Diretoria de Extensão

Unesc recebe Certificado de Empresa Solidária da Afasc

Unesc recebe Certificado de Empresa Solidária da Afasc
Placa de homenagem foi entregue na reitoria da Universidade nesta sexta-feira (25/9) (Fotos: Divulgação) Mais imagens

A reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, e a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, receberam um presente especial nesta sexta-feira (25/9). As duas foram presenteadas, em nome da Universidade, com o Certificado de Empresa Solidária da Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (Afasc) como forma de agradecimento pelas parcerias firmadas ao longo dos anos.

A honraria foi entregue pelo diretor da Associação, Adriano Boaroli, e pela responsável pela captação de parceiros para o projeto Afasc Solidária, Magali Amboni.

Ter contato próximo com a comunidade e com tudo o que a beneficia, conforme a reitora, é sempre uma honra e faz parte do caráter da Universidade. “Nos sentimos lisonjeados ao receber o Certificado, pois ele é mais um registro da nossa parceria de sucesso. Tudo o que estiver ao nosso alcance e que puder beneficiar nossa comunidade estará entre as prioridades da Unesc. É um prazer poder firmar parcerias com a Afasc em nome desse bem comum”, salientou Luciane.

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

25 de setembro de 2020 às 17:36
Compartilhar Comente

Conteúdos educativos do Museu de Zoologia da Unesc já foram acessados por mais de vinte mil crianças durante a pandemia

Conteúdos educativos do Museu de Zoologia da Unesc já foram acessados por mais de vinte mil crianças durante a pandemia
Trabalhos seguem em desenvolvimento, com a disponibilização de audiolivros, vídeos e palestras online para escolas Mais imagens

Mais de vinte mil alunos das redes pública e privada já tiveram acesso aos conteúdos do Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski da Unesc durante esta pandemia. Diariamente, desde o início do isolamento social, as crianças das séries iniciais e ensino fundamental aprendem sobre o meio ambiente e suas responsabilidades como cidadãos. Os conteúdos são produzidos e disponibilizados pelo Museu, em parceria com a Polícia Militar Ambiental.

Conforme a coordenadora do Museu, Morgana Cirimbelli Gaidzinski, a iniciativa “Bichos On-line” foi pensada para sensibilizar e estimular crianças, jovens e adultos a assumirem sua responsabilidade na conservação do meio ambiente. Os momentos podem ser vivenciados por meio do acesso ao site do Museu, para encontrar os e-books e audiolivros, e ao canal no YoutTube da Unesc TV, onde estão os vídeos. 

Além de disponibilizar o material, o Museu oferece uma experiência mais interativa e dinâmica. A palestra online leva os personagens Vitorino e Pintado, protagonistas de obras infantis e educativas, para as salas de aula virtuais. “O uso dos fantoches do Pintado e do Vitorino nas palestras online despertam e estimulam os mecanismos sensoriais, fazendo com que os estudantes interajam com os personagens tornando-se participantes ativos no processo de aprendizagem. Este recurso pedagógico utilizado no projeto tem obtido um significativo êxito, de acordo com os depoimentos recebidos dos professores e dos pais que acompanharam as palestras junto com seus filhos”, explicou a coordenadora do Museu.

Assim, o Museu tem conseguido ir até as escolas dar suporte ao ensino formal, promovendo reflexões sobre os problemas ambientais de um jeito lúdico e divertido, como contou Jucelma Cardoso Cipriano, diretora da Escola Quintino Rizzieri, da Içara. “Em meio a pandemia, o maior desafio enquanto escola é o de priorizar os conteúdos essenciais para a vida do estudante por meio de um aprendizado significativo. Neste sentido, o projeto oportunizado pela Unesc, por meio da professora Morgana, veio como um afago em meio as aflições do momento, uma excelente oportunidade de disponibilizarmos aos nossos professores e estudantes aquilo que acreditamos: uma educação, mesmo que não presencial, com qualidade social”, enfatizou. 

Jucelma também afirmou que a iniciativa foi positiva, bem aproveitada por toda comunidade escolar e familiares. “A certeza de que foi uma experiência extraordinária nos é permitida por meio dos relatos dos pais, que foram muito parceiros ao longo do processo, o de disponibilizar o audiolivro aos filhos, o entusiasmo e engajamento das professoras e da coordenadora pedagógica, que fez a ponte entre a Unesc e nossa escola e, sobretudo, o brilho no olhar de nossos pequenos estudantes do primeiro ano, que participaram dos momentos em companhia da família e das professoras, e, no grande dia da aula no Google Meet, com a autora do livro, professora Morgana, e com o Vitorino, representado de maneira muito agradável e didática. Nossa escola vivenciou momentos fantásticos de aprendizado e encantamento, que devem ser replicados para que outros estudantes vivenciem esta incrível experiência”, completou.

Diante do relato, a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Fernanda Sônego, enalteceu a atuação do Museu de Zoologia, e reafirmou a importância de suas ações para a região. “A atuação deste importante braço da Universidade na comunidade tem nos encantado a cada nova iniciativa. Há cinco meses estamos vivenciando um dos momentos mais desafiadores da nossa geração, principalmente no assunto da educação. Ao perceber, e receber, relatos como o de Jucelma, temos a certeza de que o Museu tem contribuído para que tudo isso fique mais fácil”, frisa. 

As obras utilizadas no processo de aprendizagem são “Vitorino a Tartaruga Vitoriosa” e “Pintado, o Mascote do Museu”. “Bichos On-line” foi apresentado no ForExt- 2020 (Fórum de Extensão), promovido pela Univille, como uma experiência exitosa junto à comunidade em época de Covid-19 e distanciamento social.

Os protagonistas do Museu de Zoologia

De autoria da coordenadora do Museu, “Vitorino a Tartaruga Vitoriosa” e “Pintado, o Mascote do Museu”, têm forte apelo para as questões ambientais. A história de Vitorino apresenta os principais impactos responsáveis pela perda da biodiversidade no ambiente marinho, levando uma mensagem de sensibilização e preservação ambiental. Já a história de Pintado visa estimular o interesse das crianças pelo conhecimento sobre a fauna da Mata Atlântica e sensibilizar para a preservação deste importante bioma.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

05 de agosto de 2020 às 17:38
Compartilhar Comente

Programa Semear Sorrisos oferece assistência à família que teve casa incendiada em Criciúma

Programa Semear Sorrisos oferece assistência à família que teve casa incendiada em Criciúma
Grupo fez a entrega de doações neste final de semana no bairro Wosocris (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Após ter tido a casa destruída pelo fogo na última semana, uma família do distrito de Rio Maina, em Criciúma, recebeu uma ajuda especial. Por meio do programa Semear Sorrisos, liderado por estudantes dos cursos de Administração e Comércio Exterior da Unesc, os seis integrantes da família receberam doações de alimentos, produtos de higiene, roupas e até mobília.

A mobilização da equipe, conforme uma das voluntárias, acadêmica Victoria Karolayne dos Santos Ponciano, foi intensa. “Uma das professoras voluntárias nos trouxe a informação de que essa família estaria precisando de ajuda e logo abraçamos a ideia e focamos na arrecadação de doações”, salientou.

Foram entregues cestas básicas, roupas e até uma cama box. A família recebeu a equipe do Programa Semear Sorrisos no Centro Comunitário do bairro Wosocris, onde está alocada temporariamente.

Semear Sorrisos

O projeto lançado no último mês na Unesc conta com mais de 20 voluntários entre acadêmicos, professores e colaboradores da Universidade.

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

13 de julho de 2020 às 10:58
Compartilhar Comente

Pró-reitoria Acadêmica promove webinar sobre os desafios e perspectivas da avaliação da Capes

Pró-reitoria Acadêmica promove webinar sobre os desafios e perspectivas da avaliação da Capes
Evento contou com a participação de Robert Evan Verhine, coordenador da Área de Educação da CAPES (Foto: Graziela Giacomazzo/Reprodução) Mais imagens

A pós-graduação, seus desafios e as recentes mudanças no formato de avaliação de cursos estiveram em pauta em encontro promovido nesta semana pela Pró-reitoria Acadêmica da Unesc, por meio da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação. O webinar levantou a temática “Avaliação da CAPES: Desafios e Perspectivas” tendo como palestrante o coordenador da Área de Educação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Robert Evan Verhine.

Com extenso currículo, Robert, que é doutor em Educação pela Universität Hamburg, mestre em Estudos Latinoamericanos pela University of California e bacharel em Economia pela University of California, compartilhou experiências em especial relacionadas as recentes mudanças no modelo de avaliação da pós-graduação.

Conforme o coordenador, a partir das alterações a avaliação passará a ser mais qualitativa do que no passado, atentando-se para os melhores produtos técnico-tecnológicos. “Dentre os fatores que impulsionaram tais as mudanças no modelo de avaliação está o reconhecimento da finalidade da pós-graduação stricto sensu, mestrado e doutorado, enfatizando-se mais a sua função de formação de pesquisadores”, explicou.

De acordo com Robert, alguns pontos de destaque no modelo de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu focam-se na formação, no impacto e na relevância econômica e social, o equilíbrio entre as dimensões qualitativas e quantitativas, o acompanhamento dos egressos por meio das suas contribuições acadêmicas e sociais e a autoavaliação, considerada uma das questões mais importantes.

O responsável por mediar o encontro virtual que reuniu lideranças da Unesc foi o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade, Oscar Rubem Klegues Montedo.

Engajamento importante

O webinar promovido pela pró-reitoria Acadêmica contou com a participação de coordenadores, coordenadores adjuntos, docentes e discentes dos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade em Ciências Ambientais, Ciências da Saúde, Educação, Ciência e Engenharia de Materiais, Desenvolvimento Socioeconômico, Saúde Coletiva e Direito.

Prestigiaram também o encontro a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta e o vice-reitor Daniel Preve, assim como a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego e a assessora da Diretoria de Pesquisa e Pós-Graduação Merisandra Côrtes de Mattos Garcia.

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

19 de junho de 2020 às 16:11
Compartilhar Comente

Unesc e comunidade: uma ligação sem fim

Unesc e comunidade: uma ligação sem fim
Universidade de perfil comunitário tem nas pessoas sua razão de ser (Foto: Projeto de Extensão no Bairro da Juventude / Arquivo) Mais imagens

Se existe um aprendizado que o ambiente universitário da Unesc proporciona é o de viver em comunidade. Por ter caráter comunitário desde a sua criação, a Universidade tem sua história entrelaçada à história daqueles que fazem parte do seu dia a dia e daqueles que estão em seu entorno, ou seja, toda a região. Neste dia 5 de maio, Dia da Comunidade, o foco se volta ao trabalho da Instituição voltado justamente ao bem comum, à comunidade.

Entre as principais ligações da Universidade com a comunidade estão as ações da Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias. Dirigida atualmente pela professora Fernanda Sônego, a pasta é responsável pelo desenvolvimento de mais de 200 projetos de extensão, que atingem anualmente mais de 30 mil pessoas de todo o Sul de Santa Catarina e Nordeste do Rio Grande do Sul.

Conforme Fernanda, o trabalho da Universidade possibilita a inserção social como um fator de integração entre o ensino e a pesquisa, garantindo a junção de conhecimento entre a Universidade e a sociedade. “É uma troca constante de saberes. Costumamos dizer que crescemos junto com a comunidade e não há maior verdade que essa. A Unesc e a comunidade fazem parte uma da outra. Está nas pessoas a razão de ser dessa Instituição”, salienta.

A valorização, assim como a qualificação, da comunidade na qual a Unesc está inserida, de acordo com a diretora, é constante e está entre os pilares da Instituição. “São diferentes programas, ações comunitárias, oficinas, cursos de curta e média duração, entre tantos outros trabalhos realizados pela Unesc que levam conhecimento, escuta qualificada, troca de experiências, enfim, evolução para ambos os envolvidos. Ambientes plurais de aprendizado mútuo. Nós crescemos juntos e ampliamos nossos olhares juntos”, acrescenta.

Entre as milhares de pessoas beneficiadas pelo caráter comunitário da Universidade estão, para a diretora, não só os acadêmicos que dentro e fora de sala de aula levam muito mais que o conhecimento científico. “Estão também crianças, adolescentes, adultos, idosos e pessoas dos mais diferentes perfis que nos dão a oportunidade de entrar em suas vidas e, em troca, compartilham também aquilo que tem, suas experiências. Isso é valioso demais”, comenta.

Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, o Dia da Comunidade é mais uma data a ser comemorada pelas conquistas obtidas ao longo dos 51 anos da Universidade e celebrada com ainda mais trabalho. “Em todo tempo estamos focados no melhor para os nossos alunos e para muito além dos nossos muros. O papel da Universidade é impactar positivamente ao seu redor e sempre prezaremos por levar adiante esse trabalho construído com esforço e dedicação. Está entre as nossas premissas fazer a diferença na vida das pessoas”, destaca.

Nesta terça-feira (5/5), às 17h30, a data especial será marcada por uma transmissão ao vivo na página oficial da Unesc no Instagram. Na oportunidade, a assessora da Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Sheila Martignago Saleh abordará a presença da Universidade na Comunidade. Essa será uma oportunidade para conhecer mais de perto as ações da Instituição.

Confira abaixo o Podcast no qual a diretora Fernanda Sônego fala sobre o Dia da Comunidade:

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

04 de maio de 2020 às 18:34
Compartilhar Comente