Clínicas Integradas

Unesc leva orientações sobre saúde em ação durante desfile de 7 de setembro

Unesc leva orientações sobre saúde em ação durante desfile de 7 de setembro
Alunos e professores da Universidade estiveram pela manhã na Rua da Gente (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

A Universidade esteve presente no evento que marcou o fim da programação da Semana da Pátria em Criciúma, neste sábado (7/9), Dia da Independência do Brasil. Estudantes e professores da área da saúde realizaram atendimentos à população que passou pela rua José Henrique Mezzari, a “Rua da Gente”, para acompanhar o desfile cívico-militar, que ocorreu das 8 às 12 horas. A equipe da Universidade também participou do desfile.

O atendimento à população fez parte das atividades da Unesc no Setembro Amarelo, mês dedicado à prevenção do suicídio. Além das orientações e avaliações de saúde realizadas pelos cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Medicina, Odontologia, Psicologia, Biomedicina e Nutrição, a iniciativa englobou o Nuprevips (Núcleo de Prevenção às Violências e Promoção da Saúde) e o Laboratório de Psiquiatria Translacional da Unesc (com o grupo que estuda depressão).

Entre as atividades realizadas pela Unesc estiveram auriculoterapia, aferição de pressão arterial, orientações relacionadas ao Setembro Amarelo, orientações sobre saúde bucal, avaliação de estresse, qualidade de vida e orientação profissional e de prevenção ao suicídio e avaliação e orientações nutricionais.

Milena Nandi – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 07 de setembro de 2019 às 14:41
Compartilhar Comente

Participantes do Programa de Combate ao Tabagismo da Unesc comemoram vitória sobre o cigarro

Participantes do Programa de Combate ao Tabagismo da Unesc comemoram vitória sobre o cigarro
Último encontro do grupo ocorreu nesta segunda-feira (2/9) (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Parar de fumar. Uma luta travada diariamente por mais de 18 milhões de pessoas no Brasil, o oitavo país com maior número de fumantes no mundo segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Na Unesc, a vitória no desafio contra o cigarro foi comemorada nesta segunda-feira (2/9), data marcada pelo último encontro Programa de Combate ao Tabagismo.

Divaldo Mariano, de Maracajá, fumou por mais de 30 anos. Apaixonado por jogar futebol, se viu afastado do prazer de praticar o esporte e por muitas vezes pensou em desistir da luta contra o tabagismo. “Eram de duas a três carteiras de cigarro por dia, sempre com o objetivo de parar de fumar. Após muitas tentativas, me juntei ao grupo da Universidade. Antes do primeiro encontro, há cinco meses, fumei até o dia anterior e logo disse que iria desistir novamente”, conta.

Mariano não desistiu. Viu no acolhimento em grupo e na troca de experiências uma chance real de vencer. “Foi a melhor escolha para minha vida e para a relação com a minha família. Voltei a praticar esporte e a ter qualidade de vida”. Destacou.

Maria Cristina Felix, de Criciúma, também se encantou com a força do grupo. Para ela, as amizades foram essenciais para conquistar o objetivo. “O apoio dos companheiros fez toda a diferença. É um acolhimento especial, um papo gostoso de participar e muito incentivador”, afirma.

Programa de Combate ao Tabagismo


O grupo, promovido desde 2016, propõe dinâmicas de diálogos com profissionais de saúde e troca de vivências entre os integrantes. Nesta edição sete fumantes iniciaram o Programa e quatro deixaram o cigarro de lado. Dois dos participantes diminuíram consideravelmente a quantia fumada diariamente. 

O psicólogo Roger Menegon Ferrari, da residência Multiprofissional em Saúde Coletiva da Unesc, acompanhou a trajetória do grupo. Ele explica que a proposta foi fazer com que os participantes conhecessem a si mesmos e entendessem melhor suas atitudes. “O caminho para parar de fumar é ter consciência sobre quem eu sou e como posso me ajudar. Quando o corpo desenvolve uma dependência, a busca pela substância se torna constante. É fundamental ter sabedoria na hora de tomar decisões sobre qual caminho tomar”, frisa.

O Programa possui parcerias com outros setores da Universidade, como o SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes), o DDH (Departamento de Desenvolvimento Humano) e as Clínicas Integradas.

Uma nova turma já está completa para a próxima edição e um novo grupo será aberto em 2020.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 02 de setembro de 2019 às 17:19
Compartilhar Comente

Unesc disponibiliza vacinas gratuitas contra o sarampo

Unesc disponibiliza vacinas gratuitas contra o sarampo
Objetivo é conter o surgimento de novos casos da doença (Foto: Arquivo) Mais imagens

Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo do SUS (Sistema Único de Saúde) está em andamento e a Unesc aderiu à iniciativa. A Universidade disponibilizará, por meio da Clínica Escola de Enfermagem, vacinas gratuitas de 2 a 5 de setembro.

Para receber a vacina é necessário ter entre seis meses e 49 anos e apresentar um documento com foto e, se possível, a carteira de vacinação. Confira o cronograma da campanha:

  • Segunda-feira, nos halls dos Blocos S e XXI, das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 21 horas.
  • De terça a quinta-feira a vacinação será realizada na Clínica Escola de Enfermagem, localizada nas Clinicas Integradas da Universidade, das 8h30 às 11h30, das 13h30 às 17 horas e das 19 às 21 horas.


Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo

Realizada em todo o território nacional, a iniciativa busca conter o surgimento de novos casos da doença. Em 2019, segundo o Ministério da Saúde, o Sarampo voltou com força, com casos em Santa Catarina, São Paulo, Amazonas, Pará, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Roraima.

“É importante ficar atento em febre, manchas pelo corpo, dores de garganta e de cabeça, mal-estar e uma tosse continua. A doença é altamente contagiosa e perigosa, o que torna os meios de proteção indispensáveis. A vacina é um importante meio de defesa para a saúde”, explica a enfermeira da Clínica Escola de Enfermagem da Unesc Zoraide Rocha.

A profissional ressalta ainda que as crianças são o público mais vulnerável e necessitam de cuidado redobrado. Para mais informações a Clínica Escola de Enfermagem atende no telefone (48) 3431-2532.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 30 de agosto de 2019 às 14:43
Compartilhar Comente

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc
Mais imagens

Com ênfase na liderança de processos produtivos resoluções de conflitos, a Unesc irá receber nos dias 13 e 14 de agosto a palestra “A Sabedoria na Liderança dos Negócios: As emergências das experiências chinesas do Dr.Chan Kei Thong”, ministrada pelo próprio Thong. Aberta a comunidade externa e a forma de acesso é por meio de 1 kg de alimento não perecível.

Entre as pautas abordadas estão “A sabedoria da Liderança” e “O negócio como missão”. A palestra do dia 13 o público alvo são os Gestores de Empresas e Entidades e Gestores  e professores da Unesc. Além disso, Thong também palestrará para a gestores de escolas e secretários de educação, no dia 14 de agosto. Professores e gestores da Universidade estarão participando de todas as etapas que compõem o evento. Este é um passo à frente no processo de envolvimento de Professores e Gestores da Unesc neste novo ciclo de Inovação tecnológica de processos, produtos na universidade.

Conheça o palestrante

Dr. Thong é membro da equipe da Singapore Cru há 40 anos e co-fundador e CEO da LDi (Leadership Development International). Sob sua liderança na LDi, o empreendimento se tornou um dos sistemas mais influentes na educação internacional, com escolas espalhadas pela China e no Oriente Médio. O orçamento anual da empresa chega aos 35 milhões de dólares, empregando mais de 800 funcionários.

O palestrante possui Diploma Técnico da Singapore Polytechnic, Bacharel em Ciências em Administra pela Universidade de Nova York, Mestrado em Artes em Estudos Bíblicos pela Escola Internacional de Teologia, Mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual da Califórnia e doutorado honorário da Trinity Western University. Atualmente ele ministra cursos on-line de liderança, por meio do programa de Mestrado em Artes em Liderança da Trinity Western University, além de orientar líderes da China e do Oriente Médio.

Veja a programação completa

13 de agosto - Para gestores de empresas e entidades e gestores e professores da Unesc

- 15 às 18 horas – A sabedoria da Liderança

- 19h30 às 21h30 – O negócio como missão

14 de agosto - Para gestores de escolas e secretários de educação, gestores e professores da Unesc

- 9 às 12 horas – A liderança nos processos educativos e a resolução de conflitos

- 14 às 17 horas – Princípios de liderança para a construção de comunidades

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 09 de agosto de 2019 às 09:04
Compartilhar Comente

Curso de Fisioterapia: Transformação da realidade da região iniciada há 20 anos

Curso de Fisioterapia: Transformação da realidade da região iniciada há 20 anos
Legenda: Atendimento à comunidade e, logo, a aproximação com histórias de superação como a de Nícolas, motiva os alunos a aprimorarem seus conhecimentos em prol do paciente Mais imagens

Primeira graduação da área da saúde oferecida na Unesc, o curso de Fisioterapia, comemora ótimos resultados na sua história. São duas décadas compartilhando e multiplicando conhecimento em prol do bem-estar da comunidade, missão que completa o objetivo da Universidade de mudar a realidade para melhor. Ao longo dessa trajetória foram formados 681 fisioterapeutas, profissionais capacitados que transformaram o cenário no que diz respeito à Fisioterapia na região.

Conforme um dos primeiros professores do curso, Lee Gi Fan, ao oferecer essa possibilidade, a Unesc foi pioneira, já que na época as graduações na área eram ofertadas em pouquíssimas instituições e a região tinha grande carência de profissionais para atuarem nos mais diversos segmentos. “Além da falta de fisioterapeutas para atender os pacientes aqui, havia um grande desconhecimento sobre o que de fato é o trabalho do fisioterapeuta e como ele pode colaborar nos casos. O curso da Unesc contribuiu, portanto, fazendo também a inserção dessa profissão na comunidade ao longo de todo esse tempo”, comenta.

Com a primeira turma foi formada em 2002, o curso, de acordo com a coordenadora Ariete Inês Minetto, desde então se fortalece e ganha cada vez mais espaço. “Nós temos muito orgulho em ver que praticamente todos os nossos egressos estão atuando na área e exercendo com maestria as suas funções. Ao longo de todo esse tempo percebemos o quão capacitados eles saem da Universidade e isso nos traz um sentimento de dever cumprido, pois estamos formando os melhores profissionais do mercado e quem ganha com isso é a comunidade, é a saúde de quem é atendido por um deles”, destaca.

Além do destaque no mercado de trabalho e em premiações, as atividades realizadas e fortalecidas nessas duas décadas comprovam ainda mais o sucesso do curso. Entre os inúmeros Projetos de Extensão criados que já beneficiaram centenas de pacientes e continuam levando cidadania a toda a região se destacam três: o Grupo Bem Viver com Alzheimer, o Programa de Reabilitação Pulmonar e o Programa de Atenção Materno-Infantil e Familiar (PAMIF).

Mudança de vidas

Ao ingressar no curso de Fisioterapia o acadêmico entra em um universo de transformação da sua própria vida e a do próximo. O menino Nícolas Fonseca Coelho, de 12 anos, é uma das pessoas que teve a vida mudada para melhor a partir do curso e seus ensinamentos. Isso porque, após sofrer um acidente e amputar uma das pernas ainda quando pequeno, o menino passou a contar com o serviço oferecido no setor de Fisioterapia das Clínicas Integradas. Há mais de oito anos o garoto iniciou seu acompanhamento com professores e alunos da Universidade, o que trouxe reflexos surpreendentes para sua vida. Hoje Nícolas é nadador, compete e já conquistou diversas medalhas, entre elas algumas disputadas contra atletas sem qualquer deficiência.

Simpático e sempre de bem com a vida, Nícolas começou a cativar alunos e professores da Universidade logo nos seus primeiros atendimentos. Conforme Ariete, no início o trabalho com Nícolas foi delicado, já que tratava-se da preparação para que ele recebesse uma prótese. “Foi uma fase bastante complicada para ele, uma criança assustada com tudo o que estava vivendo e tentando se adaptar a toda a nova situação. Nos preocupamos com sua cicatrização, dessensibilização, higienização e ensinamos o enfaixamento para sua mãe que o acompanhava em todas as sessões”, relembra.

Apesar dos desafios em todos os sentidos, de acordo com a professora, o resultado positivo no desenvolvimento do garoto alegra e emociona todos que tem contato com a sua história. “Consideramos que este é um dos nossos pacientes superação e que está a cada dia nos surpreendendo com suas vitórias dentro das piscinas. Seguimos juntos em torcida e acompanhamento, pois ele segue crescendo e precisamos seguir com o atendimento para que sua protetização seja completa”, explica.

Anos se passaram e semanalmente ele, acompanhado sempre do pai ou da mãe, não faltou se quer uma sessão de fisioterapia, atividade que encara até hoje com bom humor e dedicação em prol do seu fortalecimento. O aprendizado para ele é constante, porém, a lição maior fica para os profissionais que aprendem com sua força de vontade e com avaliações da sua evolução constante.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso
Compartilhar Comente