Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz

Patrimônio cultural, direito e meio ambiente: educação contextualizada a arqueologia e a diversidade

Patrimônio cultural, direito e meio ambiente: educação contextualizada a arqueologia e a diversidade
Terceiro volume da obra explora a temática junto a educação patrimonial voltada à arqueologia (Foto: Divulgação) Mais imagens

Pensar a história, a educação, a cultura, o patrimônio e a ciência junto às comunidades do Extremo Sul Catarinense. Assim, os pesquisadores Juliano Bitencourt Campos, Marian Helen da Silva Gomes Rodrigues e Marcos César Pereira Santos contextualizaram 17 capítulos, em formato e-book, com os resultados da atuação do Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), do PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais) e do Grupo de Pesquisa Arqueologia e Gestão Integrada do Território da Unesc, em parceria com o Instituto Olho D’Água, sediado no Piauí.

Intitulado “Patrimônio cultural, direito e meio ambiente: educação contextualizada – arqueologia e diversidade”, o terceiro volume da obra explora a temática junto a educação patrimonial, voltada à arqueologia. “É uma leitura sobre modos, experimentações, jeitos, fazeres e mundos misturados, apresentando o encantamento da história e da arqueologia. O resultado é um fascinante e importante documento, em que profissionais destacam as ações educativas, em uma perspectiva interdisciplinar na qual projetos e programas institucionalizados apresentam desafios, propostas e resultados sobre a complexidade do patrimônio cultural e ambiental em um mundo pulverizado pela diversidade”, conta Campos.

Educação e arqueologia

A iniciativa, segundo Campos, foi idealizada a partir das discussões sobre a relevância de programas educativos no contexto dos estudos arqueológicos e históricos culturais. Ele afirma que em muitos casos projetos e programas educativos são colocados em segundo plano e considerados dispensáveis. Sabendo desta situação, o objetivo do e-book foi provocar debates e dar destaque a educação contextualizada a arqueologia, meio ambiente e patrimônio cultural.

O pesquisador destaca ainda a contribuição educacional do trabalho e afirma que também pode contribuir em âmbitos não técnicos, “A produção acadêmica sobre patrimônio cultural, histórico e arqueológico, direito e preservação do meio ambiente está em expansão e representa uma necessidade da área para alimentar os debates sobre os desafios que essa temática apresenta não só para os técnicos, mas para os educadores e a sociedade em geral”, explica.

 Conheça a obra no Repositório Institucional da Unesc

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 05 de dezembro de 2018 às 17:40
Compartilhar Comente

Conheça o volume 3 do e-book Patrimônio cultural, direito e meio ambiente

Conheça o volume 3 do e-book Patrimônio cultural, direito e meio ambiente
Mais imagens

Pesquisadores da área do Patrimônio e Educação, do Instituto Olho D’Água – IODA/PI – da Serra da Capivara, foram parceiros que tornaram possível a publicação da obra "Patrimônio cultural, direito e meio ambiente: educação contextualizada – arqueologia e diversidade (volume III)".

Por mais de duas décadas, tem-se discutido sobre a relevância de programas educativos no contexto dos estudos arqueológicos e históricos culturais, inclusive, com aportes de leis, normativas e cartas patrimoniais. "No entanto, muitas vezes, os projetos e/ou programas educativos são colocados em palcos marginais, e 'tidos' como dispensáveis e/ou irrelevantes (práticas colonialistas). Portanto, a nossa provocação foi trazer para o palco principal a educação como epicentro das reflexões sobre arqueologia, meio ambiente e patrimônio cultural", diz um dos organizadores do e-book, o professor Dr. Juliano Bitencourt Campos. O volume III é composto por significativas reflexões sobre educação: arqueologia e diversidade e está disponível para download gratuitamente no catálogo da Editora da Unesc.

Por: Aline Demboski 26 de novembro de 2018 às 09:20
Compartilhar Comente

E-book

E-book
Mais imagens

O terceiro volume do e-book “Patrimônio cultural, direito e meio ambiente: educação contextualizada – Arqueologia e diversidade” já está disponível para consulta no Repositório Institucional da Unesc (clique aqui). 

Fruto de uma parceria com pesquisadores da área do Patrimônio e Educação, a obra traz, em seus 17 capítulos, a educação como epicentro das reflexões sobre arqueologia, meio ambiente e patrimônio cultural. O livro tem a participação de autores do Brasil e de Portugal.

Organizado por Juliano Bitencourt Campos, Marian Helen Rodrigues e Marcos César Pereira Santos. A obra é o resultado de ações e articulações promovidas pelo Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), do PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais) e do Grupo de Pesquisa Arqueologia e Gestão Integrada do Território da Unesc, em parceria com o Instituto Olho D’Água, sediado no Piauí.

Milena Nandi - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing 

Por: Milena Spilere Nandi 19 de novembro de 2018 às 13:05
Compartilhar Comente

Alunos da região têm contato com o universo da Arqueologia na Unesc

Alunos da região têm contato com o universo da Arqueologia na Unesc
Workshop ocorre durante Semana de Ciência e Tecnologia (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

“Eu achei que era de verdade, até meu amigo abrir a tampa. Foi muito legal escavar e conhecer como os arqueólogos trabalham”, afirmou o aluno do segundo ano do Ensino Fundamental do Colégio Unesc, Vinícius Martins, de 8 anos, segurando a réplica de um crânio humano que encontrou durante a oficina de escavação no 3º Workshop de Arqueologia, nesta terça-feira (23/10). O menino é aluno do Colégio Unesc e junto com os colegas do Programa (Com)Vivendo na Escola, participou das oficinas realizadas dentro da programação da 9ª Semana de Ciência e Tecnologia da Universidade.

A professora do (Com)Vivendo na Escola, Elaine Marim, afirma que o workshop oportunizou novos conhecimentos aos estudantes. “A proposta do programa é oferecer atividades e oficinas no contra turno dos alunos de 6 a 10 anos do Colégio Unesc e não poderíamos deixar de participar das oficinas de Arqueologia. Os alunos adoraram e com certeza absorveram novos conhecimentos”.

Ainda nesta terça-feira, alunos do oitavo e nono ano da Escola Municipal Prefeito Luiz Pelegrini, de Meleiro, participaram do workshop. A atividade ocorre até quinta-feira (25/10) e receberá cerca de 400 alunos de escolas da Amrec e Amesc para oficinas de pintura e de escavação, além de uma conversa sobre o trabalho do arqueólogo e sobre as populações indígenas.

A iniciativa é do Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz) e do Grupo de Pesquisa em Arqueologia e Gestão Integrada do Território, vinculados ao PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais).

Em 2018, junto das informações sobre a população Guarani e Xokleng e sobre os sambaquis, foi acrescentado o material sobre “Arqueologia e as Comunidades Tradicionais”, abrangendo os quilombolas e os pescadores.

O 3º Workshop de Arqueologia ocorrerá das 8 às 12 horas e das 13h30 às 17 horas. Os interessados podem agendar as visitas pelo telefone (48) 99863-0390, com Giovana Cadorin.


Milena Nandi - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 23 de outubro de 2018 às 14:45
Compartilhar Comente

Workshop de Arqueologia reúne alunos da região em oficinas na Unesc

Workshop de Arqueologia reúne alunos da região em oficinas na Unesc
Local está sendo preparado para receber escolas de terça a quinta-feira (Fotos: Milena Nandi) Mais imagens

Nos próximos dias, a Unesc receberá visitantes de diversas instituições de ensino para a 9ª SCT (Semana de Ciência e Tecnologia), e uma das atividades da programação é o Workshop de Arqueologia. De terça à quinta-feira (23 à 25/10), cerca de 400 alunos de escolas da Amrec e Amesc participarão de oficinas de pintura e de escavação, além de conhecer um modelo de caverna com pinturas rupestres e conhecerem mais sobre o trabalho do arqueólogo e sobre as populações indígenas.

Os alunos poderão ainda conversar com os pesquisadores que atuam no Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz) e no Grupo de Pesquisa em Arqueologia e Gestão Integrada do Território, vinculados ao PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais) ,da Unesc, e responsáveis pelo workshop.

Segundo o coordenador do Lapis, Juliano Bitencourt Campos, o workshop é sempre pensado dentro da temática central da SCT, que neste ano é “Ciência para a Redução das Desigualdades”. Desta maneira, em 2018, as informações sobre a população Guarani e Xokleng e sobre os sambaquis, foi acrescentado no material sobre “Arqueologia e as Comunidades Tradicionais”, abrangendo os quilombolas e os pescadores.

“Os visitantes poderão conhecer objetos relacionados a diferentes culturas e mais informações sobre elas, participar da oficina de pintura, onde vão saber sobre a fabricação das tintas e serão estimulados a pintarem em um painel, poderão visitar uma representação de moradia e participarem de uma oficina de escavação, onde conhecerão melhor o trabalho do arqueólogo”, conta.  

O 3º Workshop de Arqueologia possui, aproximadamente, dez escolas confirmadas para visitação que ocorrerá das 8 às 12 horas e das 13h30 às 17 horas . Os interessados em trazer suas turmas podem agendar as visitas pelo telefone (48) 99863-0390, com Giovana Cadorin.

Milena Nandi - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 22 de outubro de 2018 às 17:56
Compartilhar Comente