Grupo De Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento Docente e o Mundo do Trabalho em Educação Física

Newsletter Newsletter RSS RSS

A COMPLEXIDADE DA DOCÊNCIA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: A PERCEPÇÃO DOS ACADÊMICOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA EM SITUAÇÃO DE ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO

RESUMO

 

Esta investigação objetivou analisar a complexidade da docência nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental na percepção de acadêmicos da Licenciatura em Educação Física do Centro de Educação Física e Desportos (CEFD) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) em situação de Estágio Curricular Supervisionado (ECS), enfatizando o seu papel de professor, os seus sentimentos e os seus desafios. A metodologia caracterizou-se pelo enfoque fenomenológico sob a forma de estudo de caso com abordagem qualitativa. O instrumento utilizado para a coleta de informações foi um questionário com perguntas abertas. A interpretação das informações foi à análise de conteúdo. Os participantes foram quinze acadêmicos do 7º semestre do curso de Licenciatura em Educação Física do CEFD/UFSM, matriculados na disciplina de Estágio Curricular Supervisionado III (Séries/Anos Iniciais do Ensino Fundamental). Constatou-se uma realidade educacional complexa e desafiadora para a atuação do acadêmico de Educação Física em situação de ECS nos anos iniciais do Ensino Fundamental e, decorrente disso, uma variedade de sentimentos, tanto positivos quanto negativos, nos futuros docentes.

Palavras-chave: Educação Física. Estágio Curricular Supervisionado. Docência nos Anos Iniciais.

Mais informações: http://www.serie-estudos.ucdb.br/index.php/serie-estudos/article/view/781

Por: Victor Julierme Santos Da Conceicao 08 de julho de 2015 às 09:00
Compartilhar Comente

OS DESAFIOS DO COTIDIANO EDUCACIONAL: O CASO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

RESUMO

 

Este estudo teve como objetivo identificar e analisar os desafios percebidos pelos professores de Educação Física no cotidiano de suas práticas pedagógicas na escola. O caminho metodológico adotado seguiu os pressupostos da abordagem qualitativa do tipo estudo de caso. O campo de estudo foi uma escola pública de Santa Maria, RS, tendo as informações coletadas por meio de uma entrevista semiestruturada, realizada com três professores de Educação Física do ensino fundamental. Para analisar as informações coletadas, foi utilizada a análise de conteúdo. Concluímos que os principais desafios encontrados são a falta de espaço físico e material, a desvalorização da Educação Física, a falta de união e companheirismo entre os professores, os baixos salários, as limitações quanto à maneira de o professor desenvolver suas aulas, a indisciplina e violência entre os alunos e as dificuldades de não disporem de tempo para refletir e trocar experiências.

Palavras-chave: Educação Física. Desafios. Prática pedagógica.

Mais informações: http://editora.unoesc.edu.br/index.php/roteiro/article/view/6264

Por: Victor Julierme Santos Da Conceicao 08 de julho de 2015 às 08:58
Compartilhar Comente

ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA: OS SABERES EXPERENCIAIS DOS ESTAGIÁRIOS

Resumo Este estudo objetivou analisar os saberes experenciais construídos durante o Estágio Curricular Supervisionado (ECS) na percepção dos acadêmicos da Licenciatura em Educação Física do Centro de Educação Física e Desportos da Universidade Federal de Santa Maria. Caracterizamos a metodologia como qualitativa descritiva do tipo estudo de caso. As informações foram obtidas por um questionário e as interpretações das respostas realizadas pela análise de conteúdo. Os participantes foram 23 acadêmicos do 7º semestre do referido curso. Concluímos que foi possível identificar coletivamente uma boa quantidade e diversidade de saberes experenciais construídos durante o ECS pelos acadêmicos estudados. Palavras-chave: Formação de Professores. Estágio Curricular Supervisionado. Saberes Docente.

Mais informações: http://www.uff.br/feuffrevistaquerubim/images/arquivos/zzquerubim_25_v_2.pdf

Por: Victor Julierme Santos Da Conceicao 08 de julho de 2015 às 08:54
Compartilhar Comente

Os Saberes Necessários ao Bom Professor de Educação Física Escolar na Percepção dos Acadêmicos Ingressantes da Graduação

RESUMO

Essa investigação objetivou analisar os principais saberes docentes necessários ao bom professor de Educação Física Escolar na percepção de acadêmicos ingressantes de um curso de Licenciatura em Educação Física de uma universidade pública da região sul do Brasil. A metodologia caracterizou-se pelo enfoque fenomenológico sob a forma de estudo de caso com abordagem qualitativa. O instrumento utilizado para a coleta de informações foi um questionário. A interpretação das informações foi à análise de conteúdo. Os participantes foram vinte e dois (22) acadêmicos ingressantes no referido curso. Concluímos que foi possível identificar uma enorme quantidade e diversidade de saberes necessários ao bom professor de Educação Física Escolar. Cabe ressaltar que em sua maioria a ênfase foi na questão do ‘saber fazer’, devido às ‘marcas’ deixadas por seus professores de Educação Física na educação básica.

Palavras-chave: Educação Física. Formação de Professores. Formação Inicial. Saberes Docente. Bom Professor.

Mais informações: http://www.gestaouniversitaria.com.br/artigos-cientificos/os-saberes-necessarios-ao-bom-professor-de-educacao-fisica-escolar-na-percepcao-dos-academicos-ingressantes-da-graduacao

Por: Victor Julierme Santos Da Conceicao 08 de julho de 2015 às 08:53
Compartilhar Comente

Ser professor na escola: de aluno a professor no estágio curricular supervisionado na licenciatura em Educação Física

 Este estudo objetivou analisar como acontece a passagem de aluno a professor durante a realização dos Estágios Curriculares Supervisionados (ECS) I-II-III na percepção dos acadêmicos da Licenciatura em Educação Física do Centro de Educação Física e Desportos (CEFD) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). A metodologia empregada caracterizou-se pelo enfoque fenomenológico sob a forma de estudo de caso com abordagem qualitativa. O instrumento utilizado para a coleta de informações foi uma entrevista semiestruturada. A interpretação das informações foi a análise de conteúdo. Os participantes foram vinte (20) acadêmicos do 7º semestre do curso de Licenciatura em Educação Física do CEFD/UFSM. Concluímos que foi possível identificar seis momentos de passagem de aluno a professor e também oito transformações ocasionadas pelos momentos de passagem de aluno a professor na percepção dos acadêmicos estudados.
Palavras-chave: Educação Física; Formação de professores; Formação inicial; Estágio curricular supervisionado; Ser professor.

Mais informações: http://periodicos.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723816302015248

Por: Victor Julierme Santos Da Conceicao 18 de abril de 2015 às 09:40
Compartilhar Comente