Matemática

Mobilidade Acadêmica: Estudantes da Unesc podem estudar fora do Brasil

Mobilidade Acadêmica: Estudantes da Unesc podem estudar fora do Brasil
Oportunidade oferece 19 vagas até o dia 5 de outubro (Foto: Divulgação) Mais imagens

França, Espanha, México, Portugal, Uruguai e Perú. Os destinos são muitos e os estudantes da Unesc podem aproveitar o programa de Mobilidade Acadêmica para estudar fora do Brasil. As inscrições podem ser feitas no Escritório de Relações Internacionais até 5 de outubro, de segunda a quinta-feira, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas, e na sexta-feira das 8 às 12 horas. O espaço fica localizado na sala 1 do Bloco do Estudante e atende pelo telefone (48) 3431-2660.

A oportunidade oferece 19 vagas para os cursos: Arquitetura e Urbanismo, Administração, Comércio Exterior, Engenharia Ambiental e Sanitária, Ciências Contábeis, Direito, Biomedicina, Farmácia, Odontologia, Ciências Econômicas, Fisioterapia, Letras, Artes Visuais, Enfermagem, Geografia, História, Nutrição, Ciências Biológicas, Psicologia e Matemática.

Os estudantes selecionados iniciam os estudos no primeiro semestre de 2019. Confira os destinos e normas de participação clicando aqui.

Seleção

Para realizar a inscrição o candidato deve ter em mãos uma cópia do RG e do CPF, o histórico escolar original emitido pela Centac e preencher o cadastro no Escritório de Relações Internacionais.

O processo seletivo é realizado pela análise da média geral do histórico escolar do acadêmico e os estudantes selecionados são submetidos a um novo processor na Universidade de destino. O resultado final será divulgado em edital no portal Unesc no dia 9 de outubro.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 21 de setembro de 2018 às 18:32
Compartilhar Comente

Unesc promove Seminário "Matemática e Educação em Debate"

Unesc promove Seminário
Atividade reuniu professores e alunos dos Cursos de Matemática e Letras (Fotos: Divulgação) Mais imagens

Acadêmicos e professores do Curso de Matemática e convidados do Curso de Letras da Unesc participaram, na segunda-feira (13/8), do Seminário I - Matemática e Educação em Debate.

O evento, promovido pelo Curso de Matemática, Núcleo Docente Estruturante (NDE) e Centro Acadêmico Pitágoras, contou com a participação de quatro palestrantes com a mediação dos trabalhos desenvolvida pelo Prof. Dr. Ademir Damazio, professor do Curso de Matemática e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade.

Entre os temas discutidos, dois foram a referência na tarde de atividades acadêmicas: Debates e reflexões sobre a BNCC - Base Nacional Comum Curricular - Ensino Médio e Reflexões sobre a Docência no âmbito da Matemática: Universidade x Escola.

Participaram como palestrantes sobre o primeiro tema os professores Dr. André Cechinel e Dr.  Rafael Rodrigo Mueller. A importância das reflexões sobre a BNCC e as implicações na docência e no ensino médio foram enfatizadas pelos professores, que sugeriram, ao finalizar, a apropriação pelos presentes dos elementos relevantes da proposta por meio da leitura do documento. 

A Base Nacional Comum Curricular é um documento do Ministério da Educação, de caráter normativo, que estabelece um conjunto de aprendizagens essenciais nas quais os estudantes devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica.

Já na discussão do segundo tema, participaram como palestrantes as professoras Karine Luiz Calegari Mrotskoski e  Ana Lucia Pintro. De forma expressiva, o entusiasmo pela Matemática e a profissão docente foi evidenciado pela Professora Karine, que citou fatores relevantes para o sucesso na profissão como: trabalho colaborativo, elaboração de projetos, voluntariado, participação em grupos de estudos, envolvimento com a OBEMEP,  Feiras de Matemática, entre outros. 

Já Ana Lúcia, citou o incentivo na participação em projetos e provas, como da OBEMEP, as Feiras de Matemática, o Prêmio ACIC de Matemática, entre outras, como oportunidades de contribuir de forma efetiva na formação das novas gerações, de forma diferenciada, no âmbito da Matemática.

As atividades foram finalizadas com uma homenagem oferecida pelo Centro Acadêmico e a Coordenação dos Curso de Matemática aos estudantes pela passagem do Dia do Estudante, no celebrado no dia 11 de agosto.

Sobre os palestrantes

André Cechinel é Doutor em Literatura pela UFSC, com estágio na New York University (NYU). Mestre em Literatura e graduado em Letras e Literatura de Língua Inglesa (Bacharelado e Licenciatura), também pela UFSC. É pesquisador associado ao Grupo de Pesquisa CNPq-LITTERA, professor do Curso de Letras e do PPGE da UNESC, exercendo atualmente a coordenação adjunta do programa. 

Rafael Rodrigo Mueller é Doutor e Mestre em Educação pela UFSC, graduado em Administração de Empresas pela FURB. É professor do PPGE e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico (PPGDS) da UNESC. É coordenador do Núcleo de Estudos sobre Formação Humana (FORMA/UNESC/CNPq) e pesquisador do Grupo de Pesquisa Ciências Humanas, Tecnologia e Sociedade (CHTS/UTFPR) e do Núcleo Interdisciplinar de Estudos da Inovação e do Trabalho (NINEIT).

Karine Luiz Calegari Mrotskoski é egressa do Curso de Matemática da UNESC e professora da rede municipal e estadual de ensino. Professora destaque e com premiações em Feiras de Matemática, recentemente (08/2018) participou com os estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Jorge da Cunha Carneiro, das Olimpíadas Internacionais de Matemática da Ásia (AIMO), que foi disputada em Bangkok, na Tailândia.  Gabriel Domingos, de 13 anos, Sofia Oliveira, de 13 anos e Lucas Rodrigues, de 10 anos receberam duas medalhas de bronze e da menção honrosa no evento. Seus principais projetos na docência são socializados também, no site “Diário de Aula” - www.diariodeaula.com

Ana Lucia Pintro é graduada em Matemática (UnC) e especialista em Educação Matemática pela UNESC.  Professora da rede municipal participa ativamente nas Feiras de Matemática com seus alunos. Tem desenvolvido trabalhos importantes de incentivo à matemática com o uso “Cubo Mágico”. É incentivadora do uso de Tecnologias na Educação e desenvolve atividades com o uso do GeoGebra na Matemática. Construiu um blog onde socializa as experiências “Os alunos que exploravam...” - www.osalunosqueexploravam.blogspot.com/

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 17 de agosto de 2018 às 21:30
Compartilhar Comente

Atividades de programas de incentivo à formação de novos professores iniciam na Unesc

Atividades de programas de incentivo à formação de novos professores iniciam na Unesc
Alunos de Licenciatura vivenciarão experiências em escolas (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Os estudantes dos cursos de Licenciatura da Unesc têm a oportunidade de vivenciar o cotidiano do professor ainda durante o período em que estão na Universidade. Por meio dos programas de incentivo à formação de novos docentes Pibid (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) e Residência Pedagógica, os acadêmicos vão até escolas da região onde interagem com professores e alunos, vivenciam os desafios e as alegrias da docência e recebem bolsas de estudo para desenvolverem as atividades. Os programas oferecem bolsas também para os professores das escolas que irão supervisionar as atividades.

Nesta semana, o grupo de alunos dos cursos de Artes Visuais, Ciências Biológicas, Educação Física, Geografia, História, Letras, Matemática e Pedagogia de cada programa iniciou as atividades com um encontro na Unesc. O cronograma prevê, além da ida às escolas, encontros regulares com professores da Instituição, nos quais os acadêmicos irão repassar as experiências, tirar dúvidas e receber orientações.

Pibid e Residência Pedagógica são programas da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), fundação vinculada ao Ministério da Educação. Na Unesc, os programas são desenvolvidos pela Diretoria de Ensino de Graduação e serão desenvolvidos por 18 meses. Estão envolvidos nestes dois projetos escolas de sete municípios das regiões de Criciúma e Araranguá.

Segundo o diretor de Ensino de Graduação da Unesc, Marcelo Feldhaus, serão mais de 250 bolsistas nos dois programas que, além de realizar atividades de relevância em seu processo de formação docente, têm uma política de permanência nos cursos de graduação com o recebimento de bolsas de estudo. “O Pibid e o Residência Pedagógica são programas que certamente aproximarão nosso acadêmico com a cultura da escola em suas diferentes dimensões, dentro e fora da sala de aula. São experiências formativas que se constituem como um importante espaço de formação inicial (acadêmicos das Licenciaturas) como de formação continuada (professores das escolas campo e da Unesc)”, afirma Feldhaus.

Pibid

O Pibid existe na Unesc desde 2012 e é voltado para estudantes de Licenciatura que tenham completado no máximo 50% do curso. “O objetivo é que se possa oportunizar melhor comunicação e compreensão da dimensão teórica e dos limites e possibilidades de reelaboração contínua da prática docente no cotidiano das escolas, proporcionando momentos de reflexão e de valorização do magistério. Pretende-se, ainda, ampliar o diálogo com mais escolas da região, oportunizando aos docentes condições de realizar avaliações periódicas de suas práticas pedagógicas”, afirma um dos coordenadores institucionais do Pibid, Jéferson Luís de Azeredo.

A aluna da quarta fase do curso de Artes Visuais, Francine Nazário da Silva, faz parte do grupo de estudantes que vai agregar conhecimento para a sua formação por meio do Pibid e se diz entusiasmada com a possibilidade. “O principal motivo que me fez querer participar não foi a bolsa, mas a oportunidade. Ouvi relatos muito positivos de colegas que já participaram. Eles falavam do Pibid com um brilho diferente nos olhos”, conta Francine. “Vejo no Programa é uma oportunidade de estar do lado de fora, na escola, enquanto ainda estou dentro da Universidade. Terei a possibilidade de trocar experiências e aprender muito, ampliar o meu repertório e meu olhar enquanto estudante e futura professora”, complementa.

Residência Pedagógica

O Residência Pedagógica é a novidade na Unesc e é voltado para acadêmicos que já tiverem cursado 50% ou mais da graduação. Em 2018 o programa do Governo Federal realizará suas primeiras atividades no Brasil com universidades federais e algumas comunitárias – no rol das Universidades Comunitárias, a Unesc foi escolhida na seleção pela nota do CPC (Conceito Preliminar de Curso) e pelo currículo dos professores inscritos para o programa.

Segundo um dos coordenadores institucionais do Residência Pedagógica da Unesc, Aurélia Regina Honorato, o programa quer oportunizar ao estudante a vivência no processo de gestão de sala de aula, estabelecendo a necessária relação teoria/prática na abordagem da realidade escolar. “Ele qualifica a iniciação à docência e é um importante instrumento para a formação de professores”, considera.

Já Isadora da Silva Lemos, acadêmica da sexta fase do curso de Pedagogia, faz parte do primeiro grupo da Residência Pedagógica. A aluna já fez parte do Pibid quando estava nas primeiras fases do curso e gostou tanto da experiência que quando soube do novo programa da Universidade, não pensou duas vezes para se inscrever no processo seletivo. “A oportunidade de colocar em prática o que aprendemos na Universidade é importante para a nossa formação. Minhas expectativas são as melhores possíveis no sentido de aprimorar meu conhecimento e vivenciar experiências agregadoras”.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Milena Spilere Nandi 16 de agosto de 2018 às 12:37
Compartilhar Comente

Unesc empossa novos coordenadores e adjuntos de cursos

Unesc empossa novos coordenadores e adjuntos de cursos
Vitor Netto - Aicom Mais imagens

Evento contou com a participação de docentes, colaboradores e acadêmicos da Universidade (Fotos: Vitor Netto)

 

Professores, colaboradores e a comunidade acadêmica conhecerem na tarde desta quarta-feira (15/8) os novos coordenadores e adjuntos dos cursos de Enfermagem, Engenharia de Materiais, Engenharia Química, Fisioterapia, Matemática, Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, Tecnologia em Processos Gerenciais e Tecnologia em Jogos Digitais da Unesc. A reitora, Luciane Ceretta, também aproveitou o momento festivo para empossar o novo gerente do DPI (Departamento de Projetos e Infraestrutura) da Universidade.

De acordo com a reitora, a coordenação dos cursos precisa de atitude e pró-atividade. “A Universidade continua na busca pela excelência acadêmica e todas as pessoas que passaram por aqui ajudaram a construir os 50 anos da Unesc. Nós estamos aqui prontos para apoiá-lo em tudo o que for preciso nesta nova gestão universitária”, enfatiza.

O vice-reitor, Daniel Preve, destaca o trabalho que os novos coordenadores deveram desempenhar. “Este é um momento de novas ideias, de reinventar-se e vocês podem contar conosco para que nossos cursos tenham sempre mais excelência”, respalda.

Departamento de Projetos e Infraestrutura

O coordenador do curso de Engenharia Civil da Unesc, Márcio Vito, também foi empossado como gestor do Departamento de Projetos e Infraestrutura. O órgão tem como objetivo promover e planejar as melhorias da infraestrutura dentro do campus da Universidade.

Além da reitoria e do vice-reitor, a pró-reitora Acadêmica, Indianara Toreti, o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Thiago Fabris, o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Oscar Montedo, o diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, o gerente do Escritório de Negócios, Henrique Vargas, o gerente do Escritório de Inovação, Evânio Nicoleit, o gerente do Departamento de Tecnologia da Informação, Rogério Casagrande, e o procurador jurídico, João Carlos Medeiros Rodrigues Júnior, também participaram do evento.

Conheça os empossados:

Departamento de Projetos e Infraestrutura

- Gestor: Márcio Vito

Enfermagem

- Coordenador: Ioná Vieira Bez Birolo

- Adjunto: Valdemira Santina Dagostin

Engenharia de Materiais

- Coordenadora: Ângela Beatriz Coelho Arnt

Engenharia Química

- Coordenadora: Maria Alice Prado Cechinel

- Adjunto: Michael Peterson

Fisioterapia

- Coordenadora: Ariete Inês Minetto

- Adjunto: Eduardo Ghisi Victor

Matemática

- Coordenadora: Elisa Neto Zanette

- Adjunta: Ledina Lentz Zanette

Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

- Coordenador: Volmar Madeira

Tecnologia em Processos Gerenciais

- Coordenador: Volmar Madeira

Tecnologia em Jogos Digitais

- Coordenadora: Ana Cláudia Garcia Barbosa

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 15 de agosto de 2018 às 19:05
Compartilhar Comente

Seminário sobre "Matemática e Educação em Debate" reuniu acadêmicos e professores na Unesc

Acadêmicos e Docentes do Curso de Matemática e convidados do Curso de Letras da  Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), participaram hoje (13/08/2018) do Seminário I - Matemática e Educação em Debate

O evento ocorreu no Bloco O – sala 1 da UNESC - Criciúma (SC), no período das 14h às 17h.

Promovido pelo Curso de Matemática, Núcleo Docente Estruturante (NDE) e Centro Acadêmico Pitágoras, contou com a participação de quatro palestrantes com a mediação dos trabalhos desenvolvida pelo Prof. Dr. Ademir Damazio, professor do Curso de Matemática e do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UNESC.

Dois temas importantes foram a referência na tarde de atividades acadêmicas.

Tema 1: Debates e reflexões sobre a BNCC - Base Nacional Comum Curricular - Ensino Médio

Participaram como palestrantes: Prof. Dr. André Cechinel e Prof. Dr.  Rafael Rodrigo Mueller 

André Cechinel é Doutor em Literatura pela UFSC, com estágio na New York University (NYU). Mestre em Literatura e graduado em Letras e Literatura de Língua Inglesa (Bacharelado e Licenciatura), também pela UFSC. É pesquisador associado ao Grupo de Pesquisa CNPq-LITTERA, professor do Curso de Letras e do PPGE da UNESC, exercendo atualmente a coordenação adjunta do programa. 

Rafael Rodrigo Mueller é Doutor e Mestre em Educação pela UFSC, graduado em Administração de Empresas pela FURB. É professor do PPGE e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Socioeconômico (PPGDS) da UNESC. É coordenador do Núcleo de Estudos sobre Formação Humana (FORMA/UNESC/CNPq) e pesquisador do Grupo de Pesquisa Ciências Humanas, Tecnologia e Sociedade (CHTS/UTFPR) e do Núcleo Interdisciplinar de Estudos da Inovação e do Trabalho (NINEIT).

A importância das reflexões sobre a BNCC e as implicações na docência e no ensino médio foram enfatizadas pelos palestrastes que sugeriram ao finalizar, a apropriação pelos presentes dos elementos relevantes da proposta por meio da leitura do documento. A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento do Ministério da Educação, de caráter normativo, que estabelece um conjunto de aprendizagens essenciais nas quais os estudantes devem desenvolver ao longo das etapas e modalidades da Educação Básica.

Tema 2: Reflexões sobre a Docência no âmbito da Matemática: Universidade x Escola

Participaram como palestrantes: Prof(a) Karine Luiz Calegari Mrotskoski e Prof(a) Ana Lucia Pintro

Karine Luiz Calegari Mrotskoski é egressa do Curso de Matemática da UNESC e professora da rede municipal e estadual de ensino. Professora destaque e com premiações em Feiras de Matemática, recentemente (08/2018) participou com os estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Jorge da Cunha Carneiro, das Olimpíadas Internacionais de Matemática da Ásia (AIMO), que foi disputada em Bangkok, na Tailândia.  Gabriel Domingos, de 13 anos, Sofia Oliveira, de 13 anos e Lucas Rodrigues, de 10 anos receberam duas medalhas de bronze e da menção honrosa no evento. Seus principais projetos na docência são socializados também, no site “Diário de Aula” - https://www.diariodeaula.com/

De forma expressiva, o entusiasmo pela Matemática e a profissão docente foi evidenciado pela Profa Karine. Citou fatores relevantes para o sucesso na profissão: Trabalho colaborativo, elaboração de projetos, voluntariado, participação em grupos de estudos, envolvimento com a OBEMEP,  Feiras de Matemática, entre outros. 

Ana Lucia Pintro é graduada em Matemática (UnC) e especialista em Educação Matemática pela UNESC.  Professora da rede municipal participa ativamente nas Feiras de Matemática com seus alunos. Tem desenvolvido trabalhos importantes de incentivo à matemática com o uso “Cubo Mágico”. É incentivadora do uso de Tecnologias na Educação e desenvolve atividades com o uso do GeoGebra na Matemática. Construiu um blog onde socializa as experiências “Os alunos que exploravam...” - http://osalunosqueexploravam.blogspot.com/

O incentivo na participação em projetos e provas, como da OBEMEP, as Feiras de Matemática, o Prêmio ACIC de Matemática, entre outras, foram citados pelas palestrantes como oportunidades de contribuir de forma efetiva na formação das novas gerações, de forma diferenciada, no âmbito da Matemática.

As atividades foram finalizadas com uma homenagem - pelo CA e a Coordenação do curso - aos estudantes pelo seu dia (11 de agosto).

Programação do evento

 

Por: Elisa Netto Zanette 13 de agosto de 2018 às 22:00
Compartilhar Comente