímos esse projeto para que possa efetivamente contribuir para formação de todos vocês e temos convicção de que isso irá se tornar realidade”, comentou.

De acordo com Luciana, a ação vai muito além da simples inclusão de conteúdos sobre empreendedorismo “Só isso não basta. A gente precisa transformar o sistema. Agir nos professores, gestoras e em vocês, alunos. Vamos imbuir esses conhecimentos no DNA da universidade”, completou.

Entre as etapas citadas pela liderança estão trabalhos com os temas: Estímulo ao empreendedorismo; Fortalecimento do ecossistema empreendedor; Aproximação com o mercado e Redes de construção de conhecimento, sendo assuntos aplicados para todas as áreas do conhecimento.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 06 de agosto de 2018 às 22:11
Compartilhar Comente

Ouvidoria presente em capacitação

Ouvidoria presente em capacitação
Mais imagens

A Ouvidoria da Unesc esteve presente na capacitação “Aproveitando ao máximo o feedback: O feedback para o desenvolvimento humano no trabalho”, ministrada pela professora Gisele Coelho Lopes.

O objetivo da capacitação era abordar a importância da escuta no processo de receber feedback; as habilidades de comunicação na hora do feedback e apresentar os processos de feedback: condução e encaminhamentos, tema de grande importância para a Ouvidoria.

O encontro fez parte das atividades do Proadh (Programa de Aprendizagem e Desenvolvimento Humano), realizado pelo Departamento de Desenvolvimento Humano da Unesc.

Por: Jéssica Vicência Das Chagas 20 de julho de 2018 às 14:07
Compartilhar Comente

Unesc é a segunda melhor universidade brasileira não pública, segundo índice inédito

Unesc é a segunda melhor universidade brasileira não pública, segundo índice inédito
Estudo foi realizado pela Brasil Júnior, com apoio da consultoria McKinsey Mais imagens

Formar empreendedores tem sido um desafio no cenário educacional. E a Unesc foi reconhecida como a segunda melhor Instituição de Ensino Superior do Brasil, entre as não-públicas, segundo o Índice das Universidades Empreendedoras. O estudo inédito foi realizado pela Brasil Júnior, com apoio da consultoria McKinsey, e divulgado em novembro pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

“Ser reconhecida em segundo lugar no índice das universidades empreendedoras do Brasil é resultado do trabalho de qualidade desenvolvido há 48 anos pela Unesc. Somos uma Instituição comunitária preocupada com a formação de nossos alunos e a comunidade regional e reconhecida frequentemente pela excelência em diversos aspectos, incluindo ensino de qualidade, pesquisa, extensão, estrutura e qualificação dos professores”, destaca o reitor Gildo Volpato.

Destaque para a Infraestrutura e Cultura Empreendedora

Nos critérios avaliados pelo Índice das Universidades Empreendedoras, a Unesc se destaca, entre todas as universidades, públicas e privadas, em dois. A Instituição aparece como a segunda melhor do Brasil, no critério “Cultura Empreendedora, e a terceira melhor no segmento “Infraestrutura”, entre todas as universidades, públicas e privadas.

Quando o assunto é “Infraestrutura”, a Unesc aparece ao lado da PUC-Rio (1º) e Unicamp (2ª). Neste critério foi avaliado a qualidade da infraestrutura física e internet, além da instalação de um parque tecnológico e suas parcerias. “É um reconhecimento a estrutura que temos, com os laboratórios de alto nível; uma Biblioteca recém-inaugurada; o Iparque (Parque Científico e Tecnológico), e todos os espaços: salas de aula, Clínicas Integradas, Centros de Práticas, Sala de Negócios, Espaço das Empresas Juniores, Sala de Metodologia Ativas, entre outras”, ressalta a pró-reitora de Administração e Finanças, Kátia Sorato.

No critério “Cultura Empreendedora” a Unesc ficou atrás apenas da UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco). Nele foi avaliado a postura empreendedora dos professores e alunos, além da quantidade de disciplinas de empreendedorismo durante os cursos de graduação. “Introduzir o empreendedorismo para melhorar o ambiente de vida da geração atual e futura é algo muito próximo da nossa missão. Na Unesc ajudamos a preparar os alunos para sua vida e também para o mundo profissional. Um exemplo é o trabalho desenvolvido pelo Núcleo de Empreendedorismo. Nos orgulha muito receber esse reconhecimento nacional”, comenta a pró-reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Luciane Ceretta.

A melhor do Sul do Brasil entre as não-públicas

Entre as instituições avaliadas, a Unesc é a melhor Universidade não pública da região Sul do Brasil (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Ela aparece no Índice das Universidades Empreendedoras entre as 5 melhores da região, junto com UFSM (Universidade Federal de Santa Maria), UEM (Universidade Estadual de Maringá), UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) e UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

Como foi feito o estudo

A pesquisa foi realizada por meio de um questionário online que ouviu 5.975 alunos e 318 professores de 43 universidades de todo Brasil. Para elaborar o Índice das Universidades Empreendedoras foram selecionadas as 100 melhores universidades presentes na última edição do RUF (Ranking Universitário da Folha de São Paulo). Dessas, foram excluídas aquelas que não possuíam Empresas Juniores associadas, Enactus (organização internacional sem fins lucrativos dedicada a inspirar os alunos a melhorar o mundo através da Ação Empreendedora), Aiesec (Associação Internacional de Estudantes em Ciências Econômicas e Comerciais) ou núcleo da Rede CsF (Ciência sem Fronteiras), entidades que estimulam o empreendedorismo no ambiente universitário.

A partir das respostas dos questionários online concluiu-se que uma universidade empreendedora leva em conta os seguintes critérios: Cultura Empreendedora (postura empreendedora dos professores e alunos, disciplinas de empreendedorismo); Inovação (pesquisa, patentes, proximidade IES-empresas); Extensão (redes de contato, projetos de extensão); Infraestrutura (qualidade, parque tecnológico); Internacionalização (intercâmbio, publicações e citações internacionais); Capital Financeiro (orçamento, endowment/doação da sociedade civil).

Saiba mais sobre o Índice

 

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Davi Carrer 06 de dezembro de 2016 às 10:57
Compartilhar Comente (2)