Escritório de Relações Internacionais

Pesquisadores da Irlanda fazem visita para estreitar laços com a Unesc

Pesquisadores da Irlanda fazem visita para estreitar laços com a Unesc
John F Gallagher e Kieran Nolan visitaram Universidade e trouxeram boas perspectivas de novas parcerias (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Representando a Dublin City University, da Irlanda, estiveram na Unesc nesta semana os pesquisadores John F Gallagher e Kieran Nolan. Os profissionais visitaram no Brasil e na Universidade para estreitar parcerias já firmadas e apresentar informações sobre pesquisas realizadas em seu país que podem contar com parcerias da Unesc. A visita já era esperada e foi recepcionada em especial pelo professor Michael Peterson, representante das engenharias no Escritório de Relações Internacionais da Unesc.

O início do contato e da relação entre as universidades de continentes diferentes, do extremo Sul de Santa Catarina e de Dublin, na Irlanda, aconteceu em 2018, por meio da oportunidade de uma acadêmica do curso de Engenharia Química realizar estágio e pesquisa para seu Trabalho de Conclusão de Curso sob comando de John. Ao perceber o nível de conhecimento da aluna oriunda do curso da Unesc, o pesquisador manifestou interesse em abrir ainda mais as portas para novas parcerias.

O resultado da aproximação e da esperada visita dos pesquisadores na Unesc, de acordo com Michael, foi ainda melhor do que o vislumbrado. “Eles conheceram a estrutura do IParque e do campus da Unesc, estiveram com pesquisadores da Universidade, mestrandos e doutorandos, além do diretor de Pesquisa e Pós-graduação, Oscar Montedo, e manifestaram que gostaram do que conheceram”, comentou.

Entre os projetos no qual os estudiosos internacionais trabalham e puderam apresentar na passagem pela Unesc estiveram o “Projeto e aplicação de materiais nanoestruturados para tratamento de águas residuais industriais”, de Kieran, e “Das benzamidas às imidas macrocíclicas e além: novos desenvolvimentos na química das imidas”, de John.

A partir da visita e da troca de conhecimento obtida, de acordo com Michael, a expectativa é de que pesquisas possam ser realizadas em parceria entre as instituições de ensino. “Ambas as partes estão muito dispostas a fazer essa interação e colocar em prática novos projetos em conjunto nas mais variadas áreas do conhecimento”, completou.

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 19 de novembro de 2019 às 23:32
Compartilhar Comente

Pós-graduandos da Angola se despedem da Unesc com experiências positivas na bagagem

Pós-graduandos da Angola se despedem da Unesc com experiências positivas na bagagem
Estudantes foram acolhidos na reitoria da Universidade em um diálogo de despedida (Fotos: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Uma parceria entre Unesc e Instituto Superior Politécnico da Caála está contribuindo para a saúde pública na Angola. A experiência de intercâmbio de 11 estudantes de pós-graduação, vindos de Bié e Huambo, chegou ao fim nesta segunda-feira (28/10). Promovida por meio do Programa de Residência Multiprofissional e do Mestrado em Saúde Coletiva, resultados positivos marcaram o encontro de despedida do grupo, realizado na reitoria da Instituição.

Para o angolano José Cambuta, os 24 dias no Brasil foram de uma rica vivência e possibilitará boas práticas em seu país. “Levaremos aprendizados que permitirão impulsionar nossa atuação lá. Vale destacar uma mudança de perspectiva sobre a atuação de alguns profissionais, como o agente de saúde, que aqui tem papel fundamental na estratégia e contato com a comunidade. Pontos como este certamente estarão em nossas conversas para a melhora da saúde pública da Angola”, destacou.

Os pós-graduandos chegaram no dia 5 de outubro e passaram a acompanhar o trabalho dos residentes da Universidade, nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e nas Clínicas Integradas da Universidade. Momentos pontuais, como seminários e oficinas, onde dialogaram sobre suas experiências e aprenderam sobre a saúde pública no Brasil, também foram realizados. “Foi uma experiência positiva e que agregou aos dois lados, como relatado por muitos integrantes da Residência Multiprofissional e do Mestrado em Saúde Coletiva. Para o futuro, novas atividades em parceria ocorrerão com muitos frutos a prospectar”, afirmou a coordenadora do Núcleo de Saúde Coletiva e do Colegiado das Residências Multiprofissionais, Lisiane Tuon.

O grupo também visitou a Prefeitura, a Secretaria de Saúde de Criciúma e o CER (Centro Especializado em Reabilitação). O diretor de Pesquisa e Pós-graduação, Oscar Montedo, parabenizou a vinda dos estudantes e enalteceu a escolha pela Unesc. “Saber que escolheram a nossa Universidade para completar a graduação é de grande alegria. Temos, há muitos anos, uma importante relação com a Angola, de onde mais de 500 intercambistas já nos visitaram”, frisa.

O intercâmbio foi mediado pelo Escritório de Relações Internacionais e tem a parceria do PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva). O coordenador do Escritório de Internacionalização, Emilio Streck, também esteve presente no encontro.

Leonardo Ferreira - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Leonardo Ferreira Barbosa 28 de outubro de 2019 às 16:55
Compartilhar Comente

Residência Multiprofissional da Unesc recebe intercâmbio de enfermeiros angolanos

Residência Multiprofissional da Unesc recebe intercâmbio de enfermeiros angolanos
Visitantes participarão de uma atividade de 30 dias como observadores dos residentes (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Com o objetivo de fomentar a troca de experiências e as vivências da atenção em saúde, 11 estudantes de pós-graduação em Saúde Pública de Angola chegaram, nesta segunda-feira (7/10), em Criciúma. Os acadêmicos vieram para o Brasil para participar como observadores do Programa de Residência Multiprofissional da Unesc, em que vão acompanhar os residentes nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e nas Clínicas Integradas da Universidade. Os visitantes participarão do projeto em um período de 30 dias.

Vindos de Bié e Huambo, duas províncias de Angola, os estudantes são profissionais da área de Enfermagem que atuam na atenção básica de saúde e buscam nos serviços e atendimentos realizados pela Residência, embasamento e experiência para levarem para o país de origem.

Conforme a coordenadora do Núcleo de Saúde Coletiva e do Colegiado das Residências Multiprofissionais, Lisiane Tuon, o interesse da participação partiu dos próprios visitantes. “A Unesc e a Residência já tem experiência na atuação no município e, a partir dessa troca de informações, nós poderemos aprender com o modo de trabalho deles e eles também poderão levar o conhecimento daqui para a Angola”, explica.

O angolano José Cambuta está entre os participantes do grupo e busca colocar em prática no seu país o que aprender no Brasil. “A expectativa é grande e vimos que aqui tem pontos fortes na saúde pública, algumas coisas que queremos implementar lá”, coloca. Um ponto que chamou a atenção de Cambuta é a quantidade de profissionais atuando na Residência e na Universidade. “É um fluxograma muito grande, com um leque de profissionais importantes trabalhando em equipe”, coloca.

A mesma expectativa é compartilhada por Angela Praia, que, vê a troca de experiência como principal motivador desta atividade. “Na saúde pública nós atuamos na vertente da prevenção e aqui vejo que também atuam na empatia, no contato com as pessoas. Essa experiência servirá para vermos como é feito aqui e como podemos melhorar”, enfatiza.

O grupo visitou a Prefeitura e a Secretaria de Saúde de Criciúma no início da tarde. Após o encontro visitaram a Unesc, onde conheceram as Clínicas Integradas, o CER (Centro Especializado em Reabilitação) e tiveram o primeiro contato com os residentes do Programa, que serão seus parceiros nos próximos 30 dias.

O intercâmbio foi mediado pelo Escritório de Relações Internacionais e tem a parceria do PPGSCol (Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva) da Unesc.

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Vitor Netto Henrique 07 de outubro de 2019 às 18:49
Compartilhar Comente

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc

Co-fundador e CEO da Leadership Development International faz palestras gratuitas na Unesc
Mais imagens

Com ênfase na liderança de processos produtivos resoluções de conflitos, a Unesc irá receber nos dias 13 e 14 de agosto a palestra “A Sabedoria na Liderança dos Negócios: As emergências das experiências chinesas do Dr.Chan Kei Thong”, ministrada pelo próprio Thong. Aberta a comunidade externa e a forma de acesso é por meio de 1 kg de alimento não perecível.

Entre as pautas abordadas estão “A sabedoria da Liderança” e “O negócio como missão”. A palestra do dia 13 o público alvo são os Gestores de Empresas e Entidades e Gestores  e professores da Unesc. Além disso, Thong também palestrará para a gestores de escolas e secretários de educação, no dia 14 de agosto. Professores e gestores da Universidade estarão participando de todas as etapas que compõem o evento. Este é um passo à frente no processo de envolvimento de Professores e Gestores da Unesc neste novo ciclo de Inovação tecnológica de processos, produtos na universidade.

Conheça o palestrante

Dr. Thong é membro da equipe da Singapore Cru há 40 anos e co-fundador e CEO da LDi (Leadership Development International). Sob sua liderança na LDi, o empreendimento se tornou um dos sistemas mais influentes na educação internacional, com escolas espalhadas pela China e no Oriente Médio. O orçamento anual da empresa chega aos 35 milhões de dólares, empregando mais de 800 funcionários.

O palestrante possui Diploma Técnico da Singapore Polytechnic, Bacharel em Ciências em Administra pela Universidade de Nova York, Mestrado em Artes em Estudos Bíblicos pela Escola Internacional de Teologia, Mestrado em Administração de Empresas pela Universidade Estadual da Califórnia e doutorado honorário da Trinity Western University. Atualmente ele ministra cursos on-line de liderança, por meio do programa de Mestrado em Artes em Liderança da Trinity Western University, além de orientar líderes da China e do Oriente Médio.

Veja a programação completa

13 de agosto - Para gestores de empresas e entidades e gestores e professores da Unesc

- 15 às 18 horas – A sabedoria da Liderança

- 19h30 às 21h30 – O negócio como missão

14 de agosto - Para gestores de escolas e secretários de educação, gestores e professores da Unesc

- 9 às 12 horas – A liderança nos processos educativos e a resolução de conflitos

- 14 às 17 horas – Princípios de liderança para a construção de comunidades

Vitor Netto - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Ana Sofia Schuster 09 de agosto de 2019 às 09:04
Compartilhar Comente

Intercâmbio: Unesc e Santander oferecem bolsa de estudos internacionais para acadêmicos

Intercâmbio: Unesc e Santander oferecem bolsa de estudos internacionais para acadêmicos
Interessados devem procurar edital nº138/2019 (Foto: Fagner Santos) Mais imagens

Viajar para um país diferente, conhecer uma nova cultura, um novo idioma e novos amigos é uma vontade de muitos. Porém, muitas vezes, este sonho pode acabar não sendo realizado pela grande burocracia que pode envolver o processo. Para facilitar o acesso ao intercâmbio, a Unesc, em parceria com o banco Santander, abriu o edital nº 138/2019, que apresenta o programa ‘Bolsas Ibero-Americanas’.

Voltado para acadêmicos de todos os cursos de graduação da universidade que se interessem em adquirir uma experiência acadêmica internacional, o programa oferece duas bolsas de estudos, com valor aproximado de R$ 12 mil, para acadêmicos que se inscreverem para através do aplicativo Santander Universitário ou no site oficial do programa, bem como no Escritório de Relações Internacionais da Unesc.

É a chance para que os acadêmicos possam expandir seus conhecimentos sobre os países ibero-americanos, além de conhecer pessoas novas e um novo idioma. “É uma experiência única na vida, um leque de oportunidades que se abre para o agora e para o futuro”, colocou o coordenador do Escritório de Relações Internacionais da Unesc, professor Emílio Luiz Streck.

Para participar, é preciso ser acadêmico da segunda fase ou superior de um curso de graduação da Unesc, bem como ser brasileiro nato ou naturalizado e maior de 18 anos. As inscrições devem ser realizadas até o dia 8 de agosto de 2019. O edital completo pode ser conferido aqui.

Outra opção de intercâmbio é o Work Experience USA, realizado em parceria com a Ferrotur Criciúma. O programa oferece vagas de trabalho para o inverno estadunidense 2019/2020, possibilitando que o acadêmico receba em dólar enquanto aprimora seu inglês.

Já quem procura a oportunidade para aprender um novo idioma, pode procurar pelo intercâmbio linguístico Unesc/EF Manchester. O programa oferece duas semanas de curso de idiomas em janeiro e fevereiro de 2020, na cidade de Manchester, Reino Unido.

Para saber mais sobre todas as opções de intercâmbio, basta entrar em contato com o Escritório de Relações Internacionais da Unesc, através do telefone (48) 3431-2660, ou comparecer pessoalmente ao escritório, localizado na sala 30 do Bloco Administrativo da Unesc, entre 8h e 12h ou 13h e 17h de segunda a sexta-feira. 


Fagner Santos - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Fagner Santos 25 de julho de 2019 às 09:45
Compartilhar Comente