Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros, Indígenas e Minorias

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc
Mais imagens

Com ênfase na liderança de processos produtivos resoluções de conflitos, a Unesc irá receber nos dias 13 e 14 de agosto a palestra “A Sabedoria na Liderança dos Negócios: As emergências das experiências chinesas do Dr.Chan Kei Thong”, ministrada pelo próprio Thong. Aberta a comunidade externa e a forma de acesso é por meio de 1 kg de alimento não perecível.

Entre as pautas abordadas estão “A sabedoria da Liderança” e “O negócio como missão”. A palestra do dia 13 o público alvo são os Gestores de Empresas e Entidades e Gestores  e professores da Unesc. Além disso, Thong também palestrará para a gestores de escolas e secretários de educação, no dia 14 de agosto. Professores e gestores da Universidade estarão participando de todas as etapas que compõem o evento. Este é um passo à frente no processo de envolvimento de Professores e Gestores da Unesc neste novo ciclo de Inovação tecnológica de processos, produtos na universidade.

Conheça o palestrante

Dr. Thong é membro da equipe da Singapore Cru há 40 anos e co-fundador e CEO da LDi (Leadership Development International). Sob sua liderança na LDi, o empreendimento se tornou um dos sistemas mais influentes na educação internacional, com escolas espalhadas pela China e no Oriente Médio. O orçamento anual da empresa chega aos 35 milhões de dólares, empregando mais de 800 funcionários.

O palestrante possui Diploma Técnico da Singapore Polytechnic, Bacharel em Ciências em Administra pela Universidade de Nova York, Mestrado em Artes em Estudos Bíblicos pela Escola Internacional de Teologia, Mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual da Califórnia e doutorado honorário da Trinity Western University. Atualmente ele ministra cursos on-line de liderança, por meio do programa de Mestrado em Artes em Liderança da Trinity Western University, além de orientar líderes da China e do Oriente Médio.

Veja a programação completa

13 de agosto - Para gestores de empresas e entidades e gestores e professores da Unesc

- 15 às 18 horas – A sabedoria da Liderança

- 19h30 às 21h30 – O negócio como missão

14 de agosto - Para gestores de escolas e secretários de educação, gestores e professores da Unesc

- 9 às 12 horas – A liderança nos processos educativos e a resolução de conflitos

- 14 às 17 horas – Princípios de liderança para a construção de comunidades

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 09 de agosto de 2019 às 09:04
Compartilhar Comente

Unesc recebe encontro de educadoras e educadores negros

Unesc recebe encontro de educadoras e educadores negros
Atividade foi realizada pelo ENEB em parceria com a Unesc (Fotos: Divulgação) Mais imagens

A Unesc recebeu, na última sexta-feira (2/8), o Encontro de Educadoras e Educadores Negros. A atividade, organizada pelo ENEB (Entidade Negra Bastiana), teve como tema “O protagonismo das educadoras e educadores frente aos desafios de uma educação antirracista”. A iniciativa teve apoio do NEAB (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros  Indígenas e Minorias) e da Secretaria de Diversidades e Políticas de Ações Afirmativas da Unesc. O evento seguiu com atividades no sábado.

O evento iniciou no período da tarde na Universidade com o lançamento do livro Idelfonso Juvenal da Silva: um memorialista negro no Sul do Brasil e da exposição Idelfonso Juvenal da Silva: um memorialista negro na imprensa catarinense, ambos de Fábio Garcia, no hall da reitoria.

 No período da noite, no Auditório Edson Rodrigues, comunidade interna e externa participaram da palestra de abertura, ministrado pela doutora em Educação, Georgina Helena Lima Nunes, seguido de um debate sobre a temática do evento.

No segundo dia de evento, os participantes se reuniram no Clube Recreativo União Operária, no bairro Santa Bárbara, que contou com apresentações culturais, palestras, debates e oficinas.

O evento foi organizado pelo ENEB, coordenado por Renato Costa, e teve a parceria da Unesc.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 05 de agosto de 2019 às 18:16
Compartilhar Comente

Ânima realiza minicurso “Indigenismo: mediação de conflitos e cultura de paz”

Ânima realiza minicurso “Indigenismo: mediação de conflitos e cultura de paz”
Evento foi ministrado pelo ex-coordenador da Funai, Nuno Nunes (Fotos: Divulgação) Mais imagens

O Ânima realizou, no último sábado (25/5), o minicurso “Indigenismo: mediação de conflitos e cultura de paz”. O evento, que foi ministrado pelo ex-coordenador da Funai (Fundação Nacional do Índio), Nuno Nunes, contou com a participação da comunidade interna e externa da Universidade.

O curso teve o objetivo de esclarecer dúvidas e aproximar a Unesc dos povos indígenas. Além disso, promoveu a troca de informações com temáticas voltadas às técnicas culturais dos povos indígenas, com o objetivo de diminuir conflitos e construir uma cultura de paz.

O evento teve participação de professores, mestrandos e doutorandos do PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais), acadêmicos dos cursos de Geografia, Enfermagem, Ciências Biológicas, História, Artes Visuais e Psicologia da Unesc, além do público externo.

O evento foi realizado pelo Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz); Neab (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas); Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias; Secretaria de Diversidades e Políticas de Ações Afirmativas; PPGCA; Comavh (Comissão de Meio Ambiente e Valores Humanos); e Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 27 de maio de 2019 às 15:42
Compartilhar Comente

Unesc promove minicurso sobre sabedoria indígena e cultura da paz

Unesc promove minicurso sobre sabedoria indígena e cultura da paz
Também será apresentado um panorama de contato com povos tradicionais (Foto: Arquivo) Mais imagens

Um dia para conhecer e aprender com a cultura indígena na Unesc. O minicurso “Indigenismo: mediação de conflitos e cultura de paz” está com inscrições abertas. Ministrado pelo ex-coordenador da Funai (Fundação Nacional do Índio), Nuno Nunes, o encontro ocorrerá no sábado (25/5), das 8 às 17 horas, na sala 5 do Bloco N.

O coordenador do Programa Ânima, João Batanolli, responsável pela vinda do minicurso, conta que o objetivo é esclarecer dúvidas e aproximar a Universidade dos povos Indígenas. Ele explica que durante a troca de informações serão abordados temas voltados às técnicas culturais dos povos indígenas, com o objetivo de diminuir conflitos e construir uma cultura de paz.

“Será um contato sem preconceitos e sem interesses fúteis. O evento proporcionará momentos para reconhecer e aprender, reforçando as políticas de diversidade fomentadas na Instituição. A identidade da Unesc preza por reconhecer e valorizar a diversidade presente em nossas raízes”, afirma Batanolli.

Também será apresentado um panorama sobre normas e meios de contato com povos e comunidades tradicionais. As inscrições podem ser feitas no e-mail Lapis@unesc.net.

Cultura indígena presente na Universidade


Para seguir aprendendo com a cultura indígena, o Ânima estabeleceu ações continuadas com os povos. Segundo Batanolli, a área desperta interesse em diversos segmentos dentro da Universidade. “Encontramos contextos valiosos de autoconhecimento e de cultura de paz que agregam em espaços de estudos da Instituição, como a área ambiental, de diversidades e direitos”, explica.

O evento também é uma realização do Lapis (Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz), Neab (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas), Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Secretaria de Diversidades e Políticas de Ações Afirmativas, PPGCA (Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais), Comavh (Comissão de Meio Ambiente e Valores Humanos) e Museu de Zoologia Professora Morgana Cirimbelli Gaidzinski.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 21 de maio de 2019 às 17:08
Compartilhar Comente (1)

Unesc promove debates sobre invisibilidade, saúde e cultura da população negra

Unesc promove debates sobre invisibilidade, saúde e cultura da população negra
Maio Negro contará com palestrantes como a professora doutora da UFSC, Joana dos Passos (Foto: Divulgação) Mais imagens

As próximas semanas na Unesc serão marcadas por debates sobre assuntos como a saúde da população negra, racismo e sociedade e política de cotas, durante o 15º Maio Negro. Com o tema “Negras e Negros em Movimento: Existimos porque Resistimos”, o evento realizará, de 21 a 28 de maio, mesas-redondas, palestras, lançamento de livro, encontro dos movimentos negros do Sul do Estado, oficinas, apresentações culturais e de trabalhos acadêmicos com a participação de estudantes e professores da Unesc, profissionais e pessoas da comunidade. À frente das atividades estarão profissionais e pesquisadores de estados como Santa Catarina e Maranhão.

Segundo a presidente da comissão organizadora do Maio Negro e coordenadora do Neab (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros e Indígenas) da Unesc, Normélia Lalau de Farias, o evento tem como objetivo pensar os diversos mecanismos que reforçam a condição de invisibilidade da população negra e impedem que as riquezas de sua história e cultura tenham espaço e sejam percebidas nos diversos contextos sociais.

Normélia considera a Universidade um grande espaço para o debate de ideias e a proposição de ações. É um local, portanto, de acolhimento, diálogo, reflexão e iniciativa. “Podemos desconstruir e construir ideias. Um dos casos é o reconhecimento de que as pessoas são diferentes entre si e que isso é de uma riqueza incrível. É preciso entender isso e respeitar”.

O Maio Negro é organizado pela Unesc e pelo Neab, e conta com a parceria do PPGD (Programa de Pós-Graduação em Direito), Secretaria de Diversidades e Políticas de Ações Afirmativas da Unesc, Colégio Unesc e curso de História da Universidade.

A abertura dos trabalhos ocorrerá dia 21, às 19h30, no Auditório Edson Rodrigues, com o 1º Encontro com Movimentos Negros na Unesc. O tema será “Origem dos Movimentos Negros” e envolverá lideranças da região. Cada representante poderá apresentar o objetivo de trabalho e exemplos de atuação de seu grupo. O encontro terá a mediação da professora mestra e pesquisadora, Ana Julia Pacheco.

Jornada Acadêmica

Na edição de 2019, o Maio Negro traz uma novidade, a Jornada Acadêmica. A iniciativa é voltada para estudantes, professores e pesquisadores da Unesc e de outras instituições de ensino, além de pessoas da comunidade. Segundo Normélia, a intenção é despertar o interesse pelo desenvolvimento de estudos com a temática do evento, além de criar um espaço para a divulgação dos trabalhos que já produzidos.

Os trabalhos aprovados pela comissão julgadora serão divididos por temática e haverá um mediador em cada apresentação.

O Maio Negro da Unesc contará também com a palestra “Saúde da População Negra” com a médica e pesquisadora do Maranhão, Camila Carvalho de Souza Amorim Matos, que terá como mediador o integrante do Comitê Técnico da Saúde da População Negra de Criciúma, Jesiel de Medeiros; a apresentação “Cota não é Esmola”; e oficina de Máscaras Africanas, com o professor Marcelo Batista Serafim.

Haverá ainda o lançamento do livro “Sociabilidades e Territorialidade”, do professor mestre e egresso do curso de História da Unesc, Júlio César da Rosa, e a mesa-redonda “Racismo e Sociedade”, com a professora doutora e pesquisadora da UFSC, Joana dos Passos, com a mediação da professora e participante do Movimento Coletivo Chega de Racismo, Cintia Santos.

Inscrições e programação completa

Milena Nandi – Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 17 de maio de 2019 às 10:34
Compartilhar Comente