Ciências Biológicas - Bacharelado

Alunos da Unesc desenvolvem trabalhos científicos na área de zoologia para redes sociais

Alunos da Unesc desenvolvem trabalhos científicos na área de zoologia para redes sociais
Acadêmicos da terceira fase de Ciências Biológicas levaram conhecimentos por meios digitais (Foto: Milena Nandi) Mais imagens

Os alunos da terceira fase do curso de Ciências Biológicas da Unesc, usaram a criatividade para estudar e apresentar trabalhos na disciplina de Zoologia II. Incentivados pela professora, Mainara Cascaes, os acadêmicos estudaram quatro grupos animais – dois grupos de vermes, platelmintos e nematoides, que causam doenças em seres humanos e em outros animais e os moluscos e anelídeos – e desenvolveram apresentações com imagens e vídeos para as redes sociais.   

A professora explica que o objetivo do trabalho é realizar por meio da divulgação cientifica, o fortalecimento das competências e habilidades do biólogo para a interação com a comunidade.

Segundo Mainara, o trabalho foi a maneira pensada para ampliar as ações de extensão dentro da disciplina. “Levantamos dúvidas que as pessoas e os próprios estudantes têm sobre determinados grupos. Criamos problemas de pesquisa e os alunos escolheram um deles para desenvolverem o trabalho que mescla tanto a pesquisa, porque eles precisam responder a estas perguntas academicamente, quanto divulgação científica. Quando estávamos tendo aulas presenciais, antes da pandemia de Covid-19, a ideia é que eles fizessem trabalhos que pudessem ser levados para escolas e centros comunitários. Com o cenário atual, trocamos a ação na comunidade pela divulgação científica, que também vai atingir diversas pessoas pelas redes sociais”, afirma Mainara.

Para divulgar os trabalhos, cada grupo de acadêmicos de Ciências Biológicas usou as redes sociais. Foi assim com o grupo formado pelas estudantes Ana Júlia Botelho, Larissa Rossi, Iasmin Zeferino e Maria Eduarda Maccari, que usou o perfil de Iasmin para divulgar o trabalho “De onde vem as lombrigas dos animais domésticos?”. As estudantes escolheram falar sobre gatos e cachorros, que se estiverem infectados com toxocariose (infecção que resulta na invasão de órgãos por larvas de nematoides), suas fezes podem contaminar o solo. “Não tivemos nenhuma dificuldade para fazer o trabalho. Nos dividimos em equipes e divulgamos nas redes sociais, via Instagram. Tivemos um bom retorno das pessoas, que interagiram via enquetes e nas publicações”, conta Iasmin.  

As questões norteadoras dos trabalhos foram:

- Achatina fulica: riscos de invasão biológica e consequências a saúde ambiental
- Cefalópodes: inteligência ou sorte?
- Sanguessugas e atributos medicinais.
- Minhocas e o processo de ciclagem de nutrientes
- Ingestão de carne malpassada: mitos e verdades – e verminoses associadas
- Saneamento básico e a barriga d’água
- De onde vem as lombrigas dos mamíferos?

Para acompanhar as respostas a estas questões, basta acessar os perfis do Instagram:

@iasminr.z
@_andrefrancis
@juliagavaa
@jardineirasdosolo

Matrículas abertas

O mundo está mudando, o que não muda é a força do conhecimento. Mais do que nunca, ter formação de excelência faz toda a diferença. Para viver esta experiência, as matrículas para o segundo semestre já estão abertas na Unesc, por meio do Ingresso sem Vestibular.

Para se matricular no curso de Ciências Biológicas da Unesc, basta entrar em contato com o Setor Comercial, pelo WhatsApp (48) 99915-0433 ou pelo telefone (48) 3431-2500.

Milena Nandi – Agência de Comunicação da Unesc 

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

01 de julho de 2020 às 14:50
Compartilhar Comente

Mesa redonda debate a experiência das aulas mediadas por tecnologia na educação básica

Mesa redonda debate a experiência das aulas mediadas por tecnologia na educação básica
Evento virtual integrou a programação da Semana Integrada de Educação (Fotos: Reprodução) Mais imagens

A Unesc promoveu, na tarde desta quinta-feira (18/6) a terceira mesa de conversa da Semana Integrada de Educação. Essa, que é a primeira edição do evento, conta com intensa programação na qual recebe profissionais de diversas áreas para o compartilhamento de conhecimentos. Nesta quinta-feira estiveram na mesa de conversa virtual os professores Luan Alves, do curso de Geografia, Mainara Figueiredo Cascaes, do curso de Ciências Biológicas e Ray Souza da Rosa, do curso de Artes Visuais. O encontro, que teve como tema “Aulas mediadas por tecnologia na educação básica: compartilhando experiências", foi mediado pela acadêmica da 3ª fase do curso de Geografia, Vivian Dias.

Durante o encontro foram tratados pontos como: a importância da tecnologia no ensino atual, os desafios da educação em tempos de pandemia, o papel do Ministério da Educação nas adaptações educacionais, ENEM, a falta de investimento e descrédito da ciência e a educação como chave do futuro.

O evento virtual que integra a programação da Semana Integrada de Educação contou com uma audiência de mais de 170 pessoas.

Mayara Cardoso - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

18 de junho de 2020 às 17:26
Compartilhar Comente

Mestranda da Unesc representa Santa Catarina na 1ª Web Conferência Internacional sobre o Zebrafish na Neurociência

Mestranda da Unesc representa Santa Catarina na 1ª Web Conferência Internacional sobre o Zebrafish na Neurociência
Samira Baldin apresentou pesquisa com zebrafish desenvolvida para o Mestrado em Ciências da Saúde (Foto: Arquivo) Mais imagens

A Unesc foi representada na 1ª Web Conferência Internacional sobre o Zebrafish na Neurociência, pela mestranda em Ciências da Saúde, Samira Leila Baldin. Ela foi a única aluna de uma instituição de ensino superior catarinense a apresentar trabalho no evento. Ao todo, oito estudos com o uso do peixe zebra (zebrafish) nas áreas de comportamento e neurociências desenvolvidos por jovens pesquisadores foram selecionados para a conferência internacional. Destes, quatro são desenvolvidos no Brasil, sendo dois no Rio Grande do Norte, um em Santa Catarina e outro no Rio Grande do Sul.

O evento, organizado por pesquisadores do Brasil e da Inglaterra, ocorreu de forma digital em virtude da pandemia de Covid19. Na última quinta e sexta-feira (23 e 24/4), a web conferência reuniu jovens pesquisadores e cientistas de diversos países em apresentações de trabalhos e discussões em torno do uso do zebrafish na pesquisa e dos estudos desenvolvidos com o uso desse modelo animal.

Segundo o professor do PPGCS (Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde) e orientador de Samira, Eduardo Pacheco Rico, participar de um evento de representatividade internacional não somente proporciona o contato do grupo de pesquisa com grandes estudiosos, como permite a troca de conhecimentos, incrementando as pesquisas no Laboratório de Psiquiatra Translacional da Unesc. “Para o PPGCS é mais uma ação envolvendo a internacionalização da nossa pesquisa. Além disso, para o jovem pesquisador, a participação é uma experiência impar para o seu crescimento pessoal e acadêmico”, afirma.

Aluna da Unesc apresenta pesquisa inédita com zebrafish  

A pesquisa de Samira, intitulada “Exposição aguda ao ácido gálico induz ao comportamento ansiolítico no zebafish” é inédita e traz resultados do potencial antioxidante do ácido gálico em danos neurológicos causados pelo uso de álcool. “As plantas têm mecanismos de defesa e como não podem se mover, utilizam o ácido gálico. Testamos diferentes dosagens dele no zebrafish e descobrimos que a mais alta, de 20 mililitros por litro de água, os deixa menos ansiosos, mais calmos”, explica.

Samira, que é graduada em Ciências Biológicas pela Unesc, dará continuidade a pesquisa, que fará parte de sua dissertação para o Mestrado em Ciências da Saúde. Para ela, a participação no evento foi um marco em sua vida acadêmica. “A apresentação foi toda em Inglês e fiquei tensa por estar, pela primeira vez, falando sobre o meu trabalho para cientistas tão renomados. Foi um desafio e uma honra estar dialogando com pesquisadores com os quais eu sonho em fazer parceria”, revela.

Milena Nandi – Agência de Comunicação

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

25 de abril de 2020 às 17:21
Compartilhar Comente

Curso de Ciências Biológicas inicia celebração pelos seus 50 anos

Curso de Ciências Biológicas inicia celebração pelos seus 50 anos
Ao longo de 2020, novos momentos serão realizados (Fotos: Fernando Carvalho) Mais imagens

O curso de Ciências Biológicas da Unesc iniciou a comemoração de seus 50 anos de história. Na noite desta quinta-feira (13/3), uma aula magna reuniu alunos, professores, equipe de gestão e nomes que marcaram as cinco décadas do curso.

No auditório Ruy Hulse, o público prestigiou a palestra “Agrobiodiversidade”, ministrada pelo professor doutor Lin Chau Ming, e também conheceu a nova identidade visual do curso de Ciências Biológicas, que deu origem ao selo comemorativo dos 50 anos.

Ao longo de 2020, novos momentos de celebração são realizados, reunindo acadêmicos, egressos, professores e coordenadores do curso.

Leonardo Ferreira - Agência de Comunicação da Unesc

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

13 de março de 2020 às 17:54
Compartilhar Comente

Segunda-feira de sonhos realizados

Segunda-feira de sonhos realizados
Unesc formou novos 51 profissionais na noite desta segunda-feira (10/2) (Fotos: Mayara Cardoso) Mais imagens

O que parecia um sonho para Gilmar Figueiredo, de 60 anos, se transformou em realidade na noite desta segunda-feira (10/2). Em pleno dia 10 de fevereiro de 2020, o Giba, como é conhecido na Unesc, deu mais um passo na direção do conhecimento: teve o grau outorgado em sua terceira graduação. O feito foi celebrado com a companheira, filhas, neta e amigos como a realização do sonho antigo de formar-se no curso de Direito para exercer a profissão de advogado. Assim como Gilberto, outros 50 acadêmicos da Unesc tornaram-se profissionais aptos a exercerem a profissão após a cerimônia de Colação de Grau Especial em gabinete nesta noite.

A cerimônia presidida pela pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional, Gisele Coelho Lopes, formou acadêmicos dos cursos de Artes Visuais, Ciências Biológicas, Direito, Educação Física Bacharelado e Licenciatura, História, Matemática e Pedagogia. O momento, para Gilberto, significa mais um desafio superado, mas jamais o fim da jornada de estudos. “Já sou formado em Jornalismo e Teologia e agora alcanço esse sonho. Meu desejo agora é ir em busca de uma bolsa para cursar Psicologia ou entrar no Mestrado. Ainda vou dar aula na Unesc”, compartilhou o formando que serve como grande exemplo para os quatro filhos e quatro netos.

A semana será ainda de intensa programação de conquistas celebradas na Universidade. Novas cerimônias de Colação de Grau Especial em gabinete serão realizadas nesta terça-feira (11/2), quinta-feira (13/2) e sexta (14/2), além de celebração festiva na noite de sábado (15/2).

Mayara Cardoso - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

10 de fevereiro de 2020 às 22:09
Compartilhar Comente