Teatro - Bacharelado

Graduação em Teatro da Unesc tem formação ampla com ênfase na construção de atores

Graduação em Teatro da Unesc tem formação ampla com ênfase na construção de atores
O contato com apresentações de performances e peças aproxima a cada fase o aluno da realidade da profissão Mais imagens

Formar atores capazes de realizar um trabalho de composição cênica, atuando com autonomia como artistas-intérpretes do seu tempo e da sua cultura. Este é o foco do Bacharelado em Teatro da Unesc, que possui uma grade curricular ampla, dando possibilidades aos futuros profissionais de atuarem em diversos espaços, fundamentados pela linguagem cênica, práticas de produção teatral, entre outras linhas.

Segundo a coordenadora do curso de Teatro da Unesc, Katiúscia Angélica Micaela de Oliveira, Criciúma e região possui muitos setores que trabalham com atividades de recreação, socialização, onde há a necessidade de profissionais que atuem com oficinas de teatro. “Nós percebemos que existe uma gama que não estava sendo subsidiada, pelo fato de não ter profissionais formados na área”, comentou. 

Teatro, cinema, televisão, rádio, publicidade, espaços cênicos não convencionais, diferentes interfaces dentro de ações na área de comunicação, comércio, indústria, lazer, desenvolvimento social, turismo, saúde, produção de eventos, responsabilidade social. “É tanta procura por um profissional da área, que toda semana o curso recebe e-mail solicitando profissionais. Seja para fazer um evento em Forquilhinha, ou Nova Veneza, por exemplo, que já ocorreu. Até uma companhia de teatro de Araranguá já nos ligou solicitando atores”, ressalta a professora.

Dentro da Universidade o aluno poderá participar de programas de pesquisa em áreas técnicas relacionadas, os quais apresentam programas de bolsas de Iniciação Científica e, também, em programas vinculados ao Artigo 170. Além disso, o currículo também se amplia por meio da participação em congressos, festivais de teatro, viagens de estudo, eventos culturais e artísticos e cursos de aperfeiçoamento.

Disciplinas diferenciadas

A grade curricular do curso de Teatro da Unesc traz experiências diferenciadas para aqueles que pretendem se formar na área, como expressão vocal ou animação. “Nós temos alunos que vieram para o curso especificamente para trabalhar a oralidade, que se relaciona em atividades como os musicais por exemplo. Além dela, a animação também é interessante, onde trabalhamos desde animação corporal, com máscaras, como também animação de fantoches ou de bonecos”, ressaltou.

As disciplinas trazem possibilidades de aprofundamento expressivo do corpo, da voz, da emoção e do intelecto com base no domínio técnico, expressivo, criativo e artístico da atuação cênica. Além disso, e de se construir como atores, os estudantes também aprendem sobre divulgação e marketing. “Não basta ter uma companhia, saber atuar, ter toda uma destreza de produção de cenário e não saber divulgar a companhia. Então nós temos uma disciplina só para isso, para ensinar os alunos a divulgarem seus trabalhos”, ressaltou.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 14 de agosto de 2019 às 13:43
Compartilhar Comente

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc
Mais imagens

Com ênfase na liderança de processos produtivos resoluções de conflitos, a Unesc irá receber nos dias 13 e 14 de agosto a palestra “A Sabedoria na Liderança dos Negócios: As emergências das experiências chinesas do Dr.Chan Kei Thong”, ministrada pelo próprio Thong. Aberta a comunidade externa e a forma de acesso é por meio de 1 kg de alimento não perecível.

Entre as pautas abordadas estão “A sabedoria da Liderança” e “O negócio como missão”. A palestra do dia 13 o público alvo são os Gestores de Empresas e Entidades e Gestores  e professores da Unesc. Além disso, Thong também palestrará para a gestores de escolas e secretários de educação, no dia 14 de agosto. Professores e gestores da Universidade estarão participando de todas as etapas que compõem o evento. Este é um passo à frente no processo de envolvimento de Professores e Gestores da Unesc neste novo ciclo de Inovação tecnológica de processos, produtos na universidade.

Conheça o palestrante

Dr. Thong é membro da equipe da Singapore Cru há 40 anos e co-fundador e CEO da LDi (Leadership Development International). Sob sua liderança na LDi, o empreendimento se tornou um dos sistemas mais influentes na educação internacional, com escolas espalhadas pela China e no Oriente Médio. O orçamento anual da empresa chega aos 35 milhões de dólares, empregando mais de 800 funcionários.

O palestrante possui Diploma Técnico da Singapore Polytechnic, Bacharel em Ciências em Administra pela Universidade de Nova York, Mestrado em Artes em Estudos Bíblicos pela Escola Internacional de Teologia, Mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual da Califórnia e doutorado honorário da Trinity Western University. Atualmente ele ministra cursos on-line de liderança, por meio do programa de Mestrado em Artes em Liderança da Trinity Western University, além de orientar líderes da China e do Oriente Médio.

Veja a programação completa

13 de agosto - Para gestores de empresas e entidades e gestores e professores da Unesc

- 15 às 18 horas – A sabedoria da Liderança

- 19h30 às 21h30 – O negócio como missão

14 de agosto - Para gestores de escolas e secretários de educação, gestores e professores da Unesc

- 9 às 12 horas – A liderança nos processos educativos e a resolução de conflitos

- 14 às 17 horas – Princípios de liderança para a construção de comunidades

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 09 de agosto de 2019 às 09:04
Compartilhar Comente

Performance do curso de Teatro chama a atenção para a inclusão social

Performance do curso de Teatro chama a atenção para a inclusão social
Apresentação especial foi realizada na noite desta quarta-feira (3/7) no palco do projeto Quintas Culturais (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Quem passou pelo palco do projeto Quintas Culturais na Unesc na noite desta quarta-feira (3/7) por volta das 21h pôde acompanhar a performance especial realizado pelos acadêmicos da 4ª fase do curso de Bacharelado em Teatro da Universidade.

Apresentada pelos alunos Beatriz Almendra, Ana Bertolina, Beatriz de Villa, Tom Crescêncio, Fábio Murillo, Mixa Miranda, Ritha Lummertz, Val Mendes, William Costa e Yonara Marques, sob orientação do professor Gustavo Bieberbach, a performance abordou a inclusão social de forma a apontar diferentes perfis de pessoas que por muitas vezes sofrem preconceitos e são colocadas à margem da sociedade.

A ação teve o objetivo ainda de ampliar o repertório artístico cultural da comunidade acadêmica, assim como divulgar o curso de Teatro que está com as matrículas abertas para o semestre 2019/2.

Confira a chamada da performance:

“Qual o seu papel? Sem ranhuras, sem deformidades, sem rascunhos. Isso importa? Seus amassados carregam histórias numa sociedade seletiva e doentia. Embora renegados, esquecidos e desaparecidos: re-existimos!”

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 03 de julho de 2019 às 22:17
Compartilhar Comente

Curso de Teatro vive momento histórico com primeiro espetáculo apresentado ao público

Curso de Teatro vive momento histórico com primeiro espetáculo apresentado ao público
Acadêmicos da 4ª fase atuaram na peça “Um homem é um homem”, apresentada no Auditório Ruy Hülse (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Ao interpretar um clássico do teatro, a turma da quarta fase do curso de Bacharelado em Teatro da Unesc marcou de forma brilhante sua trajetória profissional. O grupo apresentou, na noite de quinta-feira (27/6), a peça “Um homem é um homem” de Bertolt Brecht, dramaturgo alemão, no Auditório Ruy Hülse para o público externo, acadêmicos, professores, colaboradores e familiares. Esse foi o primeiro grande espetáculo apresentado pelo curso, fundado em 2017.

A trama apresentada pelos acadêmicos foi muito além do entretenimento e, em suas entrelinhas, tratou sobre a possibilidade de manipulação do homem por meio do poder e da ideologia da guerra. Responsável por propor e, aliado a outras disciplinas, preparar a apresentação, o professor Eduardo Osorio Silva, se encheu de orgulho não só pelo resultado final visto no palco, mas pela forma como os alunos se interessaram pelo tema e foram a fundo nos estudos para interpretá-lo da melhor forma. “Eles logo se identificaram e se engajaram no tema. Estavam todos com a dizer e isso é algo extremamente importante. Você chega para contar algo que diz algo para a sua vida”, salientou.

Apesar de muitos dos estudantes estarem iniciando no ramo, de acordo com Eduardo, todo o processo da arte está sendo bem entendido e realizado pela turma. “Eles foram ótimos no palco e estão só começando suas carreiras como atores e atrizes. Esses são os primeiros passos e eles estão se relacionando com a arte de uma forma que vai muito além da estética no seu sentido mais superficial da palavra. Não é algo bonito, é algo que se quer estudar, construir conhecimento sobre o tema, levar para as outras pessoas, receber o feedback e multiplicar”, pontuou.

Para a coordenadora do curso, Katiúscia Angélica Micaela de Oliveira, o sentimento foi de orgulho e emoção ao perceber a superação dos alunos. “Alguns deles já atuam em espetáculos, já são profissionais, mas outros ainda não haviam tido essa experiência no palco. O curso tem todos os perfis. Na peça pude perceber em cada um as mudanças na dicção, na presença de palco e nas questões corporais, evoluindo muito desde as apresentações feitas em sala de aula ao longo dos semestres até agora”, salientou.

Em 50 minutos de cenas que deixaram os expectadores envolvidos na história, os estudantes interpretaram diferentes papeis, o que, conforme Katiúscia, deixou o trabalho ainda mais desafiador. “Dessa forma eles puderam sentir de diferentes ângulos a importância do protagonista e do coadjuvante, vendo, na prática, a importância de cada um para o resultado final”, completou.

A noite representou mais uma vitória para o curso que, mesmo ainda jovem, tem muitas pretensões. “Temos o objetivo de realizar um espetáculo por semestre. Esse tipo de trabalho une diversas disciplinas como sonoplastia, cenografia e dramaturgia e ainda agrega ao perfil que passará a integrar os focos do curso: o da organização de eventos”, declarou a coordenadora.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 28 de junho de 2019 às 17:26
Compartilhar Comente

Disciplina de Teatro de animação 2

Primeiras imagens dos bonecos desenvolvidos pelos alunos da disciplina de Teatro de animação 2 ministrada pelo Prof. Luiz Gustavo Bieberbach Engroff. Cada aluno desenvolveu sua própria pesquisa e posterior técnica para a confecção. A próxima etapa será de ensaios para aprender a manipular as formas criadas.

Por: Franciele Bock Da Rosa 12 de junho de 2019 às 21:38
Compartilhar Comente