Educação Física - Licenciatura

Adaptando-se aos novos desafios da educação e da realidade dos alunos, Unesc oferece cursos de Licenciatura no período noturno

Adaptando-se aos novos desafios da educação e da realidade dos alunos, Unesc oferece cursos de Licenciatura no período noturno
Períodos dos cursos sofreu alterações, assim como os currículos, para benefícios aos acadêmicos (Foto: Arquivo Unesc) Mais imagens

Os cursos de licenciatura fazem parte da história da Unesc e estão entre seus grandes orgulhos. Pensando em fortalece-los cada vez mais e atrair novos alunos que cultivam o sonho de tornarem-se professores, a Universidade implanta neste primeiro semestre de 2019 novos currículos e um novo turno para as aulas. A partir de agora, os alunos que ingressarem em Artes Visuais, Ciências Biológicas, Geografia, História, Letras, Matemática e Pedagogia estarão na Universidade no período noturno. O Curso de Educação Física Licenciatura permanece no turno noturno e também está com vagas para novos alunos.

A mudança no turno das atividades acontece concomitantemente a adaptações no currículo dos cursos, que passaram por um processo cuidadoso de inovação curricular e pedagógica nos últimos meses. Conforme o diretor de Ensino de Graduação da Unesc, Marcelo Feldhaus, a intenção, de forma geral, é atrair cada vez mais alunos, cumprindo o compromisso institucional com a formação de excelência. “Estabelecemos o horário noturno para que o acadêmico possa conciliar o período dentro da Universidade com as possibilidades de estágio nas escolas da região, além de possibilitar que profissionais que já atuam em horário comercial possam vir buscar sua formação. É uma mudança para se adequar a nossa realidade atual observando as pesquisas no campo da formação de professores no país e oferecer o melhor aos estudantes”, explica Marcelo.

No que diz respeito a matriz curricular de cada um dos cursos de licenciatura, conforme o diretor, as mudanças estabelecidas objetivaram um currículo mais integrado, dinâmico, flexível, pensados em itinerários formativos no campo de conhecimentos gerais da profissão docente, na formação específica de cada curso integrando de modo mais orgânico a pesquisa, a extensão e a gestão educacional como componentes da formação inicial. “É importante considerar os desafios que a sociedade contemporânea nos convoca e, a partir deles, desenvolver novos modos de formação, de investigação dos processos de ensino aprendizagem e de formação de professores”, completou.

Realização de sonhos

Ao oferecer um ambiente dinâmico de estudo, com descontos e bolsas de estudo e fazer a mudança de turno, a expectativa é de que a demanda para as licenciaturas seja aumentada. “Queremos receber todas aquelas pessoas que têm o sonho de cursar uma graduação com qualidade reconhecida e que buscam a profissão professor como projeto de vida.  A Unesc é uma instituição que assumiu em seus valores o investimento na formação de professores com políticas institucionais que viabilizam o acesso e permanência ao ensino superior”, acrescenta o diretor.

A expectativa positiva, conforme Marcelo, vai ao encontro a esperança e a busca por uma educação de qualidade no país. “Não há como falar de perspectiva de melhora no país sem investir e qualificar a educação. Precisamos de bons professores, que pensem outros modos de ser e fazer docência e estamos prontos para formar profissionais cada vez mais bem preparados para isso. Os métodos de ensino podem mudar, a tecnologia pode ocupar ainda muitos espaços, mas a mediação para o processo de aprendizado sempre vai precisar da presença do professor, enquanto ator que estimula, problematiza, reflete, acolhe” afirma.

Formas de ingresso

O programa Escolha Unesc é a forma mais fácil de ingresso para aqueles que pretendem iniciar uma graduação já no primeiro semestre de 2019. Por meio do Histórico Escolar ainda é possível garantir a vaga em um dos cursos ofertados na instituição e até participar do programa Nossa Bolsa, que oferece descontos de até 100% no valor da mensalidade.

Entre os critérios para estar entre os beneficiados pelas bolsas está a condição de ter estudado durante todo o Ensino Médio em escola pública ou privada com bolsa integral, ter realizado o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir de 2010, não possuir diploma de graduação em outro curso superior, entre outras normas que podem ser conferidas no edital no site da Unesc.

As matrículas para os cursos de licenciatura da Unesc seguem abertas até o dia 22 de fevereiro. As inscrições podem ser feitas na Centac (Central de Atendimento ao Acadêmico), que atende das 8h30 às 21h. Mais informações sobre os cursos ou as formas de ingresso na Unesc podem ser obtidas pelos telefones (48) 3431-4500, 99861-0068 (Whatsapp) ou pelo e-mail relacionamento@unesc.net.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 08 de fevereiro de 2019 às 13:57
Compartilhar Comente

Atividades de programas de incentivo à formação de novos professores iniciam na Unesc

Atividades de programas de incentivo à formação de novos professores iniciam na Unesc
Alunos de Licenciatura vivenciarão experiências em escolas (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Os estudantes dos cursos de Licenciatura da Unesc têm a oportunidade de vivenciar o cotidiano do professor ainda durante o período em que estão na Universidade. Por meio dos programas de incentivo à formação de novos docentes Pibid (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) e Residência Pedagógica, os acadêmicos vão até escolas da região onde interagem com professores e alunos, vivenciam os desafios e as alegrias da docência e recebem bolsas de estudo para desenvolverem as atividades. Os programas oferecem bolsas também para os professores das escolas que irão supervisionar as atividades.

Nesta semana, o grupo de alunos dos cursos de Artes Visuais, Ciências Biológicas, Educação Física, Geografia, História, Letras, Matemática e Pedagogia de cada programa iniciou as atividades com um encontro na Unesc. O cronograma prevê, além da ida às escolas, encontros regulares com professores da Instituição, nos quais os acadêmicos irão repassar as experiências, tirar dúvidas e receber orientações.

Pibid e Residência Pedagógica são programas da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), fundação vinculada ao Ministério da Educação. Na Unesc, os programas são desenvolvidos pela Diretoria de Ensino de Graduação e serão desenvolvidos por 18 meses. Estão envolvidos nestes dois projetos escolas de sete municípios das regiões de Criciúma e Araranguá.

Segundo o diretor de Ensino de Graduação da Unesc, Marcelo Feldhaus, serão mais de 250 bolsistas nos dois programas que, além de realizar atividades de relevância em seu processo de formação docente, têm uma política de permanência nos cursos de graduação com o recebimento de bolsas de estudo. “O Pibid e o Residência Pedagógica são programas que certamente aproximarão nosso acadêmico com a cultura da escola em suas diferentes dimensões, dentro e fora da sala de aula. São experiências formativas que se constituem como um importante espaço de formação inicial (acadêmicos das Licenciaturas) como de formação continuada (professores das escolas campo e da Unesc)”, afirma Feldhaus.

Pibid

O Pibid existe na Unesc desde 2012 e é voltado para estudantes de Licenciatura que tenham completado no máximo 50% do curso. “O objetivo é que se possa oportunizar melhor comunicação e compreensão da dimensão teórica e dos limites e possibilidades de reelaboração contínua da prática docente no cotidiano das escolas, proporcionando momentos de reflexão e de valorização do magistério. Pretende-se, ainda, ampliar o diálogo com mais escolas da região, oportunizando aos docentes condições de realizar avaliações periódicas de suas práticas pedagógicas”, afirma um dos coordenadores institucionais do Pibid, Jéferson Luís de Azeredo.

A aluna da quarta fase do curso de Artes Visuais, Francine Nazário da Silva, faz parte do grupo de estudantes que vai agregar conhecimento para a sua formação por meio do Pibid e se diz entusiasmada com a possibilidade. “O principal motivo que me fez querer participar não foi a bolsa, mas a oportunidade. Ouvi relatos muito positivos de colegas que já participaram. Eles falavam do Pibid com um brilho diferente nos olhos”, conta Francine. “Vejo no Programa é uma oportunidade de estar do lado de fora, na escola, enquanto ainda estou dentro da Universidade. Terei a possibilidade de trocar experiências e aprender muito, ampliar o meu repertório e meu olhar enquanto estudante e futura professora”, complementa.

Residência Pedagógica

O Residência Pedagógica é a novidade na Unesc e é voltado para acadêmicos que já tiverem cursado 50% ou mais da graduação. Em 2018 o programa do Governo Federal realizará suas primeiras atividades no Brasil com universidades federais e algumas comunitárias – no rol das Universidades Comunitárias, a Unesc foi escolhida na seleção pela nota do CPC (Conceito Preliminar de Curso) e pelo currículo dos professores inscritos para o programa.

Segundo um dos coordenadores institucionais do Residência Pedagógica da Unesc, Aurélia Regina Honorato, o programa quer oportunizar ao estudante a vivência no processo de gestão de sala de aula, estabelecendo a necessária relação teoria/prática na abordagem da realidade escolar. “Ele qualifica a iniciação à docência e é um importante instrumento para a formação de professores”, considera.

Já Isadora da Silva Lemos, acadêmica da sexta fase do curso de Pedagogia, faz parte do primeiro grupo da Residência Pedagógica. A aluna já fez parte do Pibid quando estava nas primeiras fases do curso e gostou tanto da experiência que quando soube do novo programa da Universidade, não pensou duas vezes para se inscrever no processo seletivo. “A oportunidade de colocar em prática o que aprendemos na Universidade é importante para a nossa formação. Minhas expectativas são as melhores possíveis no sentido de aprimorar meu conhecimento e vivenciar experiências agregadoras”.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 16 de agosto de 2018 às 12:37
Compartilhar Comente