PPGE - Programa de Pós-Graduação em Educação

Internacionalização e Línguas

Internacionalização e Línguas
Mais imagens

Estiveram nesta última segunda-feira (9/12), a Professora Angela Cristina Di Palma Back (PPGE), Professor Carlos Arcângelo Schlickmann (Letras) e a professora Dayane Cortez (Instituto de Idiomas) na Universidade de Caxias do Sul (UCS), UCS Línguas Estrangeiras com o propósito de compreender o processo de certificação internacional do Português como Língua Estrangeira (PLE). A viagem foi muito proveitosa, sobretudo para o Português como Língua de Acolhimento (PLA- Projeto de Extensão) e a recepção de nossos alunos internacionais.

Por: Vanessa Morona Dias 11 de dezembro de 2019 às 11:06
Compartilhar Comente

Defesa Pública de Dissertação - Andréa Rabelo Marcelino

O Programa de Pós-Graduação em Educação convida toda comunidade acadêmica para assistir a Defesa Pública de Dissertação abaixo relacionada:

Mestranda: Andréa Rabelo Marcelino

Título: “Corrente de pensamento geográfico na formação do professor de geografia: um estudo em dois cursos de licenciatura”

Banca Examinadora:

Prof.  Dr. Gildo Volpato (Orientador - UNESC)

Profa.  Dra. Luciane Rodrigues de Bitencourt (UPF - Skype)

Prof.  Dr. Nilzo Ivo Ladwig (UNESC)

Data: 18 de dezembro de 2019

Horário: 8h30min

Local: Bloco “P” sala 101

RESUMO

Esta pesquisa está voltada para o campo da disciplina de Geografia e Educação. Tem como objetivo compreender o pensamento geográfico que embasa a formação do professor nos cursos de Geografia-Licenciatura na modalidade a distância, em duas instituições de Ensino Superior do Extremo Sul Catarinense. Tem como objetivos específicos: I. analisar as correntes de pensamento geográfico contido nas Diretrizes Curriculares Nacionais de Geografia; II. verificar as correntes de pensamento geográfico contida nos Projetos Pedagógicos dos Cursos que formam profissionais de geografia; III. identificar as correntes de pensamento geográfico contida na matriz curricular dos cursos. A pesquisa fundamentou-se nos seguintes autores que discutem o pensamento geográfico e a formação do professor no ensino de geografia: com base nos seguintes referenciais: Andrade (1987); Callai (2001 e 2013); Catrogiovanni (2012); Claval (2001 e 2014); Freire (1987, 1996 e 2005); Kozel (1996); Lacoste (1989); Martins (2011); Moreira (1994 e 2010); Nogueira (2013); Passine (2007); Pinto (2005); Santos (1985); Vesentini (2013) entre outros. A abordagem da pesquisa foi qualitativa, sendo que a técnica utilizada foi a análise documental das DCNs de Geografia para o Ensino Superior, demais DCNs da Educação Básica, Projeto Pedagógico e matriz curricular dos cursos. Os dados obtidos permitiram identificar que a corrente de pensamento geográfico presente nas DCNs e nas matrizes analisadas é a corrente crítica, pois foi possível perceber e refletir que a disciplina de geografia deve se comprometer a buscar descobrir seu objeto de estudo no currículo escolar, uma vez que o documento aponta para diferentes situações de entendimento do espaço geográfico. Na análise dos PPCs, o que retrata os documentos são voltados para a corrente crítica, porém não fica claro no estudo do documento como isso acontece no modo a distância. Palavras-chave: Pensamento Geográfico. Formação do Professor. Instituições de ensino.

Por: Vanessa Morona Dias 09 de dezembro de 2019 às 15:34
Compartilhar Comente

Encontro de Integração da 1ª Turma de Doutorado do PPGE/UNESC

Encontro de Integração da 1ª Turma de Doutorado do PPGE/UNESC
Mais imagens

No dia 23 de novembro, aconteceu em Cocal do Sul, o Encontro de Integração da 1ª Turma de Doutorado do PPGE/UNESC. Na oportunidade, os alunos e professores fizeram uma Roda de Conversa sobre "A Pedagogia Decolonial" de Catherine Walsh.

Por: Vanessa Morona Dias 09 de dezembro de 2019 às 13:32
Compartilhar Comente

Grupo de Estudos realiza encontro com pessoas da terceira idade

Grupo de Estudos realiza encontro com pessoas da terceira idade
Mais imagens

O Grupo de Estudos em Educação, Saúde e Meio Ambiente da Unesc, teve um momento de troca de saberes, no dia 26 de novembro, com integrantes de dois grupos da terceira idade de Criciúma. Durante a Tarde Cultural, os idosos mostraram seu talento para a dança, além de dialogar sobre questões relacionadas a fase da via que estão passando e compartilhar de momentos de alegria em torno de um café oferecido pelos anfitriões da Universidade. O grupo de idosos veio à Unesc acompanhado pelo professor de dança Anderson Felisberto.



A coordenadora do Grupo de Estudos em Educação, Saúde e Meio Ambiente, Janine Moreira, explica que a velhice é um dos temas pesquisados pelo grupo e que o encontro proporcionou subsídios para novas reflexões sobre a terceira idade. “O objetivo é desconstruir o olhar sobre a velhice”, afirma.

O Grupo de Estudos é formado por estudantes do PPGE (Programa de Pós-Graduação em Educação) e acadêmicos do curso de Psicologia da Unesc. A atividade com os grupos de terceira idade teve ainda a participação de alunos da disciplina de Filosofia do curso de Pedagogia, que foram acompanhados pelo professor Jéferson de Azeredo.

Por: Milena Spilere Nandi 02 de dezembro de 2019 às 09:00
Compartilhar Comente

Dia da Consciência Negra: Unesc promove debates sobre identidade e direitos nas políticas afirmativas

Dia da Consciência Negra: Unesc promove debates sobre identidade e direitos nas políticas afirmativas
Lançamento do clipe “Guerreiros de Bronze” faz parte da programação do evento (Foto: Priscila Cardoso) Mais imagens

O dia 27 de novembro vai ser marcado na Unesc por uma intensa programação em torno do tema “Consciência e Negritude: Identidade e Direitos nas Políticas Afirmativas”. Em alusão do Dia da Consciência Negra (21/11), diversos setores, cursos, Programas de Pós-Graduação e grupos de estudo da Universidade se reuniram para a realização de um evento que envolverá alunos, professores e funcionários da Unesc, representantes de movimentos sociais e a comunidade. A programação é gratuita e aberta ao público e contemplará apresentações culturais, rodas de conversa, lançamento de livro e de documentário e exposição de trabalhos dos alunos do Colégio Unesc.

Segundo a coordenadora do Neab (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e Minorias) da Unesc, que está à frente da comissão organizadora do evento, Normélia Ondina Lalau de Farias, novembro é um mês muito significativo, pois busca o resgate da cultura negra e mostra resistência de seu povo ao levar adiante a riqueza e importância da cultura afro e do povo negro, que ajudou e ajuda a construir o Brasil. “Se reconhecer como negro, se autodeclarar negro, entender a questão da negritude e resgatar a cultura, combater a violência às religiões de matriz africana e poder mostrar que somos um povo que pertence a esta terra e quer ter a sua cultura respeitada é muito importante. Somos mais de 53% da população brasileira que ainda é invisível na sociedade. Mas queremos dizer que estamos aqui buscando e que ocupamos os mais diferentes espaços”, afirma.

O evento pelo Dia da Consciência Negra iniciará às 14 horas, no Auditório Ruy Hülse, com apresentação cultural dos alunos do Colégio Unesc. A programação seguirá até à noite, com lançamento de livro, debates sobre imigração e direitos dos refugiados, além de uma roda de conversa sobre “Protagonismo Negro”, com o repórter EdSoul, o compositor e interprete do Grupo Voz do Gueto, Alex Gabriel e o professor doutor em Sociologia, Wagner Miqueias.

A programação trará ainda o lançamento do documentário e videoclipe “Guerreiros de Bronze”, às 19h30. O projeto tem o envolvimento da Unesc TV, do Neab, da Secretaria de Diversidade e Políticas de Ações Afirmativas da Universidade e da Ong Voz do Gueto e tem o objetivo de mostrar a história contemporânea dos negros brasileiros e suscitar a reflexão sobre desigualdade e direitos humanos.

O evento tem a organização do Neab e da Secretaria da Diversidades e Políticas de Ações Afirmativas, com o apoio do Colégio Unesc, do PPGD (Programa de Pós-Graduação em Direito), do PPGE (Programa de Pós-graduação em Educação), dos cursos de Ciências Contábeis, de Administração, de Pedagogia, de História, de Geografia, de Biomedicina e de Engenharia Química, da Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing, do Setor de Eventos, do Setor de Arte e Cultura, do Colégio Unesc e do Grupo de Estudos em Direitos Humanos, Relações Raciais e Feminismos.

Programação


Dia 27 de novembro

14h – Apresentação cultural do grupo de dança do quinto anos do Ensino Fundamental do Colégio Unesc. Tema: Consciência Negra. Autoria da aluna Naomi Ayana Cardoso Ribeiro. Local: Auditório Ruy Hulse;

14h15 – Lançamento do livro “A Nova Casa da Água”, conto africano ilustrado pela aluna do terceiro ano do Ensino Médio do Colégio Unesc, Julia Zilli. Local: Auditório Ruy Hulse;

15h – Apresentação do documentário “Nós”, de Thiago Simas, sobre a trajetória cíclica dos refugiados através dos tempos e roda de conversa sobre “Cinema e Direitos Humanos” com acadêmicos da Unesc e alunos da Escola de Imigrantes. Local: Auditório Ruy Hulse;

17h – 2º Cara Gente Branca: Consciência e Negritude. Roda de conversa na Praça do Estudante;

19h15 – Apresentação cultural do grupo de dança do quinto anos do Ensino Fundamental do Colégio Unesc. Tema: Waka Waka. Autoria das professoras Ana Karen Rosado e Juliana Pereira Guimarães Local: Auditório Ruy Hulse;   

19h30 – Lançamento do documentário e videoclipe “Guerreiros de Bronze” e mesa-redonda sobre “Protagonismo Negro”, com o repórter da NSCTV, EdSoul, o compositor e interprete do Grupo Voz do Gueto, Alex Gabriel e o professor doutor em Sociologia, Wagner Miqueias. Local: Auditório Ruy Hulse;

Até 28 de novembro

Exposição de trabalhos de estudantes do Colégio Unesc, como fotos da visita à comunidade quilombola São Roque, ilustrações em aquarela para o livro “A Nova Casa da Água” e símbolos Adinkras.


Milena Nandi – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 22 de novembro de 2019 às 12:31
Compartilhar Comente