Artes Visuais - Licenciatura

Adaptando-se aos novos desafios da educação e da realidade dos alunos, Unesc oferece cursos de Licenciatura no período noturno

Adaptando-se aos novos desafios da educação e da realidade dos alunos, Unesc oferece cursos de Licenciatura no período noturno
Períodos dos cursos sofreu alterações, assim como os currículos, para benefícios aos acadêmicos (Foto: Arquivo Unesc) Mais imagens

Os cursos de licenciatura fazem parte da história da Unesc e estão entre seus grandes orgulhos. Pensando em fortalece-los cada vez mais e atrair novos alunos que cultivam o sonho de tornarem-se professores, a Universidade implanta neste primeiro semestre de 2019 novos currículos e um novo turno para as aulas. A partir de agora, os alunos que ingressarem em Artes Visuais, Ciências Biológicas, Geografia, História, Letras, Matemática e Pedagogia estarão na Universidade no período noturno. O Curso de Educação Física Licenciatura permanece no turno noturno e também está com vagas para novos alunos.

A mudança no turno das atividades acontece concomitantemente a adaptações no currículo dos cursos, que passaram por um processo cuidadoso de inovação curricular e pedagógica nos últimos meses. Conforme o diretor de Ensino de Graduação da Unesc, Marcelo Feldhaus, a intenção, de forma geral, é atrair cada vez mais alunos, cumprindo o compromisso institucional com a formação de excelência. “Estabelecemos o horário noturno para que o acadêmico possa conciliar o período dentro da Universidade com as possibilidades de estágio nas escolas da região, além de possibilitar que profissionais que já atuam em horário comercial possam vir buscar sua formação. É uma mudança para se adequar a nossa realidade atual observando as pesquisas no campo da formação de professores no país e oferecer o melhor aos estudantes”, explica Marcelo.

No que diz respeito a matriz curricular de cada um dos cursos de licenciatura, conforme o diretor, as mudanças estabelecidas objetivaram um currículo mais integrado, dinâmico, flexível, pensados em itinerários formativos no campo de conhecimentos gerais da profissão docente, na formação específica de cada curso integrando de modo mais orgânico a pesquisa, a extensão e a gestão educacional como componentes da formação inicial. “É importante considerar os desafios que a sociedade contemporânea nos convoca e, a partir deles, desenvolver novos modos de formação, de investigação dos processos de ensino aprendizagem e de formação de professores”, completou.

Realização de sonhos

Ao oferecer um ambiente dinâmico de estudo, com descontos e bolsas de estudo e fazer a mudança de turno, a expectativa é de que a demanda para as licenciaturas seja aumentada. “Queremos receber todas aquelas pessoas que têm o sonho de cursar uma graduação com qualidade reconhecida e que buscam a profissão professor como projeto de vida.  A Unesc é uma instituição que assumiu em seus valores o investimento na formação de professores com políticas institucionais que viabilizam o acesso e permanência ao ensino superior”, acrescenta o diretor.

A expectativa positiva, conforme Marcelo, vai ao encontro a esperança e a busca por uma educação de qualidade no país. “Não há como falar de perspectiva de melhora no país sem investir e qualificar a educação. Precisamos de bons professores, que pensem outros modos de ser e fazer docência e estamos prontos para formar profissionais cada vez mais bem preparados para isso. Os métodos de ensino podem mudar, a tecnologia pode ocupar ainda muitos espaços, mas a mediação para o processo de aprendizado sempre vai precisar da presença do professor, enquanto ator que estimula, problematiza, reflete, acolhe” afirma.

Formas de ingresso

O programa Escolha Unesc é a forma mais fácil de ingresso para aqueles que pretendem iniciar uma graduação já no primeiro semestre de 2019. Por meio do Histórico Escolar ainda é possível garantir a vaga em um dos cursos ofertados na instituição e até participar do programa Nossa Bolsa, que oferece descontos de até 100% no valor da mensalidade.

Entre os critérios para estar entre os beneficiados pelas bolsas está a condição de ter estudado durante todo o Ensino Médio em escola pública ou privada com bolsa integral, ter realizado o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir de 2010, não possuir diploma de graduação em outro curso superior, entre outras normas que podem ser conferidas no edital no site da Unesc.

As matrículas para os cursos de licenciatura da Unesc seguem abertas até o dia 22 de fevereiro. As inscrições podem ser feitas na Centac (Central de Atendimento ao Acadêmico), que atende das 8h30 às 21h. Mais informações sobre os cursos ou as formas de ingresso na Unesc podem ser obtidas pelos telefones (48) 3431-4500, 99861-0068 (Whatsapp) ou pelo e-mail relacionamento@unesc.net.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 08 de fevereiro de 2019 às 13:57
Compartilhar Comente

Celebrações: colação de grau de mais 43 acadêmicos marca última formatura do ano na Unesc

Celebrações: colação de grau de mais 43 acadêmicos marca última formatura do ano na Unesc
Formandos, familiares e amigos comemoraram as conquistas na tarde desta quinta-feira no Auditório Ruy Hülse (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

A última cerimônia de colação de grau especial do ano na Unesc foi marcada pela emoção. Na tarde desta quinta-feira (20/12) celebraram a formatura 43 acadêmicos da Universidade acompanhados de colegas, amigos e familiares no Auditório Ruy Hülse.

Os cursos que tiveram alunos concluintes foram Arquitetura e Urbanismo, Artes Visuais, Biomedicina, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia Civil, Fisioterapia, História, Letras - Língua Portuguesa, Odontologia, Psicologia e Tecnologia em Design de Moda.

Entre os formandos mais alegres da tarde esteve o jovem Afonso David Nkadi, de 26 anos. Natural de Angola, ele vive em Criciúma há mais de cinco anos e comemora neste fim de ano a conquista do diploma de biomédico, um sonho realizado. Apesar de já ter conquistado seu objetivo inicial, Afonso permanecerá no Brasil, em Criciúma e na Unesc. “Fui muito bem recebido aqui. Na Unesc recebi todo o suporte que precisei e fiz muitos amigos. Já estou matriculado na Pós-Graduação e quero continuar meus estudos”, garantiu.

Mayara Cardoso -  Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 20 de dezembro de 2018 às 18:24
Compartilhar Comente

Noite de sorrisos radiantes: Unesc forma mais 88 profissionais

Noite de sorrisos radiantes: Unesc forma mais 88 profissionais
Colação de grau em gabinete formou acadêmicos de sete cursos (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

O céu cinza que figurou ao longo de todo dia em Criciúma em nada se assemelha com o clima sentido no Auditório Ruy Hülse na noite desta terça-feira (18/12). Ainda enquanto anoitecia o local foi palco para a colação de grau em gabinete de 88 novos profissionais formados pela Unesc. Por ali, os sorrisos eram radiantes e os olhares reluzentes.

O mercado de trabalho da região ganha, a partir desta cerimônia, 18 novos profissionais do curso de Artes Visuais Licenciatura; dois novos profissionais do curso de Ciências Biológicas Bacharelado e um em Licenciatura; 16 novos graduados em Educação Física Bacharelado e 18 em Educação Física Licenciatura; três novos engenheiros ambientais e sanitaristas, dois engenheiros de produção e três engenheiros químicos; e 21 novos profissionais do curso de Pedagogia Licenciatura.

Lembrando os formandos sobre a responsabilidade em seus caminhos a partir da conclusão da graduação e da importância de honrar sempre o nome da Universidade, além da fundamental necessidade de que cada um faça a diferença em seus meios de atuação, a pró-reitora acadêmica, Indianara Reynaud Toreti, salientou ainda a felicidade de receber tantos visitantes para esse momento especial. “As formaturas são sempre momentos muito significativos e felizes, mas recebê-los aqui, dentro da nossa Unesc, é ainda mais feliz para nós. Receber nesse palco cada um de vocês para um abraço e ver como estão nervosos com esse momento mostra o quão significativo ele é para as suas vidas e isso nos deixa muitíssimos orgulhosos”, destacou.

Representando o DCE (Diretório Central dos Estudantes), a acadêmica Daiana Ramos Martins parabenizou os colegas e lembrou-lhes que esse deve ser apenas o primeiro passo de suas jornadas acadêmicas. “Vocês sonharam exatamente com esse momento, que talvez seja o mais importante de suas vidas. Quero lembrar-lhes, no entanto, que sua jornada nos estudos não deve acabar por aqui. Agora vocês têm a obrigação de aprender mais e mais não só por vocês mesmos, mas aprender para ensinar a sociedade. Desejo que vocês almejem sempre mais conhecimento”, completou Daiana.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 18 de dezembro de 2018 às 21:43
Compartilhar Comente

Das mãos do ministro aos egressos da Unesc: Professores do Sul Catarinense recebem maior honraria da educação brasileira

Das mãos do ministro aos egressos da Unesc: Professores do Sul Catarinense recebem maior honraria da educação brasileira
Reconhecimento é entregue pelo Ministério da Educação e Gabinete da Presidência da República (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

A noite desta quarta-feira (12/12) será marcada na história da educação Sul Catarinense e na vida de dois egressos da Unesc. Os professores Mikael Miziescki, graduado em Artes Visuais, e Cristiane Dias, formada no curso de Letras, estão em Brasília para receber a Medalha da Ordem Nacional do Mérito Educativo, maior honraria da educação Brasileira, das mãos do Ministro Rossieli Soares da Silva. O presidente da República, Michel Temer, e outras autoridades políticas também participarão da solenidade.

O reconhecimento, entregue pelo Ministério da Educação e Gabinete da Presidência da República, será concedido aos professores pelo destaque no prêmio Educador Nota Dez, promovido pela Revista Abril e Rede Globo em outubro de 2018. A cerimônia de entrega da Medalha será realizada durante o 3º Encontro Formativo ProBNCC (Programa de Apoio à Implementação da Base Nacional Comum Curricular).

Momento único

O convite para receber a honraria foi uma surpresa para os professores. Cristiane conta que o chamado ocorreu durante a entrega do prêmio Educador Nota Dez. “O Ministro foi até o microfone, pediu a palavra e nos contou sobre a Medalha em meio a cerimônia, foi uma surpresa. Este tipo de reconhecimento impulsiona nosso trabalho e traz mais motivos para estar em sala de aula e fazer mais pelos estudantes”, destaca.

Veja o depoimento da professora 



Já para Miziescki, a surpresa foi um momento impar e recompensa a dedicação dos professores catarinenses. “Lidamos com muitas situações difíceis no dia a dia. Quando temos um reconhecimento como este não sabemos nem como reagir. Saber que seu trabalho está sendo reconhecido e a criação de seus alunos está recebendo visibilidade é gratificante, uma honra que jamais vou esquecer”, afirma.

Veja o depoimento do professor 



O Inglês como ferramenta de educação e inclusão



A iniciativa “We speak the same language” (Nós falamos a mesma língua), proposta pela professora de Inglês, desenvolve atividades interativas e explicativas, que retratam a importância da Língua Inglesa no dia a dia. “A intenção foi criar uma reflexão que vai da sala de aula, até a sociedade em que vivemos, colocando em pauta temas atuais como preconceito e educação”, conta.

Cristiane explica ainda que a ideia surgiu após presenciar a dificuldade de imigrantes se comunicarem com uma vendedora em um shopping da região. “Eles buscavam informações sobre empregos, mas nem a vendedora e nem ninguém conseguia ajudar. Então me ofereci para orientar. Quando estava indo para casa refleti sobre situação”, destaca.

Durante a atividade, os alunos escreveram diálogos e gravaram suas produções em áudio ou com ajuda de aplicativos, que permitiram criar “avatares” que ‘falam’ o texto digitado com diferentes sotaques, retratando as diversas possibilidades de conversação e sensibilizando os jovens para temas como empatia, respeito e diversidade.

Segundo a avaliadora do Educador Nota Dez, Laura Meloni Nassar, Cristiane dribla a ideia de que não se aprende Inglês em escola pública. “Ela mostrou a importância de ter uma língua em comum, trazendo para a aula conteúdos importantes para que as crianças pudessem conversar, pedir ou dar informações a quem precisasse, como a nomenclatura de lugares e as instruções para chegar até eles”, comentou Laura.

A atividade foi colocada em prática com alunos da escola Maria José Hülse Peixoto, do bairro Brasília.

Um novo olhar sobre a arte



A ideia de Miziescki utilizou da arte para desconstruir estereótipos e criar novos entendimentos sobre educação e criação de cultura. Por meio de estudos sobre a história da arte brasileira e mundial, produções de artistas catarinenses, visitas técnicas e atividades artísticas-culturais, que buscaram estimular um pensamento mais crítico nos pequenos artistas, o projeto “Morro Grande em Arte” questionou o que as crianças sabiam e revelou um novo olhar sobre a arte.

“Os alunos desconheciam artistas catarinenses e contemporâneos brasileiros. Existia um preconceito com relação ao abstrato e uma ridicularização da cultura local. Eles sofriam quando não atingiam suas expectativas perante a ideia de belo. Mesmo com todas as dificuldades, as produções e os conceitos foram me surpreendendo, quando percebi que eram muito inquietantes para ficar apenas restritas às paredes da escola”, frisa.

Implantada em 2014, a iniciativa propôs que os estudantes criassem sua própria versão da arte e resultou em mais de 800 produções, que já foram expostas para mais de 2.400 expectadores.

Após avaliar a iniciativa, a especialista de renome nacional em Educação Infantil e ensino de Arte, Marisa Szpigel – uma das avaliadoras do prêmio – destacou o projeto de Miziescki como inovador. “Ele coloca em foco os espaços e a curadoria, os tratando como conteúdo a ser estudado. Desde o início do ano os alunos sabem que seus trabalhos serão expostos, então se engajam em pesquisas sobre arte e a experimentam, com técnicas e linguagens ao elaborar suas criações”, destaca Marisa.

Educador Nota Dez

Em 2018, o Sul de Santa Catarina teve, pela primeira vez, professores reconhecidos como os melhores do Brasil pelo prêmio Educador Nota 10. Miziescki e Cristiane foram escolhidos, entres os dez projetos de destaque na Educação Básica Nacional, por suas práticas diferenciadas no ensino.

Criado em 1998, o Prêmio Educador Nota 10 reconhece professores da Educação Infantil ao Ensino Médio e também coordenadores pedagógicos e gestores escolares de escolas públicas e privadas de todo o país. Ao longo das 20 edições realizadas, foram premiados 221 educadores, entre professores e gestores escolares, que receberam aproximadamente R$ 2,58 milhões.

Na edição de 2018, além dos egressos da Unesc, oito educadores de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo foram escolhidos. Em 21 anos, apenas cinco professores catarinenses foram contemplados. Além da Editora Abril e da Rede Globo, o prêmio é concedido pela Fundação Roberto Marinho e FVC (Fundação Victor Civita).

Texto e fotos de Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing
Produção audiovisual de Gregori Flauzino e Janine Limas - Unesc TV - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 11 de dezembro de 2018 às 16:35
Compartilhar Comente

Projeto Conexões Urbanas entrega Termo de Referência da Praça do bairro Jardim Angélica

Projeto Conexões Urbanas entrega Termo de Referência da Praça do bairro Jardim Angélica
Ação foi realizada pelos cusos de Arquitetura e Urbanismo e Artes Visuais (Fotos: Divulgação) Mais imagens

O Projeto Conexões Urbanas realizou, na última quinta-feira (6/8), a entrega do e Termo de Referência de Praça, no bairro Jardim Angélica de Criciúma, para Associação de Moradores do Bairro. O projeto de extensão é realizado pelos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Artes Visuais da Unesc.

No encontro, foi entregue para o presidente da Associação de Moradores, Menandes Lourenço, o Termo de Referência para Praça no Bairro, documento que é produto do trabalho coletivo que está em desenvolvimento desde 2016 envolvendo os cursos e a Associação.

O objetivo do Projeto é desenvolver termos de referência, no âmbito da Arquitetura e Urbanismo e das Artes Visuais, apoiando as demandas comunitárias de qualificação dos espaços livres coletivos, com ênfase no planejamento ambiental, dos espaços livres, do paisagismo e da paisagem urbana, tomando a paisagem e o ambiente urbano como dimensões da arte na sua perspectiva lúdica, criativa, estética e poética.

O caderno contém o estudo preliminar de arquitetura para a Praça, os elementos e as definições trabalhadas pelo projeto junto com a comunidade, as imagens do estudo de Pedra Fundamental que marcará a atuação conjunta do projeto da área, além de outros elementos de apoio para viabilizar a sequência da ação coletiva e da continuidade da proposta no Bairro.

Participaram das atividades a coordenadora do Projeto, professora Elizabeth de Siervi, a  bolsista do projeto, Luana Milanes, o presidente da Associação de Moradores, Menandes Lourenço, e a arquiteta, Sofia Minatto, que atuou como voluntária nesta fase do Projeto.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 07 de dezembro de 2018 às 20:08
Compartilhar Comente