Laboratório de Zoologia e Ecologia dos Vertebrados

Newsletter Newsletter RSS RSS

Necessidades e desafios para a Universidade são debatidos por acadêmicos e Reitoria no Diálogos Unesc

Necessidades e desafios para a Universidade são debatidos por acadêmicos e Reitoria no Diálogos Unesc
Acadêmicos apresentaram as reivindicações dos estudantes para a reitoria (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Avaliar e debater as realizações da Universidade. Esses eram alguns dos objetivos do segundo encontro do Diálogos Unesc. O segundo momento da ação ocorreu na tarde desta terça-feira (14/8) no auditório Ruy Hülse e contou com a participação de alunos e gestores da Unesc.

De acordo com a reitora da Universidade, Luciane Ceretta, o objetivo do encontro é de ampliar a relação entre a gestão e os acadêmicos. "Aqui estamos dialogando e escrevendo a Universidade. Avaliar o andamento da Instituição e o olhar do estudante é fundamental, pois estes são os olhares dos que estão em todos os lados da Unesc", enfatiza.

Segundo o vice-reitor, Daniel Preve, um dos objetivos da gestão é o relacionamento próximo com os alunos. "A partir de momentos como esse, poderemos construir com várias mãos uma grande Universidade, apontando as necessidades e desafios dos estudantes", ressalta.

Espaço de fala

O Diálogos Unesc tem por temática principal abrir o espaço de fala entre os acadêmicos e a gestão. Segundo a reitora, a proposta é realizar até dois debates como este durante o ano com os acadêmicos, além de encontros com colaboradores e docentes da Instituição. "Queremos abrir o debate para entendermos como está a Universidade e assim melhorá-la", comenta.

Entre os temas debatidos estiveram a evasão e a permanência dos alunos dentro da Universidade, as ações e participações da Unesc para com os cursos de Licenciatura, os desafios da graduação Ead (Ensino à Distância), o atendimento ofertado nas cantinas e no restaurante universitário e os programas e as bolsas de estudo oferecidas para os acadêmicos.

Para o vice-presidente do DCE (Diretório Central dos Estudantes), Luccas Gonçalves, o encontro representa um momento rico para os acadêmicos. "Aqui podemos expor o que pensamos e o que esperamos da Universidade", comenta.

Além da reitora e do vice-reitor, a pró-reitora acadêmica, Indianara Reynaud Toreti, o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Thiago Fabris, o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Oscar Montedo, o diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, o gerente do Escritório de Negócios, Henrique Vargas, o gerente do Escritório de Inovação, Evânio Nicoleit, a gestora da Gerência de Atendimento ao Estudante, Mira Dagostin, e a chefe de Gabinete da reitoria, Gisele Coelho Lopes, também participaram do encontro.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 14 de agosto de 2018 às 18:52
Compartilhar Comente

Diálogos Unesc: Acadêmicos e Reitoria discutem sobre necessidades, anseios e reivindicações

Diálogos Unesc: Acadêmicos e Reitoria discutem sobre necessidades, anseios e reivindicações
Momento foi produtivo com a grande participação dos alunos (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Acadêmicos e equipe da Reitoria estiveram reunidos na noite desta segunda-feira (13/8) para o primeiro momento da ação Diálogos Unesc, no Auditório Ruy Hülse. A proposta, levantada pela Reitoria, foi de proporcionar uma noite especial com a equipe a postos para ouvir comentários, anseios, reivindicações e até apontamentos de ações que tenham bom resultado dentro de cada curso ou setor. Conforme a Reitora Luciane Ceretta, o objetivo é realizar a ação a cada semestre, proporcionando também o momento aos professores, gestores e coordenadores de curso da instituição como forma de dar respaldo e continuidade a proposta, já levantada ao longo da campanha realizada em 2017, de estar próximos da comunidade acadêmica.

O primeiro contato foi de apresentação da própria Reitoria e a equipe que a compõe, salientando a forma com que cada setor se relaciona com os acadêmicos. Após as apresentações os estudantes puderam ficar à vontade para realizarem seus questionamentos, o que rendeu uma conversa de mais de duas horas e meia e uma grande lista de reivindicações e sugestões montada para ser aprofundada posteriormente. “Viemos ouvir muito mais do que apresentar números ou explicações. A Unesc é uma universidade comunitária e esse é um espaço do qual não abrimos mão. Esse contato não tem preço e a lista que montamos hoje será muito importante”, declarou a reitora.

Para o vice-reitor, Daniel Preve, o debate com os alunos é um dos compromissos da chapa, que levantou a campanha "A Unesc que a gente quer" e agora trabalha todos os dias para melhorar cada vez mais os serviços oferecidos. "Todas as decisões que tomamos são analisadas com extremo cuidado pelo compromisso que temos de manter e ampliar a excelência acadêmica da Universidade. Esse contato vem a somar com os nossos objetivos", afirmou.

Grande participação

Entre os assuntos levantados ao longo do diálogo esteve a possibilidade de realização de mais projetos que possam integrar acadêmicos dos mais variados cursos. A universitária Vitoria Maria Vito, do Curso de Biomedicina, foi quem levantou a questão, afirmando que gostaria de poder conviver mais com colegas que, no mercado de trabalho, poderão de alguma forma ter contato com sua função.

“Muitas vezes o aluno não entende o que o seu curso pode ter a ver com o outro, mas tem sim muita coisa. Nós somos todos colegas e acho importante que ações promovam mais envolvimento até para incentivar um maior respeito com relação a outras profissões por meio do entendimento do valor que o colega também vai ter também na sociedade”, comentou. Vitoria aproveitou ainda para agradecer pela possibilidade de poder falar abertamente sobre tantos assuntos pessoalmente com a equipe da Reitoria e levar anseios diretamente para as lideranças da Universidade.

Ainda entre os temas levantados estiveram a possibilidade de criação de uma Pós-Graduação na área de computação dentro da Universidade; a maior utilização da ampla estrutura do Iparque; o incentivo para que mais projetos de extensão possam ser realizadas nas cidades da região; a possibilidade da volta do projeto de Feira das Profissões e as atuais ações realizadas dentro do campus com a intenção de atrair alunos do Ensino Médio para a Unesc; a valorização dos cursos de Licenciatura por meio de ações voltadas ao incentivo para que os adolescentes conheçam mais as possibilidades da formação; uma conversa franca sobre as ações tomadas pela atual gestão para uma contenção de gastos necessária para as finanças da Universidade e os resultados disso nos números atuais; a possibilidade de criar novos critérios para escolha de acadêmicos para os projetos de extensão; entre outras pautas.

O diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Oscar Montedo, a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, e a gestora da Gerência de Atendimento ao Estudante, Mira Dagostin, também participaram do encontro. Conforme a Reitora, todas as situações levantadas serão discutidas com a equipe com a intenção de avaliar novas possibilidades e de tornar realidade o máximo de reivindicações possível. 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 13 de agosto de 2018 às 22:32
Compartilhar Comente

Unesc e Sebrae dão pontapé inicial ao projeto Jornada Empreendedora

Unesc e Sebrae dão pontapé inicial ao projeto Jornada Empreendedora
Ação foi lançada de forma oficial na noite desta segunda-feira (6/8) no Auditório Ruy Hülse (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Diante do Auditório Ruy Hülse completamente lotado por um público cheio de boas expectativas, foi iniciado de forma oficial na noite desta segunda-feira (6/8) o projeto Jornada Empreendedora, uma parceria entre a Unesc e o Sebrae Santa Catarina. A ação promete revolucionar tudo o que diz respeito a empreendedorismo dentro do campus através de ações especiais pensadas para professores, gestores e alunos com a intenção de criar ou inflamar a visão e o comportamento empreendedor em cada um dentro da sua realidade.

Na primeira atividade da ação estiveram presentes autoridades da universidade e do Sebrae, em âmbito regional, estadual e nacional, para assinatura do contrato inicial de 18 meses de parceria. Além do cerimonial, o evento contou ainda com uma palestra do Diretor Técnico do Sebrae SC, Anacleto Angelo Ortigara, dando início de forma imediata ao compartilhamento de conhecimento sobre o assunto proposto pela ação.

Conforme a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, o incentivo e conhecimento voltado ao empreendedorismo foi um dos principais eixos apontados em seu Plano de Gestão e a noite desta segunda-feira marcou uma conquista muito significativa e de grande expectativa. “A universidade tem também esse papel de abrir caminhos para que todos possam empreender não só abrindo negócios, mas também em suas carreiras e vidas pessoais. Essa parceria grandiosa nos dará a oportunidade de fazer isso com um modo de trabalho inovador, dinâmico e proativo em diferentes áreas”, comentou.

Para Ortigara, a Unesc neste momento se coloca mais um passo à frente. “A universidade está em posição destacada ao apresentar de forma inédita no país essa alternativa de alto valor aos seus professores, colaboradores e estudantes. Para conseguir basta querer e a demonstração deste querer já está sendo dada hoje. Esse é um gesto grandioso que permitirá o acesso a conhecimentos valiosos e que certamente irão gerar muitos frutos para toda a região”, afirmou.

 

Transformação do sistema

A responsável por explicar a dinâmica das 29 ações que serão realizadas ao longo dos meses de projeto foi a consultora nacional do Sebrae, Luciana Matos Santos Lima. Conforme a profissional, o trabalho para implantação da Jornada Empreendedora iniciou em agosto de 2017 e chega em um momento histórico. “Para nós do Sebrae é um dia de muita emoção. Construímos esse projeto para que possa efetivamente contribuir para formação de todos vocês e temos convicção de que isso irá se tornar realidade”, comentou.

De acordo com Luciana, a ação vai muito além da simples inclusão de conteúdos sobre empreendedorismo “Só isso não basta. A gente precisa transformar o sistema. Agir nos professores, gestoras e em vocês, alunos. Vamos imbuir esses conhecimentos no DNA da universidade”, completou.

Entre as etapas citadas pela liderança estão trabalhos com os temas: Estímulo ao empreendedorismo; Fortalecimento do ecossistema empreendedor; Aproximação com o mercado e Redes de construção de conhecimento, sendo assuntos aplicados para todas as áreas do conhecimento.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 06 de agosto de 2018 às 22:11
Compartilhar Comente

Exposição Ecossistema Marinho ganha revitalização com 207 novos espécimes

Exposição Ecossistema Marinho ganha revitalização com 207 novos espécimes
O Evento de lançamento acontece no dia 28 de junho, no hall do Bloco Administrativo Mais imagens

No mês comemorativo ao aniversário dos 50 anos da Unesc, e no mês dos oceanos, o Museu de Zoologia Prof. Morgana Cirimbelli Gaidzinski promove no próximo dia 28 de junho, às 15 horas, o lançamento da revitalização de uma de suas exposições de longa duração intitulada Ecossistema Marinho. A exposição Ecossistema Marinho, instalada no bloco administrativo da Unesc, foi inaugurada no ano de 2006, com o objetivo de conscientizar cidadãos e governo para a importância prioritária do conhecimento e a conservação do meio marinho.

 Mediante aos constantes encalhes de animais marinhos no litoral sul catarinense, e a fragilidade dos ambientes em que eles se encontram, o Museu de Zoologia vem ampliando a cada ano seu acervo com diferentes espécimes da fauna marinha. Entre eles  destacam-se: lobos e leões- marinhos, pinguins, tartarugas-marinhas, baleias e golfinhos. Estes animais no museu, tornam-se importantes instrumentos de educação ambiental, informando e sensibilizando o público visitante para o papel da fauna nos ecossistemas e a necessidade de sua preservação.

A revitalização da exposição incluirá um novo cenário e 207 novos espécimes, como esqueletos e réplicas de baleias piloto e cachalote, conchas de moluscos, peixes e diferentes espécies de invertebrados marinhos.

Além da educação ambiental realizada por meio de seu acervo, o Museu de Zoologia contribui com a conservação do meio marinho realizando periodicamente o monitoramento do litoral Sul Catarinense, desde a Barra do Camacho, município de Jaguaruna a Barra do Rio Mampituba, município de Passo de Torres, totalizando um percurso de 120km.

O monitoramento tem como objetivo dimensionar o número e as espécies marinhas encontradas no litoral sul do estado e verificar sinais de interações antrópicas nestes animais. As carcaças encontradas são recolhidas e levadas ao laboratório de Zoologia onde são preparadas por meio de técnicas de conservação específicas, e incorporadas ao acervo do museu. A coleta sistemática de dados de espécies marinhas encalhadas fornece informações biológicas úteis para a conservação e manejo destas espécies. O Museu de Zoologia foi fundado em parceria com a Policia Militar Ambiental e esta parceria tem proporcionado importantes ações de conscientização e preservação ambiental para a região sul do estado.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 25 de junho de 2018 às 15:29
Compartilhar Comente

LABZEV

Por: Guilherme Cardoso Possenti 05 de abril de 2017 às 14:13
Compartilhar Comente