Engenharia de Agrimensura

Projeto Cidadania Verde finaliza elaboração do plano

Projeto Cidadania Verde finaliza elaboração do plano
Ação é realizada pelos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Agrimensura da Unesc (Fotos: Divulgação) Mais imagens

O Projeto Cidadania Verde realizou na última quinta-feira (6/12) o fechamento das atividades do ano com elaboração do material para o município de Morro da Fumaça. A ação foi realizada no Laboratório de Projetos do curso de Arquitetura e Urbanismo e realizado pelos cursos de Arquitetura e Urbanismo e de Engenharia de Agrimensura da Unesc.

Durante a atividade foram finalizados os materiais de apoio, entre eles mapas, detalhes e textos administrativos para o Termo de Referência, para adoção de praças e áreas verdes no Município de Morro da Fumaça.

O Projeto de Extensão Cidadania Verde tem o objetivo de desenvolver uma proposta de planejamento do Sistema de Espaços Livres do município de Morro da Fumaça. A ação será realizada a partir de ações participativas de extensão universitária, na perspectiva da paisagem local e microrregional e da cidade educadora. O projeto é uma iniciativa do Observatório Social do Município de Morro da Fumaça que é parceiro do projeto de extensão.

Participaram da atividades os bolsistas do projeto e a Secretaria Executiva do Observatório Social do Morro da Fumaça, Camila Bueno Alfredo. O planejamento do grupo é que, serão desenvolvidas outras atividades em conjunto buscando atender aos objetivos deste projeto de extensão.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 07 de dezembro de 2018 às 19:43
Compartilhar Comente

Atividade de Campo do Curso de Engenharia de Agrimensura

O Professor Jóri Ramos Pereira, alunos da 6ª fase do curso e técnicos da CPRM, participaram do encontro.

O curso de Engenharia de Agrimensura da UNESC, realizou no sábado dia 10 de novembro de 2018 visita técnica aliado a prática de campo, em uma área de recuperação ambiental, localizada no município de Treviso em Santa Catarina, a obra é gerenciada pela Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM). Na oportunidade, foram realizadas atividades que integram disciplinas de Topografia, Geodésia, Aerofotogrametria e Sensoriamento Remoto.

De modo a contribuir para o bom trabalho que vem sendo realizado na recuperação de 117,8 ha, os alunos produziram um voo aerofotogramétrico utilizando duas plataformas de DRONES, o produto gerado, será entregue a CPRM para demonstração da importância geotecnológica que a área de agrimensura apresenta no gerenciamento de obras de grande porte.

O curso de Engenharia de Agrimensura, agradece a presença, atenção e disponibilidade de tempo das empresas CPRM – Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais, e também da empresa PEGESUL, que disponibilizou sua estrutura para demonstração aos alunos.

Por: Rosani Martins Martins 06 de dezembro de 2018 às 21:30
Compartilhar Comente

Projeto de Extensão da Unesc levará mais cidadania a comunidades em Forquilhinha

Projeto de Extensão da Unesc levará mais cidadania a comunidades em Forquilhinha
Ação tem a parceria da Prefeitura Municipal, Associação de Moradores e da ONG Cata Vento (Foto: Divulgação) Mais imagens

Agregando conhecimentos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia de Agrimensura e Engenharia Civil, a Unesc pretende colaborar com o bem estar de comunidades de Forquilhinha. Por meio do Projeto de Extensão EMI (Escritório Modelo Interdisciplinar), a Universidade realiza um projeto urbanístico e arquitetônico de espaço social e comunitário em área pública municipal do Bairro Nova York, em Forquilhinha.

O foco da ação, que tem apoio da Prefeitura, da Associação de Moradores e da ONG Cata Vento Coletivo Cultural de Forquilhinha, é voltado à atuação em projeto de urbanização e de implantação de equipamentos de cultura, esporte e lazer, em área pública, destinada aos moradores dos bairros Nova York, Ouro Negro e Vila Franca.

Um dos primeiros encontros com a comunidade, para o início do desenvolvimento das atividades, foi realizado nesta quinta-feira (4/10). Neste contato inicial a comunidade foi dividida em grupos para pensarem e formularem proposições de melhorias voltadas as crianças, aos jovens, aos adultos, aos idosos, a homens e mulheres, formando cartazes com seus destaques.

O projeto tem a participação dos professores Jorge Luiz Vieira (coordenador da ação), Evelize Chemale Zancan e Vanildo Rodrigues. Colaboram ainda com as atividades os acadêmicos bolsistas Eloiza Neves, Sara Arns Camilo e João Otávio Damázio. Como estagiário, atua o aluno Jardel da Silva Serafim e como voluntário Mateus Nazário Filisbino.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 05 de outubro de 2018 às 21:07
Compartilhar Comente

Noite marca celebração de conquistas

Noite marca celebração de conquistas
Colação de grau especial em gabinete reuniu 92 graduandos, familiares e amigos (Foto: Mayara Cardoso) Mais imagens

Na noite desta sexta-feira (10/8) mais 92 profissionais entraram para a lista de egressos da Unesc. Em emocionante cerimônia no Auditório Ruy Hülse, a Universidade formou acadêmicos dos cursos de Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciência da Computação, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Civil, Engenharia de Agrimensura, Engenharia de Materiais, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Tecnologia em Design de Moda e Tecnologia em Jogos Digitais.

Na colação de grau especial em gabinete os graduandos viveram momentos especiais com direito a beca, capelo e certificado entregues um a um no palco. A cada nome chamado foi possível observar olhos marejados na plateia, lotada de familiares e amigos cheios de orgulho pelas conquistas dos graduandos.

Em seu discurso, a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Fernanda Sônego, responsável pela condução da cerimônia, destacou a alegria de celebrar tantas conquistas. “Vivemos hoje a celebração de vitórias. Vitórias de cada um de vocês, assim como de seus pais, professores e também da Universidade, que mais uma vez proporcionou o ensino de excelência”, comentou.

Conforme a diretora, com a responsabilidade de cada um a partir de agora atuando como profissionais nas áreas escolhidas, os formandos devem lembrar que a ética, em todos os setores, está além da formação técnica. “Vocês têm o conhecimento e a instrução da Universidade para atuarem, mas o êxito em suas profissões será alcançado apenas com dedicação e comprometimento com a profissão e tudo o que ela envolve e da atitude diante desses conhecimentos. Tenham empatia e principalmente muito amor a cada ação realizada”, completou.

Sonho realizado

Entre os acadêmicos que agora estão formados pela Universidade está a jovem Mariana Lopes Acordi, de 26 anos. Ela foi a única mulher formada na noite desta sexta-feira no curso de Tecnologia em Jogos Digitais. Com seu espaço devidamente conquistado, Mariana afirma que foi natural a convivência com os colegas da turma e que se sente muito feliz em celebrar essa conquista.

Conforme Mariana, a escolha do curso se deu pelo gosto pelos jogos desde muito pequena. “Isso sempre fez parte da minha vida e quando conheci o curso não tive dúvidas de que queria me qualificar nessa área”, comentou. A jovem ainda não trabalha no ramo, mas já desenvolve projetos por conta própria e pretende ainda colocar em prática tudo o que aprendeu na Universidade.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 10 de agosto de 2018 às 21:28
Compartilhar Comente

Com acesso facilitado, Unesc pretende expandir utilização do Iparque

Com acesso facilitado, Unesc pretende expandir utilização do Iparque
Cadastro de acadêmicos com a ACTU foi realizado até a noite desta sexta-feira na universidade (Foto: Mayara Cardoso) Mais imagens

A partir da parceria estabelecida pela Unesc com a ACTU (Associação Criciumense de Transporte Urbano) e a DTT (Diretoria de Trânsito e Transporte) de Criciúma, que irá criar a oferta de linhas de ônibus para acesso ao Iparque (Parque Científico e Tecnológicos), a utilização do espaço deve ser ampliada. O complexo, localizado na Rodovia Jorge Lacerda, nas proximidades da universidade, conta com salas de aula e de reuniões, biblioteca setorial, laboratórios, auditório e outros espaços e recebe aulas dos cursos de Design, Engenharia de Agrimensura,  Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia Química, Engenharia de Materiais, Engenharia Mecânica e Tecnologia em Jogos Digitais.

Além da melhoria nos horários do transporte municipal para o Parque, foram realizadas também mudanças na infraestrutura e serviços de alimentação, com a intenção de qualificar ainda mais o local para receber os acadêmicos, pesquisadores e comunidade.

Conforme o coordenador do Curso de Design, professor João Rieth, a possibilidade de utilizar uma estrutura diferenciada como a do Iparque é de extrema importância para as disciplinas. “Temos aulas todas as noites naquele e espaço e percebemos como faz toda a diferença. É um centro tecnológico que precisa ser valorizado”, afirma.

As adequações idealizadas em parceria entre a universidade, o Município e a ACTU, de acordo com Rieth, irão garantir uma facilidade para o deslocamento e, logo, um melhor aproveitamento de todo o complexo. “Até então alguns alunos tinham dificuldade de chegar lá por conta própria, especialmente aqueles que vêm de outros municípios. Com uma linha especial, esse problema estará superado e a tendência é que consigamos aproveitar ainda mais tudo o que a estrutura tem a oferecer. Por isso é que estamos fazendo um grande esforço para que os alunos entendam e se cadastrem”, completa.

Incentivo à pesquisa

A facilidade de deslocamento e todas as melhorias preparadas, para o coordenador do curso de engenharia civil, Márcio Vitto, irão, acima de tudo, incentivar ainda mais o desejo pela pesquisa. “Frequentando de forma mais assídua o Iparque o aluno passa a ver as oportunidades com outros olhos. Imagina poder explicar uma teoria e já mostrar a prática ali mesmo no laboratório para eles? É muito bom. Essa onda irá fortalecer o desejo por pesquisas, experimentos em busca de novos produtos, inovação e a sustentabilidade. Isso é o diferencial em uma universidade”, destaca.

Linha para o Iparque de segunda à sexta-feira

A nova linha sairá às 19h10 do Terminal do Pinheirinho e irá até o Iparque, com saída do local às 22h de volta à universidade. Ao longo desta semana os acadêmicos foram informados sobre a criação da linha e os interessados em utilizá-la ou fazer o cadastro para utilização do sistema de transporte de forma geral já puderam entregar à equipe da ACTU os documentos necessários para a emissão do Cadastro do Estudante. Nesta sexta-feira (3/8) foi realizada a última etapa da mobilização para cadastramento com ação no Bloco J.

Os estudantes que realizaram o cadastro receberão seus cartões já na próxima segunda-feira (6/8), quando será iniciado o funcionamento da nova linha.

Aqueles que perderam a oportunidade de realizar o cadastro facilitado na universidade podem procurar a sede da ACTU, na galeria do Terminal Central, de segunda à sexta-feira em horário comercial.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 03 de agosto de 2018 às 21:35
Compartilhar Comente