Teatro - Bacharelado

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

FERTIL - Festival Relâmpago de Teatro Estudantil

Nós do Grupo de Teatro Cirquinho do Revirado, voltamos a realizar o FERTIL - Festival Relâmpago de Teatro Estudantil, desta vez, com a temática: O Meio Ambiente em cena, na cidade de Nova Veneza.

O Projeto aconteceu de segunda (04/06) a sexta-feira (08/06) com sete grupos de teatro de sete escolas da rede municipal e estadual de ensino.

Cada grupo recebeu uma sinopse acerca da temática envolvente e tiveram três dias para montar uma peça teatral, para ser apresentada no teatro de Nova Veneza.

Cada grupo recebeu um monitor com a função de coordenar e ensaiar as peças. Esses realizaram seus trabalhos com todo o amor e carinho de pessoas que acreditam na arte do teatro como forma de transformar a sociedade e as pessoas. Gratidão à Doriana Búrigo, Priscila Schaucoski, Bruno Andrade, e os academicos de Bacharelado em Teatro da UNESC Ana Paula Bertolina, Gabriel Batista, Mixa Ribeiro, Willian Costa.

No final de cada apresentação os grupos falavam sobre o processo de montagem de seus trabalhos e seus trabalhos recebiam considerações/comentários de três profissionais do teatro de anos de estrada: Yonara Marques, atriz e fundadora do Grupo de Teatro Cirquinho do Revirado, Eduardo Osório, doutor em teatro e professor do curso de Bacharelado em Teatro da UNESC e Luiz Gustavo Bieberbach Engroff, doutorando em teatro e professor do curso de Bacharelado em Teatro da UNESC.

Momentos mágicos surgiram nos palcos com mais de 70 pessoas envolvidas nas apresentações.

Gratidão à Prefeitura de Nova Veneza, à Secretaria de Educação e à Fundação Municipal do Meio Ambiente de Nova Veneza.

Nós seguimos nossa revolução Microcelular, para formar não só atores ou plateia, mas seres humanos melhores.

Por: Rosilene Ricken 13 de junho de 2018 às 13:56
Compartilhar Comente

Cronograma das Defesas Públicas de Trabalho de Conclusão de Curso

Cronograma das Defesas Públicas de Trabalho de Conclusão de Curso
Mais imagens

Os acadêmicos da oitava fase do curso de Artes Visuais Bacharelado tem o prazer de convidá-lo para a abertura da exposição Entremeios, a realizar-se nessa segunda-feira, dia 18 de junho de 2018 às 19h30min, na Sala de Edi Balod – Espaço de Exposições e laboratório de Artes Visuais.
A exposição tem como propósito revelar o resultado das criações artísticas dos acadêmicos para os respectivos Trabalhos de Conclusão de Curso de 2018/1.

E o Curso de Artes Visuais - Bacharelado torna público o cronograma das defesas dos Trabalhos de Conclusão de Curso - Turma 2018/1. As defesas acontecerão de 19 a 22 de junho de 2018 na Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, bloco B, sala 04.

Confira aqui a programação completa

Por: Rosilene Ricken 07 de junho de 2018 às 19:43
Compartilhar Comente

Momentos da Semana Acadêmica

"O Curso de Artes Visuais e Bacharelado em Teatro agradece a participação e empenho dos acadêmicos e convidados nessa primeira Semana Acadêmica Integrada.        
Obrigado pelo comprometimento de todos que ativaram seus saberes na troca de conhecimentos e para partilhar esse momento, temos algumas fotos da Semana para relembrar com carinho."

Por: Rosilene Ricken 17 de maio de 2018 às 18:55
Compartilhar Comente

Semana Acadêmica de Artes Visuais e Teatro encerra com roda de conversa entre egressos

Semana Acadêmica de Artes Visuais e Teatro encerra com roda de conversa entre egressos
A carreira, as possibilidades e o mercado de trabalho foram temas do debate (Fotos: Mayra Lima) Mais imagens

Uma noite para debater sobre a profissão, suas possibilidades e um mundo artístico. Foi assim que os estudantes dos cursos de Artes Visuais e Teatro da Unesc finalizaram sua Semana Acadêmica. Os egressos Mauricio Bittencourt, Rafaela Ribeiro e Mahira Silveira conversaram com os alunos.

Mauricio atualmente trabalha como artista no Coletivo de Arte Laborativa. O grupo propõe ocupações urbanas interações diversas. Ele entrou no curso de Artes Visuais da Unesc porque gostava de desenhar, mas foi dentro da graduação que ele encontrou o que amava. “Descobri que o amor pelo desenho era muito pequeno perto das possibilidades que existem dentro da área. Conheci a Arte Contemporânea e desde então explorei um novo mundo”, comentou.

Rafaela atualmente faz a especialização em Poéticas Visuais da Unesc e atua na Diretoria de Ensino da Universidade. Ela comenta que tem o sonho de se tornar docente. “Foi por meio dos meus professores que me encontrei como artista. Eles que me convenceram em entrar neste mundo, foram espelhos para mim. Quero ter a oportunidade de ser essa inspiração para outras pessoas”, ressaltou.

Organizadora do Pic Nik Coletivo, a egressa Mahira contou sobre as oscilações do mundo artístico. “Existem frustrações e alegrias. Muitas vezes me sinto limitada com o desenvolvimento de projetos que sofrem com a falta de aceitação da sociedade. Mas também me alegro ao receber o reconhecimento de algum trabalho. A concepção de cultura é diferente em outros lugares, quando você viaja para fora é possível observar a valorização da arte de muitas outras formas”, afirmou.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayra Antonio De Lima 11 de maio de 2018 às 21:50
Compartilhar Comente

Exposição na Unesc compartilha reflexões sobre tempo e temporariedade

Exposição na Unesc compartilha reflexões sobre tempo e temporariedade
Criações são da artista Claudia Zimmer (Foto: Divulgação) Mais imagens

O que o tempo pode lhe falar? A exposição “Variações do Tempo”, produzida pela artista Claudia Zimmer, busca compartilhar o mundo de possibilidades trazido pelo tempo, pelo clima e pela temporariedade. A montagem está disponível para visitação até 30 de maio na Sala Edi Balod, no Bloco Administrativo da Universidade.

A artista explica que a inspiração veio de reflexões antigas e que seu objetivo é demonstrar o que está entre o início e o fim. “O clima e a temporariedade estão implicadas. Dentro destas duas instancias temos acontecimentos, que muitas vezes passam despercebidos, com suas belezas sem serem notadas”, afirma.

Uma das obras de Claudia, que demonstram este acontecimento, é a “Ilha, não ilha”, que apresenta o subir e o descer da maré. “O movimento da maré alta e baixa é manipulado pelo tempo. Ao observar o trabalho passamos a perceber que ali existe algo, deixando de observar apenas o resultado final. Quando isso ocorre passamos a nos maraavilhar com o processo de construção”, afirma.

O mundo em dois quadros

A exposição ainda chama a atenção, entre diversas criações, para o trabalho “Nada de novo de baixo do sol – Tudo passa sobre a terra”, uma reflexão, que resume as belezas do mundo em duas criações minimalistas. “Aqui tem um mundo de possibilidades. Uma criação completa a outra, como se tudo que vemos estivesse aqui”, esclarece Claudia.

Semana de aprendizados


A exposição faz parte da Semana Acadêmica dos cursos de Artes Visuais e Teatro da Universidade. Além da mostra, os alunos participaram de oficinas, como a de Introdução à Tatuagem, Criação de Personagens, Introdução ao Lettering, Colagem, Maquiagem Artística, DanceHall e Perna de Pau. As oficinas foram ministradas por alunos, professores e egressos dos cursos, além de profissionais do campo artístico.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayra Antonio De Lima 11 de maio de 2018 às 20:35
Compartilhar Comente