Departamento de Desenvolvimento Humano

Inscrições abertas para o Programa de Combate ao Tabagismo da Unesc

Inscrições abertas para o Programa de Combate ao Tabagismo da Unesc
Programa é realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Uma ação voltada para o público interno e externo da Universidade e que promete ajudar a melhorar a qualidade de vida das pessoas. Esse é o Programa de Combate ao Tabagismo, que tem o propósito de ajudar os participantes a combater o vício do fumo. A ação, realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Criciúma, está com inscrições abertas até dia 19 de abril.  

O grupo, promovido desde 2016, tem a acompanhamento do psicólogo Roger Menegon Ferrari, membro da residência Multiprofissional em Saúde Coletiva da Unesc. O programa ainda possui parceria com outros setores da Universidade, como o a Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva/Atenção Básica, do SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), DDH (Departamento de Desenvolvimento Humano) e das Clínicas Integradas.

Para participar, os interessados devem procurar o setor, que fica no bloco Administrativo na sala 8, para preencher a ficha de inscrição. Os funcionários e acadêmicos da instituição também podem participar. O grupo acontecerá nas segundas-feiras à tarde e iniciará com encontros semanais, posteriormente quinzenais e mensais.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 10 de abril de 2019 às 18:26
Compartilhar Comente

Uma Unesc feita para as pessoas

Uma Unesc feita para as pessoas
Universidade está promovendo mudanças pensando na qualidade de vida (Foto: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Uma Universidade que presa pela qualidade do ensino e de vida em seu campus. Assim é a Unesc. Quem passou pela Instituição, no início do primeiro semestre de 2019, percebeu uma intensa movimentação de cuidados e reformas nas dependências da Universidade. São projetos, pensados no bem-estar das mais de quinze mil pessoas que passam pela Instituição diariamente. “Estamos cuidando das pessoas, o que temos de mais valioso na nossa Universidade. São elas que diariamente entregam seu melhor em um único objetivo, o de elevar a excelência da Unesc”, destaca a reitora, Luciane Bisognin Ceretta.

As dez redes de descanso, colocadas estrategicamente em pontos do campus, já se popularizaram entre acadêmicos e colaboradores da Unesc como um espaço de integração e renovação. “O ser humano tem capacidade para se manter focado por tempo determinado. No trabalho ou na vida acadêmica, é sempre necessário um momento para si. Os ambientes, construídos para acolher as pessoas, criam uma sensação de cuidado e carinho, refletindo em um melhor desempenho, propiciando relaxamento e autoconhecimento”, afirma a coordenadora do DDH (Departamento de Desenvolvimento Humano) da Instituição, Vania Menegalli Moojen.

Segundo Vania, psicóloga e doutora em Ciências da Saúde, em um dia com muitas atividades se tem a impressão de tempo perdido ao se parar por 15 minutos, porém este pequeno descanso pode fazer a diferença para a qualidade profissional e de vida. “A sensação pode ser de atraso, mas quando o profissional voltar ao trabalho suas energias estarão renovadas e será mais fácil e até mais rápido concluir uma atividade”, explica.

Além das redes, os espaços de convivência e descanso também incluem: placas de cultura de paz; uma sala de integração para os alunos e colaboradores do Bloco S; reforma do refeitório localizado no Bloco do Apoio Logístico; espaços de diálogos e informação em frente aos Video Walls, localizados nos halls dos Blocos Administrativos, S e XXI, e a arborização campus, com novos jardins entre os corredores.

A acadêmica do curso de Direito, Jessica Manentti, passa suas manhãs na Universidade e tem no espaço de convivência do Bloco S, um local para recarregar suas energias e encontrar os amigos. “Lá tenho conversas e um ambiente confortável para descansar após o almoço. Estes minutos, entre graduação e trabalho, fazem toda diferença no meu dia a dia”, destaca a estudante.

Qualidade de vida: confira as dicas da coordenadora do DDH para momentos mais felizes no local de trabalho e de estudo.

  • Tenha um proposito claro e não objetivos individuais. Assim você vai além e preocupa-se com o coletivo e com cuidar do próximo.
  • O autoconhecimento é importante. Ouça seu corpo e tenha momentos para relaxar, meditar e refletir. Eles podem agregar a qualidade de vida e do trabalho.
  • Relacione-se, conheça pessoas novas e conviva com o diferente. A troca de experiências é fundamental.
  • Busque conhecimento e atualize-se, mas sempre aprenda com quem está ao seu lado.
  • Você em primeiro lugar. Sua felicidade e saúde são importantes, busque se valorizar sempre.

​Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 04 de abril de 2019 às 16:17
Compartilhar Comente

Projeto Universidade Saudável retoma as atividades em 2019

Projeto Universidade Saudável retoma as atividades em 2019
Ação voltadas aos colaboradores e estudantes da Universidade propõe atividades físicas (Fotos: Arquivo Unesc) Mais imagens

O projeto Universidade Saudável, iniciado em 2018, deu bons resultados e retornará às atividades em 2019.  O projeto visa proporcionar para professores e funcionários horários para práticas corporais com orientação. Entre as atividades oferecidas gratuitamente estão Treinamento Funcional, Corrida e Ritmos.

O projeto é desenvolvido pelo GEPPS (Grupo de Estudos e Pesquisa em Promoção da Saúde) em parceria com DDH (Departamento de Desenvolvimento Humano) e conta com a orientação de profissionais e estudantes do curso de Educação Física.

Conforme o coordenador do projeto, Joni Márcio de Farias, a ação propõe a melhoria da qualidade de vida dos participantes. “As atividades contribuem para um melhor convívio social, a quebra de rotina, a melhora da autonomia funcional, da autoestima e a autoimagem, diminuição de peso corporal e melhora de componentes da aptidão física. Aos que já praticam, a proposta é contribuir na melhora da performance nos seus treinamentos", explica.

As atividades serão oferecidas em horários específicos. A aula de Ritmos será oferecida nas segundas e quartas-feiras, das 12h às 13h, e nas terças e quintas-feiras, das 17h30 às 18h30. A modalidade de Corrida ocorrerá de segunda a quinta-feira das 17h30 às 19h. Já a aula de Funcional ocorrerá nas terças e quintas-feiras, das 12h às 13h, e nas segundas e quartas-feiras, das 17h30 às 18h30.

Para participar, os colaboradores devem entrar em contato com o DDH no telefone (48) 3431-2695.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 22 de março de 2019 às 16:01
Compartilhar Comente

Feirão de Emprego para pessoas com Deficiência oferece mais de 200 vagas

Feirão de Emprego para pessoas com Deficiência oferece mais de 200 vagas
Ao todo, 17empresas estiveram reunidas na Unesc para o evento (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

“Momento de mostrar para as pessoas que o deficiente também tem vez”. Assim, o acadêmico de Administração de Empresas da Unesc e deficiente físico, Lucas Leandro Ferreira, definiu o Feirão de Empregos para pessoas com deficiência, realizado na Unesc nesta quinta-feira (24/01). A ação reuniu 17 empresas oferecendo vagas nas mais diversas categorias e funções. 

Aos 19 anos, Ferreira é formado em um curso técnico de Administração e cursa a 3ª fase de Administração na Unesc. O estudante já passou por três estágios, mas acredita que é hora de procurar um emprego com carteira assinada. “Acredito que aqui é uma oportunidade de eu encontrar um emprego, de iniciar minha carreira, na minha área de atuação”, comentou.

A mesma oportunidade é vista pela acadêmica de Design de Moda da Unesc, Juliana Alves Assis, de 21 anos. Ela é deficiente auditiva e busca por uma vaga nas empresas que se relacionam com o seu curso. “Muitas vezes os deficientes não vão atrás pois acham que não podem, mas aqui é uma oportunidade, uma opção de arranjar um emprego e trabalhar”, explicou a mãe de Juliana, Marlene Janaína Alves Assis.

Entre as empresas participantes, estiveram a Alinhar Consultoria, Angeloni Supermercados, Betha Sistemas, GDM Plásticos, Hospital São João Batista, Instituto Maria Schmitt, Portinari, TotalPlast, Ufo Way Denim Brasil, Unesc, La Moda, Vanelise Confecções, Corsul, Forauto, Copazza, Angelgres e Excelência Consultoria. A ação também contou com a parceria do Sine (Sistema Nacional de Empregos) e da Prefeitura de Criciúma, por meio da Secretaria de Assistência Social e Habitação do município.

Oportunidade de empregos

Estima-se que mais de 300 pessoas passaram pelo Feirão de Empregos. Ao chegar na Instituição, os interessados puderam conhecer as empresas, tirar dúvidas e se cadastrar para as vagas.

De acordo com a gestora do DDH (Departamento de Desenvolvimento Humano) da Unesc, Vania Menegalli, a ação surgiu a partir de um grupo de setores de RH’s (Recursos Humanos) que viram a oportunidade de oferecer juntas as vagas para os deficientes. “Além de aproximar as empresas, faz com que as pessoas tenham acesso às vagas e possam conseguir um emprego”, comentou Vânia. 

Na ação, o Sine cadastrou os participantes para a intermediação entre eles e as empresas. “Um evento como esse aumenta a visibilidade para a sociedade e para o trabalhador. Aqui as empresas estão oferecendo o serviço e as pessoas estão procurando, sendo assim todos saem ganhando”, explanou a Assistente Social do Sine de Criciúma, Maria Elizabeth Pizzollo.

Diretos garantidos

De acordo com a Lei nº 8.213 de 24 de julho de 1991, as empresas que possuem de 100 a 200 funcionários devem reservar 2% de suas vagas para pessoas com deficiência. Já as empresas que possuem entre 201 e 500 funcionários, 3%. Entre 501 e 1000 funcionários, 4%, e por fim, empresas com mais de 1001 funcionários, devem reservar 5% das suas vagas.

“É importante saber que nós deficientes temos esse direito por Lei de uma parcela das vagas serem garantidas para pessoas com deficiência”, frisou Lucas Ferreira. “A adesão das empresas para o evento foi muito grande e isso é muito importante para o acesso dos deficientes para o mercado de trabalho”, comentou Maria Elizabeth.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 24 de janeiro de 2019 às 17:53
Compartilhar Comente

Relacionamento Interpessoal é tema de capacitação

Os colaboradores da Unesc puderam participar de mais uma capacitação oferecida pelo Proadh (Programa de Aprendizagem e Desenvolvimento Humano) em parceria com Programa Ânima. Nesta terça-feira (27/11), ocorreu a capacitação “Relacionamento Interpessoal: Práticas de valores humanos para desenvolvimento de relações no ambiente de trabalho”, ministrada pelo professor da Unesc João Batanolli.

O encontro teve como objetivos proporcionar um espaço para refletir a importância das relações âmbito pessoal, profissional, social e refletir sobre autoconhecimento – quanto mais o indivíduo se conhece e trabalha para evoluir, melhores são seus relacionamentos.

Milena Nandi – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 28 de novembro de 2018 às 15:35
Compartilhar Comente