Engenharia Ambiental e Sanitária

imagem do site
Newsletter Newsletter RSS RSS

Alunos das engenharias Ambiental e Sanitária e de Agrimensura realizam visitas técnicas

Acadêmicos dos cursos de Engenharia Ambiental e Sanitária e de Engenharia de Agrimensura da Unesc, realizaram duas visitas técnicas em Florianópolis, na última sexta-feira (8/6), quando conheceram a Casa Eficiente da Eletrosul/Eletrobras e a Concasan (Feira Catarinense de Saneamento).

A Casa Eficiente da Eletrosul/Eletrobras surgiu em 2006 com o objetivo de incentivar o desenvolvimento de soluções inovadoras e eficientes na construção civil, visando o uso racional da energia elétrica e o menor impacto ambiental. Desta forma, a Eletrosul, em parceria com a Procel e o Laboratório de Eficiência Energética em Edificações (da UFSC), investem no projeto da Casa Eficiente.

Na Feira Concasan, os estudantes puderam visitar os estandes das principais empresas com enfoque em saneamento, também puderam entender os atuais processos de eficiência energética e redução de perdas, além de fazerem networking.

As visitas foram organizadas pelo presidente do Centro Acadêmico do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, Eduardo Fernandes Martinello, em parceria com o DCE, CREA Jr e coordenação do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária.

“As visitas possibilitaram visualizar na prática o que acompanhamos em sala de aula. É possível a construção de possível casa e/ou edifício que seja sustentável, desde o reaproveitamento energético até o reuso das águas, o descarte adequado das águas sujas das residências. Na feira foi possível comparar o que há de inovador no ramo de saneamento frente ao mercado de trabalho, também observamos as novas tecnologias. Visitas técnicas são de extrema importância para o desenvolvimento acadêmico e na formação de profissionais de excelência, o que reflete no desenvolvimento do curso e da Universidade”, afirma Martinello.

Por: Milena Spilere Nandi 12 de junho de 2018 às 16:29
Compartilhar Comente

Engenharia Ambiental e Sanitária

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6) o professor Mario Ricardo Guadagnin e as acadêmicas Ariane Machado e Elaine Adriano dos Santos, do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, ministraram palestra com o tema “Coleta Seletiva”, aos alunos do nono ano da Escola Municipal Ângelo Zanelato, em Içara.

Na oportunidade, os acadêmicos puderam compreender como a coleta seletiva tem sido tratada. Além disso, os estudantes foram estimulados a olhar de uma forma mais consciente para a questão do lixo.

Por: Milena Spilere Nandi 08 de junho de 2018 às 13:10
Compartilhar Comente

Dia Mundial do Meio Ambiente

Dia Mundial do Meio Ambiente
Mais imagens

No Dia Mundial do Meio Ambiente (5/6), a coordenadora adjunta do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária Marta Valéria de Souza Hoffman e a acadêmica do curso Carolina Lourenço, ministraram palestra com o tema “Qualidade da Água e o Sistema de Tratamento de Esgoto do Município de Criciúma, aos alunos do primeiro ano do Ensino Médio do Colégio São Bento, em Criciúma.

Na oportunidade, os estudantes puderam compreender os principais tratamentos de águas existentes, além de estimular a conscientização sobre os recursos hídricos.

Por: Milena Spilere Nandi 07 de junho de 2018 às 13:44
Compartilhar Comente

Engenharia ambiental

Engenharia ambiental
Mais imagens

Alunos da sétima fase do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária tiveram um dia de aprendizado diferente. Eles visitaram nesta quinta-feira (17/5), quatro áreas em processo de recuperação ambiental no município de Garopaba. A atividade ocorreu dentro da disciplina “Recuperação de Área Degradada”, ministrada pelo professor Carlyle Torres Bezerra de Menezes, que acompanhou o grupo.

Por: Milena Spilere Nandi 18 de maio de 2018 às 13:33
Compartilhar Comente

Alunos da Unesc estimulam o pensamento sustentável durante visita técnica em Garopaba

Alunos da Unesc estimulam o pensamento sustentável durante visita técnica em Garopaba
Eles conheceram locais de recuperação ambiental e tecnologias amigáveis (Foto: Leonardo Ferreira) Mais imagens

Os acadêmicos da sétima fase do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Unesc participaram de um dia de aprendizados fora do campus. Eles visitaram, nesta quinta-feira (17/5), quatro áreas em processo de recuperação ambiental na cidade de Garopaba. A atividade ocorreu dentro da disciplina “Recuperação de Área Degradada”, ministrada pelo professor Carlyle Torres Bezerra de Menezes.

Durante a manhã, os dez estudantes visitaram o projeto Gaia Village, que desde 1997, foca suas atividades na sustentabilidade e, com auxílio da Unesc, desenvolve tecnologias ambientais amigáveis, como banheiros sustentáveis, pátios de compostagem, geração de energia responsável e reciclagem de materiais.

Criado pelo professor José Lutzenberger, o principal objetivo do Gaia é se utilizar das áreas do município para ser exemplo de localidade sustentável. O coordenador do projeto, Dolizete Zilli, conta que a oportunidade de transmitir as ações aos futuros engenheiros é um grande passo para a realização desta missão. "O objetivo de recuperar a essência da nossa natureza só vai ser possível com a consciência dos novos profissionais da área. A nova geração de engenheiros, que chegam no mercado com uma mentalidade ecológica, é necessária para uma mudança ambiental. Recebe-los aqui, possibilita o estimulo deste pensamento” afirma o coordenador.

Ele explica ainda que a iniciativa não quer parar o avanço da cidade e das construções, mas sim faze-lo de modo inteligente. “Não adianta ter um transatlântico de luxo, com um mar de lixo em volta, é preciso cuidar e ter equilíbrio, evoluir, mas com um pensamento sustentável", frisa Zilli.

O estudante Gabriel Fagundes destaca as ideias apresentadas por Zilli e explica que, com algumas adaptações, é possível aliar o crescimento com o que é positivo para o ambiente. “Eu acredito que estas ideias bem desenvolvidas e repensadas podem sim ser aplicadas hoje. Mas o primeiro passo seria mudar o pensamento das pessoas e assim implantar uma nova ideia, de colocar o meio ambiente em primeiro lugar”, esclarece.

Mais conhecimentos

Além do Gaia Village, os acadêmicos visitaram áreas recuperadas, com auxílio da Universidade, na parte central da cidade. Um deles, foi a Lagoa das Capivaras, danificada por ações humanas.

Segundo o professor Menezes, a Unesc acabou adotando a localidade. "Ao chegar na cidade, nós entrevistamos os moradores. O pensamento da maioria deles era de desagrado, comparando o ambiente a espaços para descarte de lixos e criadores de mosquitos. Depois da proposta, de recuperação e das ações para descontaminar e revitalizar o local, continuamos lá, cuidando e prezando pelo bem ambiental.", destaca ele.

A Universidade também está presente em projetos de preservação e orientação ambiental em toda região. Como conselheira da Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca, a Unesc sede profissionais para monitorar situações em ambientes de praia e de recuperação em Santa Catarina.

Fonte: AICOM - Assessoria de Imprensa, Comunicação e Marketing

Por: Mayra Antonio De Lima 17 de maio de 2018 às 20:40
Compartilhar Comente