Ciências Biológicas - Licenciatura

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Edmar buscou na Unesc as possibilidades para ganhar o mundo

Edmar buscou na Unesc as possibilidades para ganhar o mundo
Solenidade desta sexta-feira (9/2) encerrou os três dias de colações de grau especiais (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Edmar entrou na Unesc em busca de novos horizontes e nesta sexta-feira (9/2) ganhou um mundo de novas possibilidades. Ele e mais 61 acadêmicos da Universidade completaram a graduação, celebrada no auditório Ruy Hülse em uma cerimônia de grau especial.

Sempre sonhando em ir além das fronteiras, Edmar da Silva de Oliveiro foi o primeiro da noite a receber seu canudo. Ele começou a trabalhar e ter contato com a área de Comercio Exterior ainda na adolescência. Ali, percebeu que poderia alcançar voos mais altos. “Além do trabalho de exportação e importação, que me levaria a outros países, sempre gostei de viajar e acreditei desde o início que o curso abriria estas portas para mim”, contou.

Após muito estudo e dedicação, hoje o formando reafirmou sua certeza na graduação que escolheu. “Estou muito feliz, parecia que nunca chegaria este dia. Agora quero segui na carreira e continuar estudando”, afirmou.

Possibilidades dentro da Universidade

Mesmo após receber o canudo, Edmar e os formandos em Biomedicina, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Direito, Farmácia, História, Matemática, Odontologia, Psicologia, Secretariado executivo, Tecnologia em Gestão Comercial, Tecnologia em Recursos Humanos, Tecnologia em Gestão Financeira e Tecnologia em Processos Gerenciais, que colaram grau na noite desta sexta-feira (9/2), podem continuar e crescendo dentro da Unesc.

A Pós-Graduação da Universidade oferece 38 opções de especialização, sete mestrados e duas linhas de doutorados. Além de uma diversidade de capacitações ao longo do semestre.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

09 de fevereiro de 2018 às 20:56
Compartilhar Comente

Novos coordenadores e adjuntos são empossados na Unesc

Novos coordenadores e adjuntos são empossados na Unesc
Cerimônia contou com a participação de professores da Universidade (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Um novo ano letivo começou na Universidade, e para marcar o início deste novo ciclo, os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Ciências Biológicas, Nutrição e Ciências da Computação da Unesc receberam os novos coordenadores e adjuntos. Eles foram empossados na tarde desta segunda-feira (5/2).

Para a reitora Luciane Ceretta, os coordenadores desenvolvem papeis fundamentais na Universidade. “Vocês têm o desafio de dar a continuidade, ou o início de uma nova gestão nos cursos. Temos uma grande Unesc, com um potencial enorme. Que bom que estamos juntos este ano, e todos nós trabalhando juntos daremos seguimento a excelência da nossa Universidade”, destacou.

Segundo o vice-reitor Daniel Preve, os profissionais recém empossados têm um grande desafio. “A história da Unesc também depende de vocês. É importante se reinventar e a marca de cada um estará nestes 50 anos que a Universidade completa, e estará nos próximos”, afirmou.

O encontro também contou com a presença da pró-reitora Acadêmica, Indianara Becker, do pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Thiago Fabris, do Diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, da Diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego e do presidente do DCE (Diretório Central do Estudante), Alexandre Bristot.

Conheça os empossados:

Arquitetura e Urbanismo
Coordenador: Pedro Luiz Kestering Medeiros
Coordenador adjunto: Ademir França

Ciências Biológicas
Coordenador: Jairo José Zocche
Coordenador adjunto: Rafael Martins

Nutrição
Coordenador: Rita Suselaine Vieira Ribeiro
Coordenador adjunto: Marco Antonio da Silva

Ciência da Computação
Coordenador: Ana Claudia Garcia Barbosa
Coordenador adjunto: Luciano Antunes

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Assessoria de Imprensa 05 de fevereiro de 2018 às 19:15
Compartilhar Comente

Moradores de condomínio recebem devolutiva de diagnóstico socioambiental

Moradores de condomínio recebem devolutiva de diagnóstico socioambiental
Atividade foi realizada no condomínio Residencial Venezia, no Bairro São Sebastião (Foto: Divulgação) Mais imagens

Representantes da comissão de moradores do Residencial Venezia, no Bairro São Sebastião, em Criciúma, receberam sábado (9/12), a devolutiva de um diagnóstico socioambiental realizado no condomínio. A atividade integrou uma das etapas do projeto de extensão “Educação e gestão ambiental na Escola Municipal José Contim Portella e sua ampliação para a comunidade do entorno”. Durante a reunião, o síndico, Marcos Corrêa da Silva, e as representantes da comissão Suelen de Souza Fernandes Henrique (presidente) e Débora Juliani (suplente) tomaram conhecimento dos principais aspectos identificados na pesquisa, referente à gestão dos resíduos no condomínio.

Apresentado pelo acadêmico Eduardo Fernandes Martinello, com o apoio do professor José Carlos Virtuoso, coordenador do projeto, o resultado do estudo indicou algumas possibilidades para melhorar as condições socioambientais do residencial, como a ampliação da coleta seletiva, a realização de horta comunitária, captação de água da chuva e o aproveitamento do óleo de cozinha para a produção de sabão, dentre outras. “Desejamos, sim, realizar algumas ações para mobilizar os moradores do nosso condomínio e melhorar ainda mais o nosso ambiente”, disse o síndico, com a concordância de Suelen e Débora. Uma reunião ampliada para fevereiro do próximo ano deverá servir para a mobilização da comunidade local, que passa de 1 mil pessoas, residentes em 256 apartamentos, distribuídos em 16 blocos.

Durante o primeiro ano do projeto e parte do segundo, as ações ficaram mais voltadas à escola José Contim Portella, sendo direcionadas neste segundo semestre ao condomínio. Também fazem parte da equipe extensionista o professor Gustavo José Dembler Zambrano e as acadêmicas Marina Pacheco Teixeira (Ciências Biológicas) e Sofia Serrano Scheibler (voluntária, Engenharia Ambiental e Sanitária).

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

11 de dezembro de 2017 às 17:34
Compartilhar Comente

Descobertas e aprendizados: Alunos do Colégio Unesc vão em busca das aves no campus

Descobertas e aprendizados: Alunos do Colégio Unesc vão em busca das aves no campus
Grupo utilizou o aplicativo SOS Biodiversidade em uma caçada pelo conhecimento (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Pelo campus da Unesc, descobertas e aprendizados sobre as aves e a preservação das espécies. Os alunos do Colégio Unesc conheceram o aplicativo SOS Biodiversidade, a ecologia e a biologia das aves, como preparação para a busca por espécies no campus da Universidade. A atividade ocorreu na última semana e teve como temática “A Importância da Preservação da Avifauna”.

A busca pelas aves


Os estudantes colocaram na prática o uso do aplicativo em uma saída ao campus. Em meio a diversão e conhecimento, eles fotografaram os pássaros e enviaram seus registros a profissionais, que vão identificar as espécies para compor o banco de dados da Universidade.

Outro objetivo da atividade foi aliar a tecnologia na educação, que também é um dos propósitos do Projeto de extensão SOS Biodiversidade, levando a construção de uma ciência com maior alcance à comunidade. Além dos extensionistas, a aula contou com a participação do acadêmico de Ciências Biológicos, Gustavo Piletti Plucenio.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Assessoria de imprensa 14 de novembro de 2017 às 18:09
Compartilhar Comente

Projeto de extensão encanta e ensina crianças de escolas públicas da região

Projeto de extensão encanta e ensina crianças de escolas públicas da região
Estudantes participaram de uma oficina sobre ecossistema (Foto: Divulgação) Mais imagens

Um ecossistema na palma da mão. Foi isso que encantou as crianças da Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Pascoal Meller, de Criciúma, nesta segunda-feira (13/11). A oficina “Construindo um Terrário” foi promovida pelo projeto de extensão "A utilização do Laboratório de Ensino de Ciências Professora Mari Stela Campos da Unesc, por professores e alunos de escolas da rede pública municipal e estadual de ensino de Criciúma-SC” e propôs que os estudantes do quinto ano colocassem a mão na terra para criar seu próprio ciclo natural.

A bolsista do projeto Samara de Assunção afirma que a atividade consiste em explicar o que ocorre em nosso planeta. “Eles criam em recipiente fechado um ecossistema próprio, onde a evaporação da água retorna em forma de umidade e micro gotículas, representando o ciclo da chuva existente na terra”.

Os estudantes também participaram de uma confecção de bonequinhos ecológico, juntamente com as professoras Joice Andrea De Morais Supriano e Rosimari Barbosa, onde foram estimulados a aprender por meio da criatividade.

O projeto de extensão é coordenado pela professora Miriam da Conceição Martins e conta com a participação das bolsistas Beatriz Reiser Tramontin e Samara de Assunção, além voluntária Zenaide Pais Topanotti.

Fonte: Setor de Comunicação Integrada

Por: Assessoria de imprensa 13 de novembro de 2017 às 19:27
Compartilhar Comente