Escritório de Relações Internacionais

Ano de olhares voltados à Unesc

Na Alesc, o destaque pela Responsabilidade Social da Unesc

As virtudes que completam o DNA da Unesc têm se mostrado grandes diferenciais na conquista de bons resultados. Mais uma prova disso foi o destaque recebido na última semana, na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina). Em cerimônia especial no Legislativo Catarinense a Universidade foi contemplada não só pelo Certificação de Responsabilidade Social, mas também com o Troféu Responsabilidade Social - Destaque SC 2019, estrelando, desta forma, entre as principais instituições do Estado.

Está é a nona edição da tradicional premiação, que tem entre seus objetivos reconhecer as organizações de Santa Catarina que tenham a responsabilidade socioambiental incluída em suas políticas de gestão, com o comprometimento social da empresa e da organização, dos dirigentes, empregados, servidores e voluntários, estimulando outras organizações a seguirem o mesmo caminho, tudo isso analisado em especial pelo Balanço Social da organização.

As certificações foram entregues para aproximadamente 90 instituições de todas as regiões do estado, divididas entre organizações sem fins lucrativos, categoria na qual a Universidade se enquadra, e empresas públicas ou privadas. Já o Troféu Responsabilidade Social - Destaque SC, grata surpresa do evento para a Instituição, foi concedido para seis empresas privadas e a apenas duas organizações sem fins lucrativos, definidas por apresentarem o melhor nível de desempenho em termos de Responsabilidade Social entre as participantes. Além da Unesc, recebeu o troféu na categoria a Amucc (Associação Brasileira de Portadores de Câncer).

Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, que recebeu pessoalmente a certificação e o troféu das mãos do deputado Rodrigo Minotto, o momento é de recompensa pelo trabalho coletivo realizado na Universidade. “Tivemos uma grata surpresa nesta noite. Estar entre os finalistas e receber a certificação por si só já era uma alegria, mas receber o troféu foi ainda mais satisfatório pela possibilidade de levar essa conquista para a nossa Universidade. Esse resultado é fruto de um empenho incessante e nos motiva a ir ainda mais além em tudo o que diz respeito à responsabilidade social”, apontou.

Critérios minuciosamente analisados

Entre os critérios analisados na categoria de organizações sem fins lucrativos na certificação estão a clareza da missão e visão, objetivos e metas, o planejamento estratégico e plano de ação, a inscrição em Conselhos e Órgãos, indicadores de desempenho, as práticas de reconhecimento, o desenvolvimento e capacitação profissional do público externo, parcerias e ações voltadas à preservação do meio ambiente.

A Comissão Mista que analisou os Balanços Sociais e apontou as instituições melhores colocadas diante dos critérios estabelecidos foi composta por representantes da Alesc (Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina), da Aresc (Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina, do Badesc (Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina), do CIEE/SC (Centro de Integração Empresa Escola do Estado de Santa Catarina), do CRC/SC (Conselho Regional de Contabilidade), da Fecam (Federação Catarinense de Municípios), da Fecomércio SC (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Santa Catarina) da Fecontesc (Federação dos Contabilistas de Santa Catarina), da Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina) da OAB/SC (Ordem dos Advogados do Brasil em Santa Catarina) e SDE (Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável).

Mais uma premiação de peso para a conta: Universidade no GPTW

O fim de 2019 tem sido de gratas surpresas para a gestão da Unesc. Após meses de muita dedicação em torno de avaliações internas, diagnósticos e planejamento intenso para a Universidade dos próximos anos, os resultados mostram que no presente a Instituição já tem muito a comemorar, quiçá com o que conquistar como consequência de todo esse trabalho interno ao longo dos próximos anos. Mais uma evidência da excelência já obtida ao longo dos seus 51 anos de história é o destaque obtido no prêmio Great Place To Work (GPTW). A criteriosa pesquisa realizada em parceria entre o Grupo Hel e a NSC Comunicação colocou a Unesc como décima primeira colocada, na categoria empresas de médio porte. Ao todo a premiação foi entregue apenas 50 empresas espalhadas por todo o estado.

Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, a premiação é resultado de um trabalho realizado com foco na qualidade do ambiente de trabalho e do investimento nas pessoas. “Quando assumi o desafio de fazer a gestão deste patrimônio intelectual que é a Unesc, coloquei como meta pactuada com o nosso time, que cuidaríamos das pessoas e faríamos da nossa Universidade um local onde elas pudessem construir seus projetos de felicidade, mais do que um emprego. Esses resultados atestam que estamos atingindo os objetivos propostos. Não há portanto, para um gestor, resultado melhor: pessoas contentes e orgulhosas do seu local de trabalho. Temos muito a avançar, mas já avançamos muito”, salienta a reitora.

As empresas premiadas são divididas em um ranking anual, com três categorias: pequenas empresas, (de 30 a 99 funcionários), médias (com até 999 colaboradores) e grandes empresas (que empregam a partir de mil funcionários).

Esta é a 8ª edição do ranking no Estado, realizado pela Consultoria GPTW. O resultado é obtido através de pesquisas internas junto aos colaboradores das empresas, onde são avaliados o ambiente de trabalho e nas estratégias de gestão de pessoas implantadas pelos gestores das empresas. Para participar da lista GPTW, as empresas precisam ter no mínimo 30 funcionários e ter CNPJ registrado em Santa Catarina.

RUF 2019: Unesc segue na frente em pesquisa e Internacionalização em Santa Catarina

A Unesc aparece novamente em destaque no Ranking Universitário Folha, divulgado pelo jornal Folha de São Paulo. Além de estar novamente posicionada entre as grandes universidades do país, a Unesc comemora os excelentes índices divulgados em quesitos fundamentais como pesquisa, internacionalização, mercado e inovação.

Conforme os dados divulgados anualmente pela Folha, a Unesc aparece em primeiro lugar em pesquisa em Santa Catarina entre as instituições não estatais, repetindo os anos de 2017 e 2018. A reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, avalia que os dados divulgados pelo RUF mostram mais uma vez a qualidade tanto dos cursos quanto dos demais itens pesquisados. Para ela um dos itens mais importantes foi na pesquisa feita na Universidade, que está entre as dez melhores do Brasil entre as não públicas. “No ranking brasileiro ficamos novamente muito bem colocados com relação à pesquisa. Nós subimos dez posições entre as não estatais, o que revela que melhoramos em muito as posições”, salientou.

O posicionamento em inovação e internacionalização também são destacados pela reitora. “Em âmbito nacional, no quesito inovação, nós ficamos muito bem na internacionalização e na inovação. E também na avaliação do mercado ficamos também muito bem avaliados em Santa Catarina”, analisa Luciane.

A Unesc possui sete programas de Mestrado, com 357 inscritos, e cinco de Doutorado, com 87 inscritos. Para o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação da Unesc, Oscar Montedo, os números do RUF são reflexo dos investimentos em fomento em pesquisa e bolsa em pesquisa, que geram uma produção qualificada em termos de artigos científicos publicados, tanto no Brasil quanto no exterior, bem como pedidos de patentes, livros, entre outros. “O resultado reflete o forte investimento que aplicamos, tanto nos grupos de pesquisas cadastrados no CNPQ, quanto na pesquisa fomentada dentro dos programas de pós-graduação, onde temos cinco Doutorados, sendo um deles com nota 6”, avalia Montedo.

Outro destaque para a Unesc está na internacionalização. De todas as 68 pesquisadas em Santa Catarina, estatais e não estatais, a Unesc ficou em segundo lugar. Entre as universidades não estatais o ranking coloca a Unesc na primeira posição, novamente, a exemplo dos anos de 2017 e 2018.

Para o coordenador do Escritório de Relações Internacionais da Unesc, Emilio Streck, um dos pilares da internacionalização está no volume de artigos publicados anualmente pelos pesquisadores da universidade. “Um dos diferenciais da Unesc está relacionado à publicação de artigos em revistas internacionais, que é um ponto muito positivo. Também temos uma participação em congressos científicos internacionais, que são fatores que nos levam a ter essa colocação”, avalia Streck.

A instituição mantém 52 acordos internacionais com universidades em 20 países. “Para 2020 vamos trabalhar ainda melhor o acolhimento aos alunos estrangeiros. Também vamos disponibilizar disciplinas em inglês e espanhol para cursos de graduação, a exemplo do que já acontece nos mestrados e doutorados”, destaca. A Unesc possui mais de 100 alunos estrangeiros inscritos nos cursos de Graduação.

Fundamental ao novo modelo de ensino no país, a inovação também é um dos pontos destacados na Unesc. Conformo o Ranking da Folha a inovação na Unesc se mantém entre as top do mercado, com a segunda colocação entre as não estatais em SC. Nos anos de 2017 e 2018 a Unesc também ficou na segunda colocação no Estado. “Na gestão da inovação, a Unesc conta com uma Agência de Inovação com equipe qualificada articulada com seus diversos órgãos e setores e um Núcleo de Inovação Tecnológica – NIT, que promove capacitações nas áreas de inovação, empreendedorismo e propriedade intelectual, licenciamento de produtos, elaboração de projetos para captação de recursos editais com foco na atividade inovadora, ponte com eventos e feiras ligados à área de atuação da empresa e a parceria com outros ecossistemas de inovação, através da rede catarinense de NITs, com a finalidade de promover a inovação e a realização de projetos conjuntos”, salienta o Diretor de Inovação da Unesc, Evânio Ramos Nicoleit.

Para apoiar ideias e startups, a Unesc possui uma Incubadora Tecnológica de Ideias e Negócios - Itec.in - no seu Parque Científico e Tecnológico (Iparque) que incentiva a criação e apoia empreendimentos inovadores oferecendo infraestrutura adequada com espaços, recursos tecnológicos e organizacionais compartilhados em um ambiente de cocriação favorável para conexões, apoio de gestão financeira, de exportação e ainda no desenvolvimento do negócio e suporte de programas de orientação e capacitação para a gestão dos empreendimentos inovadores.

O Ranking Universitário Folha avaliou 1967 universidades públicas e privadas de todo o país, analisando cinco indicadores: pesquisa, internacionalização, inovação, ensino e mercado. O ranking também avalia os 40 cursos de graduação com mais ingressantes no Brasil. A pesquisa trabalha com dados nacionais e internacionais, de periódicos científicos, patentes, agências de fomento à ciência e pesquisas de opinião.

Consolidação: Universidade desponta entre as 150 Melhores Empresas Para Trabalhar no Brasil em 2019

O que antes parecia distante se tornou realidade de uma forma ainda melhor que o sonhado: a Unesc foi reconhecida nacionalmente entre as 150 Melhores Empresas Para Trabalhar no Guia Você S/A. O ranking é formado a partir de rigorosa seleção feita pela FIA (Fundação Instituto de Administração), que ao longo de todo o ano faz análises e visitas a fim de, através dos dados coletados, identificar as instituições que se destacam em cada segmento.

Para a reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, os dados obtidos através de uma pesquisa tão minuciosa aponta que o caminho escolhido pela gestão é adequado e certeiro. “Temos na Unesc um grande time. Estar na gestão desta Universidade e receber este retorno dos nossos colegas, de que estamos no caminho certo para a valorização das pessoas, me produz alegria, mas também gratidão. Nossa Unesc comunitária, compreendida por quase 1.500 colaboradores, merece estar entre as 150 melhores instituições para trabalhar no Brasil porque cada uma dessas pessoas, de fato, faz por merecer”, garante.

O grande evento que premiou oficialmente as empresas vencedoras foi realizado em São Paulo e recebeu aproximadamente 700 pessoas. Representando a Universidade estiveram no evento de premiação a assistente de desenvolvimento humano da Unesc, Marileia Maciel, acompanhada da consultora Luciane Briguente.

O sentimento de Marileia, conforme ela é de imensa satisfação pela validação de um propósito que é seguido todos os dias na Instituição. “É um grande orgulho receber esse prêmio em nome da Universidade. Nesta conquista foram levadas em consideração questões como planejamento, benefícios, valorização do trabalho, respeito e compartilhamento de informações, tudo isso ouvindo os próprios funcionários de forma confidencial. Estar entre as Melhores Empresas Para Trabalhar, portanto, comprova e externaliza um sentimento que existe, de fato, entre o grupo”, pontuou.

Processo de evolução

O foco da gestão da Universidade no Clima Organizacional teve um dos seus principais capítulos iniciados em 2018. Após uma série de reformulações internas na instituição, no fim deste ano foi lançado o projeto “Clima Mais Unesc”, pesquisa para o diagnóstico de pontos fortes e fracos que serviu como norteador para a elaboração de planos de ação para melhorias das questões levantadas.

De acordo com a chefe de gabinete Gisele Coelho Lopes, líder da ação, a ideia foi criar um programa que pudesse promover o engajamento dos colaboradores. “Formamos um grupo de lideranças, chamados de multiplicadores, que nos ajudaram a engajar o grande grupo na participação da pesquisa. Isso foi fundamental para que pudéssemos alcançar um número significativo no processo de captação de informações, o que foi precioso para que definíssemos as estratégias a seguir a partir disso”, relembrou.

Com o apoio de uma consultoria externa, após receber as respostas, compila-las, apresenta-las aos colaborares, identificando fortalezas e fraquezas dos processos, conforme Gisele, foi o momento de ousar e participar de pesquisas como a da Você S/A. “Acredito que foi uma decisão importante e ousada da nossa reitoria diante desses resultados obtidos e de uma busca constante pelo menor cenário possível. Abrimos nossas portas, nos inscrevemos e acreditamos que seria possível. Graças à confiança da nossa reitora, agora colhemos esse resultado positivo. Ele nos sinaliza que estamos no caminho certo, que as pessoas estão acreditando no projeto e acreditando que estamos em uma empresa de excelência”, apontou a chefe de gabinete.

Mayara Cardoso - Na Alesc, o destaque pela Responsabilidade Social da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 10 de dezembro de 2019 às 15:36
Compartilhar Comente

Pesquisadores da Irlanda fazem visita para estreitar laços com a Unesc

Pesquisadores da Irlanda fazem visita para estreitar laços com a Unesc
John F Gallagher e Kieran Nolan visitaram Universidade e trouxeram boas perspectivas de novas parcerias (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Representando a Dublin City University, da Irlanda, estiveram na Unesc nesta semana os pesquisadores John F Gallagher e Kieran Nolan. Os profissionais visitaram no Brasil e na Universidade para estreitar parcerias já firmadas e apresentar informações sobre pesquisas realizadas em seu país que podem contar com parcerias da Unesc. A visita já era esperada e foi recepcionada em especial pelo professor Michael Peterson, representante das engenharias no Escritório de Relações Internacionais da Unesc.

O início do contato e da relação entre as universidades de continentes diferentes, do extremo Sul de Santa Catarina e de Dublin, na Irlanda, aconteceu em 2018, por meio da oportunidade de uma acadêmica do curso de Engenharia Química realizar estágio e pesquisa para seu Trabalho de Conclusão de Curso sob comando de John. Ao perceber o nível de conhecimento da aluna oriunda do curso da Unesc, o pesquisador manifestou interesse em abrir ainda mais as portas para novas parcerias.

O resultado da aproximação e da esperada visita dos pesquisadores na Unesc, de acordo com Michael, foi ainda melhor do que o vislumbrado. “Eles conheceram a estrutura do IParque e do campus da Unesc, estiveram com pesquisadores da Universidade, mestrandos e doutorandos, além do diretor de Pesquisa e Pós-graduação, Oscar Montedo, e manifestaram que gostaram do que conheceram”, comentou.

Entre os projetos no qual os estudiosos internacionais trabalham e puderam apresentar na passagem pela Unesc estiveram o “Projeto e aplicação de materiais nanoestruturados para tratamento de águas residuais industriais”, de Kieran, e “Das benzamidas às imidas macrocíclicas e além: novos desenvolvimentos na química das imidas”, de John.

A partir da visita e da troca de conhecimento obtida, de acordo com Michael, a expectativa é de que pesquisas possam ser realizadas em parceria entre as instituições de ensino. “Ambas as partes estão muito dispostas a fazer essa interação e colocar em prática novos projetos em conjunto nas mais variadas áreas do conhecimento”, completou.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 19 de novembro de 2019 às 23:32
Compartilhar Comente

Residência Multiprofissional da Unesc recebe intercâmbio de enfermeiros angolanos

Residência Multiprofissional da Unesc recebe intercâmbio de enfermeiros angolanos
Visitantes participarão de uma atividade de 30 dias como observadores dos residentes (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Com o objetivo de fomentar a troca de experiências e as vivências da atenção em saúde, 11 estudantes de pós-graduação em Saúde Pública de Angola chegaram, nesta segunda-feira (7/10), em Criciúma. Os acadêmicos vieram para o Brasil para participar como observadores do Programa de Residência Multiprofissional da Unesc, em que vão acompanhar os residentes nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e nas Clínicas Integradas da Universidade. Os visitantes participarão do projeto em um período de 30 dias.

Vindos de Bié e Huambo, duas províncias de Angola, os estudantes são profissionais da área de Enfermagem que atuam na atenção básica de saúde e buscam nos serviços e atendimentos realizados pela Residência, embasamento e experiência para levarem para o país de origem.

Conforme a coordenadora do Núcleo de Saúde Coletiva e do Colegiado das Residências Multiprofissionais, Lisiane Tuon, o interesse da participação partiu dos próprios visitantes. “A Unesc e a Residência já tem experiência na atuação no município e, a partir dessa troca de informações, nós poderemos aprender com o modo de trabalho deles e eles também poderão levar o conhecimento daqui para a Angola”, explica.

O angolano José Cambuta está entre os participantes do grupo e busca colocar em prática no seu país o que aprender no Brasil. “A expectativa é grande e vimos que aqui tem pontos fortes na saúde pública, algumas coisas que queremos implementar lá”, coloca. Um ponto que chamou a atenção de Cambuta é a quantidade de profissionais atuando na Residência e na Universidade. “É um fluxograma muito grande, com um leque de profissionais importantes trabalhando em equipe”, coloca.

A mesma expectativa é compartilhada por Angela Praia, que, vê a troca de experiência como principal motivador desta atividade. “Na saúde pública nós atuamos na vertente da prevenção e aqui vejo que também atuam na empatia, no contato com as pessoas. Essa experiência servirá para vermos como é feito aqui e como podemos melhorar”, enfatiza.

O grupo visitou a Prefeitura e a Secretaria de Saúde de Criciúma no início da tarde. Após o encontro visitaram a Unesc, onde conheceram as Clínicas Integradas, o CER (Centro Especializado em Reabilitação) e tiveram o primeiro contato com os residentes do Programa, que serão seus parceiros nos próximos 30 dias.

O intercâmbio foi mediado pelo Escritório de Relações Internacionais e tem a parceria do PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva) da Unesc.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 07 de outubro de 2019 às 18:49
Compartilhar Comente

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc
Mais imagens

Com ênfase na liderança de processos produtivos resoluções de conflitos, a Unesc irá receber nos dias 13 e 14 de agosto a palestra “A Sabedoria na Liderança dos Negócios: As emergências das experiências chinesas do Dr.Chan Kei Thong”, ministrada pelo próprio Thong. Aberta a comunidade externa e a forma de acesso é por meio de 1 kg de alimento não perecível.

Entre as pautas abordadas estão “A sabedoria da Liderança” e “O negócio como missão”. A palestra do dia 13 o público alvo são os Gestores de Empresas e Entidades e Gestores  e professores da Unesc. Além disso, Thong também palestrará para a gestores de escolas e secretários de educação, no dia 14 de agosto. Professores e gestores da Universidade estarão participando de todas as etapas que compõem o evento. Este é um passo à frente no processo de envolvimento de Professores e Gestores da Unesc neste novo ciclo de Inovação tecnológica de processos, produtos na universidade.

Conheça o palestrante

Dr. Thong é membro da equipe da Singapore Cru há 40 anos e co-fundador e CEO da LDi (Leadership Development International). Sob sua liderança na LDi, o empreendimento se tornou um dos sistemas mais influentes na educação internacional, com escolas espalhadas pela China e no Oriente Médio. O orçamento anual da empresa chega aos 35 milhões de dólares, empregando mais de 800 funcionários.

O palestrante possui Diploma Técnico da Singapore Polytechnic, Bacharel em Ciências em Administra pela Universidade de Nova York, Mestrado em Artes em Estudos Bíblicos pela Escola Internacional de Teologia, Mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual da Califórnia e doutorado honorário da Trinity Western University. Atualmente ele ministra cursos on-line de liderança, por meio do programa de Mestrado em Artes em Liderança da Trinity Western University, além de orientar líderes da China e do Oriente Médio.

Veja a programação completa

13 de agosto - Para gestores de empresas e entidades e gestores e professores da Unesc

- 15 às 18 horas – A sabedoria da Liderança

- 19h30 às 21h30 – O negócio como missão

14 de agosto - Para gestores de escolas e secretários de educação, gestores e professores da Unesc

- 9 às 12 horas – A liderança nos processos educativos e a resolução de conflitos

- 14 às 17 horas – Princípios de liderança para a construção de comunidades

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 09 de agosto de 2019 às 09:04
Compartilhar Comente

Unesc recebe evento de apresentação do Job Fair do Work Experience USA

Unesc recebe evento de apresentação do Job Fair do Work Experience USA
Evento ocorre amanhã na Universidade no Bloco S (Foto: Divulgação) Mais imagens

Os Acadêmicos interessados em buscar uma experiência de trabalho internacional têm a oportunidade de conhecer o projeto Work Experience USA. O programa reúne mais de 300 vagas de trabalho no exterior para universitários e, na próxima terça-feira (14/5), a Unesc receberá a agência Ferrotur Viagens e Turismo para apresentar o projeto, na sala 13 do Bloco S, às 18h.

São mais de 300 vagas disponíveis em resorts e estações de esqui para a temporada de inverno nos Estados Unidos. No Work Experience USA, o estudante aproveita as férias para trabalhar no exterior, no maior programa de trabalho remunerado dos Estados Unidos. Mais de 20 mil estudantes já embarcaram para realizar o sonho de trabalhar e conhecer o país.

Para participar, o interessado deverá estar matriculado em um curso superior, ter entre 18 a 29 anos e nível intermediário de inglês.

Job Fair

Anualmente é realizada a Job Fair que reúne os empregadores do Work Experience USA. Os candidatos têm a oportunidade de conhecer os recrutadores, saber um pouco mais sobre as funções e ter a chance de garantir a vaga de trabalho.

Nos três meses trabalhados, o intercâmbio poderá render ao estudante de US$ 7 a US$ 14 a hora, numa média de 35 horas semanais. Alguns empregadores oferecem ainda acomodações em dormitórios na própria estação de esqui, outros auxiliam na localização de moradias próximas ao local de trabalho.

A Job Fair é organizada pela Intercultural e acontece nos dias 11 de julho, em São Paulo, e 13, de julho em Florianópolis.

As empresas que participarão do Job Fair são: Deer Valley, Squaw Valley e Alpine Meadows, Heavenly Ski Resort, Kirkwood Mountain Resort, Lakeland Village Resort at Heavenly, Northstar, Stevens Pass, Mount Snow, Montage Deer Valley e Breckenridge.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 13 de maio de 2019 às 18:02
Compartilhar Comente