Laboratório de Zoologia e Ecologia dos Vertebrados

Museu de Zoologia promove abertura oficial da Mostra Arte Animal

Museu de Zoologia promove abertura oficial da Mostra Arte Animal
Essa é a 10ª edição do evento em parceria com o Colégio Marista (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Alunos das turmas de primeiro ano do Ensino Fundamento do Colégio Marista de Criciúma lotaram o palco do Auditório Ruy Hülse na noite de quinta-feira (23/11). Eles estiveram na Universidade acompanhados dos professores, da coordenação da escola e de seus familiares para a abertura oficial da Mostra de Arte Animal, projeto realizado em parceria com o Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski, da Unesc, e que neste ano levou o tema “Aves Aquáticas”.

A noite foi de suspiros para os pais, que assistiram apresentações de música, poesia e leitura dos pequenos, de alegria e aprendizado para as próprias crianças, que mais uma vez se divertiram em contato com o Museu. Além de terem aprendido sobre o tema escolhido, ao longo de três visitas ao museu, as crianças produziram pinturas inspiradas nos aprendizados e ainda puderam conhecer os personagens especiais como a tartaruga Vitorino, o peixe Nemo e o tubarão Tutu, grande atração para as crianças. As telas produzidas pelas turmas estão expostas no Bloco S da Universidade, onde ficarão até o fim do mês de novembro.

O encontro, conforme a coordenadora do Museu, Morgana Cirimbelli Gaizinski, consagrou a parceria que completa uma década e já recebeu quase 800 crianças. “Para nós é um prazer muito grande receber esses alunos e compartilhar conhecimentos com eles ao longo dos nossos encontros, que culminam nessa apresentação final, a Mostra de Arte Animal. Só temos a agradecer especialmente à família Marista, que nos acompanha ao longo de todo esse tempo e nos proporciona esse contato com os alunos”, destacou.

Para a Pró-reitora acadêmica da Unesc, Indianara Reynaud Toreti, é um prazer para a Unesc receber as crianças e seus familiares para um momento tão significativo. “Enquanto eles entravam nesse auditório eu estava refletindo sobre o que isso representa. Hoje eles vêm para uma apresentação de trabalho de Ensino Fundamental e daqui há alguns anos estaremos recebendo essas crianças para o dia da formatura. Que alegria pensar que esse é só início de um contato e um aprendizado aqui dentro. Sintam-se todos muito à vontade e muito acolhidos na Nossa Universidade, que é também de todos vocês e sempre estará de portas abertas para novos projetos como esse”, salientou.

O evento foi acompanhado ainda pelo diretor geral do Colégio Marista de Criciúma, José Carlos Pereira; pela coordenadora de Ensino Fundamental Anos Iniciais, Jackeline Nicoladeli Gonçalves Teixeira; pela diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Fernanda Sônego, entre outras autoridades das instituições.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 23 de novembro de 2018 às 15:55
Compartilhar Comente

Museu de Zoologia da Unesc promove décima Mostra Arte Animal

Museu de Zoologia da Unesc promove décima Mostra Arte Animal
Mais imagens

O Museu de Zoologia da Unesc Morgana Cirimbeli Gaidzinski promove, de 22 a 29 de novembro, a décima edição da Mostra Arte Animal. O tema proposto para a Mostra deste ano é “Aves Aquáticas”, e terá abertura nesta quinta-feira, nos espaços expositivos do Museu de Zoologia, no Bloco S da Unesc.

A Mostra Animal é o resultado de um Programa Educativo do Museu de Zoologia intitulado “Arte Animal”, oferecido às escolas das redes de ensino pública e privada do município de Criciúma e região.  “O Programa desenvolve exposições artísticas e culturais produzidas pelo público escolar, incentivando a criatividade e a sensibilização ambiental. Se caracteriza por atividades realizadas na escola e no museu ao longo do ano letivo, as quais culminam com a “Mostra Arte Animal”, explica a coordenadora do Museu, professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski.

Na escola, os estudantes participam de estudos sobre as cores, texturas, expressão artística e produção de obras. Também aprofundam o conhecimento sobre os animais relativos à temática escolhida, bem como sobre a consciência planetária. No museu, fazem visitas direcionadas ao tema escolhido para o ano letivo e participam de aulas teórico-práticas e oficinas de sensibilização e produção artística. Após produzirem suas obras, os estudantes participam com elas da exposição artística e cultural “Mostra Arte Animal”.

“Este programa está sendo desenvolvido ao longo de 10 anos consecutivos com os alunos dos primeiros anos do Ensino Fundamental do Colégio Marista, de Criciúma, e já foi premiado nacionalmente com o Prêmio Darci Ribeiro de Educação em 2011”, conta a professora.

A visitação é aberta ao público e acontece no campus da Unesc, em Criciúma. Nesta quarta-feira o evento terá abertura no Auditório Ruy Hülse. Os trabalhos serão expostos no primeiro e segundo andar do Bloco S, da Unesc.

Ana Sofia Schuster - Assessoria de Imprensa Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 21 de novembro de 2018 às 19:27
Compartilhar Comente

Filhote de baleia-franca é encontrado em estado de decomposição em Arroio do Silva

Filhote de baleia-franca é encontrado em estado de decomposição em Arroio do Silva
Operação de resgate foi realizada pela equipe do Museu de Zoologia da Unesc e Polícia Militar Ambiental de Maracajá (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Biólogos do Museu de Zoologia da Unesc e representantes da Polícia Militar Ambiental de Maracajá estiveram, na manhã desta sexta-feira (24/8), no litoral do Balneário Arroio do Silva para o resgate de um filhote de baleia-franca. O animal, que media 5,70m, era um macho e já apresentava alto nível de decomposição. Conforme a coordenadora do Museu, professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski, por conta do estado do animal, não foi possível fazer o resgate, sendo realizadas apenas coletas de tecido e gordura para estudos patológicos, genéticos, entre outros. “Como o filhote foi avistado pela comunidade apenas quando já se encontrava nesse estágio avançado de decomposição também não é possível avaliar a causa da sua morte”, explicou.

De acordo com a coordenadora, o trabalho realizado é importante para o registro do animal, com dados da ocorrência para que seja feito um mapeamento dessas situações.

Também participaram da operação de sepultamento do animal profissionais da secretaria de meio ambiente do Arroio do Silva.

 

 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 24 de agosto de 2018 às 19:27
Compartilhar Comente

Exposição Ecossistema Marinho ganha revitalização com 207 novos espécimes

Exposição Ecossistema Marinho ganha revitalização com 207 novos espécimes
O Evento de lançamento acontece no dia 28 de junho, no hall do Bloco Administrativo Mais imagens

No mês comemorativo ao aniversário dos 50 anos da Unesc, e no mês dos oceanos, o Museu de Zoologia Prof. Morgana Cirimbelli Gaidzinski promove no próximo dia 28 de junho, às 15 horas, o lançamento da revitalização de uma de suas exposições de longa duração intitulada Ecossistema Marinho. A exposição Ecossistema Marinho, instalada no bloco administrativo da Unesc, foi inaugurada no ano de 2006, com o objetivo de conscientizar cidadãos e governo para a importância prioritária do conhecimento e a conservação do meio marinho.

 Mediante aos constantes encalhes de animais marinhos no litoral sul catarinense, e a fragilidade dos ambientes em que eles se encontram, o Museu de Zoologia vem ampliando a cada ano seu acervo com diferentes espécimes da fauna marinha. Entre eles  destacam-se: lobos e leões- marinhos, pinguins, tartarugas-marinhas, baleias e golfinhos. Estes animais no museu, tornam-se importantes instrumentos de educação ambiental, informando e sensibilizando o público visitante para o papel da fauna nos ecossistemas e a necessidade de sua preservação.

A revitalização da exposição incluirá um novo cenário e 207 novos espécimes, como esqueletos e réplicas de baleias piloto e cachalote, conchas de moluscos, peixes e diferentes espécies de invertebrados marinhos.

Além da educação ambiental realizada por meio de seu acervo, o Museu de Zoologia contribui com a conservação do meio marinho realizando periodicamente o monitoramento do litoral Sul Catarinense, desde a Barra do Camacho, município de Jaguaruna a Barra do Rio Mampituba, município de Passo de Torres, totalizando um percurso de 120km.

O monitoramento tem como objetivo dimensionar o número e as espécies marinhas encontradas no litoral sul do estado e verificar sinais de interações antrópicas nestes animais. As carcaças encontradas são recolhidas e levadas ao laboratório de Zoologia onde são preparadas por meio de técnicas de conservação específicas, e incorporadas ao acervo do museu. A coleta sistemática de dados de espécies marinhas encalhadas fornece informações biológicas úteis para a conservação e manejo destas espécies. O Museu de Zoologia foi fundado em parceria com a Policia Militar Ambiental e esta parceria tem proporcionado importantes ações de conscientização e preservação ambiental para a região sul do estado.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 25 de junho de 2018 às 15:29
Compartilhar Comente

LABZEV

Por: Guilherme Cardoso Possenti 05 de abril de 2017 às 14:13
Compartilhar Comente