Newsletter Newsletter RSS RSS

Alunos do Curso de Geografia aprendem a confeccionar mapas táteis

Alunos do Curso de Geografia aprendem a confeccionar mapas táteis
Material auxilia pessoas com pouca ou nenhuma visão (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Marcando o aniversário de 22 anos do curso, graduandos de Geografia da Unesc tiveram uma atividade especial nesta quarta-feira (15/8). Eles participaram de uma Oficina de Mapa Tátil, no Laboratório de Geociências da Universidade. A atividade foi ministrada pela Doutoranda do Programa de Pós-Graduação De Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Tamara De Castro Regis.

Conforme a coordenadora do Curso de Geografia da Unesc, Andreia Rabello, a atividade teve o objetivo de mostrar na prática a forma de fazer mapas que possam ajudar pessoas com pouca ou nenhuma visão a fazerem a leitura completa das mais variadas ilustrações. “Nós quisemos aproximar nossos alunos também dessa realidade para que, quando estiverem na sala de aula, saibam como montar esses materiais para seus alunos. ”, comentou.

Para a professora, o resultado foi tão positivo que deve se refletir em novos encontros para mais aprendizado. “Para nós essa atividade é um grande presente. Já quero deixar encaminhada a próxima, pois isso abre nossos horizontes para novas possibilidades. Nossa próxima oficina vai ser de Globo Terrestre Tátil, outro material muito interessante”, citou.

Conhecimento compartilhado

Os ensinamentos de Tamara, que atua diretamente com a confecção de mapas táteis dentre outros materiais que tornam acessíveis os conhecimentos de temas da geografia para cegos ou pessoas com pouca visão, foram valiosos. Os alunos puderam ver de perto a gama de materiais que são utilizados nos trabalhos com texturas e formas diferenciadas de maneira a causar entendimento completo a quem precisar utilizá-los, além de terem manuseado alguns tipos de mapas confeccionados pela equipe do Laboratório da UFSC.

De acordo com a ministrante, a atenção aos detalhes no momento da confecção dos trabalhos é o que os torna tão valiosos. “Precisa ser feito tudo com muito cuidado, pois qualquer detalhe com acabamento mal feito até uma cola a mais que sobrou na folha é identificado por quem está lendo o mapa como alguma informação e isso pode fazer com que ele se torne confuso e incorreto”, explicou.

A quantidade de informações presentes em determinadas ilustrações, assim como em qualquer outro mapa, pode variar, mas a intenção, conforme Tamara, é de transmitir o maior número de conhecimento possível. “Quem tem pouca ou nenhuma visão não quer ser privado de conhecimento. O que vai ser útil para ele naquele momento ou não é ele quem vai decidir, mas nossa função é encontrar formas de, por meio dos materiais e das legendas em braile, informar ele sobre o assunto de forma abrangente”, completou.

Compartilhar esse conhecimento, para a doutoranda, é uma das questões mais importantes do seu trabalho. “Além, é claro, da pesquisa constante que é também necessária para a evolução, disseminar essas práticas é essencial para nós. Fazemos questão de realizar oficinas onde somos convidados e procuramos ensinar também por meio do nosso site, ontem também colocamos muitas orientações para professores e pais de como procurar o serviço e até mesmo como fazer os mapas”, destacou.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 15 de agosto de 2018 às 21:45
Compartilhar Comente

Necessidades e desafios para a Universidade são debatidos por acadêmicos e Reitoria no Diálogos Unesc

Necessidades e desafios para a Universidade são debatidos por acadêmicos e Reitoria no Diálogos Unesc
Acadêmicos apresentaram as reivindicações dos estudantes para a reitoria (Fotos: Vitor Netto) Mais imagens

Avaliar e debater as realizações da Universidade. Esses eram alguns dos objetivos do segundo encontro do Diálogos Unesc. O segundo momento da ação ocorreu na tarde desta terça-feira (14/8) no auditório Ruy Hülse e contou com a participação de alunos e gestores da Unesc.

De acordo com a reitora da Universidade, Luciane Ceretta, o objetivo do encontro é de ampliar a relação entre a gestão e os acadêmicos. "Aqui estamos dialogando e escrevendo a Universidade. Avaliar o andamento da Instituição e o olhar do estudante é fundamental, pois estes são os olhares dos que estão em todos os lados da Unesc", enfatiza.

Segundo o vice-reitor, Daniel Preve, um dos objetivos da gestão é o relacionamento próximo com os alunos. "A partir de momentos como esse, poderemos construir com várias mãos uma grande Universidade, apontando as necessidades e desafios dos estudantes", ressalta.

Espaço de fala

O Diálogos Unesc tem por temática principal abrir o espaço de fala entre os acadêmicos e a gestão. Segundo a reitora, a proposta é realizar até dois debates como este durante o ano com os acadêmicos, além de encontros com colaboradores e docentes da Instituição. "Queremos abrir o debate para entendermos como está a Universidade e assim melhorá-la", comenta.

Entre os temas debatidos estiveram a evasão e a permanência dos alunos dentro da Universidade, as ações e participações da Unesc para com os cursos de Licenciatura, os desafios da graduação Ead (Ensino à Distância), o atendimento ofertado nas cantinas e no restaurante universitário e os programas e as bolsas de estudo oferecidas para os acadêmicos.

Para o vice-presidente do DCE (Diretório Central dos Estudantes), Luccas Gonçalves, o encontro representa um momento rico para os acadêmicos. "Aqui podemos expor o que pensamos e o que esperamos da Universidade", comenta.

Além da reitora e do vice-reitor, a pró-reitora acadêmica, Indianara Reynaud Toreti, o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Thiago Fabris, o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Oscar Montedo, o diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, o gerente do Escritório de Negócios, Henrique Vargas, o gerente do Escritório de Inovação, Evânio Nicoleit, a gestora da Gerência de Atendimento ao Estudante, Mira Dagostin, e a chefe de Gabinete da reitoria, Gisele Coelho Lopes, também participaram do encontro.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 14 de agosto de 2018 às 18:52
Compartilhar Comente

Diálogos Unesc: Acadêmicos e Reitoria discutem sobre necessidades, anseios e reivindicações

Diálogos Unesc: Acadêmicos e Reitoria discutem sobre necessidades, anseios e reivindicações
Momento foi produtivo com a grande participação dos alunos (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

Acadêmicos e equipe da Reitoria estiveram reunidos na noite desta segunda-feira (13/8) para o primeiro momento da ação Diálogos Unesc, no Auditório Ruy Hülse. A proposta, levantada pela Reitoria, foi de proporcionar uma noite especial com a equipe a postos para ouvir comentários, anseios, reivindicações e até apontamentos de ações que tenham bom resultado dentro de cada curso ou setor. Conforme a Reitora Luciane Ceretta, o objetivo é realizar a ação a cada semestre, proporcionando também o momento aos professores, gestores e coordenadores de curso da instituição como forma de dar respaldo e continuidade a proposta, já levantada ao longo da campanha realizada em 2017, de estar próximos da comunidade acadêmica.

O primeiro contato foi de apresentação da própria Reitoria e a equipe que a compõe, salientando a forma com que cada setor se relaciona com os acadêmicos. Após as apresentações os estudantes puderam ficar à vontade para realizarem seus questionamentos, o que rendeu uma conversa de mais de duas horas e meia e uma grande lista de reivindicações e sugestões montada para ser aprofundada posteriormente. “Viemos ouvir muito mais do que apresentar números ou explicações. A Unesc é uma universidade comunitária e esse é um espaço do qual não abrimos mão. Esse contato não tem preço e a lista que montamos hoje será muito importante”, declarou a reitora.

Para o vice-reitor, Daniel Preve, o debate com os alunos é um dos compromissos da chapa, que levantou a campanha "A Unesc que a gente quer" e agora trabalha todos os dias para melhorar cada vez mais os serviços oferecidos. "Todas as decisões que tomamos são analisadas com extremo cuidado pelo compromisso que temos de manter e ampliar a excelência acadêmica da Universidade. Esse contato vem a somar com os nossos objetivos", afirmou.

Grande participação

Entre os assuntos levantados ao longo do diálogo esteve a possibilidade de realização de mais projetos que possam integrar acadêmicos dos mais variados cursos. A universitária Vitoria Maria Vito, do Curso de Biomedicina, foi quem levantou a questão, afirmando que gostaria de poder conviver mais com colegas que, no mercado de trabalho, poderão de alguma forma ter contato com sua função.

“Muitas vezes o aluno não entende o que o seu curso pode ter a ver com o outro, mas tem sim muita coisa. Nós somos todos colegas e acho importante que ações promovam mais envolvimento até para incentivar um maior respeito com relação a outras profissões por meio do entendimento do valor que o colega também vai ter também na sociedade”, comentou. Vitoria aproveitou ainda para agradecer pela possibilidade de poder falar abertamente sobre tantos assuntos pessoalmente com a equipe da Reitoria e levar anseios diretamente para as lideranças da Universidade.

Ainda entre os temas levantados estiveram a possibilidade de criação de uma Pós-Graduação na área de computação dentro da Universidade; a maior utilização da ampla estrutura do Iparque; o incentivo para que mais projetos de extensão possam ser realizadas nas cidades da região; a possibilidade da volta do projeto de Feira das Profissões e as atuais ações realizadas dentro do campus com a intenção de atrair alunos do Ensino Médio para a Unesc; a valorização dos cursos de Licenciatura por meio de ações voltadas ao incentivo para que os adolescentes conheçam mais as possibilidades da formação; uma conversa franca sobre as ações tomadas pela atual gestão para uma contenção de gastos necessária para as finanças da Universidade e os resultados disso nos números atuais; a possibilidade de criar novos critérios para escolha de acadêmicos para os projetos de extensão; entre outras pautas.

O diretor de Ensino de Graduação, Marcelo Feldhaus, o diretor de Pesquisa e Pós-Graduação, Oscar Montedo, a diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Fernanda Sônego, e a gestora da Gerência de Atendimento ao Estudante, Mira Dagostin, também participaram do encontro. Conforme a Reitora, todas as situações levantadas serão discutidas com a equipe com a intenção de avaliar novas possibilidades e de tornar realidade o máximo de reivindicações possível. 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 13 de agosto de 2018 às 22:32
Compartilhar Comente

Oficina de Mapa Tátil

Oficina de Mapa Tátil
Mais imagens

O curso de Geografia oferece no dia 15 de agosto, a oficina gratuita de Mapa Tátil, com a doutoranda em Geografia da UFSC, Tamara de Castro Régis. O encontro ocorre das 13h30 às 17 horas no Laboratório de Geociências, localizado na sala 5 do Bloco L. A oficina é direcionada para estudantes e professores dos cursos de Licenciatura da Unesc. Não é necessário realizar inscrição prévia.

Por: Milena Spilere Nandi 09 de agosto de 2018 às 11:29
Compartilhar Comente

Conquista: Cerimônia marca formatura de 71 acadêmicos da Unesc

Conquista: Cerimônia marca formatura de 71 acadêmicos da Unesc
Momento especial foi vivido entre graduandos, familiares e amigos (Foto Mayara Cardoso) Mais imagens

Na cabeça de cada um dos presentes no auditório Ruy Hülse, na Unesc, na noite desta terça-feira (8/8) certamente passou um filme. Eram 71 graduandos acompanhados de pais, familiares e amigos, todos emocionados por estarem celebrando a conquista da graduação, uma vitória que por tantas vezes envolve toda a família.

Após a cerimônia especial de colação de grau em gabinete a Unesc ganhou de forma oficial novos profissionais das áreas de Artes Visuais Licenciatura, Ciências Biológicas Licenciatura, Ciências Biológicas Bacharelado, Educação Física Licenciatura, Educação Física Bacharelado, Geografia, Licenciatura, História, Letras Habilitação em Língua Portuguesa, Matemática Licenciatura e Pedagogia.

Em sua mensagem aos formandos, o vice-reitor Daniel Preve lembrou que a vida é feita de períodos de fluxo contínuo, mudanças de rota e momentos de ruptura e para marcar esses momentos são realizadas celebrações especiais de ritos de passagem. “Estamos celebrando um desses momentos hoje, dia que marca uma divisão entre a vida de vocês até agora e o que será a partir de agora como profissionais. Agora vocês passam a interferir na sociedade sob uma nova ótica e, ao mesmo tempo, serão responsáveis por suas escolhas e decisões”, destacou.

Sobre as situações que serão enfrentadas daqui em diante Daniel lembrou ainda que jamais deve lhes faltar técnica e ética profissional. “Muito da técnica e da ética vocês aprenderam durante esses anos na Unesc e continuarão apreendendo ao longo da vida. Vocês puderam perceber também que as técnicas, estruturas e equipamentos são apenas meios a serviço do homem e devem estar dispostos unicamente para melhorar a vida das pessoas. Demonstrem isso com gestos e ações em qualquer lugar em que estiverem e honrem sempre o nome da Unesc”, completou.

Aos olhos da mãe Sônia dos Santos, tudo colaborou para que o momento fosse inesquecível. Ela esteve na Unesc para acompanhar a formatura do filho Ronen dos Santos Marcílio, de 28 anos, em Educação Física. Para Ronen, a noite serviu para fechar em grande estilo os momentos vividos na universidade. “Gostei muito da cerimônia e sei que, mesmo sendo mais simples, ela ficará na minha memória como uma recordação de algo muito importante e especial”, comentou.

Quem também viveu uma noite especial em família foi o presidente do DCE (Diretório Central do Estudante), Alexandre Bristot. Além de representar os estudantes entre as autoridades da cerimônia e discursar em nome dos acadêmicos, Alexandre pôde fazer uma homenagem especial em sua fala para a própria mãe, Andreia Josiane Bristot Rocha, formanda do curso de Pedagogia. “Em meu nome e dos meus irmãos registro nosso orgulho e felicidade por nossa mãe, que, assim como muitos de vocês aqui, por muitas vezes abdicou das suas próprias vontades e necessidades para que nós realizássemos nossos sonhos primeiro e hoje está realizando o dela. Estamos muito felizes por isso”, disse.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayara Cardoso 08 de agosto de 2018 às 21:53
Compartilhar Comente