Direito

Unesc recebe professor pesquisador da universidade chinesa de Macau

Unesc recebe professor pesquisador da universidade chinesa de Macau
Evento teve a presença de acadêmicos da graduação e pós-graduandos Mais imagens

A Unesc recebeu virtualmente na última semana o professor moçambicano Ângelo
Patrício Rafael, da Universidade de Macau na China. O pesquisador abordou o tema “Gás natural e investimentos na pandemia: a perspectiva de Moçambique”, no 2º Colóquio Internacional DISE (Direito e Inclusão Socioeconômica). O evento teve a presença de acadêmicos da graduação e pós-graduandos.

Conforme coordenador do DISE e docente do PPGD (Programa de Pós-Graduação em Direito), Yduan de Oliveira May, o assunto segue sendo ferramenta de debate na rede internacional de pesquisa. “Moçambique descobriu-se um país rico, porém sem capacidade autônoma para explorar o gás natural. Agora vive o desafio de conciliar os interesses sociais e econômicos, mediando as necessidades das comunidades locais e os contratos com as empresas transnacionais”, esclarece.

O evento foi proposto pelo DISE, PPGD e curso de Direito.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

02 de julho de 2020 às 14:34
Compartilhar Comente

Estudantes da Unesc colam grau em cerimônia especial

Estudantes da Unesc colam grau em cerimônia especial
Momentos foram presididos pela reitora da Universidade, Luciane Bisognin Ceretta (Foto: ReproduçãoYouTube) Mais imagens

A Unesc formou nesta quinta-feira (18/6) 58 estudantes, em cerimônia virtual. Com direito a momentos de uma cerimônia tradicional, como juramentos, outorgas de grau e a presença de pessoas que foram especiais durante a trajetória acadêmica de cada um, como paraninfos e convidados, colaram grau estudantes de Administração, Comércio Exterior, Direito, Tecnologia em Design de Moda, Tecnologia em Gestão Comercial e Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, Biomedicina, Ciências Contábeis, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia de Materiais, Engenharia Química e Nutrição.



As solenidades foram realizadas em dois momentos, presididas pela reitora da Universidade, Luciane Bisognin Ceretta, e registradas pela Unesc TV. “É uma honra participar deste momento, e ficam aqui nossos agradecimentos pela dedicação de todos à nossa Universidade. A parti de hoje, eles estarão em um seleto grupo de formados no ensino superior. Portanto, não devem subestimar seus talentos, trabalhar duro, lutar pelo desenvolvimento social, tecnológico e da saúde de nosso país, respeitando sempre as diferenças. Certamente terão seus sucessos”, afirma.

As cerimônias foram divididas por áreas do conhecimento, possibilitando que amigos e familiares de cada aluno presente compartilhasse este momento: às 15 horas a transmissão registrou mais de 250 pessoas. Já às 17h30 foram mais de 650 visualizações.

Formaturas de junho

Até a data, já colaram grau estudantes de Medicina, Farmácia, Enfermagem, Administração, Comercio Exterior, Direito, Tecnológicos, Biomedicina, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Design – ênfase em projeto de produtor, Engenharias, Fisioterapia e Tecnologia em Design de Moda. No dia 24 de junho, às 14 horas, será a vez de acadêmicos de Enfermagem e Fisioterapia colarem grau.

A Unesc instituiu normas sobre cerimônias de colação de grau durante o período de isolamento social. O concluinte poderá optar pela cerimônia em sessão solene mediada por tecnologia, mediante solicitação por escrito com cinco dias de antecedência. Na formatura virtual, que terá a mesma formalidade da cerimônia solene e pública, o concluinte prestará juramento e receberá a outorga em data, horário e local designado.

O momento poderá ser realizado com a presença de mais de um curso de graduação, obedecendo-se aos critérios de agrupamento por área de conhecimento e com caráter público e acadêmico, garantindo a participação, em igualdade de condições, de todos os alunos concluintes, com traje oficial para o período de isolamento -  social ou passeio completo. 

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

18 de junho de 2020 às 18:29
Compartilhar Comente

Universidade promove Colóquio Internacional Direito e Inclusão Socioeconômica

Universidade promove Colóquio Internacional Direito e Inclusão Socioeconômica
Evento da Unesc tratou da temática “Governança e privatizações: a experiência angolana” (Foto: Divulgação) Mais imagens

O Programa de Pós-graduação em Direito (PPGD), o curso de Direito da Unesc e o grupo de pesquisa Direito e Inclusão Socioeconômica (DISE) promoveram nesta semana, o primeiro Colóquio Internacional DISE. O evento contou com a participação do professor angolano Leonildo João Lourenço Manuel, do Centro de Investigação de Direito Privado da Universidade de Lisboa.

Com a temática “Governança e privatizações: a experiência angolana”, o encontro realizado de forma virtual na segunda-feira (15/6) reuniu acadêmicos e pós-graduandos no aprendizado sobre os desafios que Angola enfrenta para o seu desenvolvimento e inclusão socioeconômicos. “Foi uma experiência muito proveitosa. Nossos participantes puderam refletir e comparar com a realidade jurídico-econômica brasileira”, avalia o Coordenador do DISE e docente do PPGD, Yduan de Oliveira May, que acrescenta que as discussões tiveram a participação de professores moçambicanos, que também integram a rede internacional de pesquisa.

O próximo evento do grupo de pesquisa Direito e Inclusão Socioeconômica já está agendado para o dia 29 de junho. Trata-se do segundo Colóquio Internacional DISE, evento que contará com a participação de um membro da Universidade de Macau (China) que explorará a temática sobre as recentes descobertas de gás natural e o marco regulatório de investimentos em Moçambique.

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

16 de junho de 2020 às 17:54
Compartilhar Comente

Estudantes de Direito da Unesc relacionam aprendizados a momentos atuais

Em aulas especiais, dentro da disciplina Direito Comercial e Empresarial I, estudantes da 8ª fase do curso de Direito da Unesc estão relacionando o que aprendem a questões atuais, principalmente à pandemia da Covid-19. Para promover diálogos qualificados, sobre implicações nas áreas comerciais e empresariais, o professor Fabrizio Guinzani tem convidado profissionais com vasta bagagem no mercado de trabalho.

Na última quarta-feira (10/6), foi a vez da escritora, professora de graduação e pós-graduação e coofundadora da Doistoque Marketing Criativo, mestre Carla Busarello, dialogar com os alunos. A teoria VUCA (Volatilidade, Incerteza, Complexidade e Ambiguidade) e os questionamentos “Estamos vivendo a quarta revolução industrial?”, “Para onde caminha o mundo dos negócios?” e “De que forma o direito empresarial precisará atuar?”, nortearam os assuntos. “Importante destacar a interdisciplinaridade dos temas e suas implicações na formação dos acadêmicos do curso, especialmente na área de comercial e empresarial, frente as mudanças e desafios enfrentados atualmente”, evidencia Guinzani.

Dando seguimento a aulas anteriores, o encontro também teve assuntos relacionados à compreensão da Lei da Propriedade Industrial, nº 9.279/9, e os tipos de propriedade industrial e a livre concorrência,

Assuntos atuais em pauta

Em outro momento, os estudantes conversaram com a psicóloga Viviane Bastos Guinzani Antero da Silva, que atua desde 2010 na FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro). Compartilhando um pouco dos seus 20 anos de experiência, ela trabalhou assuntos relacionados à emoção para o enfrentamento de uma realidade desconhecida, ânimo frente as incertezas pós-pandemia e o futuro. 

O encontro também proporcionou conhecimentos sobre as alterações da MP nº 931 e PL nº 1.179. As pautas, segundo Guinzani, têm grande impacto na vida em sociedade, alterando normas de convivência pontuais, relacionadas à pandemia, e que estarão postas para além do período de isolamento social.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

12 de junho de 2020 às 17:09
Compartilhar Comente

E-book idealizado pelo vice-reitor da Unesc busca colaborar com as transformações no ensino do Direito

E-book idealizado pelo vice-reitor da Unesc busca colaborar com as transformações no ensino do Direito
Obra de caráter colaborativo será desenvolvida pela OAB/SC (Foto: ArquivoUnesc) Mais imagens

Com o objetivo de colaborar com as transformações no ensino do Direito, prestação de justiça e desenvolvimento da cidadania, o vice-reitor da Unesc, professor doutor Daniel Preve, propôs uma obra colaborativa à OAB/SC (Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional de Santa Catarina). Por meio da CEJ (Comissão de Educação Jurídica), o e-book “A Educação Jurídica no Brasil: Perspectivas em Debate” reunirá 20 artigos com potencial para fomentar novas práticas, metodologias, ações e experiências relacionadas à trajetória histórica, política e social da educação jurídica brasileira.

A iniciativa, destacada por Preve como além de um material acadêmico e científico, terá impacto perceptível na sociedade e tem forte correlação com o momento de pandemia. “A experiência aprimora e qualifica a educação jurídica, principalmente diante dos efeitos deste desafio em nível mundial. A partir desta obra, poderemos auxiliar o exercício jurídico e formar profissionais mais qualificados, o que beneficia diretamente à sociedade”, frisa.

Dentro da proposta, o trabalho construído sob responsabilidade da OAB tem como objetivo fomentar pesquisas, sobre educação jurídica na contemporaneidade, políticas na área de educação ambiental e também direitos humanos; incentivar à interdisciplinaridade e a inovação, e propor uma formação conceitual e conciliatória.

O vice-reitor explica que estas competências, necessárias ao profissional do Direito, fazem parte das novas perspectivas do CNE (Conselho Nacional de Educação), aprovadas em dezembro de 2018 com o intuito de atualizar e alinhar o ensino à realidade do Brasil e do mundo. “As mudanças trazem uma série de alterações, que propõem novas dinâmicas, direções e modelos de estágio prático dentro da graduação”.

A proposta também é colocada em evidência pelo presidente da CEJ, Newton César Pilau, com ênfase ao cenário de pandemia. “A OAB/SC busca fomentar pesquisas sobre educação jurídica na contemporaneidade e é bastante pertinente para o atual momento no qual estamos. É importante frisar que a obra vai contar com escritos e falas, cujo intuito é abastecer a nossa classe de conhecimento e propagar a valorização do Republicanismo e do Estado de Direito”, afirma.

Proposta regional teve resultados positivos

A iniciativa em nível estadual foi idealizada em reflexo a uma proposta anterior, que reuniu trabalhos sobre educação jurídica no Sul de Santa Catarina, por meio da subseção Criciúma da OAB. A obra “O ensino jurídico no Brasil – Perspectivas e debates” está disponível em ebook e foi construída durante a primeira gestão da regional, 2017 e 2018, qual Daniel Preve fez parte como fundador. “Reunimos narrativas das experiências vividas em nossa região, e tivemos resultados exitosos, com ativa participação de professores e profissionais das áreas que discutem a educação jurídica”, conta Preve.

Construção da obra

Com mediação de profissionais e professores da área do Direito, a seleção dos artigos será realizada por uma comissão específica e por um comitê editorial. A produção do e-book contará com seis fases: inscrição dos artigos, que ocorre até o dia 10 de agosto; avaliação e julgamento dos artigos, de 11 a 25 de agosto; divulgação dos artigos aprovados, em 28 de agosto; período para correção e ajustes necessários para os artigos aprovados, de 29 de agosto a 15 de setembro; revisão final, de 16 de setembro a 2 de outubro, e publicação no site da OAB. A obra será registrada na ISBN (Biblioteca Nacional).

Apesar de ser uma iniciativa da seccional catarinense, o processo de inscrição dos artigos está aberto para trabalhos de todo o Brasil, até o dia 10 de agosto. Para contribuir com a obra, os interessados podem enviar o material para educacaojuridica@oab-sc.org.br. Mais informações estão disponíveis no edital. Clique aqui.

•          Com informações cedidas pela Assessoria de Comunicação da OAB/SC

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

10 de junho de 2020 às 14:15
Compartilhar Comente